História I'll Stand By You - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren
Exibições 560
Palavras 1.376
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Camila Cabello


Fanfic / Fanfiction I'll Stand By You - Capítulo 2 - Camila Cabello

Pov's Camila

Acordei com a porcaria do meu despertador tocando, o desliguei e fui para o meu banheiro onde tomei um banho quente bem demorado. Depois de quase uma hora fazendo minhas higienes matinais no banheiro fui para o meu closet e escolhi um cropped branco sem mangas, uma calça jeans clara, um par de coturnos pretos com saltos e um lacinho branco no cabelo.

Peguei minhas coisas e desci para a cozinha onde todos estavam reunidos em silêncio como sempre.

-Bom dia - falei dando um beijo nos cabelos da minha irmã

-Bom dia Kaki - sorriu mostrando suas janelinhas

-Só se for pra vocês - meu pai respondeu frio, minha mãe apenas remexia a comida

Tomei meu café da manhã conversando baixo com a minha irmã e logo me despedi pegando minha Lamborguini Aventador Branca e dirigindo para o colégio.

Sou Karla Camila Cabello Estrabao tenho 16 anos e moro com meus pais, Sinuhe e Alejandro que são donos de uma das maiores empresas do país. Eles brigam muito por qualquer bobagem o que desgasta mais ainda o casamento. Sofia minha irmãzinha de 5 anos muitas vezes corre para o meu quarto e eu tenho que tapar seus ouvidos para evitar dela escutar a discurssão dos dois. Porém em frente as câmeras e das outras pessoas somos a família perfeita.

Estacionei meu carro na sombra e logo vi minhas amigas virem até mim.

-Bom dia Mila - falaram Normani, Lucy e Ally em unissono

Normani  é negra e alta, chuto uns 1,70, cabelos castanhos escuros ondulados até um pouco abaixo dos ombros e com um corpo de dar inveja. Faz parte das líderes de torcida do colégio junto comigo e é muito boa na dança.

Lucy é morena e meio da minha altura 1,59 tem cabelos castanhos claros e olhos também castanhos. É mais estudiosa e fofa do grupo, sempre nos ajuda quando precisamos.

Ally é baixinha e é zoada por isso não passa de 1,50. É loira e tem olhos castanhos. Bem religiosa sempre nos repreende quando fazemos alguma coisa errada sendo assim a mais madura.

Todas tem 17 anos.

-Bom dia meninas - sorri

-Vai ter  treino hoje Mila? - Mani perguntou

-Não só terça e quinta Mani

-Ok. . .

-Acho melhor entrarmos. Não tô afim de ter que enfrentar um monte de búfalos atravessando a porteira - rimos da fala da Ally e acabamos por fazer o que ela pediu.

Paramos no meu armário onde eu peguei algumas coisas para a minha aula até que vi a Lauren passando como sempre de cabeça baixa e segurando nas alças da mochila, pus meu pé na frente ''sem querer'' e ela caiu.

-Foi mal. . . aberração - ri e ela me olhou e percebi que seu olho estava inchado, mas logo saiu correndo - Estranha. . .

-Por que faz isso com a garota Camila? - Lucy perguntou com a voz meio alterada, bufei

-Eu faço porque eu. . .

-Oi meu amor - Austin chegou me beijando

-Oi lindo - sorri

Austin é meu namorado, mas nem sei por quê ainda tô com ele. Não tem sentimento é apenas imagem, às vezes brigamos, mas sempre nos reconciliamos. Não faz diferença. Ele capitão do time de futebol americano do colégio e eu a capitão das líderes de torcida. Genérico não?

-O que acha de ir a minha casa hoje depois da aula?Hm? - me deu um selinho. Sabia suas intenções e não vai rolar.

-Não vai dá Aus, tenho que fazer uma coisa em casa - olhei para as minhas amigas que logo entenderam.

-É, prometemos a Sofi que iriamos sair com ela - Lucy falou

-Oh. . . claro. Sofia - deu um soco no armário nos assustando - Tenho que ir, até depois - se virou e saiu andando, respirei aliviada

-Por que ainda tá com ele?!  - Normani perguntou inconformada - Olha o jeito que ele é?!

