História I'm Pregnant - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Drama, Gravidez Na Adolescência, Naruto, Revelaçoes, Romance, Sasusaku
Exibições 443
Palavras 1.288
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que gostem <3

Boa leitura!

Avisos: Escrita em Pt-Pt
Betado por: SweetYunnie

Capítulo 4 - 3 Mês (Agosto)


3 Mês (Agosto)

 

O terceiro mês, finalmente, tinha chegado, desta vez mais calmo que os outros dois; as náuseas e a vontade de vomitar diminuíram, coisa que Sakura agradeceu profundamente. As tonturas também começaram a diminuir o que deixou Sasuke mais tranquilo. Ele ficava louco de preocupação quando Sakura desmaiava de repente ou parava no meio de algum lugar, agarrando-o para firmar-se devido a alguma tontura. Ele muitas vezes não sabia se as tonturas que ela tinha eram normais no estado dela ou se era algo mais preocupante.

Eles recebiam apoio da família e dos amigos, o que era bem importante para eles. Ter um filho na adolescência e não ter apoio nenhum, principalmente da família, era difícil e tristemente era a realidade de muitas adolescentes nos dias de hoje. Por sorte, essa não foi a situação deles, e, caso fosse, Sakura ainda teria apoio do namorado e dos amigos, que sabia que nunca lhe virariam as costas.

 

[...]

 

— Sasuke? — chamou Sakura enquanto se olhava no espelho apenas vestindo roupa íntima preta.

— Sim? — questionou, saindo do quarto de banho com apenas uma toalha na cintura.

— Olha! — pediu, apontando para a barriga dela — Já se nota. — revelou, colocando-se de lado, para se notar melhor a pequena mudança.

— Verdade — confirmou, aproximando-se dela — É uma barriga adorável — brincou, sorrindo.

— Obrigada — agradeceu, convencida — Estou tão feliz por já poder notar alguma mudança, imagina quando eu a tiver grande…

— Vais ficar linda — comentou, sorrindo. — E hoje é o dia da consulta — avisou Sasuke, abraçando Sakura pelas costas e colocando as mãos na sua barriga.

— Sim, ansiosa por falar desta pequena, mas muito desejada mudança — repetiu, rindo.

Sasuke sorriu e começou a beijar o pescoço da Sakura, fazendo-a arrepiar-se e sorrir, olhando-o pelo espelho. O moreno virou-a para si e abraçou-a pela cintura, levantando-a e fazendo-a rodeá-lo com as pernas e colocar as mãos no seu pescoço.

— Que tal nós nos divertimos um pouco antes da consulta? — perguntou, mordendo o seu lábio inferior.

— Acho que é uma ótima ideia — respondeu, beijando-o.

Sasuke virou-se e caminhou na direção da cama, deitando-a logo de seguida por cima da cama recém feita pela rosada. Os beijos tornavam-se cada vez mais intensos e Sasuke removia as roupas íntimas do corpo da Sakura, ao mesmo tempo que ela retirava a toalha da sua cintura e a atirava ao chão, sem ver onde ela tinha parado. Sasuke desceu os beijos, passando pelo seu pescoço e apenas parando quando chegou à sua intimidade.

Sakura levou as mãos aos cabelos do Sasuke, puxando os fios enquanto se contorcia de prazer. Quando estava quase a chegar ao orgasmo, Sasuke parou e subiu novamente, beijando-a nos lábios.

Sakura sorriu e abraçou Sasuke pelo pescoço, abrindo mais as pernas. Sasuke sorriu de canto, um dos sorrisos que ela mais amava nele, porque ela sabia que ela era a única — além da mãe dele — que recebia aqueles sorrisos, mas sobretudo porque eram verdadeiros e não irônicos ou de escárnio como ele muitas vezes fazia para os outros.

Sasuke separou-se de Sakura e colocou as pernas dela nos seus ombros antes de penetrá-la. Os movimentos eram fortes e rápidos, atendendo aos pedidos de ‘mais’ que Sakura a todo momento soltava. Sakura tirou as pernas dos ombros dele e colocou-as na sua cintura, colocando os braços no pescoço dele e puxando-o para ela. Enquanto se beijavam, Sasuke aumentou o ritmo e pouco tempo depois Sakura gemeu alto, separando os seus lábios dos dele e, uns segundos depois, Sasuke acompanhou-a.

Sasuke retirou-se e deitou-se ao seu lado, puxando-a para ele. Sakura deitou-se em cima de Sasuke e suspirou feliz, enquanto sentia-o mexer no seu cabelo. Olhando as horas, viu que faltavam apenas três horas para a consulta dela, mas antes ela queria ir comprar mais algumas coisas para o bebé.

Sakura levantou-se da cama e começou a andar na direção do quarto de banho, entrando logo depois no chuveiro. Segundos mais tarde, ouviu a porta ser aberta e Sasuke juntou-se a ela no banho, abraçando-a novamente pelas costas.

