História I'm Alone - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kiba Inuzuka, Kushina Uzumaki, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shisui Uchiha
Tags Depressão, Flashbacks, Luto, Narusasu, Naruto, Sasunaru
Visualizações 73
Palavras 1.405
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Acabei me empolgando um pouco e acabei escrevendo mais um cap :'3

Enfim,boa leitura :)

Capítulo 2 - Deixe sangrar


Fanfic / Fanfiction I'm Alone - Capítulo 2 - Deixe sangrar

Adeus

 

Ambos andaram em direção aonde Itachi estacionara o carro, a chuva já havia parado dando lugar a alguns raios de sol que atravessavam as nuvens, que lentamente sumiam e limpavam o céu. O que era bom porque com aquelas roupas molhadas e coladas ao corpo, com certeza sentia frio.

Se encolheu no banco de trás batendo os dentes, definitivamente preferia o calor. Sasuke sentou no banco de trás junto a ele em vez de sentar no banco da frente com o irmão. Itachi entendeu o porque.

Estava sentindo uma tristeza profunda. A garganta doía e as lágrimas haviam cessado, talvez porque não sobraram nenhuma para chorar, seus olhos estavam secos. O cemitério ficava mais longe conforme o carro deslizava pelo asfalto, observava os prédios do lado de fora.

O carro parou na frente de um lugar que sabia não ser sua casa, observando melhor, era a casa do Sasuke.

-O que estamos fazendo aqui Sasuke? - Falou sem emoção na voz, não estava irritado, só queria voltar para casa.

-Não vamos te deixar sozinho naquele apartamento Naruto – Era a primeira coisa que Itachi falava desde que entraram naquele carro. O loiro encarou o Uchiha mais velho por um tempo.

-Mas Kurama está lá – Respondeu.

-Naruto, nunca te deixaria sozinho, principalmente em um momento como este. – Sasuke o fitou com afinidade, tinha firmeza na voz. Naquele momento nada convenceria o Uchiha a deixá-lo sozinho.

Suspirou apenas aceitando derrota, Kurama ficaria bem, era só uma noite afinal.

-Só esta noite. - Afirmou mais para si mesmo do que para o moreno.

Saíram do carro e entraram em casa, Naruto esfregava os braços em uma falha tentativa de se aquecer. Uma toalha foi colocada sobre seus ombros, virou-se vendo ser Sasuke novamente.

-Vá tomar um banho, está encharcado.

O loiro o fitou por uns instantes, assentiu com a cabeça e foi para o banheiro. Sasuke e Itachi observavam o loiro, sempre alegre e hiperativo, andando cabisbaixo até sumir no corredor. Os irmão se entreolharam, cúmplices. Não seria fácil.

-Como ele está? - Mikoto aproximou-se dos filhos olhando para onde o loiro se dirigiu.

-Mal…Muito mal – Sasuke respondeu com pesar, odiava velo sofrer daquele jeito.

-Tadinho… Teve que passar por tanta coisa ainda tão jovem – Lamentou-se pelo jovem.

Naruto que sempre cuidava de si, quando estava triste era ele quem o animava, desde que começaram a estudar juntos Sasuke era uma nova pessoa. Agora queria retribuir esse favor da melhor forma possível.

Mexia no celular distraído, estava sentado na cadeira em frente ao computador. Já fazia mais de meia hora desde que Naruto entrará no banheiro, já ia verificar se estava tudo bem quando o loiro apareceu na porta, o cabelo estava levemente úmido e a toalha estava posta sobre um dos ombros. Usava as roupas do Uchiha, pois não tinha uma muda de roupa própria. Ela ficou um pouco grande nele mas isso só fez com que ficasse mais adorável.

Sentou na cama e tentou enxugar o cabelo que ainda respingava, sentia os olhos do Uchiha cravados nele, como se monitorasse cada movimento.

Sasuke sentou na cama logo atrás do Uzumaki, colocou suas mãos em cima das de Naruto o ajudando a enxugar o cabelo, sabia que ele estava mal, então qualquer ajuda era valida.

O loiro manteve suas mãos embaixo das dele enquanto o Uchiha enxugava sua cabeça. Com o cabelo mais ou menos seco, Sasuke retirou suas mão da cabeça do loiro e se sentou ao seu lado, Naruto o encarava descaradamente. Incomodado, o moreno fingia ler alguma coisa no celular.

Naruto desviou o olhar e os voltou para baixo, brincava com os dedos. Sorriu, por mais que mínimo.

-Obrigado. - Foi tão repentino, Sasuke não esperava. Voltou o olhar para o loiro, ele ainda olhava para baixo, mas o sorriso permanecia.

O Uchiha riu pelo nariz e bagunçou seu cabelo, não que ele estivesse arrumado antes. Era bom velo sorrindo de novo, mesmo que só um pouco.

