História IMAGINATION - Hayes Grier - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Hayes Grier, Magcon, Nash Grier
Exibições 121
Palavras 2.119
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Depois de passar a tarde de hoje e a de ontem lendo e relendo esse capítulo eu finalmente decidi que postar seria o melhor antes que eu apagasse ele e demorasse demais para atualizar. Demorei muito? Demorei e peço perdão,mas estou aqui, e com um capítulo grande para recompensar.

Boa leitura. <3
Enjoy :)

Capítulo 15 - Still in the house of Cameron.


EDUARDA MANZOLI POV’s

 

Já iam ser próximo das cinco da tarde, ainda estávamos todos no Cameron, iriamos dormir aqui, até mesmo Aline. Graças a Deus  Taylor conseguiu convencer a minha mãe a deixar eu dormir em uma casa de garotos, muitos garotos.

Bem eu comecei a me arrepender assim que disseram estar ligando pro Hayes, que por algum motivo, não veio. Bem, talvez eu saiba os motivos,  mas nada a declarar.

- Garota!- Aline estrala os dedos na frente do meu rosto e eu a olho e ela continua.- Você vai dormir no quarto junto do Cameron!- Ela olha para suas unhas falsas, assim como ela.

- Não vejo problema algum.- Sorri falsa para ela.

- Claro que não!- Cameron percebe o enfrentamento e se coloca no meio, a sala, pela primeira vez naquela tarde fica em silêncio e a porta é escutada e logo um Hayes não muito animado entra no campo de visão de todos. Eu me aconchego nos braços de Cameron, que estão por cima de meus ombros a tarde toda e ele se senta ao lado de Aline.

- O que podemos fazer?- Lox pergunta entediada.

- Talvez pedir pizzas.- Aaron sugere voltando do banheiro e se sentando do meu lado.

- Jogar verdade ou desafio.-  Carter diz.

- O que seria verdade ou desafio?- Eu pergunto com um ponto de interrogação no meio na cara, todos me olham e riem e eu os olhos entediada.

- Eu te explico, Duda.- Taylor diz e se aproxima começa a me explicar, e na minha sincera opinião não será tão agradável mas acabei topando jogar.

- Vou buscar uma garrafa, enquanto isso se arrumem em círculo.- Carter se levanta indo em direção a cozinha, Aaron segue o mesmo caminho andando de costas para o caminho.

- Vou pedir as pizzas!- Ele alega e depois se vira. Nós nos entreolhamos e demos os ombros nos sentando em volta da mesa de centro que ali tinha. Bem, seria o meu primeiro jogo fora do Friv, que atire a primeira pedra quem nunca jogou o jogo do foguinho e da aguinha (N/A: Eu jogo até hoje.) e eu estou um pouco nervosa, por quê se eu responder verdade eu posso receber uma pergunta nada legal e no desafio eu não sei, me meter numa fria.

Principalmente com Aline aqui, ela tem se mostrado ser uma mega naja, no começo até gostamos dela e pensamos não ser até tão ruim, mas ela é totalmente possessiva e nós somos prova disso, Hayes não pode sair do lado dela que ela apronta um drama danado, Cameron mesmo diz que ela é um tormento, mas ele tem mais certezas do que todos nós pois o menino de olhos azuis que está na minha frente me encarando com aqueles olhos lindamente azuis que me fazer ir pro mundo da lua, pare Eduarda ele namora!

Ah, ele namora. Um suspiro escapa de meus lábios, logo na minha primeira paixão eu já parto a cara. Ela não podia ser solteiro? Ele diz me amar mais nunca deixa ela, sempre está aos beijos com ela, e tudo mais. Ele não percebe que machuca tudo isso?

- EDUARDA!- Pulo de susto com o grito do Matt do meu lado e todos riem, olho brava para ele e me recomponho rapidamente no meio dele e de Cameron, olho para frente e Hayes sorri bobo para mim. – Você vive no mundo da Lua! Até o Carter e Aaron já estão aqui, você tá a 15 minutos olhando pro nada.- Ele fala rindo.

- O que o mundo da lua tem de tão interessante, Duda?- Nash pergunta e da uma risadinha.

- Nada demais, eu apenas gosto de pensar.- Na realidade tem sim e são lindos olhos azuis, Nash.

- Sei!- Shawn fala.

- Até você, Chão?- Eu pergunto.

- Por quê você me chama desse jeito estranho?- Ele faz uma cara confusa e totalmente fofa.

