História Imagine - Kim Taehyung - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags J-hope, Jin, Jung Hoseok, Jungkook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Park Jimin, Rap Monster, Suga
Exibições 108
Palavras 4.086
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Caralho, então...especial de 30 favoritos
Espero que gostem
Bjão

Capítulo 7 - Festa e pedido de namoro?


Fanfic / Fanfiction Imagine - Kim Taehyung - Capítulo 7 - Festa e pedido de namoro?

     Ester: ___! O que foi? Para de de andar rápido!
     ___: Nada! Eu...eu vou ficar um pouco aqui até o sinal tocar. Se quiserem ir, podem ir.
     Rafa: Olha, não é porque eu não me preocupe com você, mas eu to morrendo de sono. Então to indo, converso com você hoje de tarde. Beijo.
     ___: Beijo. Mas é melhor alguém voltar com você, é bem perigoso.
     Ester: Vai lá Gaby, eu já to indo, eu alcanço vocês.— A Gaby só concorda com a cabeça, nos abraça e vai embora.
     Ester: O.k.! O que deu em você?
     ___: Nada, realmente não aconteceu nada!
     Ester:Aham, me engana que eu gosto! Qual é, porque começou a andar rápido, literalmente quase correndo?
     ___: Porque o meu amigo é falso, muito falso.
     Ester: Quem?
     ___: O Taehyung.
     Ester: Aquele que tava se pegando com aquela guria?
     ___: Sim, aquela guria que eu briguei no intervalo e foi suspensa. Aliás, nem sei o que ela ta fazendo aqui, ainda tá suspensa.
     Ester: Vey, você brigou no colégio? Apesar de ser errado eu queria esta presente para poder ter visto. Deve ter sido louco.
     ___: Nem tanto. A briga foi bem bostinha.
     Ester: Mas tu machucou ela ne?
     ___: Sim, relaxa. Hahaha!
     Ester: Minha pequena, só que não. Eu tenho que ir, se cuida. Conversamos melhor em casa. Tchau.
     ___: Beleza, tchau pequena.
     Vou para um pouco mais longe e me sento embaixo de outra árvore. Fico aqui encostada na árvore e sentada no chão. Então pensamentos invadem a minha mente: Taehyung me provou ser falso. Mais uma prova se que não tenho que confiar em ninguém, não sou obrigada e tampouco eu vou. tenho três pessoas a confiar e vai ser essas que vou confiar o resto da minha vida, que elas estão comigo, em todos os sentidos.
     Fico aqui pensando em matar o horário, já que era matemática. Penso e decido em ficara aqui mesmo. Caralho, eu tenho uma puta sorte da Carolina não ser da minha sala.
     Pego o meu caderno, uma caneta e meu celular. Coloco em uma música eletrônica no médio, naos seria burra de colocar no alto para alguem me pegara qui matando aula. Abro o caderno e escrevo frases que vem na minha cabeças. Como: Não confie em ninguém além de si mesma; Por fora você está sorrindo, por dentro não existe mais nada. E mais coisas desse tipo.
     Depois de um tempo escrevendo começo a desenhar. Faço uns desenhos tipo do horizonte que estava vendo, só que de vários ângulos.
     O sinal toca então entro no colégio. Agora era aula de física. Entro no corredor que vai para a minha sala, estava com alguns alunos fora de sala. A porta da minha sala estava aberta, então entro e vejo que hoje a sala tava bem cheia. Vejo na sala os meninos, até mesmo o Taehyung.
     Me sento no meu lugar sem falar com ninguém, mas o Jimin vem e me da um abraço.
     Jimin: Onde você estava?
     ___: Matei aula.
     Jimin: Sabe que perdeu o conteúdo novo né?
     ___: Agora sei.— Dou um sorriso fraco olhando para a parede ao meu lado.— Bora lá no Hoseok.
     Hoseok: Oi ___.
     ___: Oi Hoseok. Está melhor?
     Hoseok: Sim, sim. Matou o primeiro horário?
     ___: Sim.
     Hoseok: Eu não sabia que você era dessas ___.
     ___: Vai por mim, nem eu. Mas eu não matei aula só por matar, eu fiquei conversando com uma amiga.
     Tae: Era uma baixinha de óculos?— Um poste brota do meu lado.
     ___: Sim, porque?
     Tae: Veio tirar satisfação comigo na entrada.
     ___: E o que eu tenho haver com isso?
     Tae: Você tem que ter cuidado com quem você faz as tuas amizades!
     ___: Pode deixar, tenho cuidado disso desde quando eu conheci você.
      Tae: O que você quer dizer com isso?
     ___: Cara! Você acha que eu não vi você se agarrando com a Carolina?
     Tae: O que? Nós estávamos conversando!
     ___: Sim, a sua língua com a dela.— Me sento no meu lugar deixando ele plantado lá.
     O Professor entra na sala e começa a dar a aula. Por incrível que pareça a aula estava muito interessante.

