História I'm Not Okay (Hiatus) - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Veil Brides (BVB), My Chemical Romance, Pierce The Veil, Sleeping With Sirens
Personagens Andrew "Andy" Biersack, Ashley Purdy, Bob Bryar, Christian "CC" Coma, Frank Iero, Gabe Berham, Gerard Way, Jack Fowler, Jacob "Jake" Pitts, Jaime Preciado, Jeremy "Jinxx" Ferguson, Jesse Lawson, Justin Hills, Kellin Quinn, Mike Fuentes, Mikey Way, Personagens Originais, Ray Toro, Tony Perry, Vic Fuentes
Tags Andy Biersack, Breeane Hills, Breerard, Denis Shaforostov, Kellin Quinn, Vic Fuentes
Visualizações 21
Palavras 3.201
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooi galeros!

Demorei? ;-;

Enfim, o cap é meio sem graça, MAS, no cap 21 vai ter uma mini treta, no 22 vcs vão achar uma coisa meio estranha, no 23 vcs vão achar alguém babaca, no 24 vão achar alguém não tão babaca assim, no 25 vcs sla!
Eu já tenho um mini roteiro da fic, já tenho tudo programado até o cap 52!!!!

ATÉ O 52 MANO!! NÓS ESTAMOS NO 20, TÁ PASSANDO MT RÁPIDO PRA MIM ;-;

Bom, tenham uma boa leitura :3💕

Capítulo 20 - Dia em "família"


Eu já havia tomado meu banho, e por pura preguiça deixei Dália escolher as minhas roupas, resultado: Quase morri para botar a calça jeans vermelha que ela pediu para mim usar, primeiro ela não quis passar pelas minhas coxas, depois não quis passar pela minha bunda, e eu quase não consegui fechar ela! As vezes eu até concordo com o que o Etan fala, o que eu não tenho de altura tenho de corpo.


 - Okay, calça jeans vermelha, blusa cinza, casaco da adidas, e vans branco... Posso tirar o casaco da adidas?- Perguntei para ela, que riu um pouco. 

 - Não. 


 - Por favor!


 - Ah, tá bom, eu achei um até melhor.- Falou. Tirei aquele casaco e esperei ela jogar outro em mim. Quando eu vi aquele moletom, meu queixo caiu, e eu quase chorei. 


 - Meu santo Perry! Achei que tinha perdido esse moletom!- Falei abraçando o moletom da Key Street que eu havia ganhado a mais ou menos um ano.


 - Meu irmão queria um igual, mas não consegue achar. 


- Troy?- Perguntei. 


 - Aham.- Botei o moletom e peguei meu iPhone... Puta que pariu!


 - Droga! Por que sempre que eu penso em iPhone ele cai no chão?!- Peguei ele do chão escutando a risada de Dália.- Tá bom, agora eu vou fazer seu irmão ficar com inveja.- Falei, fui até a porta do meu quarto e a abri, Dália saiu comigo e eu fechei a porta. Descemos a escada e eu fui até a sala, parando na frente do sofá em que meu irmão estava, mexendo no celular. - Oi.- Falei, ele desviou sua atenção para mim, me olhou de cima a baixo e arregalou os olhos.


 - Como?! 


 - O que?


 - Como conseguiu esse moletom?!- Ele se levantou.


 - Ganhei...- Falei me achando.


 - De quem meu deus?!- Segurou meu rosto, sorri. 


 - Tony Fucking Perry.- Sussurrei. 


 - Mentira... 


 - Verdade, aceita que dói menos queridinho.- Pisquei e saí da sala aos risos.


 (...) 



 - Então crianças... O que querem fazer?- Charlotte Perguntou se virando para nós, que estávamos no banco de trás do carro dela. 


 - Playground!- Dália e Curt falaram ao mesmo tempo. Olhei para Troy que me encarou também, Arqueei minha sobrancelha sugestivamente, ele assentiu e nós Sorrimos.


 - Playground então! 



 (...)



 Como era de manhã, não haviam tantas crianças lá. Como eu consegui entrar no Playground? Lógico, minha altura! Troy só entrou porque subornou o guardinha.


