História Imaginary Love - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Jikook, Namjin, Romance, Tragedia, Vhope, Yaoi
Exibições 37
Palavras 1.656
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Aee, voltei
Espero que vocês gostem desse capitulo, que deu um pouco de trabalho
Boa leitura a vocês sz

Capítulo 3 - A declaração do Maknae


Fanfic / Fanfiction Imaginary Love - Capítulo 3 - A declaração do Maknae

— Taehyung? Acorda inferno! - chamava Junkook  

 

— Oi, diga – falei com voz de sono – o que precisa? 

 

— Você falou que iria me ajudar "naquilo" - disse ele arregalando os olhos como se eu soubesse do que se tratava. 

 

"Naquilo" o quê? - perguntei confuso. 

 

— Vou ter que te bater quantas vezes para que tu lembre das coisas que eu falo? - disse Kookie. 

 

— Fala sobre o que é, ou eu não ajudo – falei levantando da cama. 

 

— A declaração para o Jimin – sussurrou. 

 

— Não precisa falar baixo, só tem eu e você aqui nesse quarto – falei. 

 

— Eu também tô aqui - falou Hoseok abrindo a porta. 

 

— Taehyung! - gritou Jungkook. 

 

— O seu palhaço, vamos precisar com que todos saibam disso para ajudar – falei me virando para Hobi – chama os outros? 

 

— Isso é para ser uma surpresa Tae... - disse Jungkook. 

 

— Confia em mim, vai dar tudo certo – sorri. Imediatamente, Hoseok chegou com todos os outros, deixando de lado Jimin. Suga havia acabado de acordar, estava com um péssimo humor, na verdade, todos estavam.  

 

— Por que vocês não acordaram o Jimin? - perguntou Suga 

 

— Jungkook que fazer uma surpresa para Jimin, e preciso da ajuda de vocês - falei. 

 

— Tá, posso voltar a dormir? – falou Yoongi. 

 

— Não - falou Hoseok. 

 

— Bem, aquela história em que eu estava com uma garota é mentira – falou Jungkook. 

 

— Sabia que ele era 100% viado – falou Namjoon. 

 

— Bem, o plano é que todos fiquem colocando o Jimin para baixo, ou seja, falando que o Jungkook não gosta dele e que ele deveria parar de insistir. O Jiminnie vai ficar bem triste com isso, e nessa hora o Kookie confessa para ele e por fim eles transam – expliquei. 

 

— Entendemos, podemos dar início ao plano já agora? -perguntou Jin. 

 

— Claro, só espera ele começar a grudar do Jungkook - falou Hoseok. Todos voltaram a seus aposentos, menos Suga, ele sentou na sala emburrado porque não conseguiu dormir novamente. Jiminnie gosta muito de Jungkook, as vezes ele exagera no ciúmes, mas o que é Jimin sem exagerar em algo? Espero que ele não desista do Kookie, afinal, se os dois se gostam, tem que dar certo. Jimin não acordou cedo, acabou que seu café da manhã ficou para o almoço, fazendo com que o plano fosse adiado. 

 

— Oi gente – falou Jimin do lado da mesa da cozinha. 

 

— Oi – falou todos. 

 

— Jungkook? Não vai me cumprimentar direito não? - disse se estressando. 

 

— Não sou nada seu, o que quer a mais? Um beijo de língua? - falou com frieza. 

 

— Não. Esquece, eu estava brincando – falou Jimin desapontado. Nesse momento, ele saiu do local deixando no mesmo um clima tenso. Se isso aconteceu, significa que o plano corre bem. 

 

— Jimin, não vai comer? - perguntou Jin para Jiminnie que estava na sala. 

 

— Não, perdi a fome – falou ele com seriedade. 

 

— Gente, tá dando certo – cochichou J-Hope. 

 

— É logico que tá dando certo, o Jimin é um fresco –falou Suga– não entendo nem a necessidade dessa frescura de "planinho", outra coisa que eu não entendo é o motivo de me acordarem tão cedo para realizar mais um dos caprichos do Maknae. 

