História I'll Stand By You - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren
Exibições 562
Palavras 2.255
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Conversa


Pov's Lauren

Uma semana se passou depois daquela bolada que o Austin me deu e da situação constrangedora entre Camila e eu, ela tem agido estranho. Está sempre por perto, raramente fica com os populares e fica olhando pra mim sempre.

Em casa a mesma merda, Keana me agridi sem motivo, meu pai continua sem saber o que Keana me faz e vem estando mais ausente, sempre no trabalho e os gêmeos sempre me ajudando quando preciso.

A Allyson vem mostrando ser realmente se mostrando uma pessoa confiável e ela e Dinah estão bem próximas.

-Hey, que tal vocês dormirem na minha casa hoje?Meus pais não vão estar em casa e hoje é sexta então. . .

-Eu topo - Dinah falou animada

-Não sei não Ally, tem a Keana e tal. . .  - nesse meio tempo eu já a via a contado sobre as agreções que sofria por parte da Keana

-Pior. . .

-O que ela pode fazer?

-Nada apenas me deixar trancada no quarto sem comer e me bater em dobro - ironizei

-Quem vai te bater Lauren? - puta que pariu

-Deixa de ser exirida Camila! A conversa é entre Ally, Dinah e eu

-E eu quis me intrometer. Diga,  quem te agridi?

-Não. Te. Interessa - me levantei da mesa e sai andando

-Lauren,  pera ai!  - bufei

-O que quer agora?

-Que me diga!

-Eu. Não. Vou. Te. Dizer. Você nunca se importou comigo e nunca vai se importar! Me diz : quanto vai ganhar nessa aposta?Hm?

-Que aposta?Do que está falando?

-Cabello, ninguém muda do dia pra noite e também não é do dia pra noite que vou confiar em você!

-Por que?Eu passei a semana inteira lhe mostrando que mudei Lauren!

-PORQUE EU TE ODEIO! Odeio o jeito que você é! Odeio quando está perto! Odeio quando fala comigo! EU NÃO TE SUPORTO GAROTA!  - gritei irada, quando vi ela estava chorando e então correu

-Eu. . . eu vou atrás dela. Já volto - falou Ally que acompanhava a cena junto com Dinah e todo o refeitório

-Nossa! Tá tudo bem?

-Nem um pouco, preciso pensar. Nos vemos Dinah

-VAI VOLTAR PRA ÚLTIMA AULA? - gritou perguntando enquanto eu já estava um pouco longe

-NÃO SEI E NÃO ME ESPERE!  - corri até o jardim e me sentei encontada na árvore

-Droga!  - uma voz conhecida murmurou e ouvi um barulho de pedra sendo jogada contra o chão - Por que tinha que ser tão idiota Camila?!  - Ah não! Essa garota não!  - Por que tinha que aceitar aquilo?!

-Parece que estava certa em relação a haver uma aposta - falei mesmo sem saber onde ela estava

-Não sabe do que estou falando, então cale-se

-E se não o fizer?Vai me bater?

-Só te bati 3 vezes e não foi tão exagerado

-Mas já mandou 3 caras me baterem, isso já valeu Cabello

-Onde está?

-Por que diria?

-Onde está? - repetiu a pergunta

-Siga a minha voz

-Continue falando

-Who are you today?

Will you be the sun or the pouring rain?

Who are you tomorrow?

Will you make me smile or just bring me sorrow?

Who are you gonna be when I'm lost and I'm scared?

Who are you gonna be when there's nobody there?

Who are you today?

'Cause I am still the same - logo ela estava sentada ao meu lado, essa música não foi uma indireta. . . mais ou menos, já que ela mudou do nada, mas não foi certamente uma indireta afinal ela nunca me fez sorrir

-Você tem uma voz muito bonita

-Hm. . . legal. Pra que veio aqui?

-Lauren. . . eu mudei, é sério. Eu não sou mais a menina mimadinha que eu era, nunca mais zoei um ser na escola por ser quem é. . . acredita em mim

-Como posso acreditar em uma garota que nunca olhou na minha cara sem ser com desprezo, nojo?Como Camila?Me diz porque eu não faço a minima ideia. Você pode ter mudado, mas eu. . . eu não acredito. Nunca vou conseguir confiar em você mesmo que se mostre a pessoa mais honesta e incrivel do mundo. Você me machucou muito, você começou tudo isso. Deve se lembrar

Pov's Camila

O que Lauren me disse só fez com que eu me sentisse mais culpada.

-Me fala Camila, me diz por que caralhos faz isso comigo?

