História I'm a good girl and he's a bad boy - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Thomas, Violette
Tags Castiel, Festa, Romance, Sexo
Exibições 243
Palavras 2.391
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Heeellooooooouuu genteeeeee
aii manooo que saudade de voces sz
Eu queria pedir desculpas por nao ter postado NADA essa semana, é que ela foi mega corrida pq eu tinha provas e trabalhos pra fazer e eu ainda estou organizando um projeto de linguagens que vai ter na minha escola entao ta tudo bem corrido.
masssss ca estou eu postando mais um cap para voces sz.
nao sei se essa semana eu vou ter tempo pra postar mais, entao me desculpem amorzinhos, quando acabar todas essas coisas de escola, prometo que vou postar caps todo dia.
bom agora chega de bla bla bla e bora ler ne?
boa leitura amores <3 espero que gostem.

Capítulo 8 - Festinha do pijama


Fanfic / Fanfiction I'm a good girl and he's a bad boy - Capítulo 8 - Festinha do pijama

Castiel on.

A semana passou depressa e logo chego sexta. Fui convidado para a festa que Rosa iria fazer e fiquei ate animado. Lara quase não falou comigo a semana toda, provavelmente ainda brava com a situação de terça. Não liguei muito, ate parece que ela nunca transou na vida!

Já estávamos na ultima aula quando alguém me cutuca, eu estava dormindo pra variar então levei um leve susto. Olho para cima e vejo Lara me encarando, ela sentava em minha frente.

- O que foi pirralha?

- É eu queria te avisar que não vou dormir em casa hoje.

- Ta, que seja. – Abaixo a cabeça e volto a dormir. Mas será que ela vai dormir onde?

- Eii pirralha. – Cutuco ela levemente e a mesma olha para trás.

- O que foi tomate.

- Onde é que você vai passar a noite?

- Na casa da Rosa, nos vamos nos arrumar juntas pra festa de amanha.

- Então você vai na festa de amanha? – Pergunto um pouco animado.

- Vou sim, e você vai?

- Claro e... – O professor bate na mesa e nos da uma bronca, Lara vira para frente e eu finjo estar prestando atenção na aula.

O sinal toca, arrumo minhas coisas e vou em direção a mesa de Lysandre.

- E ai parça, você vai amanha na festa da Rosa? – Pergunto cumprimentando ele.

- Irei sim, e você?

- Claro, não perderei essa festa por nada. – Digo com um sorrisinho malicioso.

- O que você esta pensando em fazer Castiel?

- Nada de mais. – Digo e olho para Lety no outro lado da sala, ela retribui o olhar e sorri para mim. Lysandre olha na direção para onde estou olhando e revira os olhos.

- Quando você vai parar de ficar agarrando essa garota e mais outras mil?

- Ah meu velho amigo, acho que nunca viu haha.

- Ai você não presta Castiel. – Saimos da sala ainda conversando.

- Eii cara, a Lara vai dormir hoje na casa da Rosa, você não quer ir hoje a tarde lá pra casa fazer alguma coisa?

- Poxa cara, desculpa, mas eu já marquei algo com alguém.

- Com quem?

- C-com a Violette, nos marcamos de ir ao cinema.

- HAHAHAHA você quer pegar ela? – Digo não conseguindo segurar uma risada.

- A-acho que sim, ela é bonita, legal, gentil.. – Diz Lysandre sonhador.

- Bom, então boa sorte meu amigo. Nos vemos amanha.

- Ate amanha Castiel.

Enquanto estou caminhando para casa, sinto alguém tocar minhas costas e viro surpreso. Vejo Ambre e suas amiguinhas logo atrás dela e já começo a ficar impaciente.

- Olá Cast. – Diz ela com uma voz que me faz ter vontade de vomitar.

- O que você quer garota? – Digo seco.

- Ah, então, eu estava pensando se nos poderíamos ir juntos amanha para a festa da Rosa.

- Nem vem, eu prefiro ir ate com o Nathaniel do que com você garota. – Dizendo isso volto a caminhar, mas logo ela me para novamente.