Pov's Taehyung:

     Mas que caralhos? Eu só estava conversando com a Carolina. Ela me forçou um beijo, mas eu a empurrei segundos depois. Mas ai o sinal toca, a Carolina se de vista, e vou entrar no colégio, mas sou “barrado” por uma baixinha de óculos.
    
                                   ≈≈≈≈Na entrada≈≈≈≈

     —“Você tem merda na cabeça ? pode!”— Disse a tampinha.
     —“Do que você ta falando?”— Mas que porra ela tava falando?
     —“De nada! Se resolve com ela.”— A tampinha vai embora e me deixa aqui sem entender.

≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈

Po's ___:

     O sinal toca avisando que na nossa sala a aula era de química.
     —Festa hoje na minha casa! O endereço ta no quadro, espalhem para o colégio! Apartir das 18:00 ja podem vir!— Disse um garoto subindo em cima da mesa do professor.
     Mas ai a professora entra na sala e acaba ficando um tédio. Os minutos se rastejam para passar, mas felizmente a hora passa e o sinal toca nos liberando para o intervalo.
     ___: Jimin, você vai na festa?
     Jimin: Vou, e você vai né?
     ___: Acho que não. Tenho muita coisa pra fazer, tipo dormir.
     Jimin: Ah ___, vai! Vai ser legal.
     ___: Ta bom, vou ver. Se der eu vou. Prometo.— Digo assim que chegamos no refeitório.
     Não tava afim de ir nessa festa. Mas sei lá, sair um pouco vai ser legal, eu acho. Vou chamar as meninas pra vir comigo, seu for.
     Me sentei ao lado do Jimin e do Yoongi, de novo ;-;. Hoje poderia ser segunda, assim as meninas já estariam aqui comigo.
     Yoongi: ___, você não disse que as suas amigas iam vir estudar aqui?
     ___: Sim, disse!
     Nam: Cadê elas?
    ___: Elas estão em casa! Vão vir do segunda.
     Yoongi: Atá.
     Hoseok: Vocês vão na festa que o Marcus vai dar hoje as 18:00?
     Seokjin: Caraca, Marcus vai dar uma festa? Quanto tempo, eu vou. As festas dele eram legais, essa também deve ser.— E todos concordam com a cabeça afirmando que vão.
     Jimin: A ___ disse que não vai querer ir.— Dou um empurrão nele, que faz rir.
     Nam: ___, devia ir. Vai ser legal.
     ___: Acho que vou. Não tenho mesmo o que fazer, só dormir.
     Ficamos conversando até o tempo passar. Mas eu e o Taehyung não trocamos palavras  um com o outro e nem olhamos um no outro.
     ___: Meninos vou lá no banheiro. Volto já.
     —Ta bom!— Falaram o Namjoon e o Jimin.
    Chego no banheiro e desbloqueio a tela do meu celular.

___: Ester, por curiosidade. Vice falou com o Taehyung?

Ester: Sim, por que?— Me responde no mesmo segundo.

___: Nada, era pra saber. Nós discutimos na sala.

Ester: Rolou porrada?

___: Ester, ele.é um garoto!

Ester: Idaí? Nada impede de você de dar um tapão na cara dele.

___: Impede sim. Eu sou medrosa nesse ponto, não conheço ele direito para saber a reação dele. Se ele fica na dele, ou vem pra cima de mim.

Ester: É, você esta certa!

___: É, eu sempre estou. Mas o que eu queria te falar mesmo era que se vocês querem ur a uma festa comigo as 18:00.

Ester: Por mim eu vou. Vou falar com as meninas, ai quando tu chegar aqui vamos tentar convence-las se não quiserem.

