História I'm in Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Red Velvet
Personagens Irene, J-hope, Jimin, Jin, Joy, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Seulgi, Suga, V, Wendy, Yeri
Tags Bangtan Velvet, Bts, Bts Velvet, Jungkook, Jungri, Red Bangtan, Yeri
Exibições 140
Palavras 2.048
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Hentai, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Outra one-shot com Red Velvet e BTS \0
Eu to meio cansada e só vim aqui pra postar mesmo hehhe
Espero que gostem!

Capítulo 1 - Capítulo Único (Russian Roulette)


Fanfic / Fanfiction I'm in Love - Capítulo 1 - Capítulo Único (Russian Roulette)

Jungkook estava preocupado, mal conseguia trocar mensagens com Yeri, isso estava o deixando louco.

Esta seria sua última semana no pais antes da turnê asiática começar e ele sabia que quando os shows tivessem início, não teriam uma só hora de descanso.

Encarava a tela do celular apagada, mesmo cansado pela recente apresentação, sua preocupação sobre a mais nova sobressaltava todos os seus sentimentos.

-Ainda sem notícias dela?

Jin perguntou enquanto entrou na van, junto aos membros e manager, que se calaram ao verem o aceno negativo e desanimado do maknae.

-Fica calmo, moleque – Jimin tomou o lugar ao lado do rapaz – você sabia desde o início que seria complicado...

-Ela só deve estar ensaiando, você sabe com essas coisas são... – O manager interviu tentando manter todos calmos – vocês precisam manter o foco para a próxima apresentação, depois a gente resolve isso.

Enquanto seguiam viajem ruma a Seul, onde seria a próxima performance, o manager recebeu uma ligação que chamou a atenção de todos que estavam no carro.

-Cancelada? – fez uma pausa e acenou com a cabeça – Sim, senhor eu entendo. Mudança de planos pessoal, o festival foi cancelado de última hora então decidiram adiantar o ensaio marcado para hoje à noite.

Todos os garotos responderam educadamente seu hyung e se puseram a dormir, a agenda do grupo ficava a cada dia mais cheia, então nunca desperdiçavam uma chance de dormir.

Mas diferente dos outros, Jungkook não conseguiu dormir, por mais que tentasse; não queria ensaiar a noite inteira, queria ver Yeri.

 

---------

Com passos lentos os membros um por um entraram na nova sala de ensaios da Big Hit, já era tarde da noite e estavam cansados demais para ensaiar a nova coreografia.

-Jungkook, - Namjoon disse se aproximando – nós vamos dar um jeito de te cobrir.

-É criança – Hoseok completava – aproveita que deixaram a gente ensaiar sozinhos, eles nem vão perceber!

-Valeu gente! – Jungkook disse já saindo do lugar com sua mochila nos ombros.

Os mais velhos encararam a porta por alguns minutos, já sabiam que iriam ficar de ‘castigo’ por dias depois que descobrissem o que fizeram.

-Jungkook vai finalmente perder a virgindade, gente! – Taehyung ria sentando-se no chão.

-Você tinha que fazer ficar estranho, né – Yoongi respondeu – Nós fazemos uma boa coisa depois de um século e você não consegue manter o momento fofo...

-Mas isso é uma preocupação séria, hyung – Hoseok entrou na brincadeira – e se aquela criatura não se cuidar?

-Vocês vão ter que aprender a limpar cocô, simples – O mais velho revidou num tom sarcástico.

 

---------

 

O moreno conseguiu entrar no prédio da SM depois de uma curta conversa com o senhor que cuidava da entrada.

Andava rápido pelos corredores do prédio, usando as escadas para chegar ao andar da sala de ensaio das garotas.

A música animada com melodia doce podia ser escutada já do começo do corredor. Eles devem estar ensaiando, pensou ele.

Jungkook abriu a porta com calma, colocando apenas a cabeça para dentro do lugar, logo vendo as caixas de som ligadas em frente ao espelho, mas as meninas estavam sentadas  no chão, conversando enquanto bebiam água, pelo menos quatro delas.

-Noonas – um leve sorriso se formou em seus lábios – posso entrar?

-Jungkook! – Wendy abria a porta enquanto o cumprimentava – Você realmente veio, isso é bom.

-Yerim – ele passou os olhos rapidamente pela sala – onde ela está?

-Ah! – Irene respondeu, já que todas se calaram – ela foi ao banheiro, não estava se sentindo tão bem hoje...

-Noona, - ele a puxou levemente para um canto separado das outras, que já voltavam a ensaiar – ela nem mesmo responde minhas mensagens, não tem nada mesmo que você queira me contar?