 

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Mikoto arrumou o quarto de visitas aonde Naruto dormiria. Todos jantavam, Itcahi preparou a comida com a ajuda de Sasuke. Fugaku não estava em casa, trabalhava muito e portanto chegava mais tarde.

Todos comeram em silêncio, o clima era desconfortável. Naruto mal tocou na comida.

-Naruto querido, se não estiver com fome não precisa se forçar a comer. - A Uchiha se esforçava para deixar o loiro mais confortável. Era o mínimo.

Naruto apenas assentiu com cabeça, pediu desculpas e subiu para o quarto de visitas. Sasuke fez menção em segui-lo mas Itachi segurou seu braço o impedindo. Ele precisava de um tempo sozinho.

O Uchiha mais novo ainda tentou argumentar, mas o mais velho fez um sinal com as mãos e sussurrou “Depois a gente conversa”.

Depois da janta Itachi puxou o irmão até o quarto do mais novo, sabia que la teria privacidade.

-O que quer conversar comigo? - Perguntou impaciente.

-Sasuke, sei que você se importa com Naruto, mas não acha que está exagerando?

-Itachi, olhe para Naruto, só de olhá-lo percebesse que ele claramente está sofrendo, deixá-lo sozinho no momento não é a melhor opção. - Disse como se fosse óbvio. Itachi suspirou alto, inconformado com a situação.

-Sei que ele está triste Sasuke, e não é por acaso – deu uma pausa, como se escolhe-se as palavras certas.

-Por mais que ele esteja sofrendo, talvez seja o que ele precisa nesse momento. - deu uma segunda pausa, ainda escolhendo as palavras. - Quando estamos sofrendo a pessoas são rápidas em dizer “Supere isso logo, podia ser pior”. Mas não se supera a tristeza negando a existência dela.

O mais novo estava atento as palavras do irmão, como se tentasse compreender o que Itachi queria com aquilo.

-é preciso senti-la. Temos que dar a ela o lugar que é de direito. As vezes isso significa o oposto de “Seguir em frente”. Ás vezes é preciso mergulhar nas profundezas da tristeza, reviver cada momento terrível e sobreviver a tortura de se perguntar como poderia ter sido.…e como será. É preciso deixar sangrar para que o coração volte a bater. E é isso que Naruto está fazendo.

-Ele está deixando sangrar – Completou o raciocínio do irmão, finalmente entendendo o que ele queria dizer.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Olhava para o teto do quatro já escuro, viu no relógio sobre a cômoda que passavam das 22:00 PM, estava exausto, mas a conversa com Itachi ainda se repetia na sua cabeça.

-Deixar sangrar ein – Sussurrou em meio a escuridão. Sentiu as pálpebras pesarem, realmente estava muito cansado, mas só agora que se dava conta disso.

Acordou com uns murmúrios vindos do quarto ao lado, odiava ter sono leve, irritado, virou-se de lado na cama e tentou dormir novamente, mas os barulhos continuavam. Sonolento olhou para o relógio sobre a cômoda. 2:30 AM.

-Tsk…era só o que me faltava.

Levantou ainda meio zonzo por causa do sono e foi verificar o que estava causando todo esse barulho. Foi ai que lembrou que o quarto ao lado era o quarto de visitas.

Entrou meio hesitante no cômodo e varreu seus olhos pelo quarto. Tudo parecia normal, Naruto dormia virado de costas para a porta, só para conferir chegou mais perto para ver se realmente estava bem. Tudo normal

Seria apenas paranoia de sua cabeça? Talvez Itachi tinha razão em dizer que estava exagerando afinal.

Saia do aposento na ponta dos pés para não acordar o amigo, mas quando ia fechar a porta os murmúrios voltaram, espiou pela fresta da porta. Naruto se mexia sem parar, parecia angustiado, murmurando uma coisa ou outra. Sasuke deduziu o que isso poderia ser.

 

Pesadelos.

 

Entrou novamente no quarto e aproximou-se da cama, o loiro tinha os olhos apertados e uma expressão dura. Seu coração apertou ao velo assim.

Sem pensar duas vezes, puxou os lençóis e deitou na cama frente a frente com Naruto. Ele ainda mantinha a expressão dura. Abraçou seu corpo como se quisesse transferir os sentimentos do loiro para ele, para que ele não precisasse sofrer mais. Odiava de ver Naruto assim.

Repentinamente o loiro parou de tremer, sua expressão agora era serena, a respiração acelerada normalizou e ele já não murmurava mais. Talvez tudo o que ele precisava era de apoio, alguém para confortá-lo, alguém para dizer que tudo ia ficar bem, afinal, nem todos conseguem superar seus medos sozinhos. Foi pensando nisso que o moreno abraçou-o mais forte, como se quisesse protegê-lo. E assim ficaram até Sasuke cair no sono novamente.

 

 


Notas Finais


E ai? o que acharam? :3

Eu A-M-E-I escrever esse cap., nem preciso dizer o porque né? >.<

Espero que tenham gostado :)

Até o prox. cap <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...