História I'll Stand By You - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren
Exibições 262
Palavras 2.008
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 28 - Bêbada


Pov’s Camila

‘’Quem era aquela e o que fez com minha Lauren?’’ – era nisso que eu pensava enquanto via ela dançar no meio da pista

– Mila, tá caindo uma babinha aqui oh – Ally passou o dedo no canto da sua boca e eu repeti o ato na minha, tinha mesmo uma babinha ali

– Essa garota tá me enlouquecendo, você não sabe o estado que tô aqui em baixo

– Informações demais Mila – ri, Ally sendo Ally – Por que não vai lá?Pelo o que Dinah me falou vocês estão tendo algo, então ela não vai se importar de você chegar lá e você tasca-lhe um beijo de tirar o fôlego – ouvi seu riso

– Cadê a Ally Santa que tava aqui agora?

– Meu amor, estamos em uma boate, acha mesmo que ainda tô santa? – ri

– Tenho que concordar, nunca pensei que você entraria em um lugar desse um dia.Acho que já posso morrer satisfeita – rimos novamente

– Okay, agora chega de papo e vai atrás do seu palmito, vou voltar pra minha loira, apenas vim buscar uma bebida

– ‘’Minha loira’’.Você realmente tá mudada AllyCat

– Não tô não, você que não percebia meu lado colorido – gargalhei novamente ao vê-la saindo de nariz empinado e desfilando

Olhei novamente para Lauren no meio da pista e tinham algumas mulheres se esfregando nela.AO MEU VER era isso.Me levantei e fui até ela, entrei no meio das garotas e agarrei minha morena juntando nossos lábios em um beijo rápido e intenso, tanto que ela quase não conseguia me acompanhar

– Oi Camz – sorriu de lado – O que te deu?

– Nada, apenas vim dançar com a MINHA morena, não posso?

– Po-o-ode

– Ai Laur, não disse que tinha namorada – falou uma garota sorrindo em deboche

– E muito menos que ela te tratava feito um objeto – outra sorrindo maldosa

– E eu não sabia que eu era obrigada a dar-lhes informações sobre a minha vida, agora se me derem licença, vou dançar com a MINHA latina – rebateu sorrindo debochada e me puxou enquanto eu ria, tipo muito!

– Amei Lo

– Essas pessoas às vezes parecem que querem dar uma de donos da minha vida – ela bufou me abraçando pela cintura enquanto dançávamos na pista

Ficamos mais uns minutos dançando e nos beijando, mas logo nos cansamos e fomos até o bar.

– O que vão querer gatinhas? – ele piscou o olho pra nós sorrindo malicioso

– Fica quietinho e apenas faça seu trabalho tendo o conhecimento de que o que você tem no meio das pernas é o mesmo que eu tenho, se duvidar o meu é maior – sorriu novamente do mesmo jeito que sorriu pras vadias da pista

‘’Que bicho mordeu essa garota?’’

– O-o que-e-e? – quase ri vendo o olhar amedrontado do barman, quase, tava com pena do homem

‘’Vai ficar com esse trauma pelo resto da vida, coitado’’

– Pode nos servir sem gracinhas agora?

– Só é falar senhor – agora não aguentei e cai no riso junto com Lauren

– Meu, você é muito burro, mas okay.Camz o que eu peço?

– Wisky com energético – ele assentiu e saiu

– Essa bebida não é muito forte não né?

– Um pouquinho, você é fraca?

– Dá última vez que bebi só lembro de algumas coisas

– Como...?

– Acordar em uma cama com 5 garotas, ter dançado em cima da mesa e me jogado com tudo na piscina...Festa da Verô

– A primeira parte foi desnecessária, mas o resto eu pagaria tudo pra ter visto – ri

– Gosta de ver as desgraças dos outros Cabello? – se levantou ficando entre minhas pernas e segurando minha cintura

– Talvez...mas vem cá, você tava como dançando em cima da mesa?

– Acho que só de top e cueca – ela mesma riu – Eu lembro que morri de vergonha, mas ri quando lembrei também de ver uma queda que a Verô deu – gargalhou

– Agora eu definitivamente quero ir em uma festa da Verô

– Talvez ela faça, não duvido muito

– Hm...então se ela fizer... – dei-lhe um selinho – Nós vamos, e... – mais um selinho – dessa vez... – selinho – Você vai... – selinho – Acordar... – selinho – Comigo ao... – selinho – lado

– Eu vou amar isso – puxou minha nuca fazendo nossos lábios se unirem por alguns segundos se não fosse pelo barman

– Hm...desculpa, eu trouxe as bebidas

– Oh sim, obrigada – falei segurando o riso novamente

– De-e na-a-ada Se-enho-ora – cuspi a pouca bebida que tava na minha boca

‘’Porra!Isso é caro!’’

