História I'm Depressive - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Doença Depressiva, Estrupo, Jimin, Jung Hoseok, Jung Tae, Jungkook, Kim May, Kim Namjoon, Min Yoongi, Seokjin, Taehyung, Violencia
Visualizações 54
Palavras 765
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiie 😍😍

Capítulo 7 - Vc tem que me contar...


Fanfic / Fanfiction I'm Depressive - Capítulo 7 - Vc tem que me contar...

Ficamos um bom tempo ali se abraçando, eu realmente não queria sair dali, e parecia que Jung também não. O silêncio tomou conta do ambiente até Jung o quebra.

 

Jung- agora kim... Me diz o pq mes passado vc estava chorando e se cortando?- perguntou e pegou em  meu queixo e levantou fazendo eu olhar seu rosto, suspirei e olhei pro chão.

 

- eu não quero contar... Pois vc pode me deixar -abaixei a cabeça

 

Jung- está enganada, pois eu nunca deixarei por NADA nesse mundo, vc tem que me contar para que eu possa ajudar vc pequena..-disse me abraçando mais forte

 

-Tá bom... Eu faço isso pq sou abusada em casa pelo meu padrasto, e todo mundo me despreza, meus irmãos me odeiam, fui um  erro na vida de todos que me conhecem... E  provavelmente serei na sua-escondi meu rosto no peitoral  do menino e comecei a chorar enquanto falava- meu pai quase matou minha mãe por minha causa, então... A mesma começou a me odiar, quando ela foi pra casa dos meus avós eles tinham combinado de que eu ficaria com meus padrinhos no Rio grande do sul, pois ela estava com  ódio de mim por ter sido cortada... E apanhado do meu pai. Depois quando na maternidade ela falou que ficaria comigo, até ai tudo bem, mas quando vim pra cá ainda bebe eu tive problemas de coração, quase morri então minha mãe conheceu o meu padrasto. O tempo passou eu melhorei e meu vo morreu, chamando pela minha mãe, mas ela não  pode ir nem no enterro pois não podia me deixar.- Jung começou a acariciar minha bochecha- e me sinto culpada  por isso, pq ela não foi por minha causa, então o tempo continuou passando mas eu ainda  pegava ela chorando  por causa do meu avô, eu a perguntava o por que daquilo mas ela nunca respondia. Quando maior, com 9 anos de idade foi que minha virou um inferno de vez, meus pais brigavam o tempo todo, e eu não podia fazer nada. Aos 10 meu padrasto começou a me abusar, Gravava uns videos meus fazendo coisas erradas, quis tirar minha virgindade aos 12, qualquer coisa que eu queria fazer eu sempre tinha que fazer isso. O tempo passou e as coisas só foram piorando e por isso que odeio a humanidade, inclusive minha mãe, pois ao invés de deixar ele pois ela tinha visto um video q ele tinha gravado, não ela continuou e todo dia era um xingamento, critica e assim vai,  até um dia que eu conheci a gilete e comecei e desde então eu não paro e peço a Deus todos os dias para me tirar daqui.-comecei a tremer de nervosismo, o menino tentava me calmar e sessar meu choro, me afastei do mesmo e tirei minha blusa mostrando meu corpo todo cortado(foto da capa).

 

&JUNG TAE P.O.V ON&

 

Fiquei com raiva dos pais da kim por fazerem isso com ela, principalmente seu padrasto (aquele babaca) mas eu irei fazer ela parar e tirarei ela de lá, a mesma se afastou e tirou sua blusa mostrando seu corpo todo cortado, fiquei assustado pela quantidade de cortes. Eu a puxei e a abracei.

 

-não se preocupe irei tirar vc de lá tá bom?-disse acariciando os braços da mesma que apenas assentiu e pegou sua blusa a vestindo, eu não sabia o que fazer, eu vou falar com meu pai para que ele nos ajude, pois dói ver minha pequena assim.

 

Kim- S-só não conte a ninguém-disse limpando seu rosto todo vermelho por ter chorado.

 

-ok pequena...

 

Kim- vamos?? Acho que está na hora do intervalo-disse a menor sorrindo forçado, apenas assenti e botei minha camisa de novo, me aproximei da mesma e peguei em sua mão saindo da sala de enfermaria. 

Quando saimos a mesma volta a fechar a cara e ficar fria novamente, ela era extremamente bipolar mas agora sei o pq da sua frieza. Era intervalo então ficamos andando pela escola, as pessoas passavam por nós e olhavam Kim assustada a mesma como sempre as olha brava. Até que um menino se aproxima de nós.

 

Menino- E-ei sabe o menino que vc bateu?-pergunta a Kim e a mesma  olha ele com ódio

 

Kim- o que tem aquele imbecil?

 

Menino- E-então ele foi parar no hospital-parecia que o menino estava com medo de kim

 

Kim- que bom, tomara que morra também, não vai nem fazer falta e eu irei agradecer. Era só isso garoto?

 

Menino- S-sim desculpa incomodar-diz o menino e se vira

 

Ela realmente odeia aquele menino agora e parece estar mais fria.

 

 

 

...CONTINUA...


Notas Finais


Desculpa o capítulo curto ^.^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...