História I'm not his fan (Imagine Jimin) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Bts, Imaginebts, Imaginejimin, Jimin, Você
Exibições 484
Palavras 1.266
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem.

Capítulo 1 - Mestre!


Fanfic / Fanfiction I'm not his fan (Imagine Jimin) - Capítulo 1 - Mestre!


- Bom dia! Me chamo (S/N) e a partir de hoje serei sua maquiadora, figurinista e empregada particular. - me curvei cumprimentando-o.

- Pode entrar fique avontade. - abriu caminho para que eu passa-se, sentou-se no sofá cinza acolchoado em sua sala - Não preciso me apresentar né? Mas por via das dúvidas, sou Park Jimin, ator e cantor mundialmente conhecido.

- Sim, eu ó conheço senhor. - dei um sorriso falso.

"Que cara convencido, ele se acha o máximo não sei como as mulheres gostam dele" - pensei.

Quero saber porque eu com tantas maquiadoras lá na empresa.

- O Jimin-Oppa está prestes a chegar, vamos jogar Kawi-bawi-bo para ver quem é que vai cuidar dele hoje. - falou a Eun.

- Tó fora, nem morta vou cuidar daquele cara. - falei arrumando meu estojo de maquiagem.

- Quer mesmo perder o emprego né garota? - perguntou a Hani.

- Olha aqui, to achando que ela é assim por que foi rejeitada pelo Jimin. - falou a Kei e todas elas riram.

- Eu nunca fui rejeitada e nunca irei ser porque eu nunca vou gostar do  Park Jimin, para isso eu tenho meu namorado.

- Então você é a garota certa para ser a empregada particular dele. - falou nosso CEO Tuan.

- Como é que é? Não qualquer coisa menos ser empregada particular do Jimin.

- Seu salário irá se torna o triplo do que você ganha. - adicionou.

- Eu aceito! - falei logo depois dele falar.

Cocei a minha nuca e disse baixo:

- Eu e minha ambição, para que eu fui aceitar isso?

- Disse alguma coisa? - perguntou o Jimin.

- É... Vai querer comer alguma coisa? - perguntei.

- Não, no momento não quero nada. - pegou seu celular no sofá.

A campanhia tocou e ele levantou falando:

- Pode deixar que eu atendo. - passou os olhos pelas minhas pernas e sorriu de lado logo indo para a porta da frente - Ah... Oi, Gyan.

Quando ele falou o nome do meu namorado fui para o coredor que leva-vá até a porta da frente e sorrir ao vê-lo.

- Soube que minha anjinha estava trabalhando com você aqui. - falou entrando na casa.

- Ah... Sim, "anjinha"? - perguntou.

- Sim ela é minha namorada.

- Soube que você tinha uma namorada estrangeira, mas não sabia que era ela.

- Pois é, é a vida. - respondeu balançando a cabeça.

- Oppa! - falei indo abraçar o Gyan.

- Oi meu amor. - disse correspondendo o abraço.

Não via ele desde que ele foi para uma sessão de fotos em Busan. Nesses últimos 2 anos ele está indo frequentemente á Busan por causa de seu trabalho, raramente eu ó vejo.

Depois de me separar do Gyan eu olhei para o Jimin que estavam de braços cruzados e sobrancelha erguida, e eu disse:

- Desculpe, senhor. - olhei para o Gyan - Por quanto tempo vai ficar aqui, Gyan?

- Não muito, irei voltar para Busan amanhã tenho muitas sessões, eu vim aqui para trazer suas malas que o CEO pediu. - explicou.

- Malas? - o Jimin e eu perguntamos juntos.

- Sim, você vai dormi com o Jimin até o CEO dar outra palavra.

- Como assim "dormi com o Jimin"? - perguntei com os olhos arregalados.

- Dormi na mesma casa que ele. - explicou - Bem eu já vou indo tenho que preparar as coisas para viagem de amanhã, Jimin me ajuda a pegar as malas no carro? - perguntou.