- Mas por favor, eu prometo que você não vai se arrepender de ir comigo. – Diz e tenta fazer uma cara de sexy, tentativa falha.

- Olha garota, pare de se humilhar, será que você não percebe que eu não quero nada contigo? – Empurro ela de minha frente e a mesma quase cai, dou uma risada com a cena e ela fica com uma expressão furiosa, sai batendo os pés e suas amigas logo atrás. Coitada dessa garota.

Castiel off.

Lara on.

- AHHHHH MAS EU NÃO ACREDITO NO QUE ESTOU VENDO. – Grita Rosa olhando para meu guarda roupa.

- O-o que foi Rosa? – Pergunto com um pouco de vergonha.

- Alexy venha ver esta calamidade. – Alexy se levanta de minha cama e vai ate meu guarda roupa.

- Ohhh meu santo deus da purpurina, que roupas intimas são essas? – Pergunta Alexy meio chocado.

- É-é são minhas roupas intimas ué. – Digo ficando tão vermelha quanto os cabelos de Castiel.

- Monamur, como você pretende conquistar algum boy com isso? – Pergunta Alexy mostrando-me uma de minhas calcinhas.

- E-eu não pretendo conquistar nenhum boy e...

- É, realmente com isto você não conquista nem um mendingo. – Diz Rosa fazendo cara de nojo.

- Parem já vocês dois de mexerem nas minhas roupas intimas, mas que saco. – Digo entrando no meio dos dois e fechando minha gaveta.

- Monamur, nos só estamos tentando te ajudar. – Diz Alexy passando a mão em meus cabelos.

- Nos vamos agora mesmo as compras, essa menina esta precisando da ajuda do Esquadrão da Moda e Beleza. – Diz Rosa bem empolgada.

- ISSO MESMO, PEGUEM SUAS BOLSAS E CARTÕES DE CRÉDITO E VAMOS AS COMPRAS. – Grita Alexy entrando na onde de Rosa.

- Mas gente, minhas roupas estão ótimas e... – Rosa me interrompe.

- Mas gente nada, nos vamos agora mesmo, não quero que amanha na minha festa você se vista que nem uma mulamba, vai espantar todos os boys gatos.

- AI MEU SANTO DEUS DA PURPURINA, ESPANTAR OS BOYS GATOS NÃO, VOCÊ VAI SEM RECLAMAR MOCINHA.- Grita Alexy já me puxando para fora do quarto.

- Isso mesmo, vamos vamos. – Rosa pega sua bolsa e sai do quarto fechando a porta atrás de si.

Saímos os três de casa e vamos em direção ao shopping que não ficava muito longe de minha casa.

- Mas gente, eu não preciso de roupas novas, as minhas estão ótimas. – Tento me defender mas os dois não param de achar defeitos em tudo que visto. Canso de discutir com os dois e fico apenas observando a paisagem e as pessoas.

Chegamos ao shopping em menos de 20min e eles já me levaram a uma loja onde so vendiam lingeries e coisinhas mais safadinhas.

- Ahh aqui é o paraíso das lingeries. – Diz Rosa com os olhos brilhando.

- Com licença, vocês precisam de ajuda? – Pergunta uma moça jovem e bonita.

- Sim, e muita. Nos queremos achar algo maravilhoso para esta garota. – Diz Alexy.

- Você tem preferência de cor flor?

- É-é eu gosto bastante de azul e... – Rosa me interrompe.

- Ela quer algo vermelho ou preto.

- Eu tenho quatro modelos que iriam ficar lindos em você. Venham por aqui. – A moça nos guia ate uma seção mais reservada. Pega os quatro modelos que havia falado a pouco e assim que os vejo fico tão vermelha quanto um tomate.

- Como você é branquinha, estes tons de vermelho iram te valorizar bastante. E estes pretos são delicados e vão combinar bastante com você. – Diz a moça me entregando os conjuntinhos.

- E-eles são lindos. – Digo meio envergonhada.