 - Papai e mamãe disseram que nos buscariam na hora do almoço, então vocês tem bastante tempo aqui, portanto , vão brincar!- Troy Falou, Curt e Dália sorriram e saíram correndo pelo lugar enorme . 


 - Então...- Olhei para ele.- O que vai ser agora?


 - Tem uns brinquedos legais por aqui... Vem!- Falou agarrando minha mão e me puxando. Sorri com o ato e acompanhei seus passos. Ele diminuiu o passo e eu comecei a procurar por brinquedos bons...


 - Troy! Ali!- O puxei fazendo ele parar de andar.


 - Ah não... Não sei dançar naquela coisa!- Falou, revirei meus olhos sorrindo.


Eu já havia tomado meu banho, e por pura preguiça deixei Dália escolher as minhas roupas, resultado: Quase morri para botar a calça jeans vermelha que ela pediu para mim usar, primeiro ela não quis passar pelas minhas coxas, depois não quis passar pela minha bunda, e eu quase não consegui fechar ela!

As vezes eu até concordo com o que o Etan fala, o que eu não tenho de altura tenho de corpo.

- Okay, calça jeans vermelha, blusa cinza, casaco da adidas, e vans branco... Posso tirar o casaco da adidas?- Perguntei para ela, que riu um pouco.

- Não.

- Por favor!

- Ah, tá bom, eu achei um até melhor.- Falou. Tirei aquele casaco e esperei ela jogar outro em mim. Quando eu vi aquele moletom, meu queixo caiu, e eu quase chorei.

- Meu santo Perry! Achei que tinha perdido esse moletom!- Falei abraçando o moletom da Key Street que eu havia ganhado a mais ou menos um ano.

- Meu irmão queria um igual, mas não consegue achar.

- Troy?- Perguntei.

- Aham.- Botei o moletom e peguei meu iPhone... Puta que pariu!

- Droga! Por que sempre que eu penso em iPhone ele cai no chão?!- Peguei ele do chão escutando a risada de Dália.- Tá bom, agora eu vou fazer seu irmão ficar com inveja.- Falei, fui até a porta do meu quarto e a abri, Dália saiu comigo e eu fechei a porta. Descemos a escada e eu fui até a sala, parando na frente do sofá em que meu irmão estava, mexendo no celular.

- Oi.- Falei, ele desviou sua atenção para mim, me olhou de cima a baixo e arregalou os olhos.

- Como?!

- O que?

- Como conseguiu esse moletom?!- Ele se levantou.

- Ganhei...- Falei me achando.

- De quem meu deus?!- Segurou meu rosto, sorri.

- Tony Fucking Perry.- Sussurrei.

- Mentira...

- Verdade, aceita que dói menos queridinho.- Pisquei e saí da sala aos risos.

(...)

- Então crianças... O que querem fazer?- Charlotte Perguntou se virando para nós, que estávamos no banco de trás do carro dela.

- Playground!- Dália e Curt falaram ao mesmo tempo. Olhei para Troy que me encarou também, Arqueei minha sobrancelha sugestivamente, ele assentiu e nós Sorrimos.

- Playground então!

(...)

Como era de manhã, não haviam tantas crianças lá. Como eu consegui entrar no Playground? Lógico, minha altura! Troy só entrou porque subornou o guardinha.

- Papai e mamãe disseram que nos buscariam na hora do almoço, então vocês tem bastante tempo aqui, portanto , vão brincar!- Troy Falou, Curt e Dália sorriram e saíram correndo pelo lugar enorme.

- Então...- Olhei para ele.- O que vai ser agora?

- Tem uns brinquedos legais por aqui... Vem!- Falou agarrando minha mão e me puxando. Sorri com o ato e acompanhei seus passos. Ele diminuiu o passo e eu comecei a procurar por brinquedos bons...

- Troy! Ali!- O puxei fazendo ele parar de andar.

- Ah não... Não sei dançar naquela coisa!- Falou, revirei meus olhos sorrindo.