 

— Yoongi, você não precisa falar nada, a gente só te chamou pelo motivo de que tudo que você não toma conhecimento você conta para o Jimin. Agora que você sabe, leve sua vida igual quando você não sabia disso, vai continuar indiferente –falou Namjoon nervoso. 

 

— Que seja –disse Yoongi saindo da cozinha. 

 

— Agora é a hora do TaeTae agir, afinal, quando Jimin tem algum problema ele fala com V, né Taehyung? -falou Hoseok. 

 

 — Sim, verdade, mas nem sempre isso acontece. Ele primeiro tenta resolver, se não der certo, ele vem e fala comigo –expliquei. 

 

— Esse problema, de fato, o Jimin não consegue resolver –falou Namjoon. 

 

Finalmente toda conversa sobre o plano do Maknae acabou. Suga saiu desde a discussão dele e Namjoon e Jin saíram com Hoseok para fazer compras. Até o momento eu não tenho conhecimento sobre o lugar que Jungkook se encontra, mas Jimin esta aqui na casa somente comigo. Fui ver como ele se encontrava. 

 

— Jimin? -chamei-o 

 

— Oi Tae, o que foi? -perguntou ele  

 

— Tudo bem? -perguntei preocupado. 

 

— Claro, por quê? - disse Jimin 

 

— Tá tudo bem mesmo? - insisti 

 

— Tá -falou ele mudando a expressão 

 

— Certeza? - novamente o questionei. Logo após esse pergunta, Jimin começou a chorar, ele chegava a soluçar, aliás, não é fácil aceitar que a pessoa que você ama não sente o mesmo. Ele parecia estar segurando as lagrimas há tempos, só de pensar que eu e os outros brincávamos com o que ele sentia de modo tão natural, me deixa mal. Jimin tentava falar, mas suas lagrimas o impedia, elas simplesmente cortavam suas palavras. Na minha cabeça, eu pensava que ele não ligava, eu acho que na verdade, eu nunca me importei em pergunta-lo se ele se importava ou não. É a primeira vez que não consigo pensar em nada para ajuda-lo, em minha cabeça ecoa-se apenas uma pergunta: "Por que ele não me pediu ajuda?"

  

— Não, Taehyung, eu não estou bem –disse ele após limpar com a palma de sua mão as lagrimas que haviam escorrido. 

 

— Eu posso ajudar –falei preocupado. 

 

— Não! Você não pode me ajudar Taehyung! -gritou- afinal, não é você que gosta de alguém e essa pessoa te trata como um lixo, essa pessoa faz com que você se sinta mal todas a vezes em que você tenta conquista-la. Você nunca passou por isso, porque olha para você, Taehyung, você é lindo e tem tudo que um homem e mulher gostaria de ter em um namorado ou ficante. Agora olha para mim! Eu não sou nada -falou ele se segurando para não chorar novamente. 

    

— Eu não acho! Jimin, todos te chamam de "homem perfeito" na internet e até na vida real, você acha que isso não tem motivo? Você realmente se importa somente com o que minoria acha? Cara, você é um dos homens mais atraentes que eu já vi, não adianta argumentar com a sua opinião, porque eu sei que a minha opinião é a mesma do que a de muita gente, a maioria –falei. 

 

— Mas o Jungkook não acha! -tentou ele mais um argumento. 

 

— E como é que você sabe?! -falei já perdendo a paciência. 

 

— Eu... -Jimin se calou. 

 

— Isso! Você não sabe, na verdade você nunca sabe, mas acha que sabe demais para falar coisa sem nexo –disse tentando o convencer. 

 

— Desculpa –falou ele deixando com que algumas de suas lagrimas vazassem. 

 

— Não chore, ainda tem muita coisa boa para ocorrer hoje, acredite –abracei-o e sai do quarto. 

