História I'm not crazy - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~pyofucking

Postado
Categorias EXO
Personagens Chanyeol, D.O
Tags Chansoo, Drabble, Exo, Loreal É Linda
Visualizações 56
Palavras 202
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Ficção, Universo Alternativo
Avisos: Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


capa temporária
TO NERVOSOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
Pra pessoa que peguei no Amigo Secreto do The Red, espero verdadeiramente que goste. Pedi pra algumas pessoas lerem quando terminei, e ninguém entendeu pô. Peguei a @panadrome, ai moça tentei meu melhor ;-;-;-;-;;-; espero que goste!
Bem, talvez com certeza eu tenha escrito de uma maneira confusa, mas né-----

Capítulo 1 - Eu não sou louco; único


 Acústico sonido agudo, ampliando-se aos poucos em meus tímpanos que se deleitavam com tal agrado clássico de Beethoven, este que tirava reclamações monótonas de alguns pacientes no branco recinto cheirando a remédio e curativos. Comprimida luz me fornecia a possibilidade de ler as letras miúdas e redondinhas daquela carta amarelada pelo envelhecimento.

Maldito seja o grito que tirara minha atenção naquele precioso momento sonoro e que me tirava suspiros de saudade. Mais um perturbado se debatia em meio às enfermeiras que falhavam em manter o controle, fazendo-me abandonar aquele pedaço de papel, enterrando o rosto em meio ao travesseiro e me cobrindo por inteiro.

O dia se encerrava e a pouca luz refletida não se fazia mais presente, me impedindo de avistar aquelas letrinhas incentivadoras. Chanyeol, é a sua hora de chegar.

“Devolva a minha carta!”, eu gritava eufórico, enquanto eles rebatiam, “Não existe carta alguma, nunca existiu!”, me feriam.

Um par de olhos e uma tentativa de abri-los, mas nego-me a aceitar que aqueles dedos esguios nunca escreveram por mim. Chanyeol, cadê você? Apareça, meu amor, está na hora da canção romântica ser tocada sobre nós. Por que demoras? É difícil esperar…

“Doce ilusão, pobre garoto”.

Chanyeol, eu não sou louco. 


Notas Finais


AI TO NERVOUSER TCHAU
Talvez eu dê uma reescrita ae~ pq to inseguro, mas enfim,,,,
foi pequeno mas juro que me esforcei, <3
e capa temporária :))
teorias?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...