O momento em que soube que ela era intersexual veio a minha mente junto a lembrança do motivo de ter contado seu segredo e então não consegui conter as lágrimas.

FlashBack On

3 anos atrás. . .

Estava no vestiário me trocando, tinha acabado de fazer o teste das líderes de torcida.

-Hey. . . Camila não é? - perguntou Megan, a capitã das líderes de torcida

-Sim

-Sabe?Você foi muito bem no teste. . . quer mesmo entrar nas líderes de torcida?

-Claro que quero, é tudo o que mais quero - riu

-Ótimo, me encontre na arquibancada no intervalo - assenti - Vamos meninas - saiu acompanhada das outras líderes

[. . . ]

Deu o sinal do intervalo, juntei minhas coisas e fui pra arquibancada encontrando todos do time de futebol americano, basquete e as líderes juntos.

-Hey Mila, vem - subi os degraus e fui até eles - É o seguinte, para entrar oficialmente no nosso grupo você tem que fazer um teste - Teste?Disso eu não sabia

-E. . . e como é esse teste?

-Bom, eles são diversificados, cada um aqui passou por um. O seu. . bom, conhece a Lauren?

-Hm. . . a morena de olhos verdes?Novata do 1 ano b? - eu sabia já que ela era da minha sala

-Sim, você vai ter que descobrir algo contrangedor sobre ela e a falar na frente de todos

-Oh. . . eu. . . eu vou ter que fazer bu. . . bullying?

-Se quiser entra pras líderes - encolheu os ombros e os relaxou

-Hm. . . ok. Se fizer isso, estarei no grupo de vocês?

-Com certeza

-Ok

-Terá uma semana Cabello, uma semana - assenti e quando ia saindo Megan agarrou meu braço - E vê se não conta a ninguém sobre isso hein? - concordei - Olha lá hein?Estamos de olho - sai quase correndo dali

''Valia a pena humilhar uma garota que nunca me fez nada por um ''ingresso'' para o grupo dos populares?''

[. . . ]

3 dias depois. .

3 dias haviam se passado, era quinta-feira, amanhã teria de falar algo sobre a Lauren e eu não consegui descobrir nada. Eu até tentei me aproximar dela, mas ela simplesmente se afastou dando qualquer desculpa e quase correndo para longe de mim.

Agora estávamos na aula de Educação Física e a mesma já estava no final.

-Pessoal vão se trocar, acabou a aula - anunciou e fomos para o vestiário

Peguei minha roupa e os meus materiais higiênicos, me encaminhei a uma cabine e quando a abri tive a surpresa de o mesmo estar ocupado pela Lauren, mas meu olhar parou no meio das suas pernas onde havia um pênis.

-O-o que-e?Co-omo?

-Sai daqui Camila!  - mandou e quando olhei em seus olhos os mesmos transbordavam medo, raiva, tristeza. . .

Sai dali assustada e cai sentada num banco de madeira que tinha ali. Estava de boca aberta.

''Isso é impossível. . . não é?''

Deixei isso de lado e fui pra outra cabine, bati na porta dessa vez

[. . . ]

No dia seguinte. . .

Era sexta-feira, dia em que eu tinha que entregar a Jauregui. . . eu tô tão confusa.

Por um lado eu pensava : ''A Lauren nunca fez nada contra mim, por que faria isso com ela?Não tinha lógica''

Mas por outro : ''Se eu fizer isso vou poder entrar pro grupo dos populares e vou ter ''respeito'' na escola. Ela vai ser humilhada?Vai, mas eu vou estar feliz. Sou eu ou ela.

-Eai Cabello, descobriu algo? - Megan falou enquanto se aproximava acompanhada pelo grupo

-Sim. . . descobri - ela sorriu animada

-Ótimo, hoje na hora do intervalo, você vai falar tudo bem? - apenas assenti e elas saíram.

[. . . ]

Faltei os três primeiros horários, fiquei no atrás do colégio em meio as árvores que ali haviam.

''Sempre achei a Lauren bonita, nunca imaginei ela ter um pênis entre as pernas. Como sou curiosa pesquisei sobre isso é bem raro nascerem pessoas assim. De acordo com a wikipédia é qualquer variação de caracteres sexuais incluindo cromossomos,  gônadas e / ou órgãos genitais que dificultam a identificação de um indivíduo como totalmente feminino ou masculino. Isso é estranho, mas. . . vendo a Lauren nem dá pra desconfiar de nada, ela é totalmente mulher só o que muda é o orgão genital''

-Me desculpa Lauren, mas é você ou eu - me levantei ouvindo sinal tocar e fui pro refeitório onde vi a Megan acenar fazendo um sinal para ir até ela

Fechei os olhos e me benzi.