- Aff, vem!- O puxei até aquele troço de dançar que eu não sei o nome. Uma garota estava dando um verdadeiro show ali. A rodada dela terminou e eu bati palmas. Ela se virou para mim, fazendo seus cabelos pretos e extremamente lisos voarem, ela sorriu. Ela era uma japonesa extremamente linda.- Você é boa.

- Obrigada...- Falou um pouco envergonhada, olhou para mim e estreitou seus olhos puxados.- Acho que eu te conheço...

- Ah... Eu não sei...

- Espera! Você não é aquela vocalista da banda que tocou semana passada na casa de shows do centro?- Perguntou, fiquei um pouco surpresa.

- Sim.

- Cara, você canta muito bem! Sério!- Falou ficando na minha frente.

- O-Obrigada...- Falei ainda não acreditando naquilo.

- Ah... Você pode... Tirar uma foto, comigo?- Perguntou um pouco envergonhada. Sorri largamente.

- Claro!- Falei, ela tirou o celular do bolso e abriu a câmera, ficando ao meu lado. Nós tiramos umas sete ou oito fotos juntas.

- Obrigada! E ... O meu nome é Chloe! Tchau Breeane!- Falou, me deu um beijo na bochecha e saiu saltitante. Okay... Ela sabe meu nome, tirou foto comigo... Me sinto uma cantora super famosa!

- Viu isso?! Você... Viu isso?! Meu deus!!

- Minha irmão é famosa...- Ele falou soltando uma risada.- Enfim, ainda quer ir nesse?

- Não...

- Ótimo!- Falou, segurou novamente em minha mão e me puxou.- Aqui! Um dos meus favoritos.

- Basquete?-

- Claro! Eu uso a minha altura ao meu favor... Você por exemplo, se daria bem em futebol americano.

- E quem disse que eu não me dou bem?- Perguntei debochada. Eu já havia jogado futebol americano com os parentes de Clarisse, eles não gostam de mim, foda-se também, pelo menos eu humilhei todos eles fazendo todos pontos para ganhar.

- Você me surpreende bastante sabia?- Perguntou pegando uma bola.

- Agora eu sei.- Falei pegando uma também. Ele continuou me encarando , jogou a bola e fez uma sexta.- O que?!

- Impressiona?- Botou seus dedos em meu queixo.

- Talvez...- Tirei seus dedos dali e fiquei de frente para a sexta... Por que tão baixinha? Por que eu?

Joguei a bola e , errei feio.

- Injusto!- Falei, ele riu.

- Aprenda.- Jogou outra bola e fez outra sexta. Nem havia tocado no aro!! Ahg, estou começando a ficar irritada!

Peguei outra e joguei.

- Merda...

- Não, você faz errado.- Falou ficando atrás de mim, botou outra bola em minhas mãos e colou seu peito em minhas costas.- Quando for jogar, flexione os joelhos, de um pequeno pulo, e jogue. Tente acertar a tabela.- Falou rente ao meu ouvido. Senti um arrepio estranho é engoli em seco. Firmei meus dedos na bola, flexionei meus joelhos, pulei e joguei a bola, ela acertou a tabela e entrou na sexta.

- Yes!- Comemorei.

- É isso aí... Tenta mais uma vez, só que dessa vez, um puco mais de longe.- Falou me entregando outra bola. Assenti e dei três passos para trás, fiz a mesma coisa novamente e joguei, acertando.

- Wow!

- Ótimo! Você aprende rápido hein?- Falou sorrindo.

- Obrigada.- Fui até ele.

- Hey, vamos achar os dois pestinhas e ver o que estão fazendo?- Propôs.

- Aham!

(...)

- Achei você!

- Me achou!- Dália Falou sorridente, ela pulou no meu colo e eu a segurei.

- E aí, o que estava fazendo?

- Brincando de 007!- Falou rindo.

- Mesmo? 

- Aham, tava bem legal!- Eu ia perguntar se ela estava com fome mas fui atrapalhada por um flash, franzi minha testa e olhei para o lado. Onde três meninas de mais ou menos oito ou nove anos estavam com as câmeras dos celulares apontadas para nós.- Ah não...

- Conhece elas meu amor?

