História I'll Stand By You - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren
Visualizações 297
Palavras 1.734
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hi

Capítulo 34 - Apresentação


Fanfic / Fanfiction I'll Stand By You - Capítulo 34 - Apresentação

Pov's Lauren Jauregui

— Lauren! Nós somos as próximas

— Eu não vou conseguir. Não. Sem chance. Não dá

Minha ansiedade era enorme e a Camila me enchendo desse jeito não estava ajudando, estava me deixando irritada.

— Lauren!

— CAMILA NÃO DÁ!

— ENTÃO VAI EMBORA E ME DEIXA APRESENTAR A MÚSICA QUE FIZEMOS JUNTAS!VAI EMBORA E NÃO CUMPRA SUA PROMESSA DE ESTAR SEMPRE COMIGO! — fechei os olhos e respirei fundo logo voltando a encarar a garota a minha frente, mais calma dessa vez

— Me desculpa, eu não deveria ter gritado e...eu só estou assustada. Nunca...nunca achei que iria fazer algo do tipo... só...me desculpa

— Tá tudo bem — me deu um sorriso reconfortante e veio até mim se sentando de lado no meu colo — E me desculpa também, eu também estou nervosa e deveria ter te respeitado invés de sair gritando — fez carinho no meu cabelo — Eu só queria saber cadê a menina que ontem disse que sabia se cuidar, onde está a menina corajosa que enfrentou o Austin no estacionamento a uns dias atrás, hm? — beijou minha bochecha

— Ela tá aqui, mas ela tem medo de multidões por ja ter sido muito humilhada e ela não tem muita confiança em sua voz

— Bom saber que ela está aí, porque preciso dela agora pra também me passar a confiança de que vamos arrasar naquele palco, ou que pelo menos ela vai dar o seu melhor. E eu quero que ela saiba também, que a voz dela é muito linda e que ela é muito talentosa, só precisa dessa confiança pra ficar perfeita

— Essa menina está brava com você no momento por estar a deixando com um sorriso idiota — rimos e demos um selinho em seguida que logo aprofundei fazendo com que o clima começasse a esquentar — Eu tô com saudade

— De que?

— De fazer coisas — acariciei sua coxa um pouco descoberta pela saia e adentrei a mesma mexendo com o elástico da sua calcinha

— Por que ficou safada do nada?

— Não sei, me deu vontade — a puxei um pouco pela cintura a juntando mais a mim começando a dar beijos pelo seu pescoço

Minha mão que estava no elástico da sua calcinha subiu indo para sua enorme bunda que apertei forte a fazendo dar um gemido baixo.

— Laur...Aqui não...

— Vai ser rapidinho Camz, temos tempo

— Na...

Nessa hora ouvimos aplausos e nos levantamos no susto começando a nos arrumar tentando disfarçar o que estava acontecendo.

"A próxima dupla que irá se apresentar será: Lauren Jauregui e Camila Cabello"

Bufei e peguei o violão e segui lado a lado com Camila que antes de entrar no palco me puxou para o beijo rápido murmurando um "Mais tarde continuamos". Apenas assenti e entrei no palco com ela. Nos sentamos nos bancos que haviam ali e apoiei o violão no meu colo.

— Essa música, Lauren e eu compomos sendo total autoria nossa, desde a letra até as notas. Esperamos que gostem — me olhou e piscou o olho pra mim

Lauren:

Oh, Why you look so sad?

Oh, por que você parece tão triste?

Tears are in your eyes

As lágrimas estão nos seus olhos

Come on and come to me now

Venha e conte comigo agora

Camila:

Don't be ashamed to cry

Não tenha vergonha de chorar

Let me see you through

Deixe-me vê-lo por inteiro

Cause I've seen the dark side too

Porque eu já vi o lado escuro também

Lauren:

When the night falls on you

Quando a noite cai sobre você

You don't k​now what to do

Você não sabe o que fazer

Nothing you confess

Nada que você confesse

Could make me love you less

Poderia me fazer te amar menos

Lauren e Camila:

I'll stand by you

Eu estarei do seu lado

I'll stand by you

Eu estarei do seu lado

Won't let nobody hurt you

Não deixarei ninguém te machucar

I'll stand by you

Eu estarei do seu lado

Lauren:

So

Então

If you're mad, get mad

Se você está com raiva, fique com raiva

Don't hold it all inside

Não guarde tudo isso dentro de você

Come on and talk to me now

Venha aqui e fale comigo agora

Camila:

Hey, what you've got to hide

Ei, o que você tinha que esconder

I get angry too

Eu fico com raiva também

But I'm a lot like you

Mas eu tenho muito a ver com você

Lauren:

When you're standing at the crossroads

Quando você estiver numa encruzilhada

And don't know which path to choose

E não souber qual caminho escolher

Camila:

Let me come along

Deixe-me ir junto

Cause even if you're wrong

Porque mesmo se você estiver errado

Lauren e Camila:

I'll stand by you

Eu estarei do seu lado

I'll stand by you

Eu estarei do seu lado

Won't let nobody hurt you

Não deixarei ninguém te machucar

I'll stand by you

Eu estarei do seu lado

Take me in into your darkest hour

Leve-me junto nos seus piores momentos

And I'll never desert you

E eu nunca abandonarei você

I'll stand by you

Eu estarei do seu lado

Quando acabamos todos começaram a aplaudir, assobiar e eles até pediam por mais. A reação de todos me deixou surpresa demais. Eu não achei que iriamos tão bem.

— Caramba! Nós fomos incrivelmente bem Lo!

