História I'm with you - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Another
Personagens Kouichi Sakakibara, Mei Misaki, Personagens Originais
Tags O Início
Exibições 71
Palavras 1.301
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Misticismo, Orange, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Um capítulo com revelações e sonhos +18 e também tragédia, mas enfim, espero não estar exagerando rs, bom, gostaria de agradecer Jordan-Kun e Weinrich por ter comentando e também por ter favoritado a história, obrigada pelo apoio, fico muito feliz por terem me mostrado que gostaram, conto com vocês nos próximos capítulos.
Jorkan-Kun e Weinrich, dedico este capítulo a vocês, obrigada pelo apoio <3

Capítulo 2 - That's Love?


Misaki

Já são quase 04:00, onde está Sakakibara? Estou preocupada com ele, ele disse que não demoraria... Não sei o que poderei dizer a ele, não consigo pensar em nada "confortante". Quando me deito na cama,ouço alguém bater à minha porta, vou verificar, quando chego:

-Sakakibara-Kun? O que é isto? - Pergunto assustada.

- Misaki, desculpe... Eu... Eu não sei o que fazer... Por favor... Me ajude...  - Diz ele com os pulsos sangrando e chorando.

Começo a chorar mas tento esconder a lágrima que escorre do meu olho...

- Aaaaaaaaahh! Nããããããoooo! - Grito desesperada e acabo caindo da cama, olho no meu relógio em cima do criado mudo e um alívio me percorre pelo corpo, são 5:50 a.m., olho no meu celular para ver se tem alguma mensagem de Sakaki, e confirmo o que acabei de imaginar, foi apenas um pesadelo... Que alívio...

De repente ouço meu celular vibrar em cima do criado-mudo onde havia colocado-o, uma mensagem de Sakakibara, fico com muito medo e hesito em olhar, mas se for algo como no meu sonho, tenho que ser forte e abro  a mensagem:

"Oi Misaki, tudo bem? Bom, precisava falar com você, acabei de chegar em Yomiama, por favor, me ligue assim que ver esta mensagem.... Afinal, já faz tanto tempo que não nos vemos... Enfim, qualquer coisa, estou na antiga casa da minha tia Reiko... Te aguardo Mei." 

Imediatamente ligo para Sakakibara, e, com um tom de vóz sonolento e melancólico ele atende o celular:

- Oi Misaki...

- Sakakibara-Kun, o que houve? Está tudo bem? -  Pergunto não escondendo minha preocupação

- Ah, calma Mei, só estou um pouco sonolento, foi uma longa viagem (risos). Mas, como você está?

- Estou bem, e você?

- Fora o cansaço, tudo bem também... Mei, infelizmente terei que desligar, meu celular está com a bateria fraca e não faço a mínima ideia de onde esteja meu carregador... Posso te ligar mais tarde? Irei tentar dormir um pouco, creio que até as 11:00 a.m. retornarei a ligação...

- Ah, tudo bem amo... Amigo - digo muito sem graça e me despeço rapidamente- Adeus - desligo antes que ele pergunte algo e volto a dormir.

Sakakibara

Fora uma longa viagem, que cansaço, que vontade de dormir, mas cadê o sono?Bem acho que esqueci dentro do avião, por que não consigo pregar o olho um minuto sequer... 

Logo após colocar o celular para carregar, pego meus fones de ouvido e decido ouvir algo para ver se o sono vem... Coloco uma música que me faz lembrar a moça de pele pálida e traços de boneca, minha doce Misaki... Fix You - Coldplay... De repente me pego cantando:

Lights will guide,you home. And ignite your bones, and I will try, to fix you...

Antes que a música se acabe, acabo dormindo... 