Mas valeu a pena só por ver a cara dele toda molhada.Não era porque o cara deu em cima da gente, mas é que depois do que aconteceu eu não consigo me segurar, a cada coisa que a gente faz com ele é mais engraçada que a outra...okay, acho que tô bêbada

– Camila! – Lauren brigou

– Me-e de-e-esculpa...foi sem querer, juro – ele apenas assentiu limpando o rosto e foi limpar o balcão

– Por que você riu do nada?

– Acho que ele tá com medo de você

– Por que?

– Lauren, o único ser humano que se veste de mulher e tem pênis e que a maior parte das pessoas conhece é o travesti, pra um homem, na minha visão, dar em cima de um travesti pensando ser uma mulher é totalmente broxante – e foi então que ela riu

– Nossa!Acabei de me imaginar no lugar desse cara

– Garotas, desculpa, acabei de escutar a conversa, mas...a senhorita não é um travesti?

– Não – Lauren riu – Minha mãe teve algumas complicações na minha gestação e eu acabei nascendo com os orgãos trocados, ou seja, tenho um pênis ao invés de uma vagina e algumas alterações que não são físicas

– Ah!Entendi!Desculpa ai então beleza? – ele estendeu a mão e Lauren a apertou simpaticamente

– Relaxa cara – sorriu de lado

– Mas e você? – se virou pra mim

– Eu o que?

– Mulher ou homem? – gargalhei novamente e tossi, entalada, Lauren bateu em minhas costas

– Sou mulher, desculpe meu surto

– Tenho chance? – moveu as sobrancelhas sugestivamente, o olhei, tinha cabelos castanhos e olhos verdes, seu rosto bem masculo e maduro denunciava ele ter no minimo uns 22 anos.Ele é bonito, não posso negar, mas não dá

– Você é pegável, mas não, valeu, tô com a ficando com uma certa morena

– Oh...pensei que fosse beijinho de amigas – falou sem graça

– Não amigo, tem tudo, menos amizade – falou Lauren

– Lauren!

– O que? – revirei os olhos

– Bom, vou trabalhar, tenham uma boa noite

– Bom trabalho – assentiu e saiu

– É cada um viu – Lauren tomou um gole da bebida e sua cara se contorceu em uma careta hilária – Porra Camila!Que caralho é esse?

– O que houve bebê?

– O que houve?O que houve?Você vai ver o que houve mais tarde – sorri maliciosa

– Tô louca pra ver esse ‘’O que houve’’ – mordi os lábios

– Você é uma ninfomaníaca

– Só se eu for Laurenmaníaca

– Eu tô ficando com medo

– Relaxa meu amor, não faço nada que você não me permita – engoliu o seco, segurei o riso e tomei minha bebida em um gole fazendo uma careta ao sentir aquilo queimar tudo por dentro – Hey!Me dá outro por favor – ele assentiu

– Camz, Camz...vai ficar bêbada rapidinho

– Relaxa que eu me controlo

– Se você diz – falou tomando outro golinho da bebida e fazendo uma careta novamente que tive rir

[...]

– Olha!Um pônei!Lauren eu quero um pra mim!

– Camila fica quieta?

– Eu fico!Faço o que você quiser Daddy – digamos que durante essas meia-hora no bar eu tenha exagerado um pouquinho

– ‘’Relaxa que eu me controlo’’, se isso é se controlar eu nunca beijei alguém na minha vida – segurei seu rosto entre minhas mãos e a beijei de um jeito meio desengonçado, mas foi

– Beijou agora gostosa

– Você tá muito louca

– Por você

– Ai meu Deus! – riu

– Lauren – sussurrei em seu ouvido sentindo seus pelinhos se arrepiarem

– Hm?

– Sabe o que eu quero agora?

– O que?

– Seu pau dentro de mim

– Agora é? – riu

– É

– E se eu não quiser

– Por favor Lolo

– Camz, estamos dentro de uma boate

– Tem gente se comendo por tudo quanto é canto – me virei pro barman – Hey moço, não é verdade que tem gente se comendo por tudo quanto é canto?