- Nas minhas aulas de idioma eu aprendi essa palavra e ela é semelhante ao seu nome, é mais legal te chamar assim.- Quem dá uma risadinha agora sou eu.

- Tá galera, Duda já voltou para terra, vamos jogar!- Lox fala animada e pega as garrafas da mão de Carter. A campainha toca.

- As pizzas chegaram.- Anuncia Aaron indo atender a porta.

- Hoje a gente não joga.- Lox fala entediada e meu coração dá até cambalhotas de felicidade.

- Sério?- Eu falo esperançosa.

- Lógico que vamos jogar!- Aline me responde e revira os olhos. – Amor, pega água para mim? – Ela se vira para Hayes que se levanta com um olhar ~raivoso?~ e vai buscar água para namorada dele.

- Bem poderíamos comer depois do jogo. – Carter sugere e Aaron passa na sala em rumo a cozinha com as pizzas em mãos.

- Sim!- Lox é a primeira a falar e Aaron volta junto de Hayes que trazia água para Aline.

- Podemos começar agora?- Matt pergunta.

- Vamos lá!- Shawn afirma e Lox coloca a garrafa no centro da mesa.

- O bico pergunta, e o fundo responde.- Nash diz e todos concordamos assim começando a jogar.

 

Depois de 20 minutos jogando, estávamos bem loucos, Taylor pagou tanto desafio que eu não sabia se ria ou chorava por ele, a cada coisa que ele fazia todos riamos, especialmente Matt que parecia que iria dar vida a uma criança de tanto que ria. Eu não paguei desafio nenhum e nenhuma verdade, a garrafa não parou nem um momento se quer em mim e eu agradeço por isso.

- Duda.- Aline sorri, oh senhor para que eu fui falar? – Verdade ou desafio?

- Desafio.- Decidi mi arriscar um pouco, e Taylor, Hayes, Cameron e Aaron me olham preocupados.

- Te desafio a assumir sua paixão extremamente ridícula pelo Hayes, que está pouco se lixando para você enquanto você sofre pensando que ele gosta de você todas as noites enquanto dorme. Te desafio a falar para todos aqui que foi mantida em cárcere privado pelo próprio pai depois que ele assassinou a  sua mãe na sua frente. Te desafio a falar quantas vezes você chorou por conta de querer ir para o colégio como uma adolescente normal, a dizer que seu pai está preso. Te desafio a contar a sua vida que você sempre fugiu e não falou para ninguém aqui na roda por quê sabia que todos teríamos pena ou nos afastaríamos de você. Ridícula!- Aline sorri maldosa e todos me olham, realmente não é assim que eu queria que ele soubessem.  Eu estou estática, não sei o que fazer nem mesmo como agir, eu tinha um pressentimento mal sobre esse jogo e mesmo assim topei entrar nele.

- ALINE!- Hayes grita raivoso e puxa ela para fora da sala furiosamente.

- Não se sinta mal por isso, Duda.- Os braços de Lox me confortam.

- Eu não queria que vocês soubessem assim.- Eu sinto a primeira lágrima descer.

- Você tinha que contar quando estivesse pronta, isso foi uma filha da putagem da parte da Aline, que vontade matar aquela garota!- Taylor fala raivoso.

- RT no que o Taylor disse.- Todos falam em coro.

- Se a Karol estivesse aqui, isso tinha virado maior barraco.- Carter traz lembranças da minha amiga.

- Com certeza.- Eu concordo. – Mas, sério, desculpem por isso. Isso foi uma humilhação para mim.

- Não se sinta humilhada. Você  é melhor que ela, não se importe com isso somos seus amigos de todas as horas.- Nash diz e logo era um abraço em grupo.

EDUARDA MANZOLI POV’s  OFF

 

HAYES GRIER POV’s

Depois de Aline ter dito todas aquelas coisas para a Duda, uma raiva enorme me consumiu e eu a puxei bruscamente para fora no jardim.

- VOCÊ FICOU LOUCA?- Eu gritei e a puxei para minha frente.

- EU APENAS FALEI A VERDADE SOBRE AQUELA BASTARDA, HAYES.- Ela grita de volta e tenta se soltar.

- COMO VOCÊ DESCOBRIU TUDO AQUILO?- Eu pergunto, o meu sangue está quente rodando pelas minhas veias, e ela se cala.- VAMOS ALINE, FALA AONDE!- Eu exigi.

- Não interessa!- Ela tenta novamente se soltar.- ME SOLTA!- Ela grita.

