História I'm here. - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Janny-chan

Postado
Categorias Igor Cavalari (Igão Underground), Júlio Cocielo
Personagens Igor Cavalari, Júlio Cocielo
Tags Cociground, Igao, Igor Cavalari, Juligor, Julio Cocielo
Exibições 80
Palavras 1.173
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Praticando o pecado


Fanfic / Fanfiction I'm here. - Capítulo 2 - Praticando o pecado

- Aonde pensa que você vai? - Pergunta Júlio, sorrindo maliciosamente para Igor.

O mesmo o olha irritado, não gostava desse tipo de brincadeira, e o maior sabia muito bem disso.

- Para Júlio! - Diz tentando empurrar o maior para longe.

Júlio apenas sorri, e em um movimento repentino consegue adentrar a blusa do menor, tocando em seu peito.

- Para! - Diz Igor, irritado. – Já disse para parar! - Diz o empurrando para longe.

Igor suspira nervoso, vendo o maior o encarar sério.

Após algum tempo se encarando, se cansa e decide se levantar.

Porém seu braço é agarrado com força por Júlio, que o força segui-lo até o quarto, onde o joga em cima da cama.

- Júlio! - Reclama começando a ficar assustado.

Júlio não está sorrindo, o que o faz ficar ainda mais assustado. Tenta se levantar, mas o maior puxa sua perna, fazendo-o ficar deitado.

E fica sobre si, o prendendo contra a cama.

- Igor... – Sussurra Júlio, se abaixando até encostar seus lábios no do menor.

Igor tenta empurrar Júlio para longe, os olhos arregalados e a respiração acelerada.

Júlio agarra as mãos de Igor, e as prende, cada uma de um lado só corpo.

- Júlio! - Diz Igor desesperado quando os dois se separam para respirar.

Júlio finge que não escuta, e adentra novamente a blusa do menor, e por baixo da camiseta.

Tateia ali até encontrar um dos mamilos de Igor, o apertando devagar.

- Ah... – Geme Igor assustado, nunca havia sido tocado ali.

Se remexe descontroladamente para sair, porém Júlio coloca sua perna, entre as de Igor, pressionando levemente seu membro.

Igor olha para baixo, onde Júlio estava pressionando. E percebe assustado que estava ereto.

Júlio sorri, e se abaixa levando sua boca ao ouvido de Igor.

- Para quem não queria... – Diz apertando mais uma vez o mamilo do menor, ouvindo um gemido engasgado. – Me parece estar bem necessitado!

Igor nega com a cabeça, mas percebe que está perdendo a força.

Júlio se afasta, mas logo retorna se sentando nas pernas do menor, impedindo-o de se mexer. Leva a mão a blusa e retira ela é a camiseta junto.

Igor logo tenta esconder seus mamilos que já estavam durinhos. Mas Júlio agarra seus braços novamente, e começa a lambe-los.

Igor fecha os olhos com força, e se pergunta o do porquê está sentindo aquilo. Não era normal, ainda mais com um homem.

- Ah! - Geme alto arregalando os olhos, ao levar uma mordiscada no local.

Júlio satisfeito, vendo que Igor estava sensível o bastante para não lutar contra. Saí de cima de suas pernas, e em só um momento tira a calça e a cueca do menor.

Igor lise apressa e cobre seu membro com a mão.

- Júlio! - Diz com a voz rouca. – Não....

Júlio sorri, se afasta e retira a blusa e a camiseta, jogando-a no chão.

Igor pensa ser o momento perfeito para fugir, porém seus braços e pernas estavam pesados. Além de que uma parte do seu corpo estava muito dolorida.

Júlio logo volta, se abaixando entre as pernas de Igor. Olha para o menor que está muito corado, e sem deixar de manter contato visual, segura seu membro.

Igor suspira fechando os olhos. Aquilo com toda a certeza era proibido. Mas porque não parava?

Júlio começa a movimentar sua mão lentamente, fazendo Igor suspirar a cada descida e subida.

