História Imagination - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lily Collins, Magcon, Shawn Mendes
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Lily Collins, Nash Grier, Shawn Mendes
Tags Drama, Melhores Amigos, Romance, Shawn Mendes
Visualizações 144
Palavras 2.129
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


LEIAM AS NOTAS FINAAAAAAAAAAIS

OTP FORTEEEE
TEAMHAYES OU TEAMSHAWN?

BOA LEITURA!

Capítulo 5 - I don't want to lose


P.O.V Alice West

Quem diria que em um dia consegui ter um diálogo com Shawn, ouvir sua voz, sentir o cheiro doce do seu quarto, era tudo que eu mais quis durante esses últimos anos e parecia que para Shawn foi a mesma coisa.

Depois de almoçar, subi para o meu quarto e revirei o guarda roupa atrás de uma roupa para sair com Hayes. Ah, Hayes. Como alguém conseguiu confundir meu coração em apenas um dia? Eu gostei dele, mas algo me impede de prosseguir com algo a mais de que amizade, algo ou alguém. Mandei mensagem para Alana pedindo ajuda, como já esperava um surto, suportei várias mensagens chegando a todo instante.

Hayes avisou que virá me buscar as cinco e que também, é para mim estar mais maravilhosa do que sou, cantada barata mas valeu a pena a tentativa. Por fim encontrei um moletom reconhecido, era dele, o meu vizinho panaca, sério que você ainda guarda isso Alice? — meu subconsciente gritou. Por um ato involuntário, segui meu olhar até a janela dele e para minha surpresa Ashley estava lá, sorrindo e lhe dando beijos por todo o pescoço.

Burra! Como pude ser tão burra a ponto de achar que voltaríamos ser alguma coisa, que poderia ser amigos novamente ou mais que isso. Talvez Alana esteja certa, está na hora de esquecer Shawn e ampliar meus horizontes. Só tem um problema nisso tudo, se em 10 anos eu não consegui, como agora vou conseguir? Eu queria tanto sumir dessa cidade, queria tanto esquecer que já tive uma vida nesse lugar e reconstruir um novo mundo, QUERIA TANTO!

Olhei para o moletom que ainda permanecia nas minhas mãos e o joguei contra a parede, desejando que em um passe de mágica aquilo desaparece. Pus a palma da minha mão na testa, já sentindo meus olhos lacrimejarem e suspirei pesado, não quero mais isso pra minha vida, nunca mais. Observei sem querer no final do closet um vestido azul bebê pendurado, ele era simples e tinha um decote razoável, nada chamativo mas também nada simples, perfeito!

Comecei a ouvir gemidos, será que o Shawn esquece que tem mãe e uma irmã mais nova morando nessa casa também? Revirei os olhos caminhando até minha janela e fechei a mesma para tentar abafar o som, continuou quase igual, mas valeu a tentativa. Por que o quarto dele tem que ser de frente ao meu? Não podia ser em outro lugar, tipo, no Canada?

Retirei o tênis ficando apenas de meia, prendi meus cabelos num rabo de cavalo e me deitei sobre a cama, fechando os olhos até adormecer.

(...)

O barulho do despertador despertou-me de um sonho maravilhoso, um que envolvia Harry Stiles, ah qual é, aquele humano é maravilhoso! Levantei-me com certa dificuldade, calcei minhas pantufas e olhei para o relógio que marcava três horas da tarde. Acordei cedo até. Meu celular apitou em cima da cômoda, arrastei-me até a mesma e vi que era uma mensagem de Hayes, um sorriso involuntário se formou nos meus lábios.

Nosso cinema está de pé ainda?

Eu: Claro 

Você não tem alguma criança pra levar não? Nash mandou cuidar da Sky :( desculpa

Eu: Não tem problemas Hayes, verei o que posso fazer.

Obrigado senhorita West, até as cinco.

Bloqueie o celular soltando um suspiro, não sei reconhecer para que lado foi, talvez decepção, mas entendo, Sky é muito importante para os dois, de acordo com Alana. Estralei meus dedos e pescoço, caminhei até o banheiro me despindo aos poucos até chegar ao mesmo totalmente nua. Observei meu reflexo no espelho, não entendo como garotas da minha idade conseguem ter uma bunda enorme e seios fartos, enquanto eu estou aqui, parecendo um mini palito.

Ignorei os comentários maldosos da minha própria mente e liguei o chuveiro, indo para debaixo do mesmo em seguida. É tão bom sentir a agua entrando em contato com seu corpo, levando toda a tensão do dia ralo a baixo e dando um sensação de livramento, agua é um elemento mágico na minha opinião.

