História I'm a stripper! -Norminah - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Felizes para Sempre?, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ali Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane, Lauren Jauregui, Normani Kordei, Norminah
Exibições 84
Palavras 1.063
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Voltei :)

Enjoy

Capítulo 13 - A dream or not?


Pov Dinah 

 

Camila e Ally estavam mais felizes e empolgadas do que eu. Talvez seja porque é realmente a primeira vez que me apaixono por alguém, principalmente por uma menina. Eu ainda não sei se sou lésbica, mas creio que sim, se não, eu não sentiria essa coisas que estão confundindo tanto a minha cabeça. 

 

- Vamos comemorar!! – Gritou da cozinha Camila. 

 

- Comemorar? – Perguntou Ally. 

 

- Sim, comemorar!! – Falou Camila chegando na sala, com uma garrafa de champanhe e taças. – Sabe? Beber!! – Falou pulando de animada, com um sorriso enorme no rosto.  

 

- Por que? – Perguntou Ally, olhando a cena e rindo por Camila. 

 

- Por que? Dinah Jane, encontrou a sua a alma gêmea... Quer dizer, o seu lado totalmente oposto. – Falou dando algumas gargalhadas gostosas fazendo eu e Ally gargalharmos também. 

 

- Tudo bem! Pela, Dinah! – Falou pegando uma taça e abrindo o champanhe, despejou nas três e deu para cada uma. 

 

Camila pegou um champanhe para comemorar? Que exagero! Eu só beijei alguém que eu gosto. Mas pra frente, se der tudo certo. Com oque comemoraríamos? 

 

- Pela Dinah! – Falaram em coro levantando suas devidas taças em forme de um brinde. 

 

- Por mim! – Falei levantando a minha e brindando com elas, paramos alguns segundos nos olhando e não aguentamos, começamos a gargalhar. 

 

Oque é melhor do que melhores amigos? Nada! Eles te entendem somente pelo olhar, se você falar de algum modo diferente eles sabem que alguma coisa não está em seu devido lugar. É tão bom encontrar essas pessoas que mesmo tão diferentes, são capazes de nos entender. São nossos portos seguros quando algo não está dando certo, seu apoio moral. Sua segunda família. 

 

- Espera ai, temos que brindar por mais uma pessoa, não temos? – Ally falou sorrindo e lançando um olhar para Camila. 

 

- Verdade! – Falei, me lembrando como ela fica boba pela Jessie. 

 

Camila feliz, é algo muito contagiante, ela é tão amável e doce, todos nós temos sorte por tela por perto.  

 

- Pela Camila! – Falamos em coro. 

 

- Por mim! – Falou Camila, mais animada ainda. 

 

- A onde você vai, Dinah? – Perguntou Camila. 

 

- Pegar mais outras garrafas! 

 

Beber? Não sou uma pessoa como aquelas que adoram beber. Bebo quando algo bom acontece, quando algo ruim acontece, ou porque me da vontade. Okay talvez eu seja como elas, porque se não for por isso, por que bebem? 

 

(...) 

 

- Está falando com quem? – Falou Ally se direcionando para Camila que escrevia no celular e sorria. 

 

- Com a Jessie, com quem mais? – Falou Camila com um sorriso. Amor, com certeza, amor... 

 

Obviamente seria com a Jessie... 

 

- Pronto, perdemos a Camila! – Falei, fazendo eu e Ally rir e Camila ficar sem graça e dar a língua. 

 

- Eu vou indo sabe? Vou pedir pro Troy vir me buscar.  

 

- Pronto, perdemos a Ally! – Falou Camila repetindo o que falei e rindo. 

 

- Cala boca, Mila! – Falou abraçando a latina. – Tchau! Se cuida e sem fazer nada fora dos limites, hein! Você está muito bêbada! – Falou rindo a última parte. – Te amo! 

 

- Tchau, Allyzinha! Também te amo. A parte de não fazer nada fora dos limites... Não prometo nada! - Falou dando algumas gargalhadas. 