É agora!

-Quando ela se sentar você vai subir na mesa e surpreender a todos. Espero que o que tenha descobrido seja interessante - assenti e me encostei na parede esperando

Minutos depois vi ela se sentar junto com Alexa e Dinah em uma mesa no canto.

Subi na mesa dos populares quando vi o sinal da Megan e respirei fundo para em seguida gritar:

-HEY GALERA!  - todos voltaram a atenção a mim - TENHO UMA COISA INACREDITÁVEL PARA CONTAR A VOCÊS! SABEM A JAUREGUI?ENTÃO ELA PODE ATÉ NÃO PARECER, MAS É INTERSEXUAL OU SEJA TEM UM PÊNIS ENTRE AS PERNAS!  - todos a olharem espantados, com nojo enquanto ela me encarava com os olhos marejados e arregalados. Aquilo me doeu. . . mais do que imaginava - ELA É. . . uma aberração - falei mais baixo a última parte vendo a mesma correr e a Dinah me olhar desacreditada indo logo atrás da morena

-Bem vinda ao time e ao grupo, Cabello

-O. . . brigada

FlashBack On.

Ela riu amarga.

-Você é um ser humano e tanto hein?Conseguiu o que queria?Foi feliz como imaginava?

-Me-e deixa-ar a-acabar - ela suspirou e assentiu - Depois disso, eu-u comecei a andar com eles e. . . e então comecei a namorar o Austin, nisso ele já te zoava, mas eu nem. . . olhava na sua cara, nunca fiz e nem falei mais nada sobre você. . . por vergonha. Até que um dia, o Austin. . . ele. . . ele. . .  - desabei em lágrimas novamente lembrando do pior dia da minha vida - Ele. . . ele abusou de mim. . . eu nunca. . . nunca quis ir pra cama com ele e ele fez isso. . . doeu tanto - Lauren não fez nada continuou olhando pro nada enquanto piscava lentamente e se mantia séria - Foi a pior dor da minha vida - limpei as lágrimas que rolavam pelo meu rosto - Um dia, eu não aguentei ver você apanhando e. . . e falei pro Austin parar, mas. . . ele negou e eu insisti, ele abusou de mim novamente e. . . e prometeu que. . . se eu pedisse isso novamente. . . ele faria da minha vida um inferno, nunca me deixaria em paz

-Isso é mentira - afirmou calma

-Não é!  - me exaltei - Acha que eu estaria chorando por nada! E diria que ele abusou de mim apenas para você ter confiaça em mim?

-Acho, melhor, tenho certeza

-Por que?

-No seu plano Camila, houve um erro. Você parou de me zoar e ele não te fez nada,  consequentemente,  na minha mente e na de qualquer pessoa que soubesse o que está acontecendo isso é mentira. . . simples

-Ele não fez nada, ainda. . .

-Quando ele fizer alguma coisa você me fala, porque por agora, eu não acredito em uma palavra do que você me disse e vê se ajeita sua maquiagem. Tá parecendo uma assombração!  - se levantou e saiu andando como se nada tivesse acontecido enquanto eu continuei ali de cabeça baixa, chorando arrependida

''E agora?Eu tô fudida, literalmente! ''

Sai dali e fui correndo para o banheiro, me olhei no espelho e estava realmente com a maquiagem toda borrada. Molhei meu rosto e fiquei apoiei minhas mãos na pia me olhando no espelho. Eu estava acabada!

-O que que você tá fazendo Camila? - me perguntei murmurando e ajeitei minha maquiagem

Sai do banheiro e quando eu estava indo para o estacionamento minha boca é tapada, o que me fez gritar, mas nada saia e minha cintura é rodeada por um braço e logo sou jogada dentro de um carro.

-O que eu te avisei Camilinha?Você vai se arrepender de ter gritado comigo no meio do refeitório e pior no meio do pátio - Austin sorriu sádico enquanto passava a mão no meu rosto, bati em sua mão e ele revidou com um tapa na minha cara - Respeite seu namorado, você é minha, de mais ninguém tá me ouvindo? - veio me dar um beijo, mas cuspi em sua cara o fazendo rir e passou a mão no lugar - Você não tem noção do perigo não é garota?

-EU TENHO NOJO DE VOCÊ AUSTIN! NOJO!  - ele me deu um soco tão forte que eu fiquei zonza

-Acelere esse carro!  - mandou e eu via tudo em dois até que minha visão escureceu



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...