Hist√≥ria I'm in love ūüíě (NAMJIN/VHOPE) - Cap√≠tulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jin, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Monjin, Namjin, Rapjin, Taeseok, Vhope, Yaoi
Visualiza√ß√Ķes 368
Palavras 995
Terminada N√£o
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
G√™neros: Comédia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta hist√≥ria s√£o apenas alus√Ķes a pessoas reais e nenhuma das situa√ß√Ķes e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma fic√ß√£o. Os eventuais personagens originais desta hist√≥ria s√£o de minha propriedade intelectual. Hist√≥ria sem fins lucrativos, feita apenas de f√£ para f√£ sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Cap√≠tulo 3 - Cap. 3 ūüĆĻ


Amanhece o dia, é um domingo. Um domingo bonito, ensolarado. Raios de sol invadiam o quarto, batendo no rosto do rapaz mais velho, fazendo o mesmo despertar por estar incomodado, sua cabeça latejava de dor devido a noite passada, e quando se deu conta de sua situação atual reparou que estava nos braços de seu melhor amigo. No primeiro momento achou estranho, afinal porque Namjoon o abraçava? Mas tinha que admitir, era gostoso estar daquele jeito com ele.

Jin havia esquecido completamente da dor de cabeça, do sol que batia em sua face, estava concentrado demais no corpo de seu amigo colado ao seu.

Ao perceber que o mais novo estava despertando fechou os olhos rapidamente, fingindo que estava dormindo. Ele se separou de seu amigo, nitidamente estava tendo cuidado pra não acordar o outro, mas já estava acordado. Após se espreguiçar, analisou seu amigo "dormindo", se aproximou e tirou os cabelos que cobriam seus olhos e ficou o observando por alguns segundos, em seguida se levantou e seguiu até o banheiro.

Lavando o rosto, o moço só conseguia pensar no beijo impulsivo que seu amigo lhe dera, questionando se o mesmo se lembrava do que havia feito, ou se deveria tocar no assunto.

O álcool nos encoraja a fazer coisas que sóbrios não conseguimos fazer, ele queria isso? — pensou. — Merda, Namjoon, para de pensar isso... — falou colocando as mãos no rosto.

Ouvir o resmungo de seu amigo do banheiro, só o deixou mais confuso, então Jin resolveu ir até a porta do banheiro, batendo na mesma. — Nam? Está tudo bem?

— Q-quê? Ah, tá tudo bem... — abriu a porta e saiu do banheiro. — Vou fazer um café pra a gente.

— Tá bom — sorriu e assentiu com a cabeça, que começou a doer novamente, o impulsionando a levar as mãos à ela e soltar um gemido de dor. Namjoon sem pensar antes de agir, foi até o mais velho pondo uma mão em seu ombro e outra sobre a sua mão na sua cabeça.

O menor rapidamente o olhou ao sentir suas mãos se tocarem — Você está bem? — pergunta Namjoon visivelmente preocupado.

— Minha cabeça dói.

— Tem remédio pra você na cozinha, e eu vou fazer alguma coisa pra comermos. — e se afasta do menor que entra no banheiro, indo até a cozinha, preparando café.

Ao realizar suas higienes, Jin fica se encarando no espelho, refletindo sobre o que havia acontecido na últimas 24 horas.

Wendy terminou comigo, eu bebi, e o que aconteceu depois pra acordar com o Nam abraçado comigo? E porque está esse climão?

Essas perguntas ecoavam na cabeça do menor. Ele saiu do banheiro, indo até a cozinha, vendo que Namjoon havia feito café e pão com queijo pra ele, que o fez sorrir sem perceber, e ele estava comendo, sentado na mesa.

— O remédio está ali — o maior se pronuncia, apontando pra o armário da cozinha.

Após ter tomado o remédio se assentou na mesa, com o semblante cansado, apoiou os cotovelos na mesa e esfregou os olhos enquanto o outro apenas o observava.

— Não deveria ter bebido daquele jeito.

— Vai me dar sermão uma hora dessas, Kim Namjoon?

— Você pode me falar pelo menos o que aconteceu? 
       
— Wendy terminou comigo — tomou um gole do café — Eu fiquei chateado e fiz a merda de beber, não sei porque, não devia ter feito isso.

— Porque ela terminou com você?

Jin apenas o olhou, e logo abaixou a cabeça

— Okay, não precisa contar se não quiser... E você só se lembra disso?

— Sim, é só isso que me lembro, o que aconteceu, como eu vim pra cá? — o mais velho mordeu seu pão

— Você veio sozinho, no seu carro, bêbado, mas pelo menos não aconteceu nada. Chegando aqui você vomitou, e te dei ban...

Namjoon é interrompido por Jin — Você me deu banho? — olhou pra um canto da cozinha, e corou, envergonhado.

Porque ele está envergonhado? Fizemos tanta coisa juntos, e ele nunca havia ficado assim... Ao pensar isso várias teorias se formam na cabeça de Namjoon. Então ele queria ter me beijado. E está envergonhado por estar pensando que fez o que não devia por ter bebido...

— S-sim — o silêncio reina por uns minutos — Já sei, vamos fazer alguma coisa pra levantar seu astral. Que tal chamarmos Hoseok pra ir ao shopping com a gente?

O mais velho deixa escapar um sorriso fraco — Por mim tudo bem — e sorri.

— Ele é muito extrovertido, o humor dele é invejável, gosto muito desse menino— Namjoon ri ao se lembrar de Hoseok

Por fora, Jin apenas concordava e ria com seu melhor amigo. Por dentro, se arrependeu de ter concordado em sair com os outros dois, ver Namjoon falando daquele jeito do outro rapaz o deixava um sentimento de... Raiva? Não, ciúmes, talvez. Sim, ciúmes. Estava com ciúmes de Namjoon com Hoseok.

— Vou mandar mensagem pra ele... — o moço pega seu celular, e manda mensagem pro seu outro amigo, como havia falado, em seguida volta a atenção para seu amigo — Eu não quero que você fique assim, você vai encontrar uma pessoa que vai te amar e cuidar de você do jeito que você é, seja lá qual for o motivo do término, e eu vou estar aqui, pra te apoiar em todas as suas decisões.      

— Obrigado Nam — o mais velho sorri abertamente — Nem tenho como te agradecer o apoio que você me dá, e isso foi bonitinho.

O outro sorri sem mostrar os dentes, deixando aparecer suas covinhas.

O jeito que Namjoon sorria, o jeito que ele agia consigo, o fez entrar em um rápido transe. Ele nunca havia parado pra reparar assim, como ele era tão atraente, sua risada era tão gostosa de se ouvir...

Porque está fazendo eu me sentir assim, Namjoon?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usu√°rios deixam de postar por falta de coment√°rios, estimule o trabalho deles, deixando um coment√°rio.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...