- Elas não gostam de mim... Por favor, vamos sair daqui?- Perguntou assustada.

- Nós já vamos...- Falei a botando no chão e segurando sua mão. Fui caminhando até as meninas.

- Não! Bree! Por favor, elas não gostam de mim!- Falou, aquilo estava me machucando, mas eu iria falar com aquelas meninas.

- Por acaso alguma das pirralhas tem autorização para tirar fotos nossas? Porque eu não deixei!- Falei ríspida, a garota do meio me olhou de cima a baixo, e fez uma careta.

- E eu lá preciso de autorização para fazer alguma coisa?

- Sim!- Respondi brava.

- Não, eu não preciso, ainda mais para tirar uma foto dessa criatura de cabelo horroroso!- Falou com nojo. Meu queixo caiu. Mas que garota abusada!

- O que você falou garota?!- Perguntei irritada pra caralho, Dália estava encolhida ao meu lado , tentando se esconder atrás de mim.

- Não ouviu não garota?! É surda?!- Outra voz Falou. Fiquei sem reação, virei meu rosto devagar para o lado... Aquele cabelo curtinho castanho, aqueles olhos escuros... Eu iria reconhecer em qualquer lugar! Ela também pareceu me reconhecer.

- Uau... Continua sendo a vadia idiota de sempre!- Falei, ela arregalou os olhos.

- Continua sendo a ridícula de sempre, Breeane.

- Pra você é Senhorita Breeane, Stevenson.

- Me dê paciência... Por que você é essa sua cria ruiva não saem daqui hein? Cabelo ruim...- Hora de falar...

- Ah, Emily, tudo isso é inveja vadia? Achei que já tinha superado!

- O que...

- Acha que eu não sei que você só fazia aquilo por inveja? Inveja do meu cabelo , da minha irmã... De mim...

- Pare de falar bobagens! Eu nunca teria inveja de uma pessoa c...

- De uma pessoa linda, talentosa, mais poderosa do que você... Sabe, eu acho que você ainda me inveja...

- Não seja tola!

-  E se eu fosse você, teria vergonha de usar uma blusa com esse decote... Cubra isso, você não tem nada para mostrar além desse seu peito de tábua!- Falei por último. Ela arregalou os olhos e botou os braços na frente do decote. Me virei para as outras meninas que estavam com a boca aberta.- E vocês, a próxima vez em que fizerem qualquer coisa contra a minha irmã... Vão se ver comigo, ouviram bem pirralhas mimadas?!- Perguntei grossa, elas assentiram rapidamente.- Ótimo.- Peguei Dália no colo e dei as costas para aquelas mimadinhas de merda.

- Turn down for what...- Ela sussurrou me fazendo sorrir.

Não acredito que encontrei aquela garota de novo. Ela fazia dá minha vida um inferno quando eu e Mary éramos crianças, ela que chutou a cara de Mary aquela vez eu que estavam tentando pular "corda" com os nossos cabelos... Depois de eu picotar o cabelo dela , ela resolveu continuar com o corte então?

(...)

17:12

- Se divertiram?- Meu pai Perguntou quando chegamos na casa de Charlotte.

- Sim...- Nós quatro respondemos juntos. O dia foi bem legal, e nós estamos cansados, bem cansados .

- Que bom que gostaram meus amores! Agora vão tomar banho, daqui a pouco vamos assistir um filme, pode ser?- Charlotte Perguntou, ela era tão meiga, o tempo todo, eu invejava isso nela.

- Aham!- Dália e Curt subiram correndo uma escada atrás de mim.

- Crianças, sem correr na escada!- Ela avisou.

- Eu vou tomar um banho, eu tô morto!- Troy Falou indo em direção a escada, mas parou na minha frente antes.- Se quiser alguma roupa emprestada é só pedir, acho que eu tenho alguma coisa que sirva em você... Mas vai ser um pouco difícil...- Nós rimos.

- Tá bom, eu aceito essa oferta.- Falei.

- Então vem!- Pegou na minha mão e me puxou escada a cima. O quarto dele era no fim do corredor. Ele pegou uma chave que estava no seu bolso e abriu a porta.- Seja bem vinda ao meu quarto! - Era um quarto grande, paredes pretas, janelas começando quase do chão...