- Pois não solto.- Eu digo e a aperto mais.- Você é uma mimada sem fundamentos e que vai morrer sozinha sem amigos. A partir de agora nós não temos mais nada, nem se quer você me controlar por conta de uma chantagem.

- Meu pai demitira o pai do seu amigo.- Ela sorri sínica.

- Não ele não vai, seu pai é bom demais para fazer isso. –Eu fui mais sínico ainda.

- Você que pensa.- Ela diz.

- Não Aline, você que tem que pensar. Você não é gente é um monstro, nunca mais fale mal da Duda, nunca mais se aproxime dela, muito menos de mim. Nós não temos mais nada e todas as gravações das suas chantagens serão apresentadas para o seu pai, sim eu gravei. Agora toma um banho para assimilar que quem joga mal sempre se perde nele.- Eu a empurrei na piscina. – E não precisa voltar para dentro, você não merece respeito de ninguém!

Ouço palmas atrás de mim e olho vendo Taylor sorrindo.

- Isso ai Mini Grier.- Ele diz vem ao meu lado e coloca as mãos na cintura, sempre másculo. – Algo você aprendeu vendo os meus barracos com a Karol.

- Vamos para dentro.- Eu digo e começo a andar para dentro, os meninos estavam lá menos Cameron, Aaron e Lox que deveriam estar com a Duda.

- A Duda foi lá para cima com a Lox, Cameron e Aaron foram tomar banho por que são os únicos que não tinham tomado.- Nash me fala e eu faço cara de ‘aah´

- Bem vou subir me deitar também, falou!- Nem dou tempo de responder e subo as escadas pro quarto onde eu dormiria com a Aline e apaguei pensando na minha garota.

HAYES GRIER POV’s  OFF

EDUARDA MANZOLI POV’s ON

Já são por volta das duas da manhã e eu ainda preguei os olhos. As palavras da Aline rondam minha cabeça de maneira agoniante, eu queria que elas fossem embora, mas elas queriam ficar. São como vistas indesejadas, você não quer venha, nem fique. Me levantei da cama de Cameron que dormia do meu lado e saí andar pelo corredor. Entrei no quarto da frente aonde estavam Lox e Aaron no chão, e por um momento eu senti falta do Jacob ali. Saí vagando por todos os quartos e decidi ir até a cozinha. Fui em direção as escadas e desci calmamente, sem cair, Deus é pai.

A luz da cozinha estava acesa, mas todos estavam dormindo, entrei na mesma e não havia ninguém, Aaron deve ter deixado acesa. Fui até a geladeira e peguei refrigerante e depois até o armário alcançando um copo e colocando o líquido no mesmo. Tampei o refrigerante e me virei para guarda- lo mais dei de cara com Hayes, que surgiu como uma assombração ali, ele sempre faz isso e eu deixei o litro cair no chão.

- Você é muito assustada!- Ele afirma.

- Você sabe disso, e faz de propósito!- Eu acuso.

- Claro que não.- Ele faz pose de ofendido mas eu pego o litro no chão e passo por ele indo até a geladeira e guardando. – Sabe não estou mais com a Aline.- Ele solta e eu paro por alguns segundos, mas logo volto ao normal, lógico que eu to feliz mas cara não preciso mostrar isso logo agora.

- E?- Me fiz de idiota.

- Não faça de tonta Eduarda, não cola para você, todos sabemos que você é bem espertinha.- Ele diz e se aproxima, seus olhos estão tão azuis.

- Se afasta Hayes.- Eu tento sair daquele aperto que ele me colocou e não consigo.

- Eu não consigo me afastar de você, você é a maior droga Eduarda Manzoli. Mas é a droga que só eu posso provar. É tão linda e inocente. Eu te devo explicações e eu vou falar agora.

- Eu não quero escutar, Hayes, me deixa sair.- Eu peço calmamente.

- Aline me chantagiava eu nunca quis ficar com ela, eu sempre quis você, ela fazia o máximo para eu ficar longe de ti, mas suas chantagens eram inúteis para mim, eu gravei boa parte que ela usava as chantagens a favor dele e de um relacionamento que ela nunca iria conseguir. Eduarda, eu nunca queria ter me afastado de você daquela maneira, mas no momento foi preciso, eu tive medo dela cumprir o que dizia, mas eu reverti a situação por você, por nós.- Eu não sei o que fazer. Não sei o que fazer. Só sei de uma coisa, Aline é uma cachorra.


Notas Finais


Espero que tenham gostado e comentem o que estão achando!
Muitos sorrisos. :D

- Karolo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...