-Olha Jungkook, esta sendo um pouco difícil para ela... A preparação pra esse álbum foi complicada e muitos rumores cresceram a respeito dela – Irene acariciou o braço dele, tentando o confortar – Yerim não está bem, Jungkook.

Joohyun se sentiu mal pelo que disse no momento em que viu os olhos do rapaz, ele estava triste, ansioso, preocupado, qualquer um notaria.

-Eu... Eu posso levar ela daqui, não posso? – um sorriso tímido escapou por seus lábios – eu saí escondido também...

-É, nós conseguimos enrolar pela noite – ela pensou um pouco – Yeri geralmente fica pensando no banheiro, vocês podem sair pelas portas dos fundos.

-Obrigado, noona.

Jungkook praticamente correu para o banheiro feminino do andar e estava tão aflito que até mesmo ignorou seus bons modos e abriu a porta sem pestanejar, já adentrando o local.

Yerim estava sentada na pia, suas madeixas recém-tingidas de vermelho escuro estavam presas num coque desleixado e frouxo, que se desprendeu quando ela olhou para o mais alto que se colocava a sua frente.

Jungkook  não se segurou e passou os braços em volta da mais nova, como se a protegesse de tudo que pudesse ver a acontecer com ela.

-Vem, - ele desfez o abraço depois de alguns minutos – eu vou te tirar daqui por hoje.

-Oppa, você não precisa – ela procurou manter o contato visual, colocando as mãos nos ombros de Jungkook – eu sei que está ocupado...

-Isso não importa – ele segurou a mão da mais nova, sorrindo – a gente pode descansar por hoje, e é isso que iremos fazer, Kim Yerim.

Yerim apenas concordou com um aceno positivo de cabeça, então Jungkook segurou em sua cintura, para que ela descesse segura da pia.

 

---------

Jungkook estava sentado na cama do hotel, havia acabdo de tomar banho e mexia no celular enquanto esperava Yeri sair do banheiro.

A garota abriu a porta lentamente, um pouco envergonhada de mostrar-se apenas de roupão ao namorado, já que nunca o fez antes, nem para Jungkook ou a outra pessoa.

Mantinha a toalha sobre os úmidos fios ruivos, e enquanto os secava, sentou-se ao lado do mais velho e apoioi a cabeça no ombro do mesmo para ver o que ele assistia tão concentrado no celular.

-Joohyun-noona me deu o vídeo do ensaio de vocês – começou a falar, sem tirar os olhos da tela – você está realmente fofa, Yeri-ya, a melhor!

-Eu não acredito que ela fez isso! – Yeri jogou seu corpo sobre o de Jungkook, para pegar o celular, uma missão sem sucesso – eu queria que você escutasse a música depois...

-Ah é? – ele sorriu – E quando seria isso?

-E-eu iria cantar pra você... – Corou.

-E eu iria adorar ter um show ao vivo, Yeri – ela a beijou.

Ela enfiou o rosto no pescoço do mais velho, escondendo-se dele.

-Apenas o refrão, ok?

-Ok.

“As b-b-batidas do meu coração estão aumentando

Estão ficando mais rápidas

Ao contrário das suas, b-b-b-batimento cardíaco

Sempre que ele me vê

Até o último momento

Ele chega cada vez mais e mais perto, é uma loucura

O alvo arriscado da minha roleta russa

Ah-Ah-Ah-Yeah

La-la-la-la-la (você está pronto?)

B-b-b-batimento cardíaco

Isso já está gravado em você, não pode ser apagado

No lugar mais fundo do seu coração

Eu sou sua doce roleta russa.”

-Então... Você é minha roleta russa?

Yeri ficou vermelha. Mas por nervosismo dessa vez, não estava confiante sobre esse comeback, estava assustada depois de todas as críticas que recebera no último ano e nas promoções passadas.

Ela levantou nervosa e se dirigiu ao banheiro do quarto, sabia que Jungkook estava tentando a deixar melhor, mas tudo parecia tão mais difícil, parecia que se a qualquer movimento que fizesse em frente das câmeras todos iriam odiá-la, sem dó nem piedade.

Sentia que nem Jungkook conseguiria a animar naquela situação.

O mais velho a seguiu e abraçou-a por trás, estava tão nervoso quanto ela, nunca a vira tão triste quanto estava agora.

-Hey – ele beijou seu pescoço – fica calma, tudo vai dar certo; a música é ótima e você vai estar perfeita. Como sempre esteve.

-Esse é o problema, oppa – virou-se para encara-lo – a Yeri que esteve sempre aqui não é o suficiente... Eu continuo a desapontar todos: minhas unnies, os manangers, meus fans... Nem mesmo eles estão me apoiando agora.

Ele se cansou de ouvir tantas besteiras, calou Yeri com um beijoi, segurando o rosto da garota com força, para que não se afastasse.