Misaki entra em meu quarto, não sei como, pois a casa estava totalmente trancada, mas não faço nada alem de dizer "Oi", ela não diz nada e se aproxima de mim , quando tento dizer algo, ela põe seus dedos macios em meus lábios e sem dizer nada, me beija. Nos entregamos um ao outro naquele beijo intenso, ela entrelaça suas pernas macias nas minhas, eu a pego e a seguro rumo à minha cintura, ela entrelaça suas pernas em minha cintura, eu seguro em suas coxas, e sinto ela  arrepiar, e a cada segundo, nosso beijo se intensifica mais, não queremos parar somos jovens com os hormônios a flor da pele, eu a levo até minha cama e nos deitamos, Misaki tenta tirar minha camiseta, paramos o beijo e eu a tiro, ela me abraça e faz carinho em minhas costas nuas, Mei está de saia xadrez, meia calça  com liga, e uma regata preta, com um decote que deixa seus seios à mostra, não consigo me conter e acabo tirando sua regata, e quando nos damos conta do que está acontecendo, me deparo com Misaki com uma linda Lingerrie preta, delicada e sensual, ela diz que não quer parar, que não tem mais medo de se entregar, e que afinal, é isto que os namorados fazem, eu me deito sob ela, agora ela está no domínio, ela cora, eu também, sabemos o que fazer, estamos prontos para isto, mas, somos jovens e virgens, é normal "morrer" de vergonha na hora do primeiro sexo. Misaki volta a me beiar,eu paro e tiro seu tapa olho e digo " Asiim você consegue ser mais linda do que já é, minha bonequinha..." ela cora, e voltamos a nos beijar, o quarto está escuro exceto pela luz da lua cheia que deixa o clima aconchegante e romântico, eu viro Misaki e a coloco por baixo de mim, começo a beijar seu corpo, começando por seu pescoço, descendo vagarosamente até seus seios ainda cobertos com o soutien de renda, continuo meu trajeto até seu abdômen, desço até suas coxas e olho em seus olhos pedindo "permissão" para prosseguir, ela abre as pernas, e eu beijo a parte interna de suas coxas, Mei geme baixo, quando chego perto de sua vagina, puxo a calcinha e a tiro, Mei cora, eu volto ao meu trajeto e começo a beijá-la, ela geme, e durante o sexo oral, Mei tira seu soutien, quando ela vê que seus seios estão totalmente à mostra, assim como seu corpo que está totalmente nu,exceto pela meias liga, ela cora e esconde seu corpo com seus braços, eu digo que se ela quiser parar, por mim  tudo bem, não quero forçá-la a nada, ela diz que quer continuar, não quer que acabe... 

De repente caio no chão ofegante e, digamos "duro", estou todo suado e coro ao imaginar o que acabara de sonhar, "Céus" digo. 

Que mente pervertida esta minha, imaginar esta intimidade com uma moça tão pura e indefesa como Misaki... Me levanto do chão e me dirijo ao banheiro, decido tomar um banho, já são 08:00 a.m. . Não posso demorar, irei ver Mei hoje, minha doce Mei...

Quando saio do banho, pego meu celular e vejo uma mensagem e uma ligação perdida de Mei, olho a mensagem que diz:

" Oi Sakaki, tudo bem? Quando acordar me liga, quero ir visitar-te, beijos, Misaki"

Eu sorrio e leio novamente " Beijos Misaki" e coro, ao mesmo tempo me dou um tapa na cara e digo " Pare Kouichi, seu pervertido  "

Ligo para Mei, e marcamos ao meio dia, irei cozinhar macarrão ao molho vermelho, o seu prato preferido, Mei ira trazer a sobremesa, ela não disse o que é mas tenho certeza que é sorvete, ela sabe que amo sorvete... 

12:00 Sakakibara/Misaki

Sakakibara está na cozinha ouvindo Coldplay novamente, desta vez ele ouve The Scientist, Misaki entra sem que ele veja e quando ele se vira para traz cora, ao ver que Mei acabara de ouvir ele cantando:

- Que lindo Sakaki... Você uma vóz linda, invejo-te...

- Ah - Diz Sakakibara corando e sem garça- O-obrigado Mei...

- Por nada, rs.

Mei estava diferente, determinada, sua postura lembrava Akazawa, firme e mostrando segurança, sexy e ao mesmo tempo frágil e delicada...

- Ah, trouxe sorvete, de morango, sei que você gosta... - diz Misaki quebrando o silêncio exceto pela música.

- Ah Mei, não precisava, mas mesmo assim, obrigado. - Diz Kouichi se aproximando de Mei enquanto a música toca e deixa o clima romântico, Sakaki se perde no olhar de Mei preso ao seu, e quando estão próximos o suficiente para um beijo, o celular de Mei toca. 

- Droga, esqueci de desativar o alarme de tomar meus remédios...

 Os dois se afastam rapidamente corados, Sakakibara vei até a geladeira e coloca o sorvete no congelador e volta a terminar o almoço...

- Sakakibara-Kun, -ele se vira para Mei e a olha - o que você queria conversar comigo?


Notas Finais


Exagerei pra caralho né? Ah, mas perdoem-me haha, o que estão achando? Por favor comentem, digam o que gostaram, o que ficou ruim, me deem idéias... E mais uma vez, obrigada meus amores<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...