— Porque saíste da cama?

— Faltam três horas para a consulta e eu ainda quero comprar algumas coisas para o nosso filho antes de irmos lá.

— Entendo, no entanto… — começou a falar e virou-a, empurrando-a para a parede e levantando-a, fazendo-a colocar as pernas na sua cintura e levar as mãos aos ombros dele para se segurar. — O nosso banho vai demorar um pouco. — avisou, sorrindo.

 

[...]

 

Sasuke e Sakura saíram do edifício de mãos dadas. Sakura vestia uns calções de ganga curtos e uma camisa vermelha e branca do Sasuke, que apenas tinha sorrido divertido quando a viu pegar na sua camisa minutos antes. O Uchiha vestia calças de ganga e uma camisa azul, além disso, para completar o look, usava óculos de sol.

Aquele casal chamava atenção por onde passava, quer seja por fazerem um bom par, serem bonitos ou pelo contraste das personalidades deles que era facilmente notado. Enquanto não chegava a hora da consulta, estiveram no shopping, Sakura comprava roupa neutra para o bebé, já que ainda não sabia o sexo dele, e assim, independentemente de qual fosse o sexo, a roupa serviria.

Sasuke apenas observava a namorada e opinava de vez em quando. Sakura se mantinha feliz e a saltitar de um lado para o outro dentro das lojas e, claro, a encher os braços do Sasuke de sacas. Os outros clientes observavam divertidos a cena que os dois faziam, o moreno tentava fazer a Sakura parar de comprar, mas o que acontecia era o contrário, ela comprava ainda mais.

“Se as coisas continuarem assim, no final teremos roupa suficiente para três bebés, e não haverá nunca mais necessidade de comprar mais”, pensou Sasuke.

[...]

— Boa tarde, Tsunade — cumprimentou, entrando na sala da médica.

— Boa tarde, Sakura, Sasuke — cumprimentou-os, com um sorriso — Sentem-se por favor. A enfermeira fez os exames? — questionou.

— Sim, aqui estão — falou Sakura, entregando o papel para Tsunade.

— A tua pressão arterial está normal, o que é muito bom e ficaste mais gordinha, pesas 58 kilos agora — informou, rindo, olhando para a jovem.

— Sério? Não notei nenhuma diferença — falou surpreendida, olhando para a sua barriga.

— Aos poucos vais ficando mais pesada, mesmo não notando as mudanças facilmente. Já notaste alguma coisa neste mês?

— Ultimamente já consigo notar que a minha barriga cresceu um pouquinho — falou, sorridente, ela amava olhar-se no espelho e ver que já dava para se notar uma pequena mudança. — Os enjoos, a vontade de vomitar e as tonturas diminuíram o que eu agradeci profundamente — confessou, rindo.

— A partir do quarto mês esses sintomas vão acabar, mas podem voltar a aparecer mais tarde. — informou, enquanto revisava alguns papéis sobre a rosada.

— Espero que não — comentou Sasuke, lembrando-se de como ficava preocupado quando ela ficava enjoada e com tonturas.

— O primeiro trimestre é o mais difícil da gravidez e requer mais cuidado, a partir deste mês os riscos de sofrer algum aborto instantâneo diminuem. Quando este mês acabar, já podes ficar mais tranquila.

— Entendo, que bom que depois deste mês esse tipo de riscos diminuem — falou Sakura, aliviada.

— Sim, mas mesmo assim continua a ter cuidado, okay? Nada de situações de estresse, etc..

— Certo — concordou.

A médica deu mais algumas instruções e marcou a próxima consulta que, em princípio, seria a que revelaria o sexo do bebé.

O casal retirou-se minutos depois do hospital e foram se encontrar com os amigos num café que havia próximo da casa deles. No dia quinze do próximo mês as aulas começavam, para o desgosto de alguns, como o Naruto. Sakura ainda tinha de decidir se iria às aulas, ou se teria o bebé primeiro, porém, ela ainda tinha alguns dias para pensar sobre o assunto.


No entanto, a tranquilidade que o casal tanto prezava, iria acabar.

 


Notas Finais


Gostaram? Não se esqueçam de comentar ;)

Obg pelos comentários do cap. anterior ^^ Já os vou responder :)

Até ao proximo capítulo <3

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Cronograma deste mês: https://spiritfanfics.com/perfil/sasuke-kun_1999/jornal/fanfics-de-outubro-6676867

Minha página do face: https://www.facebook.com/Angel.Escritora/

Meu grupo no facebook (Podem divulgar as vossas fanfic's lá, etc... desde que sejam do anime Naruto): https://www.facebook.com/groups/192839857783813/

Mais fanfic's minhas: https://spiritfanfics.com/perfil/sasuke-kun_1999/historias


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...