Ela estava extremamente errada, era talentosa e todos a amavam, não deveria ligar para pessoas com comentários ridículos, eles sempre existiram e ela deve aprender a lutar contra eles.

Jungkook pediu passagem para um beijo mais quente, que foi concedido quase de imediato pela mais nova, estava perdida nos braços de seu namorado, esqueceu até mesmo seu nome.

Yeri foi posta na bancada da pua com Jungkook entre suas pernas e sem parar de beija-la, o mais velho começou a abrir o roupão da garota, lentamente, dando tempo se ela quisesse que parasse.

Ele segurou as mãos do mais velho e se separou para encara-lo.

-Ainda não... –sorriu – você primeiro, oppa.

Jungkook tirou sua camisa com pressa, aquela fala da mais nova significava seu passe livre, ela queria aquilo tanto quanto ele queria.

Ele começou a beijar o pescoço da garota, deixando marcas por toda a extensão. Não importava o que os outros pensariam, tinha que mostrar ao mundo que Kim Yerim já tinha alguém.

A mais nova reclamou no começo, já que não poderia aparecer com marcar em seu pescoço, mas desistiu no minuto seguinte que ele começou a provoca-la.

Yeri não quis ficar para trás, já que sabia que Jungkook era mais “experiente” que ela.

Passou as pernas em volta da cintura do garoto e o puxou para mais perto de seu corpo, fazendo com que suas intimidades se chocassem.

Escutou um gemido baixo vindo do mais velho e sorriu, satisfeito com o efeito que causava em nele.

Jungkook não queria perder essa brincadeira que acabou surgindo entre os dois, segurou com força a bunda de Yeri e a suspendeu no ar, começando outro beijo desesperado.

Em paços cegos ele os levou até a ducha do banheiro e prensou Yerim contra a parede, não queria parar de beija-la nunca, nem por um segundo.

Se separaram para recuperar o fôlego e Yerim desceu do colo de Jungkook, o empurrou contra a parede, ficando a sua frente.

Colocou as mãos no laço que mantinha o roupão preso, o desfazendo e mesmo com as bochechas rosadas pela timidez, fez com que a peça deslizasse por seus ombros , deixando a peça cair no chão.

Aquilo era mais do que perfeito para Jungkook, podia sentir seu membro latejar só de vê-la assim, pronta para ele.

Ela cruzou os braços em frente ao corpo, Jungkook passou tanto tempo parado sem expressão, que a fez pensar que a tinha achado feia.

-Não, não – ele puxou gentilmente os braços dela, os colocando em volta de sua cintura – não se esconda, você é perfeita. E seu os outros não pensam assim, é melhor para mim porque  eu posso ter ter todinha para mim.

Ele distribuiu beijos por todo o rosto de Yeri, na testa,  olhos, nariz, bochechas, até chegar em sua boca.

Yerim surpreendeu o mais velho quando começou a desabotoar o short jeans que ele usava, já o puxando para baixo junto a box vermelha.

Era isso, Jungkook não conseguiria esperar mais nem um minuto para toma-la ali mesmo,

Sentou-se no chão e fez com que Yerim ficasse em seu colo. Ela colocou as mãos nos ombros dele, sua respiração estava descompassada, ela estava nervosa.

-Hey, - Jungkook colocou uma mão no rosto dela, sorrindo para acalma-la – fique calma. Nada de ruim vai acontecer, eu prometo.

Esperou que ela concordasse, pôs ambas as mãos na cintura da mais nova, a empurrando para baixo fazendo com que finalmente se conectassem.

Agora estavam completos,

Quando ela já estava confortável, começou a se movimentar contra ele, arrancando suspiros pesados de ambos.

Jungkook a ajudou a se movimentar, ditando o ritmo certo para ambos.

Estava ficando louco.

A visão de Yerim assim, tão entregue, tão concentrada, tão sua. Nunca iria esquecer disso.

Levou sua mão até a intimidade dela, trabalhando com dois dedos para satisfazê-la mais, se é que isso fosse possível.

Com mais algumas estocadas, alcançaram o ápice, juntos, conectados e se amando mais.

Ela deixou que seu corpo descansasse sobre o de Jungkook, e o mais velho a abraçou, fazendo de seus braços uma proteção ao corpo de Yeri,

-Oppa, - ela levantou o rosto, para olha-lo – foi perfeito...

-Sim... – sorriram cúmplices – Eu te amo, Kim Yerim.

-Eu te amo, Jeon Jungkook.


Notas Finais


Foi isso por hoje!
Espero que tenham gostado do couple e da fic, claro hshjdsndsjn

A música que eu recomendo pra hj é Paper Hearts!

Bye bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...