- Ok. - foi na frente saindo da casa.

- Tchau meu amor. - disse me dando um selinho na boca.

Depois de minutos o Jimin entrou com minhas malas eu ó ajudei a carrega-las. Levamos para um quarto de hóspedes e ele disse:

- Quando ele disse "Dormi com o Jimin" você ficou nervosa. - falou irônico se aproximando, ele pode ser baixo, mas ainda sou mais baixa que ele - Não seria uma má ideia dormi na mesma cama  que você. - segurou em minha centura.

- Desculpa, mas eu tenho ordens. - me separei dele - Não posso ter nenhuma relação com você, não posso nem tentar da em cima de você, então quero que me respeite que irei te respeitar.

- Acha que vai resistir a mim? - perguntou irônico.

- Eu não acho, eu tenho certeza, não gosto de homens convencidos.

- Hum... - sorriu de lado - Você não fica uma semana sem me dá pelo menos 1 beijo.

- Como eu disse, você é muito convenciso, e eu tenho meu namorado para isso.

- Hum... - bufou - Arrume logo suas malas, tenho uma entrevista essa noite, escolha minhas roupas e depois me arrume tenho que sai daqui as 17hrs. - avisou olhei para o relógio na parede e era 13h58min.

- Sim, senhor.

Ele ia sair mais parou em frente a porta virou a cabeça e disse:

- Irei comprar um uniforme para você, deve vesti-lo sem reclamar. - ia sair mas e eu lhe dei dedo até vê-lo se virar novamente abaixei a mão rápido - Ah... A partir de agora me chame de "Mestre".

- Ok. - falei com um sorriso falso suportando a raiva por dentro.

Assim que ele saiu fui para a porta e á bati com força.

- Ele só pode está brincando "Mestre"? Dormi com ele? Ha ha ha Park Jimin muito engraçado. - pude finalmente colocar isso para fora, através de um boneco é claro, o CEO me deu um boneco to tamanho da minha mala com a mesma aparência que  o Jimin e o bom é que o Jimin não reparou nele quando estava trazendo a mala - Não sei o que você pensaria se ó visse. - suspirei - Mas agora, vamos ao trabalho!

Comecei a tirar as roupas que por incrivel que pareça estavam dobradas e às arrumei no guarda-roupa. Passei mais ou menos duas horas arrumando as roupas porque já era 15h50min. Se eu não andasse logo iria atrasar o Jimin no meu primeiro dia.

Sai do meu quarto e fui para o quarto do Jimin. O mesmo não estava lá e o quarto não estava trancado. Fui em seu guarda-roupa e separei uma roupa para ele nesse ir á entrevista.

Coloquei em cima de sua cama e depois fui para a sala e vi a porta se abrindo. O Jimin havia entrado com uma sacola na mão e estava de máscara e óculos.

- Se troque para eu ver como ficou, vou tomar banho. - ordenou me entregando a sacola.

Ele entrou no banheiro e eu fui para o meu quarto e tirei a roupa da sacola, antes de vesti-la, á analisei e se for o que eu to pensando eu vou matar o Jimin. O boneco infelizmente. Vesti a roupa e fiquei me olhando no espelho morrendo de raiva. Demorei um pouco querendo tomar coragem de sair do meu, mas então, suspirei três vezes e sair gritando:

- PARK JIMIN, QUAL FOI O MOTIVO DE VOCÊ TER COMPRADO UMA LINGERIE DE EMPREGADA PARA EU VESTIR? - bati sem parar na porta do banheiro.

- Não deve gritar comigo. - me advertiu saindo do banheiro de toalha, olhou para mim de cima para baixo com um sorriso malicioso - Ficou ótima em você, sua bunda ficou mais empinada, tá perfeito. - dei um passo para trás com medo do olhar malicioso que ele me lançava.

(Outra fic imagine do BTS, no próximo capítulo irei fazer outra votação)

(Foto da lingerie na foto do capítulo)


Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...