- O meu quarto é mais legal.- Falei.

- Chata.- Foi até o seu armário.- Olha... Você se vira com uma blusa e uma boxer né?

- Claro que sim.- Falei, ele sorriu maliciosamente.- Ah, vá sorrir assim para outra pessoa garoto!- Falei, ele riu.

- Pega.- Ele jogou uma blusa cinza de manga comprida e uma boxer branca para mim. Dormir de boxer não é novidade para mim, eu fazia isso direto com o Etan... Passado é passado!

- Valeu... Vai tomar banho primeiro?

- Não, pode ir primeiro, tem toalha no armário do banheiro.- Falou, me virei e fui até o banheiro. Entrei e tranquei a porta. Botei as roupas que ele havia me emprestado em um cabide que estava pendurado atrás da porta, me despi e fui encher a banheira, Ah! Como eu amo essas coisas!

(...)

- Já pode ir tomar banho.- Falei saindo do banheiro, ele levantou da cama e me analisou.

- Tá... E, essa blusa, ficou bonita em você.- Falou, sorri e fui até ele.

- Obrigada.- A diferença de altura era até engraçada. Ele estava sem camisa, se aproximou de mim, ficando com o corpo colado no meu.

- Sabe, hoje eu vi você meio que defendendo a Dáli e... Você não mostrou medo, isso é bom.- Falou.- É bom saber que agora quando eu não estiver perto para defender ela, você vai estar...- Botou uma mecha do meu cabelo atrás da minha orelha, eu já sentia meus olhos marejados.- É bom saber que a minha irmã vai estar perto.- Não aguentei, senti uma lágrima escorrer por minha bochecha.

- Ah, vem cá irmão!- Falei e o abracei forte. Ele retribuiu o abraço, me levantando do chão.

- Vem, vamos descer.- Falou me botando no chão.

- Mas  você não tomou banho...

- Eu tomo depois, não é tão necessário...

- Vai.

- O que? Não precisa!

- Vai! Agora!

(...)

Consegui fazer ele tomar banho ( kkkk), descemos as escadas e eu me joguei no sofá.

- E aí...- Curt pulou no sofá ficando do meu lado.

- E aí o que?- Perguntei botando minha cabeça em seu colo.

- Você disse que tinha uma surpresa pra mim, lembra?

- Ah é!! Verdade!!- Falei, eu tinha botado meu celular no elástico da boxer, peguei ele desbloqueei e mandei uma mensagem para o menino de olhos azuis, que respondeu rápido.- Tá, você vai falar com uma pessoa...

- Que pessoa?- Perguntou curioso, sorri.

- Você vai ver.- Falei, e logo ele já estava iniciando a vídeo chamada.

- Kells!- Falei animada, ele sorriu.

- E aí, cadê o meu fã mirim? - Curt estava sem reação.

- Santo Quinn... Você é de verdade?

- Sim, Curt não é? Sua irmã me falou de você.- Botei meu celular nas mãos dele e observei os dois conversando... Os olhinhos dele brilhavam.

Até parecia eu não primeira vez que falei com o Kellin... Não, eu comecei a gritar feito idiota e pulei nele... Depois no Justin... E depois fiquei agarrada no Jack e no Gabe... Mas pra falar a verdade, eu chorei muito quando abracei o Jesse!!!!!

(...)

Já era tarde, Curt dormiu no colo de meu pai e Dália no colo de Charlotte, enquanto assistíamos ao filme.

- Nós vamos levar os pequenos para cima, boa noite queridos.- Meu pai sussurrou.

- Boa noite!- Eu e Troy falamos juntos, eu estava concentrada na tela do meu celular conversando com os meus meninos.

- Boa noite meus amores!- Charlotte Falou.

- Boa noite mãe...- Falei, e gelei no segundo seguinte, eu havia a chamado de mãe.- Quer dizer...- Minha vontade de me corrigir sumiu ao ver o sorriso em seus lábios.- Durma bem.- Sorri. Ela veio até mim correndo e me deu um beijo na testa.