Ao terminar, sai do banheiro enrolada na toalha e segui até o closet, vestindo o vestido em seguida. Não conhecia outra criança além de Ally e Caio o irmão mais novo de Alana, então vai a minha vizinha mesmo, não quero papo com seu irmão mas sinto saudade dela e suas baboseiras e brincadeiras, Ally merece o mundo por ser tão nobre.

Calcei meus chinelos e penteei o cabelo, mandei uma última mensagem para Alana e respirei fundo antes de descer. Meus pais não haviam chegado ainda, na verdade não faço a mínima ideia de onde eles possam estar, só espero que bem. Destranquei a porta por dentro, ouvi uma risada conhecida e bufei ao ver quem estava no quintal da casa ao lado, além dos casais 2.0, também estava Matthew, Cameron e os Jacks, que aparentemente parecem legais mas conhecendo direito são extremamente irritantes.

O fato de poder levar um não de Ally na cara dura me deixou um pouco tensa, mas respirei fundo e ignorei, existe algo pior do que passar em frente a Shawn Mendes e seus amigos? Eu tenho certeza que não. Adentrei em seu quintal atraindo a atenção de todos, inclusive o olhar raivoso de Ashley, permaneci fixa em ir até a porta sem sair correndo, mas senti minhas pernas vacilarem e minha garganta secar, VAMOS ALICE VOCÊ CONSEGUE!

— Alice? — Shawn parou a uns centímetros de mim, enquanto os outros ainda me encaravam. — Onde está indo?

— Na sua casa? — perguntei como se fosse obvio. Shawn arqueou a sobrancelha e cruzou os braços. — Quero falar com a Ally e com a sua mãe, pode me dar licença?

— O que essa garota está fazendo aqui amor? — Ashley se aproximou e abraçou Shawn por trás que abaixou o olhar na hora. — Será que pode sair daqui?

Abri a boca para me defender, mas uma voz atrapalhou.

— Alice! — Ally assim que me viu veio para um abraço e encheu minha bochecha de beijo. — Estava com tanta saudade! Veio brincar?

— Eu também estava com saudades pequena! — disse e baguncei seus cabelos de leve e olhei para Shawn que sorria enquanto Ashley mantinha a expressão fechada. — Tia Karen está Shawn? — ele assentiu. — Obrigada, vamos Ally? Até mais Ashley. — dei tchau com as mãos e adentrei na casa. Como você tá rebelde Alice.

(...)

Já estava mais que pronta, minhas mãos soavam e soltava Hayes chegar com Sky para irmos e aproveitar o quase encontro. Deixei um bilhete na mesa avisando minha mãe ou meu pai.

A campainha tocou, com muito esforço caminhei até a porta e abri a mesma, quase perdi meu fôlego, Hayes estava lindo. Paralisei, ele mantinha um sorriso no rosto maravilhoso, céus isso é uma perdição. Fui acordada dos meus pensamentos com um puxão no meu vestido, remexi a cabeça e olhei para a cabeleira loira, deve ser a Sky.

— Oi, você deve ser a Sky. — disse com um sorriso no rosto. — Sou Alice.

— Oi. — ela sorriu. — Hayes sua namorada é bonita.

Tenho certeza que corei.

— Sky ela não é minha namorada. — Hayes disse percebendo meu desconforto. — Ainda não.

Meu rosto virou um tomate, certeza.

— Mas ela devia ser mesmo. — Sky rebateu.

Certo, posso virar um avestruz agora?

— E-eu vou ir chamar a Ally e já volto. — falei tentando não parecer nervosa, missão falha já que quase tropecei no meu pé e cai de bunda no chão.

(...)

Optamos por assistir procurando Dory por conta das meninas, apesar da diferença de idade Ally e Sky se deram bem e mal deram trabalho, bom não para o meu bolso. Adentramos na sala, sentou-se Ally, Sky, Hayes e quando ia para me sentar ao lado da minha vizinha, Hayes me puxou e acabei me posicionando ao seu lado mesmo. Merda.

Estava tudo indo perfeito, até que uma mão segurou a mão, a mão de Hayes. Arregalei os olhos ainda sem encará-lo, não tenho esse nível de coragem ainda, se bem que acho que nunca terei. As meninas estavam fixas ao painel na nossa frente, o que deve ter facilitado o trabalho de Hayes para puxar meu rosto próximo ao seu lado, droga perto demais. Engoli seco observando com certa dificuldade os azuis penetrantes dos olhos de Hayes, por um momento hesitei, mas que mal faria? Fechei os olhos aproximando, consegui sentir sua respiração se fundindo com a minha e uma lembrança indesejada ocorreu.

O sorriso de Shawn.

Abri os olhos e me afastei, Hayes olhou sem entender nada e a minha única reação foi murmurar um desculpa e tentar prestar atenção no filme. Não adianta, por mais que eu tente nunca vou seguir em frente tendo o Shawn perto de mim para me lembrar que tenho sentimentos por ele e que, a barreira que um dia construí para esquece-lo estava prestes a ser derrubada.

