História I'm not so strong anymore - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Bianca di Angelo, Charles "Charlie" Beckendorf, Chris Rodriguez, Clarisse La Rue, Frank Zhang, Hazel Levesque, Jason Grace, Leo Valdez, Luke Castellan, Nico di Angelo, Percy Jackson, Piper McLean, Rachel Elizabeth Dare, Silena Beauregard, Thalia Grace
Tags Automutilação, Cortes, Traição
Exibições 62
Palavras 625
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi gente!!!
Voltei com mais uma fanfic de Percy Jackson <3
Eu tinha começado essa fanfic como original, mas decidi apagar e colocar como de Percy Jackson

Capítulo 1 - Talvez seja melhor desistir


Lágrima e mais lágrimas caiam dos lindos olhos cinzas de Annabeth. Talvez ela esteja certa, às vezes é melhor desistir, abandonar tudo. Ela estava cansada disso. Ela não conseguia ver motivos para sorrir, já tinha passado por tanta coisa, talvez nunca fosse superar e viveria para sempre com essas lembranças, talvez ela deveria fazer o que tanto queria... se matar. Ela nunca foi verdadeiramente feliz, nunca teve amigos de verdade, o namorado a traiu com sua “melhor amiga”, que ela descobriu que era uma verdadeira vadia, e nunca teve uma família que a amasse. Se ela fizesse um corte no lugar certo, pronto, tudo acabaria, ninguém sentiria sua falta mesmo. Afinal, chega uma hora que não dá mais, uma hora a força acaba e acabamos desistindo.

Ela nunca pensou que um dia iria se cortar, mas ela não conseguia mais fingir ser forte. Não conseguia mais fingir que não tinha sentimentos, que não se importava com nada. Depois de seu namorado, o garoto que para ela era perfeito, trai-la com sua “melhor amiga”, a garota que ela conhecia desde criança, que conviveu com ela durante sua vida inteira

Aqueles pensamentos a faziam chorar cada vez mais. Ela não passa de mais uma adolescente solitária com pensamentos suicidas. Sua ansiedade e depressão haviam piorado ainda mais, ela não comia a dias, não dormia, suas únicas e fieis companheiras eram as lâminas

Agora, ela queria mesmo se divertir. Parar de se importar tanto com que os outros vão pensar sobre ela. Ela queria muito isso, mas não conseguia, ela era uma menina extremamente insegura. Ela nunca amou de verdade seu namorado, ela só não queria passar a vida inteira sozinha.

Ela sabia que no fundo ninguém gostava dela. Que um dia todos iriam a abandonar. Afinal, seu próprios pais a haviam abandonado quando ela era criança. A deixaram na porta de uma casa. Não foram capazes nem de mostrar o rosto. Seu ex, era aquele típico pegador que todas as meninas que ficam com ele acham que vai conseguir muda-lo, transformá-lo em um cara melhor e que se terá olhos para ele. Esse era seu sonho. Muda-lo. Mas nunca pensou que seria traída também por sua “melhor amiga”, aquela garota que sabia tudo sobre a sua vida, que sabia de todos os seus sentimentos, sabia que ela era fraca apesar de sempre tentar parecer forte. Só ela havia visto o lado frágil de Annie.

Annie estava morrendo de vergonha de ir para o colégio. Ela seria humilhada por todos, eles ririam dela, zombariam dela e tudo isso porque ela confiou naquele menino, aquele menino que para ela era perfeito, que nunca a desapontaria e que os dois viveriam para sempre juntos. Mas sua vida sempre foi uma bosta e não era naquele momento que isso iria mudar.

Será que todos que entrassem na sua vida sempre iriam a decepcionar. Fazer o que, né? É isso que dar ter tantas expectativas nas pessoas.

Ela parou de pensar nisso. Limpou o braço que estava cheio de sangue por causa dos recentes cortes e se arrumou para ir para a escola. Ela saiu escondida de casa, não queria que sua madrasta a visse e começasse a falar que ela estava certa, que Annie nunca conseguiria namorar um cara como aquele. Afinal, ela estava certa

Quando chegou na escola não conseguia olhar para ninguém, só conseguia escarar o chão. Ela conseguia ouvir as risadas quando ela passava e casa vez que ouvia alguém rindo começava a andar mais e mais rápido até que chegou na sua sala e sentou na última cadeira. Logo em seguida chegou o seu ex se agarrando com sua ex melhor amiga

—Hoje vai ser um longo dia-fala Annie enquanto pegava seu material de dentro da mochila



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...