— Eles pediram mais — sorri toda idiota

— Minha menina corajosa apareceu — rimos e a abracei de lado seguindo para o estacionamento

— Quando darão nossas notas? — me encostei no carro dela, que logo se aproximou ficando bem próxima em mim pousando as mãos em meus ombros

— Não sei, mas nos demos muito bem, então não precisamos nos preocupar. Agora podíamos ir lá casa né?É sexta feira, amanhã não tem aula e você pode dormir lá — puxou meu lábio para si

— Hm...tenho que passar em casa primeiro para avisar ao meu pai e pegar umas roupas. Pode conhecer meu pai se quiser

— Eu quero! — abriu um sorriso enorme — Vamos logo — entramos no carro e logo ela deu a partida pra minha casa

[...]

— PAI! ALGUÉM EM CASA!? — abri a porta deixando Camila passar primeiro para fazer o mesmo em seguida

— Por que está gritando abe...Lauren?

— Ah, oi Keana

— Quem é essa?

— Não te interessa

— Sua namoradinha?Lauren nunca trouxe nenhuma pra casa. Prazer, Keana Marie, mãe de Lauren — antes que Camila apertasse a mão que Keana estendeu eu bati na mesma a deixando assustada

— Você não é a minha mãe!Minha mãe morreu!Eu só tenho meu pai!Você não existe na minha vida!

— Está tudo bem por aqui?

— Está sim querido. Lauren apenas está um pouco estressada

— Quem é esta bela jovem?

— Papai, essa é Camila Cabello, Camz esse é o meu pai Michael

— Cabello?Espera, você é filha de Alejandro? — ela assentiu sorrindo com as bochechas coradas — Acho que já te vi na empresa, mas mesmo assim é um prazer conhecê-la — eles apertaram as mãos

— Papai, eu posso ir dormir na casa da Camila?

— Mas já estão assim?!Antigamente era mais devagar, vocês jovens estão muito adiantados

— Papai!

— Desculpe, me desculpe, mas é a verdade. Use camisinha pelo menos — revirei os olhos e puxei Camila pela mão escada a cima

— Me desculpe pelo meu pai, ele é um pouco...não sei como descrever, mas ele é legal

— Tá tudo bem Laur — riu — Mas o que rola com você e a Keana?

— Ah... problemas. Sabe?Ela é minha madrasta, eu sou cabeça quente e ela fica me enchendo, aí eu não me seguro

— Lauren, eu te conheço, sei que não é só isso, mas vou deixar você quieta. Se não quer falar...

— Obrigada por isso

— Não tem pelo que agradecer, agora vai logo pegar suas roupas — assenti jogando minha mochila na cama e começando a esvazia-la pra encher de roupas enquanto isso ela olhava meu quarto bem curiosa

Pov's Camila Cabello

Lauren estava arrumando suas roupas enquanto eu olhava seu quarto. Em cima do criada mudo encontrei um porta-retrato virado de cabeça pra baixo, o peguei e olhei curiosa. Nele tinha uma mulher parecida com Lauren, porém mais velha, o Michael e a Lauren que aparentava ter uns 4 anos.

— É a minha mãe — dei um pulinho pelo susto ao ouvir sua voz muito próxima ao meu ouvido

— Ela foi embora?

— Foi, pra um lugar bem longe, de onde nunca mais poderá voltar

— Ela morreu?Quando?

— Um tempo depois do dia que tiramos essa foto. Foi a última que tivemos dela

— Você deve sentir muitas saudades né?

— É, era bom quando ela me colocava pra dormir quando eu tinha pesadelos, ela se deitava comigo e ficava fazendo cafuné em mim e contando histórias ou can...cantava pra mim — quando ouvi a voz de Lauren falhar eu coloquei o retrato no lugar e me virei pra ela a abraçando imediatamente — Ela não devia ter morrido Camila. Ela tinha que ficar aqui, comigo e com meu pai, como sempre foi. Keana não deveria ter aparecido em nossas vidas. Por que ela se foi Camz?Por que?Ela disse que me amava...

— Todos temos que ir alguma hora Lo. Não fica assim, por favor, eu odeio te ver chorando

— Você também vai ir né?

— Todos temos que ir, já disse

— Não Camila, não assim, eu tô dizendo que você vai me deixar, não vai?É o que todos fazem

— Eu não sei Laur, mas...vá arrumar suas coisas, temos que ir. Não chore mais — limpei suas lágrimas e dei-lhe um selinho

Depois disso ela não disse mais nada, ela apenas se virou e voltou a arrumar suas coisas.

[...]

Fazia um tempo que Lauren e eu já havíamos chegado na minha casa. Agora estávamos deitadas no sofá da sala assistindo desenho. Quer dizer, eu estava assistindo, ela estava reclamando.

— Camz, por favor, troca isso aí. Coisa chata

— Lauren!Não fala assim!Peixonauta é cultura, muito bom, ensina muitas coisas, você deveria parar pra prestar atenção e aprender

— Ata!Que eu vou aprender alguma coisa com esse peixe com uma roupa de astronauta que tem água dentro

— Ai!Cala a boca Lauren — a ouvi bufar

Se passou alguns minutos até que senti Lauren começar a beijar meu pescoço e dar mordidas na minha orelha.

— Lauren, para...

— Que tal você desligar essa TV e irmos pra lá pra cima?

— Daqui a pouco, agora não

— Tem certeza? — arregalei os olhos agradecendo por estarmos com uma coberta quando senti a mão dela descer da minha cintura para a barra do meu short do pijama

— Lauren...Melhor subirmos

— Agora fica aí — riu baixo

— Lauren...aqui é perigoso fazermos algo

— Não é não, só fica quietinha

‘’Ai meu Deus’’


Notas Finais


Bye ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...