História I'm here. - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Janny-chan

Postado
Categorias Igor Cavalari (Igão Underground), Júlio Cocielo
Personagens Igor Cavalari, Júlio Cocielo
Tags Cociground, Igao, Igor Cavalari, Juligor, Julio Cocielo
Exibições 54
Palavras 563
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


O próximo capítulo terá sofrencia, porque eu irei escreve-lo.
~Nique

Capítulo 3 - Ele não lembra.


Fanfic / Fanfiction I'm here. - Capítulo 3 - Ele não lembra.

“ E agora? Deus o que eu faço? “ Igor pensava enquanto continuava olhando o peitoral de Júlio subindo e descendo levemente.

“Vou tomar banho primeiro e depois eu penso sobre isso.”

Com o máximo de cuidado possível Igor se levantou com muito cuidado para não acordar Júlio e também para não se machucar ainda mais, caminhou calmamente para o banheiro, a dor em seu quadril, fez com que se lembrasse do quanto gemia para Júlio ir mais rápido.

“ Eu não sou uma bichinha”

Igor ligou o chuveiro e deixou a água cair sobre seu corpo, fazendo com que relaxasse, e pudesse pensar melhor.

Ele não devia ter cedido.

Ele não deveria ter transado com Júlio.

Ele nem devia ter saído com ele.

“ O que eu vou dizer pra Rebeca? E pra minha mãe quando ela descobrir? Ela não vai aceitar

Igor deixava as lagrimas descerem, junto as águas.

--

“ Que porra aconteceu?”

Júlio pensou assim que abriu os olhos, ele olhou em volta, procurando vestígios para descobrir quem era o dono do local onde estava. Se levantou cambaleante, e andou pela casa, ouviu o som do chuveiro.

Certo.

O dono estava em casa.

Ainda querendo saber onde estava, Júlio andou até a sala e deu uma na estante.

“ Mas é claro, eu tô na casa do Igão.”

Como ele desvendou isso?

Isso foi muito fácil Holmes, Júlio havia saído com Igor, e quando acordou não sentiu nada de diferente em seu corpo, até se olhou no espelho para ver se tinha algum chupão, ou algo do tipo, mas não encontrou. Isso significa que a pessoa com ele passou a noite, não teve coragem de tocar nele, e o único que Júlio tinha certeza que não faria isso é Igor.

Mentira, Júlio não pensou tudo isso. Ele apenas deu uma olhada no Iphone que estava em cima da mesa da sala de estar.

Sentindo a barricaa roncar, Cocielo foi a até a geladeira descolar um “rango” e acabou por preparar torradas, e um pouco de café fresco.

- Onde tem remédio nessa casa? – Júlio perguntou alto enquanto abria as portas do armário a procura de alguma aspirina, a ressaca estava o atacando.

- Na terceira gaveta. – Júlio se assustou com a voz que ouviu, e se virou para ver Igor enrolado na toalha o olhando sério.

- Certo.. – Cocielo procurou onde o menor disse que estaria e encontrou e pegou dois remédios – Pelo jeito a noite pra você foi boa.

Igor sentiu o coração gelar.

Júlio se lembrava de ontem?

- Por que diz isso?

- Por causa do chupão em seu pescoço, quem fez? – Júlio o olhou sorridente.

Igor sentiu o coração parar.

Júlio não se lembrava.

“ Por que ele lembraria mesmo? Ah claro, porque ele tem uma vida boa, uma namorada que o ama..claro ele nunca vai lembrar “

Igor pensou, e sem notar, acabou por fazer uma cara triste.

- Hey, se você não lembra quem foi, não tem porque ficar assim..isso acontece com todo mundo – Júlio disse se aproximando e tocando em seu ombro. – Eu vou tomar um banho, é bom me esperar para comermos, Sr. Cavalari. – Cocielo disse antes de puxar a toalha que Igor estava segurando e correu para o banheiro.

Igor sentiu o rosto ficar quente. E correu para o quarto.

“ Só foi uma transa, eu não vou me apaixonar.”



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...