História I'm Depressive - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Doença Depressiva, Estrupo, Jimin, Jung Hoseok, Jung Tae, Jungkook, Kim May, Kim Namjoon, Min Yoongi, Seokjin, Taehyung, Violencia
Visualizações 38
Palavras 576
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Me desculpem os erros ortografos

Capítulo 1 - Um dia como qualquer outro


Como sabem meu nome é Kim May Pie(pie: se pronuncia pae/pai) e sim sou uma brasileira com nome coreano. Tenho 15 anos e estudo coreano, pois irei para a coreia do sul. Eu sou uma pessoa depressiva, desde os 11 anos, pois eu sofro abuso, bullying, critcas, e tudo. O mundo simplesmente me odeia, eu sou abusada pelo meu padrasto, jáque meu pai de sangue me odeia, mas ele não sabe que eu sei que ele quase matou a mim e minha mãe. Eu fui um ERRO na vida de minha mãe, pois ela também me odeia, aos 13 comecei a me cortar, mas a escola viu e chamou meus apis, ai eu parei... Mas eu voltei e toda vez que me corto eu me corto fazendo um simbolo, e é sempre fundo. Maioria das vezes pego a sangue boto em um copo e bebo... É estranho eu sei, mas fazer o que? E como sempre estou  me arrumando para ir ao inferno chamado de escola.

Estava me arrumando, e eu estudo de manhã, estou no ensino médio. Terminei de me arrumar e saio de casa encostando a porta, pois minha mãe está em casa dormindo.

Eu liguei meu celular botei os fones, coloquei na musica na na na do nu'est e fui pra escola. Quando cheguei fui em direção ao banco do refeitório, me sentei  e fiquei escutando musica e fazendo meus deveres de coreano. Como era começo do ano eu não conhecia quase ninguém, mas os que eu conhecia eu nem os olhava. Estava quieta escutando musica já que eu tinha chegado muito cedo. Até que sinto uma mão em meu ombro e olho para tras, e era um menino com a aparencia igual a de um asiatico. O menino sorrio e sentou ao meu lado observando oq eu fazia. Ele rio e o olhei séria.

 

-Porque está rindo garoto?

 

Menino- ah é  pq.. slá, gosta de kpop?

 

-Pq acha que estou estudando coreano?-voltei minha atenção ao caderno

 

Menino- Não sei-ele rioe pegou um fone meu escutando a musica que eu estava ouvindo (action do nu'est)- Nu'est?

 

-é oq parece, não?

 

Menino-vc é sempre fria assim?

 

-se te incomoda pode vazar.

 

Menino- vou ficar, vc é linda, gostaria de ter um amigo coreano do seu lado como eu estou?

 

-não me  elogie pq eu não gosto disso, e sim eu gostaria, pq?-terminei minha tarefa e fechei meus cadernos o olhando

 

Menino-quer ser minha amiga então? Pois sou coreano... Vim pra cá aos 6 anos por que minha mãe morreu sendo arrastada pelo  tsunami que teve.

 

-Sinto muito pela sua  perda, mas enfim se quer ser meu amigo terá que batalhar muito.-olhei para o maior séria, e ele sorrio.

 

Menino-vc está em que sala?

 

-sala 101, e vc?-ele sorrio de orelha a orelha

 

Menino- eu também, ah a propósito meu nome é Jung tae taeyijin, mas pode me chamar de Jung-ele estendeu sua mão em minha direção, e eu a aperto o cumprimentando.

 

-Meu nome é Kim May Pie-soltei a mão do menino

 

Jung- nome bonito, mas estranho vc ter esse nome pois vc é brasileira.

 

-meu tio escolheu esse nome, pois é um nome unico.

 

Jung- legal-o sinal bate e ele se levanta- vamos?

 

- estou guardando minhas coisa não sei se notou-falei guardando meus cadernos e fecho a mochila, me levanto e vou para a sala. Me sento em minha carteira e abaixo a cabeça, então sinto alguém sentar-se ao meu lado.

 

 

 

...CONTINUA...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...