-Eu não sei Mani, mas vamos pra sala. Não faz diferença

Entramos na sala e me sentei na terceira carteira do canto, Mani se sentou ao meu lado, Ally na minha frente e Lucy atrás de mim. Olhei disfarçadamente para o fundo e lá estava ela novamente. Lauren parecia concentrada rabiscando seu caderno de desenho e escutando músicas, até que acertaram uma bolinha de papel nela.

-PRESTA ATENÇÃO! A PROFESSORA TÁ CHAMANDO ABERRAÇÃO!  - um garoto gritou e  ela rapidamente tirou os fones e guardou o caderno se encolhendo na carteira abaixando a cabeça

-Espero que não aconteça novamente senhorita Jauregui, se não. . . diretoria. Estamos entendidas? - ela assentiu levemente com a cabeça - Ótimo

A aula seguiu-se normalmente, quer dizer. . . eu não prestei atenção em nada, apenas fiquei fingindo escrever.

Estava tão distraida que nem percebi as meninas me chamando para o intervalo.

-Você entendeu alguma coisa da aula?Ou pelo menos prestou atenção? - olhei para a Mani entendiada - Tá, você sabe que precisa de notas boas para continuar na equipe não sabe?

-E você tá lá por que?

-Nunca tomei nota abaixo de C querida - fez pose

-Hm. . . sei - revirou os olhos e seguimos para o refeitório

Me sentei ao lado do Austin que ainda estava ''bravo''.

-Sério isso Aus?Vai ficar bravo porque nao quero ir pra sua casa? - me olhou e virou a cara

-Não

-Então tá assim por que?

-Não é nada Camila, fica de boa - assenti desistindo e voltei a conversar com as meninas

Vi um nerd passar e o Austin o chamou

-Hey, vem cá - o garoto veio timido - Sabe aquela garota ali? - apontou pra uma garota aleatória - Ela me disse que gosta de você e pediu pra eu lhe informa que quer te encontrar atrás da arquibancada no final da aula - segurei o riso quando vi o garoto abrir um sorriso de rasgar o rosto

-Sério?

-Sério - nunca ouvi a voz do Austin sair tão sincera

-Obrigada - saiu pulando que nem uma gazela enquanto a gente ria

-Ai ai essa foi boa - Drew limpou as lágrimas no canto dos olhos

-Concordo - Eu e Mani falamos ao mesmo tempo enquanto ainda riamos

-Não, agora a melhor parte - Austin murmurou e quando olhei disfarçadamente ao redor, era a Jauregui - Hey aberração - ela ia nos ignorar, mas ele levantou a puxando pelo braço e a jogando no chão - Acha que pode nos ignorar?Vai se arrepender por isso mais tarde Laur - falou com um sorriso maldoso, provavelmente o refeitório inteiro já olhava - Mas então, já bateu uma hoje? - todos riram - Afinal, ninguém vai querer uma aberração como você e quem quiser é muito mal da cabeça porque. . .  - antes que ele acabasse ela saiu correndo e seu capuz acabou caindo revelando seu rosto totalmente machucado

-Austin você bateu nela hoje? - perguntei assim que ele se sentou

-Não, na certa ela foi agarrar uma garota a força e ela a achou tão feia que a espancou - riram e eu dei um risada nervosa

''Que estranho! Ela apanha sem ser no colégio?''

''Camila você não se importa e não tem nada haver com isso''

-Acho que o Austin exagerou - falou Ally, não me conti e acabei revirando os olhos

-Não exagerei AllyCat apenas falei a verdade. Afinal quem vai querer aquela aberração?

-Às vezes me pergunto se você tem coração - murmurou Ally

-Baixinha se você chama se divertir de não ter coração, então nunca tive - deu de ombros

-Isso não é brincadeira Austin! E quer saber?Cansei! Vocês são todos uns idiotas que só vêem a si mesmos - pegou a própria mochila e se levantou, segurei seu braço

-Pera ai Ally. Não precisa disso.

-Não precisa disso?Vocês sabem o trauma que estão fazendo com aquela menina e todos os ''nerds''? - silêncio - Ótimo! Não quero fazer parte disso - saiu

-Isso foi tenso - Normani mordeu os lábios

O sinal tocou

-Acho melhor irmos - falei me levantando

Entrei na sala e a Ally nem olhou na minha cara e nem na das meninas, até se mudou de lugar.

Apenas me sentei e tentei prestar atenção no resto da aula. O que era impossível.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...