 

É realmente péssimo ver Park Jimin dessa forma, ele sempre foi alegre e determinado, mas vê-lo desta maneira me fez ver alguns pequenos detalhes de outra maneira. Devo avisar ao Jungkook sobre isso, dessa forma o plano anda mais rápido e o Jimin ficará feliz em menos espaço de tempo. 

 

        "Kookie <3: Tae, me ligo?   

  

         Eu: Volta pra casa logo, o Jimin tá muito deprê   

  

         Kookie <3: O que aconteceu?   

  

         Eu: Ele acha que você trata ele como um lixo e tal. 

  

         Kookie <3: Tô indo então...   

  

         Eu: Trás flores e se declara pra ele. Quando você chegar só vai.  

  

         Kookie <3: Tá, bye" 

 

Após dez minutos depois da conversa, Jungkook havia chegado, ele estava com um imenso buquê de rosas em suas mãos, aquilo com certeza não deve ter sido muito barata. Jungkook conhece muito Jimin, ele sabe o que fazer e o que dizer. Ouvi um barulho na porta, Jungkook e eu nós viramos imediatamente e nos deparamos com Jin, Namjoon e Hoseok. 

 

— É agora? -perguntou Hoseok ansioso. 

 

— Você é cego Hoseok? -perguntou Namjoon. 

 

 — Ai gente, que fofinhos, meu "shipp" -falou Jin batendo palmas de leve. Seguimos Jungkook até o quarto de Jimin e saímos. Estávamos observando tudo pela janela, Jungkook havia deixado na porta o buquê de alta quantia comprado por ele. 

 

— Jimin, preciso te falar uma coisa –falou Jungkook corando. 

 

— Veio falar o quanto você me despreza ou veio ser frio? -falou Jimin irônico. 

 

— Jimin...-disse ele tímido- eu vim aqui dizer que eu te amo –pegou o enorme buquê. 

 

— Isso... Como assim? -disse Jimin confuso. 

 

— Eu te amo, Park Jimin. Todas aquelas formas que eu te tratei era só para que você não se desse conta disso. Eu não consigo mais segurar esse sentimento dentro de mim. Eu amo o seu "eye smile", amo seu jeito possessivo de ser, eu amo seu modo de se vestir, amo seu corpo, eu amo seu ciúmes, amo o jeito que você me olha, amo quando você acorda todo desleixado, eu amo quando você é sexy, amo quando meu pensamento é consumido por você... Jimin, eu amo cada detalhe, cada defeito e qualidade que você tem –falou Jungkook corado. Jimin estava chorando novamente, só que desta vez, ele estava sorrindo como nunca, ele estava tão feliz e corado ao mesmo tempo que chegava a deixar todos felizes junto, alias. é assim que vemos quando Jimin está feliz de verdade, somos contagiados pelo seu sorriso. 

 

— Eu também te amo Kookie –disse ele abraçando Jungkook. Jin, Namjoon, Hoseok e eu estávamos boquiabertos, era algo tão lindo que chagava a ser inimaginável que Jungkook seria capaz de dizer ou fazer. 

 

— Por favor não me deixe –disse Jimin sorrindo. 

 

— Por que eu faria isso? -falou Jungkook dando inicio a um beijo comemorativo, um beijo que mostrava a felicidade e contentamento dos dois. Era possível sentir o amor deles com o modo que Jungkook tocava Jimin. Park Jimim estava totalmente apaixonado, era visível. O modo que ele acariciava os cabelos de Jungkook, o modo de como ele mexia seus lábios deixava tudo isso mais claro.  

 

— Ae Zé Biscoito, conseguiu conquistar a dama –falou Namjoon batendo na vidraça. Eu e Hoseok fazíamos joinhas e sorriamos, já Jin fazia coraçõezinhos com seus dedos e apontava para o casal recém formado. Estávamos batendo nas janelas interrompendo o momento do casal, enquanto Jimin olhava deixando claro que estava pensando: "vocês sabiam né viados?".

Continua...


Notas Finais


Espero que vocês tenham gostado desse precioso capitulo^^
Até o próximo cap, que será postado no sábado
E beijos doces :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...