O maior gostava de observar o rosto de prazer do menor, que a cada momento se contorcia a cada movimento.

Querendo aumentar o prazer de Igor, passa a língua lentamente na glande.

Igor sente seu corpo se contrair e estremecer com aquele gesto, morde os lábios com força.

Júlio sorri e coloca o pênis de Igor em sua boca, fazendo movimentos de vai e vem, alternando a velocidade conforme os gemidos do menor, que ficava cada vez mais rápido.

Igor agarra o cabelo de Júlio, dando pequena puxadas a cada estremecimento.

De repente sente seu corpo contrair de uma vez, e tomar seu corpo, fazendo fechar os olhos com força.

- Agora não! - Diz Júlio, colocando o dedo no pênis de Igor, impedindo ele de gozar.

Igor resmunga baixo, sentindo seu corpo relaxar dolorido.

De repente se assusta quando Júlio o vira, colocando um travesseiro embaixo do eu quadril.

- Júlio o que... – Pergunta se interrompendo ao compreender o que o maior ia fazer. - Júlio não!

Porém o maior não escuta, prendendo Igor com as pernas na cama. Estica o suficiente para alcançar o criado mudo ao lado da sua cama, abre a gaveta e de lá, pega um lubrificante.

- Júlio não! - Diz Igor assustado, vendo o maior derrubar um pouco em dois dedos.

- Fica calmo Igor! - Diz sorrindo, e encostando os dedos na entrada do menor.

Igor paralisa ao sentir os dedos de Júlio ali. Estremece um pouco pois estava gelado.

Júlio após um tempo lubrificando o local, enfia os dois dedos devagar.

Igor resmunga fechando os olhos com força, agarrando o lençol abaixo de si.

Júlio movimenta devagar o dedos procurando um ponto específico dentro de Igor.

O menor começa a se acostumar com aquilo, mas logo geme surpreso ao se sentir tocado em um ponto especial.

- Ju-Júlio! - Geme manhoso.

Júlio sorri, essa era sua deixa. Abrindo a braguilha da calça, retira seu pênis para fora, jogando uma porção de lubrificante por cima.

Após espalhar, o direciona até a entrada de Igor. E empurra levemente, sentindo o interior do menor o expulsar.

- Dói.. – Choraminga Igor, agarrando os braços de Júlio, que estavam cada um ao lado de sua cabeça.

Quanto mais adentrava, mais Igor se contorcia de dor. Até esta completamente dentro de si.

Igor deixa algumas lágrimas escapar. E Júlio beija o topo de sua cabeça, o acalmando.

Júlio contra a vontade de Igor, começa a se movimentar, indo e voltando devagar em seu interior.

Igor geme baixinho em uma mistura de dor, que aos poucos se transforma em prazer.

Júlio aumenta a frequência das estocadas, fazendo Igor gemer alto.

Igor queria mais, e movimenta seu corpo contra de Júlio fazendo-o ir mais fundo.

Júlio sorri e em uma estocada mais profunda atinge a próstata do menor, fazendo gemer mais alto.

Decide apenas assentar aquele lugar, indo cada vez mais forte e mais fundo. Perdendo lentamente o controle de seu próprio corpo.

Sentindo que estava próximo, Igor leva sua mão ao próprio pênis e começa a bombear no ritmo das estocadas.

Até que com um gemido alto, começa a gozar, seu interior contraindo em volta do pênis do maior.

- Júlio! - Geme baixinho, sentindo seu corpo relaxar.

- I-Igor! - Geme Júlio, que com uma última estocada se desfaz dentro do menor.

- X –

Igor acorda se sentando de uma vez. Mas se arrepende mortalmente.

Uma dor infernal tomando a conta de seu quadril.

Se pergunta o porquê daquela dor, porém logo se lembra do que ocorreu na noite passada.

E automaticamente olha para o lado, onde Júlio dormia calmamente.

“Droga... “


Notas Finais


Aposto que a maioria nem imaginou que fosse ter limão né?! 😏😏
Comentem! 😂😍😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...