História I'm in love with a criminal ⚜️ jikook | kookmin - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Block B, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom, Zico
Tags Criminal, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin
Visualizações 256
Palavras 1.196
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 26 - O verdadeiro


O sol da manhã batia no rosto rechunchudo do ruivo, o fazendo se remexer e notar a ausência do mais velho, por segundos uma dor se fez presente em seu corpo; seu corpo estava vestido com alguma camisa te tonalidade branca de Jungkook, e seus fios se encontravam molhados, teria o mais velho lhe dado banho?

Seu rosto toma um tom vermelho assim que se lembra da noite passada, cada toque, cada sensação, a partir daquele momento seria um nova vida, um novo Jimin.

Um suspiro escapa dos lábios fartos do menor que se senta encostando as costas da cabeceira da cama, fechando os olhos ainda relembrando cada momento, perdido em meio às lembranças.

A porta se abre revelando o moreno com um sorriso no rosto ao notar que seu anjinho havia acordado, com o café da manhã em mãos, Jungkook vai em direção ao ruivo que ainda estava perdido em seu mundinho, deixando a bandeja no fim da cama, logo se sentando ao lado do ruivo em silêncio.

-achei que estivesse ido trabalhar -admite o menor ao se deparar com o mais velho ao seu lado, um bico emburrado se fez presente em seus lábios fartos.

-não poderia te deixar sozinho -o moreno da um selar no menor desmanchando o biquinho emburrado do mesmo. Ficou observando as bochechas do ruivo corarem.

Mesmo com o que tem feito na noite passada, Jimin continuava com a mesma inocência de sempre. O que de certo modo foi um alívio ao moreno.

-Jungkook-ah nos não fomos no parque -a expressão de tristeza do mais novo era fofa, fazendo o Jungkook sorrir feito um bobo.

-hoje nos vamos -Jungkook dizia confiante enquanto acariciava os frios alaranjados do menor- mas agora você cai comer, sorte sua que não tem escola.

-eu fico cansado só de pensar naquele lugar -Jimin engatinhava até a bandeja no fim da cama que continha apenas torradas e um copo de leite como de costume. Deixando o moreno com a visão do fino tecido branco tampando metade das fartas nedegas, o que acarretou em um pequeno choque no ventre do maior, que passou a encarar tal parte do corpo do ruivo, prendendo o lábio inferior em meio aos dentes, tentando conter a tentação de ter Jimin com sua bunda empinada para si.

-não quer sentar aqui comigo para comer? - Jungkook ainda fitava tal parte do corpo do menor, que inocentemente comia sem presa o que o moreno lhe trouxesse.

-ah sim -o ruivo puxa a bandeja para seu colo, como sentando em meio às pernas de Jungkook, voltando a comer o que continha na bandeja. Enquanto isso, o moreno passava seu nariz pelo pescoço do menor vendo suas pelos se arrepiando, logo distribuindo pequenos selares no local.

-você me deu banho? -os olhinhos curiosos do menor encaram a face do mais velho que mantinha um sorriso de lado.

-você tem um sono pesado bebê -a face do ruivo ganha um tom avermelhado, e logo novamente o moreno se preocupa em deixar os pelos do menor arrepiados com os seus selares naquela área tão sensível.

O som estridente do celular de Jungkook tocando o fizera soltar um resmungo enquanto procurava o aparelho no criado ao lado da cama; na tela do celular estava a foto do dono daquele sorriso quadrado.

-o que foi Tae?. 

-preciso que você venha pra cá, com urgência. 

-posso saber o porque da sua pressa? -um longo suspiro é solto pelo Kim.

-creio que não vai gostar nada.

-Tae me diga!. 

Jeon rugiu alto assustando o menor em suas pernas, que deixa o café na cama se virando na direção do mais velho, que apertava a sua cintura tentando conter a frustração. Park encara aquelas íris negras dilatadas, fazendo um arrepio subir por todo o seu corpo.

Nenhuma resposta foi obtida do homem do outro lado da linha, dessa vez fazendo o moreno soltar um suspiro.

-okay já estou indo.

E assim a ligação é encerrada. O moreno joga sua cabeça para trás com os olhos fechados respirando pesado. Não queria preocupar seu anjinho, porém se Taehyung o ligou pedindo para que fosse até ele era de extrema urgência.

-o que foi? -a voz doce do ruivo fez toda a raiva que sentia se esvair em minutos. As mãozinha gordinhas de Park acariciava as laterais da face de Jeon que apenas sorriu bobo acariciando a cintura delicada do menor.

-tenho que ir para o trabalho -ao encarar a face do mais novo teve a certeza que poderia a qualquer momento apertar o ruivo em seus braços até que ele não pudesse mais respirar. O menor estava com um bico nos lábios e suas mãos já não acariciam a face do mesmo, se encontrava com os braços cruzando olha só para qualquer canto do quarto- Jiminnie... -Jungkook fala manhoso levando o corpo do menor para mas próximo de si e enterrando seu rosto no pescoço alheio dando pequenos beijos molhados.

Por mais que quisesse continuar com o drama era impossível para o ruivo resistir à aqueles lábios finos do moreno; as mãos de Park coçava para explorar cada pedaço do peitoral de Jungkook, a cada beijo e a cada estalo que fazia quando os lábios de Jeon se separavam do pescoço do menor fazendo fracas marcas avermelhadas e brilhantes causadas pela saliva do maior.

Jimin queria agarrar ao o último foi de cabelo do moreno e sentir seu corpo contra o dele. Seus pelos se arrepiavam suas pálpebras tentavam se fechar afim de prolongar o prazer que Jungkook causava, já sentia novamente seu membro despertar.

Sem consegui mais ir contra o desejo que sentia, Jimin se permitiu fechar os olhos deixar o pescoço mais amostra enquanto soltava suspiros e agarrava os braços do maior, se entregando ao moreno que sorriu enquanto continuava a deixar aquela pele completamente marcada.

Os beijos foram subindo até o maxilar do ruivo e logo seus lábios se encontraram e suas línguas enroscam uma na outra.

Ofegantes, com poucas vestes, com os corações acelerados e membros eretos. Mesmo com tudo a seus favores Jeon deveria ver o que Taehyung queria consigo.

-agora preciso ir meu anjo -novamente um bico surge nos lábios cheinhos do menor- não faz esse bico! -Jungkook ataca aquele pedaço de pele iniciando outro beijo lento que logo foi finalizado.

-você promete não demorar muito? -os dedinhos de Jimin acariciava o peitoral do moreno, que apenas assente mostrando seu sorriso de Coelho.

{...}

-olha cara eu sei o que fez... E sei que o Jungkook não vai ficar nem um pouco feliz em saber da sua visita -Taehyung andava de um lado para o outro na frente do homem amarrado em uma cadeira simples- ele não irá ficar feliz... E você muito menos... -um sádico sorriso surge nos lábios do menor fazendo o coração do homem acelerar.

-Eu apenas quero o Jimin!.

O som da porta de metal sendo aperta de maneira brusca fez o homem dar um pulo na cadeira e tentar soltar seus punhos e pernas das cordas que o prendiam firmemente.

-como você tem a coragem de aparecer aqui?... -o maxilar do moreno trincava, em seus olhos pode-se ver o verdadeiro Jungkook. Aquele que é temido.


Notas Finais


Suspense básico claro.
Demorei por atualizar porque estou escrevendo uma história que já tinha aqui mas eu meio q tinha desistindo dela e agora decidi mudá-la.
Tô bem feliz com o resultado sjsjsn


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...