– Claro senhora – ri

– Viu? – me virei para Lauren que agora estava corada – Vem cá – desci do banco e a puxei pela jaqueta

– Camz...

– Cala a boca e vem! – continuei a puxando para um canto mais escuro da boate onde estava vazio e tinha algumas poltronas

– Você não pretende fazer nada aqui não é mesmo?

– Lolo...eu preciso de você

– Camz mas...

– Então vamos dançar – ela suspirou e fomos pra pista

‘’Se ela acha que só vamos dançar está muito enganada’’ – sorri maliciosa e quando chegamos na pista começamos a dançar normal até uma música mais lenta e sensual começar

Lauren simplesmente travou e eu comecei a me esfregar nela e ir até o chão fazendo questão de subir e dar uma empinada fazendo minha bunda chocar contra o seu quadril e consequentemente contra o seu membro.Peguei suas mãos pondo-as em minha cintura e me juntei mais a ela rebolando, minha mão foi pra trás e pousou em seu membro coberto pela calça o sentindo semi-ereto.

– Camz... – gemeu meu nome em meu ouvido, ela não sabe o estrago que faz apenas com isso – Ba-a-anheiro...banhe-eiro, ago-ora – nem falei nada apenas segui andando

Pov’s Lauren

''Ela tava bêbada?Pra caralho!Mas já fizemos uma vez , não é como se eu tivesse me aproveitando, né?''

Assim que entramos no banheiro fechei a porta e pressionei Camila contra a mesma enquanto a beijava intensamente e apertava sua cintura a fazendo gemer em meio ao beijo.

Eu sabia do risco que tinha de alguém entrar ali, então pus minhas mãos em suas coxas fazendo ela dar impulso e arrodear minha cintura com suas pernas e assim fomos andando em direção a uma cabine.

Pus ela contra a parede enquanto descia meus beijos para o seu pescoço o beijando e mordendo, ela pendeu a cabeça pra trás encostando na parede e me dando mais espaço

– Va-ai logo-o Laur... – pediu entre gemidos

Subi seu vestido e afastei sua calcinha pro lado e a penetrei com dois dedos os quais escorregaram pela sua entrada de tão molhada

– Oh – ela gemia contra a minha boca enquanto eu a penetrava mais rápido Ela apertou meus ombros enquanto se desfazia em meus dedos – Hm... – a coloquei no chão e me ajoelhei separando suas pernas, desci sua calcinha, lambi toda a extensão da sua boceta e chupei até a última gota.Subi novamente sua calcinha e arrumei seu vestido

– Lauren – me chamou em um tom baixo e com a voz um pouco embolada

– Hm?

– Não tô me aguentando em pé – gargalhei

– Quer ir pra casa?

– Vamos ficar só mais um pouquinho

– Tem certeza? – assentiu e saímos da cabine encontrando duas garotas se arrumando em frente ao espelho, mas pararam e ficaram nos encarando

– Lo me espera até eu me arrumar?

– Claro – me encostei na parede olhando ela se arrumar e fingindo não estar vendo as duas outras garotas me secando

– Vocês namoram? – a loira perguntou sem desviar o olhar de mim

– Não - falei naturalmente, afinal, não namorávamos

– Hm...então, o que acha de irmos dançar? – perguntou se aproximando de mim

– Eu... – perdi a fala, eu sentia o olhar de Camila em mim

– Isso foi um não, vamos Lauren – Camila segurou meu braço e saiu me puxando

– Ela disse que você não namoram

– E não estamos namorando – falei

– Então não vai se importar se eu fizer isso né? – a morena falou se aproximando de Camila

– O q... – me calei vendo a morena tasca-lhe um beijo na Camila

‘’Por que tô me sentindo desconfortável, incomodada com isso?’’

– Sai! - empurrou a garota – Vamos logo Lauren! – voltou a me puxar e assim saímos do banheiro e fomos para uma mesa – Garota idiota!

– Vai me dizer que não gostou? – ela virou a cabeça lentamente em minha direção e me olhou incrédula

– Eu não creio que ta dizendo isso – riu desacreditada

– Só tô falando a verdade

– Lauren!Pelo amor de Deus!Eu nem retribui aqu...

– Não tem que me explica nada Camila, não temos nada...você sabe disso – ela continuou me olhando sem expressão até que se levantou e saiu Bufei irritada, fui pro bar e pedi uma bebida pro barman

[...]

Pov's Camila

Lauren é uma idiota!

‘’Como assim não temos nada?Não estávamos ficando? Argh!Garota idiota!’’



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...