História I'm a Dreamer - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescente, Anime, Bts, Colegia L, Dreamer, Kpop, Mangá, Revelaçoes
Visualizações 3
Palavras 1.684
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Harem, Josei, Lemon, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Depois de 84 anos, capítulo novo!

Capítulo 17 - Eu sei cozinhar


Fanfic / Fanfiction I'm a Dreamer - Capítulo 17 - Eu sei cozinhar

As aulas até o intervalo passaram praticamente se arrastando. Não prestei atenção em quase nenhuma. Minha cabeça ficou tão dispersa com a discursão com o Luan que nem consegui pensar nas músicas que tinha que entregar para a treinadora hoje. Quando o sinal tocou corri em direção a mesa que a galera estava sentada.
-Preciso de 2 músicas pra apresentar na competição de ginástica.
-Você vai competir?- Lu perguntou entusiasmada.
-Vou.- Falei e ela me abraçou.
-Ai, parabéns amigaaaaa.
-Vocês não apresentam aquelas músicas clássicas que são só o nan nan nan?- Leo perguntou abrindo um pacote de Ruffles. Resisti a tentação de pegar.
-A maioria sim porque é mais fácil criar coreografias. Apresentar músicas com letras é um desafio a mais e da uma grande vantagem pra gente. E tira essa Ruffles de perto de mim pelo amor de deus.
-O que você vai fazer?- Fran perguntou pegando uma batata de Leo.
-Dois conjuntos com as meninas e dois solos, um de fita e um de mão livre. Já escolhemos as músicas dos conjuntos, mas eu estou muito indecisa com as dos solos.
-Você pensou em alguma coisa?- Nath perguntou. Luan a olhou e revirou os olhos.
-Eu pensei em algumas mas a maioria não combina com as grupais.
-Em quais você pensou?- Fran perguntou. Não deu tempo de responder e vimos Fernando e uma garota morena com longos cabelos castanhos se aproximando.
-Bom dia galera, essa é a Rachel, ela estuda comigo, com a Fran e com a Nath. Ela é nova na escola, então ela sentar com a gente, beleza?
-Oi Rachel.- falamos todos em unissolo.
-Oi gente.- Ela falou com uma voz fofa.
-Então, do que vocês estavam falando?- Fernando perguntou sentando.
-Estávamos ajudando a Lara a escolher as músicas pra apresentação de ginástica dela.- Lua falou.
-Então, eu anotei essas na aula de história, mas a maioria não ia combinar com as do conjunto.
Entreguei uma folha pequena azul a Lua onde tinha escrito:

MUSICAS PARA APRESENTAÇÃO: Fita: -Smooth Criminal (Michael Jackson) -Black Or White (Michael Jaclson) -Baby One More Time (Britney Spears) -Despacito (Justin Bieber version) -Bad Liar (Selena Gomez) Mão livre: -Don’t Stop Believing (Journey) -Chandelier (SIA) -Cheeleader (OMI) -Too Much (Spice Girls) -We Will Rock You (Queen) Todos analisavam a música e faziam comentários sobre cada uma até que Chris apareceu com uma salada de frutas e um pastel na mão. Ele estendeu a salada em minha direção e eu a peguei. -Obrigada. Ele sentou ao meu lado. -O que estão discutindo. -As músicas da minha apresentação. -Porque você não pede a opinião do seu namoradinho Lara? Afinal, ultimamente você só pede a ajuda dele.- Luan falou me olhando. No mesmo momento vi Christian ficar vermelho como um tomate. -Luan, na boa, qual a tua? A Lara nunca falou nada da gente, pelo contrário, ela super nos apoia, porque tu ta fazendo isso com ela. O Titã nunca fez nada contigo. Na real, o que ta acontecendo?- Nath falou o olhando. Ele não respondeu e apenas se levantou e saiu da mesa. Me levantei pra ir atrás dele. -Deixa ele Lara, você conhece seu irmão, vocês só vão discutir mais. É só esperar e ele vai esquecer. Sentei e encostei minha cabeça no ombro do Chris que afagou meu cabelo e deu um beijo no topo da minha cabeça. -Então, acho que você deveria fazer Black or White. Era a música preferida do seu pai, sua mãe iria adorar.- Fê falou e eu sorri. -E eu voto em fazer Chandelier. Sério, tu é a cara da garotinha do clipe, põe uma roupa bege e vai ficar idêntico.- Fran falou e todos caímos na risada. -Eu tô rindo mas é verdade.- Leo falou e continuamos a conversar. Logo o sinal tocou e nos dirigimos a quadra pra aula de educação física. Fui com a Lu para o vestiário e trocamos de roupa. Chegamos na quadra e nos juntamos ao resto da turma. Teve jogo de futebol de meninas contra meninos e por motivos de eu e Lua sermos as únicas meninas a jogar, os meninos acabaram ganhando. Depois da aula corri pro ponto de ônibus pra chegar mais cedo no treino e, novamente, sair mais cedo. O ônibus não demorou muito a chegar e pouco tempo depois eu já estava no ginásio. Tomei um banho, coloquei uma roupa adequada. Almocei e logo comecei o treino. Me alonguei, coloquei as músicas que tinha escolhido numa caixinha de som e posicionei o celular para gravar alguns passos que ficassem bons. Peguei minha fita e comecei a fazer alguns passos. Ao fim de 1 hora de treino parei para tomar uma água. A treinadora veio até a sala que eu estava treinando. -Boa tarde, Lara. -Boa tarde. -Então, decidiu as músicas. -Sim, mas queria sua opinião pra uma delas. -Quais foram? -Pra fita eu escolhi Black or White do Michael Jackson, que além de combinar com o tema do conjunto seria uma homenagem pro meu pai. Mas a segunda é bem diferente de tudo que a gente pensou. Seria Chandelier, da Sia. -Ah, eu adorei, da pra trabalhar muita coisa com essa música. Eu também iria sugerir uma mais contemporânea. -Qual seria sua sugestão? -Despacito. Mas verei com uma das outras meninas, se precisarem de alguma sugestão darei ela. -Se nenhuma quiser, posso usar ela caso vá pra próxima etapa. -Então guarde ela, tenho certeza que você irá. Então, o que você tava ensaiando? Quero dar uma olhada. Pus a música, peguei a fita e mostrei alguns passos que já tinha preparado. -Muito bom, garota. Muito bom mesmo. Trabalhe mais a parte dos lançamentos e, se eu fosse você, colocava uma pirueta dupla, você é muito boa nisso. -Ok, vou anotar isso. -Não esqueça que amanha terá treino do conjunto. -Ok. -Já pode ir se quiser. -Eu tive umas ideias agora, vou tentar encaixar elas e vou. Duas horas depois eu já tinha uma coreografia quase finalizada, com alguns ajustes e mais alguns passos ela já estaria feita. Tomei outro banho, estava bastante cansada, esse treino foi bastante cansativo. Troquei de roupa, peguei minhas coisas e fui novamente pra casa de Christian. Chegando lá, toquei a campainha e ele a abriu enquanto falava no telefone. -Sí, papá, estaré allí.
-Boa noite. –Falei baixo para não atrapalhar a ligação, ele respondeu com um sorriso largo. -Está casi todo listo, faltan llegar pocos muebles, pero lo que llegó ya está en el dormitorio.- Ele fez um sinal para que eu o seguisse até o quarto. -Es bien tarde, pero puedo salir un poco más temprano y me quedo esperando allí. ¿Usted y la mamá vendrán también?- Fui tirando o material da mochila. -Ok, voy a ver si una amiga me puede acompañar, aprovecho para presentar las dos. Besos, mande recuerdos a mamá.- Ele desligou e me olhou. -Quem era?- Perguntei curiosa. -Meu pai. Ele e minha mãe virão no sábado pra deixar minha irmã. -Ela vai morar com você? -É, eu tô com um pouco de receio, sabe? De não conseguir cuidar dela direito. -Você é uma pessoa boa, ela vai gostar de morar contigo. -Então, eu queria saber se você pode ir receber eles comigo. Eu queria que ela conhecesse logo alguém daqui pra se sentir mais a vontade. -De boa. -Então, vamos começar com os estudos? -Então né, fazer o que?
             Estudamos tudo que faltava e, quando terminamos, o relógio marcava exatamente 20h. -Então, quer comer alguma coisa? -O que você teria a me oferecer? -Tem um resto de salada do almoço e eu posso fazer alguma coisa pra complementar. - Ele falou se levantando e me guiando até a cozinha. -Pelo amor de deus, me diz que você não sabe cozinhar. -Eu sei cozinhar. - Falou parando. O olhei com indignação e me encostei no portal que dava acesso a cozinha. -Me diz como você ainda tá solteiro. -Fiquei esperando por você.- Ele falou e se aproximou de mim. Quando nossas bocas já estavam a poucos milímetros de distância ouço meu celular tocando em meu bolso. -Alô? Oi mãe. Eu tô na casa do Christian estudando física, já estou indo pra casa. Sim, acho que ele pode me acompanhar.- Falei e o olhei, ele respondeu com um sorriso.- Ok, já vou indo, beijos. -Sua mãe conseguiu ser mais empata que seu irmão. -Ele tem a quem puxar, mas, onde estávamos mesmo?- Ele sorriu e me puxou pra um beijo meigo e apaixonante que se sessou pouco tempo depois com selinhos. -Vem, vamos, eu tenho uma coisa pra te mostrar.
             Ele pegou chaves, peguei minha mochila e descemos pelo elevador. Ele me guiou pela parte de baixo do condomínio até uma garagem que tinha um carro branco daqueles sem teto que sempre aparecem em filmes americanos. -Meu pai não queria que a princesinha dele ficasse andando de moto quando chegasse no Brasil, então, ele mandou o carro dele pra cá. -Uou. Mas e sua moto? -Ainda está comigo, mas eu ainda não andei nesse carro, queria que alguém especial desse a primeira volta comigo e como você é a pessoa que eu estou mais próximo aqui no Brasil, não teria companhia melhor.- Sorri e ele abriu a porta do carro pra mim entrando pelo outro lado logo após. Paramos em um drive- thru no caminho e comemos antes de, finalmente, ele parar em frente a minha casa. -Então, acho que vou entrar antes do meu irmão começar com um showzinho.- Mal terminei de falar e Luan abriu a porta da frente com cara de raiva. -Entra Lara.- Ele gritou na porta. -Tchau.- Chris falou e sorriu pra mim. -Tchau.- Respondi e dei um beijo em sua bochecha, saindo do carro e entrando em casa.
             Passei pelo meu irmão sem falar nada. Fui até a cozinha, dei um oi pra mamãe e pro Fernando e subi. Tomei um banho, troquei de roupa e, enquanto penteava o cabelo recebi uma mensagem do Chris.
“Cris: Boa sorte na prova de amanhã, você vai se sair bem.          Beijos, boa noite”
Respondi apenas com um emogi de coração. Depois disso, apenas me deitei e dormi.


Notas Finais


O capítulo foi maior pra compensar a demora ;)
Espero que gostem
Se gostarem comentem e favoritem <3
(REPOSTANDO O CAPÍTULO POIS O OUTRO TINHA DADO PROBLEMA)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...