- Otimo, agora vá experimentar e depois volte saia para que nos vejamos, e sem reclamar. – Rosa me emburra ate um provador e fecha a cortininha. Fico parada me olhando no espelho e olhando as peças na minha mão. Tiro minhas roupas e experimento a primeira lingerie que era vermelha sangue, com pequenos detalhes em renda a sua volta e a calcinha era de fio dental com as laterais em renda. Depois de colocar as duas peças, me olho no espelho e fico um pouco envergonhada. Saio do provador e olho para Alexy e Rosa que estão conversando animadamente, eles param assim que notam minha presença e olham para mim de bocas abertas.

- Monamur você esta linda!! – Diz Alexy com um sorrisinho.

- Linda? Ela ta é gostosona, que corpão em amiga. – Diz Rosa.

- G-gente para, assim eu vou ficar da cor desse sutiã. – Digo e os dois dão risada.

- Otimo, vai lá provar os outros.

Entro no provador e experimento os outros três. Depois de muito insistir, Rosa e Alexy pagam minha conta e saímos da loja.

Ficamos passeando pelo shopping e comprando coisas aleatórias ate que chega a hora de ir embora.

- Amiga, vamos passar na sua casa primeiro para pegar suas coisas e depois vamos para minha. O Alexy já deixou suas coisas lá.

- Perai, o Alexy também vai dormir na sua casa?

- Vou sim monamur.

- Ahh que de mais.

Continuamos andando em direção a minha casa. Chegando lá, fomos direto para meu quarto arrumar minhas coisas.

- Eii, não esqueça de colocar na mochila as coisinhas que compramos hoje. – Diz Rosa pegando as sacolas que eu havia deixado na cadeira.

- Não vou esquecer Rosa.

Terminamos de fazer minha mochila e vamos para sala. Jogo ela no sofá e vou para cozinha comer algo.

- Gente, vocês querem alguma coisa?

- Não, obrigado. – Dizem os dois em unisono.

Pego uma maça na geladeira e começo a comer quando lembro que não vi Castiel depois da escola. Deixo os dois na cozinha conversando e vou em direção a seu quarto. Bato na porta e ninguém atende, resolvo então abri-lá mas ela esta trancada, então presumo que ele tenha saído.

Volto para cozinha e os dois ainda estão conversando animadamente.

- Bom gente eu estou pronta, vamos? – Pergunto aos dois.

- Vamos sim.- Diz Rosa se levantando juntamente com Alexy. Tranco a casa e vamos andando ate a casa de Rosa.

O caminho inteiro Alexy e Rosa ficam conversando sobre como vai ser o dia de amanha e eu fico olhando o nada, não sei porque mas não estava querendo muito conversar.

Chegamos a casa de Rosa e percebo que seus pais não estão.

- Rosa, seus pais estão sabendo dessa festa? – Pergunto um pouco preocupada.

- Estão sim, eles me disseram que iriam tirar esse fim de semana para eles e me permitiram fazer essa festa, desde que não tenha drogas e nem bebida alcoólica.

- Pois é NE monamur, só que você esta desobedecendo em uma parte não é mesmo? – Diz Alexy com um sorrisinho.

- C-como assim Rosa, você não quer dizer que comprou drogas não é?

- Claro que não bobinha, comprei apenas algumas bebidas. Na verdade contratei um barman.

- Ai Rosa você é doida.

- Ué, mas o que seria de uma festa para jovens sem bebidas?

- Uma festa normal talvez.

- E assim ninguém viria.

- Ta bom Rosa, você tem razão.

- Otimo. Gente como já esta de noite, vamos nos arrumar para ir dormir o mais cedo possível porque amanha teremos muito o que fazer antes da festa.

- Isso mesmo, principalmente com nossa divinha aqui. – Dizendo isso Alexy aponta para mim.

- Isso mesmo, amanha temos muito o que fazer em você também amiga.

- Ai ai, só vocês dois. – Balanço a cabeça e rio da situação. Esses dois juntos são de mais.