Após o filme acabar, Hayes e eu não trocamos se quer uma palavra, apenas de vez em quando conversávamos com as meninas e nos olhávamos de relance, aquilo me matou. Após sairmos do shopping, Sky e Ally capotaram no carro, deixando eu e Hayes praticamente sozinhos.

— Hayes me desculpa. — decidi quebrar o silencio entre nós. Hayes soltou um suspiro longo.

— Tudo bem Alice, sei que fui rápido demais até porque nos conhecemos hoje. — sorriu.

— Isso vai acontecer um dia, só tenha paciência! — disse e o carro parou. — Obrigada por hoje blue eyes. — depositei um beijo em sua bochecha.

Acordei Ally até porque não aguentaria carregar a mesma até sua cama e deixei na casa de Karen. Segui para a minha tentando raciocinar o que havia acabado de acontecer, e tentei entender qual é o meu problema, por que não sou capaz de seguir em frente.

Adentrei em casa e encontrei minha mãe na cozinha preparando o jantar, dei um beijo em sua bochecha e a mesma sorriu para mim.

— Então como estava o cinema? — perguntou.

— Foi bom.

— Estava com quem?

— Ally, Hayes e Sky a irmã mais nova dele.

— Seu namorado?

— Não. — ri. — Ele é bacana, mas não sei se poderia ter algo com ele.

— Mas se não tentar, nunca vai descobrir. — ela disse. Só minha mãe sabe o quanto eu sofri esses anos por gostar de Shawn, por não tê-lo mais por perto e não sermos mais amigos.

— É quem sabe. — dei de ombros. — Vou dormir, boa noite mãe.

Não esperei a mesma responder e subi correndo para o meu quarto, trancando o mesmo e trocando de roupa. Peguei meu notebook, sentei-me sobre a cama e liguei o Skype precisava falar com Alana sobre meu quase beijo e queria ver sua reação, mesmo sabendo que ela iria me xingar.

Olá futura Grier. — brincou. — Como foi hoje?

— Foi bom, na verdade ele tentou me beijar e ...

— E? Vocês se beijaram né?

— Não, não nos beijamos e ele entendeu a minha parte.

O QUE? COMO VOCE NÃO PODE BEIJAR MEU FUTURO CUNHADO?

— Alana, olha amanhã eu te explico tudo e o motivo está bem?

Tudo bem, até amanhã Alice.

Fechei a tela do notebook e coloquei-o sobre a escrivaninha, meu corpo estava começando a soar e só ai percebi que minha janela estava fechada. Soltei um suspiro preguiçoso e caminhei até a mesma abrindo-a, má hora. Shawn estava na minha sacada, com uma cara que não era das melhores e eu conhecia aquela expressão, não tem pra onde correr não?

Dei dois passos para trás engolindo seco, Shawn se aproximou e adentrou no meu quarto ficando alguns centímetros de mim.

— O-o que aconteceu? — minha voz vacilou enquanto eu tentava alcançar a maçaneta da porta, céus como aquele olhar me dava medo e com o passar dos anos pareceu piorar. — O que houve?

— O que houve? Como você pergunta o que houve? — sua voz estava firme e um tom elevado surgiu. Bastou isso para minhas pernas ficarem ainda mais tremulas. — Você levou a Ally para sair como Hayes, você colocou minha irmã no meio para ir ficar com macho! Qual é o seu problema Alice? Se você é vadia, seja vadia longe da minha irmã!

Meu mundo desabou, como ele pode me tratar assim? Lágrimas começaram a escorrer, eu queria ter uma resposta na ponta da língua e jogá-lo contra a parede, fazer com que engolisse as próprias palavras! Mas foi como um tiro no peito, me senti um monstro, uma condenada a viver amando um cara que me chamou de vadia e que possivelmente me odeia.

— Alice... — Shawn murmurou se aproximando, olhei para o mesmo que me encarava arrependido. — Me desculpa, eu não queria dizer aquilo, eu odeio o Hayes e...

— Eu nunca faria uma coisa dessas. — disse. — Eu respeito sua família e respeito sua mãe.

— Eu sei. — ele suspirou e segurou meu queixo. — Eu perdi a cabeça quando Ally me disse, eu ... só não quero perder você de vez.


Notas Finais


OLAAAA, ENTREI DE FÉRIAS E ISSO SIGNIFICA QUE VEM MAIS FANFIC POR AI!
Já tenho QUATRO FANFICS preparadas aqui, estão a ponto de ser postadas, sério essas férias prometem! Voces acharam que eu ia acaba com o otp não é? HA HA.

até semana que vem, xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...