 

- Tchau Dinah! Toma conta da Camil... Esquece você também está bêbada! Te amo. – Falou me abraçando, retribui com toda força o abraço. 

 

- Ah, eu estou! Te amo bebê, tchau!  

 

Vimos Ally se afastar e abrir a porta, antes de sair lançou um beijo pras duas. Ally, um serzinho tão fofo, pequeno, adorável, amável. Cara, eu tenho as melhores amigas do mundo! 

 

- Então, Dinah... 

 

“Lá vem merda!”, pensei. 

 

- Fala, querida. – Falei, ela se sentou ao meu lado no sofá me olhou com um sorriso de quem vai aprontar. 

 

- Eu tive uma ideia. Olha! – Falou mostrando seu celular e a conversa que estava tendo com Jessie. 

 

É, eu estava certa, era uma merda que estava vindo de Camila Cabello. Uma merda inteligente, até! 

 

 

Pov Normani 

 

- Camila... 

 

- Lauren! Você está sonhando? Se estiver sonhando que está colando um velcro com a Camila, vou sair daqui! Não quero ser seu objeto sexual, enquanto tem seus sonhos eróticos com ela! 

 

- Não! Estou falando com ela, idiota. - Falou em um tom rouco e baixo.

 

- Como? Nos seus sonhos? 

 

- Pelo celular, sua velha! - Falou irritada. 

 

- Idiota. Olha só eu quero dormir! Ou você cala boca e vai dormir também ou saí daqui! 

 

- Aah, sua grossa! Está andando muito comigo. - Falou dando uma risada sem graça. 

 

- Muitos anos de convivência.  

 

Com certeza seria muitos de convivência com Lauren, ela era fofa, mas ela tinha um olhar que te matava, sua voz rouca que intimidava e ela sabia ser bem grossa quando queria ou até mesmo quando não. 

 

- Tudo bem! Eu vou pra sala. - Falou se levantando e indo em direção a porta, saindo do quarto. Sorri.

 

“Finalmente, dormir!”, pensei. Teria meu momento de descanso. 

 

- ahhahaha...- Lauren ria alto pra caramba da sala, que dava pra ouvir muito bem daqui. 

 

Pensei mais um pouco, o que será que viria amanhã?  

 

- Quer dizer hoje! JÁ SÃO 4:00 DA MANHÃ!!! DA PRA CALA BOCA LAUREN!!?? 

 

- Desculpa! – Falou gritando da sala. 

 

Comecei finalmente a sentir o sono, tem algo melhor que dormir? Nada! Você não precisa fazer esforço algum. Só descansar a cabeça e relaxar. Fechar os olhos e sonhar! 

 

... 

 

Já estava no alto de meu sono, mas ainda assim senti algo tocar na minha boca. Sonho... 

 

Fui abrindo devagar meus olhos, que custavam a ser abertos pelo tanto que eu ainda estava com sono. Eu claramente estava em um sonho! 

 

- O que?! Você?! – Falei um pouco alto mirando á pessoa a minha frente.  

 

- Eu! – Falou com um sorriso de matar qualquer um. 

 

- Não acredito! Estou sonhando com você na minha cama?  

 

Okay, eu poderia estar sonhando com qualquer uma pessoa no mundo, minhas melhores fantasias, mas não. Qual foi? Minha mente está me traindo? 

 

- Pode acreditar... – “Que saco sonhar, logo com isso!”. – Isso não é nem um pouco, um sonho! – Falou com uma cara de debochada. Que merda! 

 

Antes de poder me mexer e chamar Lauren ou sair correndo dali, senti um puxão forte em meu pescoço, senti aquela boca, aquele cheiro, aquele corpo. Totalmente grudados ao meu! Droga! Como me controlar agora?

 


Notas Finais


Pequeno né?
Gente e que mês é esse?
Estou muito orgulhosa das meninas, da Lauren que se assumiu. But decepcionada pelos otps estarem beijando bocas erradas. Mas se é oque faz elas felizes \o/
Beijão gente <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...