Rosa me mostra sua casa que era beemm grande por sinal e depois vamos para seu quarto arrumar os coxões e todas as outras coisas para que possamos dormir.

Depois de arrumar todas as coisas no quarto,colocamos nossos pijamas e resolvemos fazer a brincadeira da verdade. Era quase um verdade ou desafio, mas so com a parte das verdades.

- Amiga vamos começar por você. – Rosa falou com um pequeno sorriso nos lábios.

- Ai meu deus, solta ai a primeira pergunta. – Falo já imaginando o que vai ser.

- Você se interessou por algum garoto da escola? – Pergunta Rosa ainda com seu sorrisinho maléfico.

- B-bom, talvez sim. – Falo meio envergonhada.

- POR QUEM? – Alexy e Rosa perguntam juntos.

- N-não posso dizer.

- Isso não vale, é uma brincadeira amiga.

- E amigos também contam segredos uns para os outros. – Alexy fala meio chateado.

- B-bom, eu vou contar, mas pelo amor de deus, não falem para ninguém.

- PODE DEIXAR! – Os dois dizem em unisono. Fecho os olhos e respiro fundo.

- E-eu acho que estou gostando do Castiel. – Solto tudo de uma vez e abro meus olhos. Os dois estão me encarando com cara de espanto e provavelmente se perguntando se ouviram direito o que eu acabara de falar.

- MENINA DO CEU, VOCÊ É LOUCA? – Pergunta Rosa me chacoalhando.

- É-é eu sei que ele é meu primo e isso é errado, mas é que nos últimos dias tem acontecido coisas e... – Alexy me interrompe.

- MULHER, ISSO É MARAVILHOSO! ELE É UM SUPER GATO E GOSTOSO TAMBEM, APROVEITA E SO VAI.

- M-mas você não esta bravo comigo Alexy?

- É claro que não, quem dera eu estar no seu lugar...

- Gente vocês estão perdendo o foco. Eles são primos, e primos não podem ter relações amorosas desse tipo. – Rosa fala meio preocupada.

- Aiii Rosa pare de ser chata, a menina não fez nada com ele ainda e... – Alexy para e olha para mim. – Ou você já fez?

- B-bom nós nos beijamos uma ou duas vezes, mas nada de mais e... – Rosa e Alexy me interrompem.

- VOCÊS O QUE? – Os dois perguntam juntos me deixando ficar vermelha de vergonha.

- É- é nós nos beijamos, mas foi coisa besta.

- E como foi monamur? Ele beija bem? – Alexy parece animado agora.

- B-bom, foi bem gostoso... Ele beija bem pra caramba e tem uma pegada dos deuses... – Fico relembrando como havia sido nossos beijos e não resisto a dar um sorrisinho discreto.

- Hellouuu tem alguém ai? – Alexy esta balançando uma de suas mãos na minha frente fazendo com que eu saia de minha transe.

- D-desculpe, eu apenas estava pensando em algo.

- Hahahaha e esse algo tem nome não é mesmo? – Rosa pergunta com um pequeno sorriso.

- Gente parem, vocês estão me deixando com muita vergonha.

- Ok, ok. Mas nos conte mais um pouco. – Pede Alexy batendo palmas.

Conto-lhes tudo que aconteceu, dês do primeiro dia que cheguei na casa de Castiel ate quando vi ele transar na sala com uma garota desconhecida.

- Nossa amiga, pesado isso. Mas assim, você ficou com ciúmes não é mesmo? – Rosa pergunta colocando a cabeça no colo de Alexy que começa a fazer carinho em seu cabelo.

- Um pouquinho. Mas não posso ficar sentindo ciúmes dele, ele é so meu primo e não meu namorado.

- Ah mas monamur sentir ciúmes é normal.

- Sim, mas é que eu não gosto muito disso...

- Ok, ok, cada um reage de um jeito diferente. – Depois de mais alguns minutos conversando, resolvemos dormir.

Deito ao lado de Rosa e me cubro com o cobertor, Alexy desliga as luzes e se deita ao meu lado. Fecho os olhos e durmo na hora.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...