- Boa noite fofinha.

(...)

Mensagem on

Bree: Caras, eu chamei minha madrasta de mãe sem querer!!

Etan: É bem a sua cara.

Luke: Kkkk

Etan: Espera, que madrasta???

Johnnie: Que madrasta velho?

Bree: Meu pai vai se casar ;-;

Frank: Os meus vão se separar.

Bree: COMO?!!?

Frank: Meu pai até veio no hospital falando essas coisas, e perguntou com quem eu queria ficar.

Johnnie: Que situação de merda cara.

Bree: OS DOIS IEROS VÃO SE SEPARAR? EU NÃO ACREDITO MAIS NO AMOR!!!

Frank: Acredite no amor de você e do Gerard 🌚

Luke: É o que???

Johnnie: Eita porra, Breeane você quer casar com o professor é?🌚

Etan: QUEM ESSE CARA PENSA QUE É PARA ROUBAR A MINHA GAROTA??!?!??!!?

Bree: VÃO SE FODER SEUS RETARDADOS!!!

Frank: Confesse que gosta dele!

Bree: Talvez eu goste dele...

Luke: E aí, como foi o encontro msm?

Johnnie: Como foi??

Bree: Foi legal...

Frank: O que vocês fizeram?

Bree: Ah, fomos na livraria, parque de diversões, patinamos, assistimos um filme na casa dele...

Johnnie: ETA PORRA

Etan: Só isso?

Luke: Fale mais!

Frank: Eu sei q vc tá escondendo alguma coisa, fale Daniels Hills!

- Tá, tá! Aconteceu uma coisa sim...

Frank: Fale...

Bree: A gente se beijou...

Frank: OH MY GOD!!

Bree: Foi no corredor, e eu beijei de volta!

Luke: MEU LÚCIFER!!

Bree: E foi muito bom!

Etan: Tchau pra vocês kkkk

Bree: AF, não aguenta ver a sua garotinha gostando de outra pessoa?

Etan: Dá última vez deu merda.

Bree: Antes dá última também?

Etan: Não, e antes dá antes dá última hein?!? Kkk

Bree: Deu certo, otário.

Etan: COMO?! EU NÃO FUI O SEU PRIMEIRO NAMORADO?!?

Frank: Não.

Luke: Não.

Johnnie: Não.

Bree: NÃO!! HAHAHAHAHAHAHAHA, TROXA!!

Etan: Ain, q dorzinha no coração :(

Bree: Sim caras, o papo tá bom, mas já tá tarde né amores.

Frank: Eu tô com dor de cabeça, boa noite pra vocês.

Etan : Boa noite Frankiezito, mano, eu tou com sono cara.

Luke: Meu Deus Etan! Você não pode ser meu irmão... Você escreveu "tou"!!

Etan: Foda-se, se eu quiser eu escrevo " piçina", vou dormir agora, flw.

Johnnie: Boa noite, pra vcs pq eu vou falar com uma pessoa, tchauzinho!!

Bree: Boa noite meus amores, mamãe ama vocês!!!💕

Frank: Awn :3💓

Luke: Vai dormir Iero ;-;

Frank: Me obrigue Clark!

Luke: Trouxa, esqueceu a janela aberta!

Frank: O que...

Frank: Não...

Frank: PUTA QUE PARIU, SAI DE MIM!!

Mensagem Of

Fui dormir rindo, botei meu celular de baixo do travesseiro e me deitei. Eu estava ansiosa.

Ansiosa para ver Gerard, oh Deus, eu queria ver ele!

Eu queria ver aquele cara de olhos verdes que havia feito, mesmo sem querer, um sorriso brotar em meus lábios.

Continua...

 


Notas Finais


MANO, EU ATUALIZEI O SPIRIT E TÁ UMA MERDA!
FICA DUPLICANDO O CAP, EU FIQUEI MEIA HORA AQUI APAGANDO!!! VOU DESATUALIZAR!!

Se tiver alguma coisa errada, vai ser culpa do Spirit!

Gente, q finalzinho kkkkkkk

Eu queria tanto um comentário :(


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...