___: Ta bom. Bjão, to indo pra aula.

     Saio do banheiro e vou nos meninos. Eles estão...fazendo guerra...de água? Eu não acredito.
     ___: Wowowow! Parem com isso, bando de crianças.
     Jimin: Que o que! ÁGUA NELA!— Jimin grita apontando para mim.
     ___: NÃO, NÃO, NÃO! JIMIN VAI TOMAR NO CU!
     Assim que sou atingida por ele, pego um copo que estava em cima de uma mesa qualquer e encho de água tacando no Jimin. Ficamos brincando, mas eu paro e percebo que somos os únicos no refeitório.
     Diretor: Parabéns, agora vocês vão limpar o refeitório inteiro. Começando agora. Se não vão levar suspensão— O capeta do diretor aparece do nada.
     Assim que ele da as costas o Jungkook joga o restinho de agua que estava no copo dele no meu rosto. Aproveitando o que tinha no meu copo também, repito a ação do garoto.
     Seokjin: Beleza, já deu! Vamos logo limpar.
     Yoongi: Isso o Jin ta certo, Namjoon e Jin limpam aquele lado. Hoseok, Jimin e Kook limpam aquele lado e a ___ limpa o outro lado com o Tae. Vamos!
     Hoseok: Ta, e o que você vai fazer mesmo?
     Yoongi: Vou ver, lógico!
     Hoseok: Nada a ver! Eu e você vamos limpar aquele lado ali.
     ___:  Calma ai, eu vou ficar com o Jimin. Posso?
     Seokjin: Então você fica com o Jimin, eu com o Namjoon, Yoongi com o Hoseok e o Tae com kook. Vamo logo, porque não to afim de ser suspenso não.
    Eu e o Jimin terminamos de limpar o nosso lado e ficamos em uma mesa esperando o Yoongi e o Hoseok acabar. A cena era engraçada, o Yoongi tava com preguiça e ficava enrolando o que deixava o Hoseok com raiva. Tava muito engraçado.
     Em fim o sinal do último horário tinha tocado e todos já tinham acabado. Queríamos ficar no refeitório, então pegamos as nossas mochilas na sala, falando para o professor que ainda estávamos limpando o refeitório. Nos sentamos em uma mesa e fomos fazer o que queríamos. Nam estava lendo um livro com o Kook. Hoseok, Yoongi, Taehyung e Jin estavam conversando. Então eu chamei o Jimin para ouvir música comigo. Sentamos em baixo da cerejeira e começamos a cantar Dear No Onde da Kelly Tori, eu amo essa música.
     O sinal para ir embora toca e somos os primeiro a sair. Vejo no meu celular e tenho uma mensagem do meu irmão.

Gui💚: Assim que você sair do colégio me liga.

     Foi o que eu fiz, coloquei no número dele que atendeu no terceiro toque.

___: sai do colégio.

Gui: Ta, fica ai. Vou te buscar.

___: Ta bom. Beijo.

Gui: Beijo.

  Porque de repente ele vem me buscar?
     Jimin: Quem era?
     ___: Meu irmão.
     Tae: O Guilherme está vindo?— Que garoto intrometido.
     ___: Sim.— Digo simplista sem olhar apara ele.
    
Gui💚: To chegando.

___:Ok!

     03 minutos depois ele chega em um carro e a Bethe no carro dele.
     Tento disfarçar a minha alegria, mas é impossibilitada. Saio correndo na direção do Gui e depois dou um outro abração na Bethe.
     Gui: Pequena, esse é o seu carro. Seja feliz.— Mentira, ele me deu uma Lamborghini verde clara. Caralho, que moleque filho da puta. Amei.
     ___: Obrigada Gui. Eu te amo.— Dou outro abraço nele.— Gui você lembra da Ester, da Gaby e da Rafa?
     Gui: Sim, e o que que tem elas?
     ___: Elas estão lá em casa!!
     Gui: A Rafa? O Gustavo veio com ela?
     ___: Não que eu saiba, só ela mesmo. Porque Gui?
     Gui: Só queria saber mesmo.
     ___: Mas Gui, faz muito tempo que eu dirigi.
     Gui: Relaxa, você vai se dar bem, haha!
     ___: Gui e Bethe, vem comigo aqui, quero apresentar os meus amigos pra vocês.— Puxo o Gui pela mão ate encontrarmos os meninos.
     ___: Aqui! Gui, esses são o Jimin, Namjoon, Yoongi, Jin, Hoseok, Jungkook e o Taehyung que você já conhece. E meninos esse é o meu irmão, o Guilherme e a namorada dele a Bethe.— O povo da uns oizinho.
     Gui: Pequena, eu e a Bethe temos que voltar para o trabalho.— Só concordo com a cabeça.— Tem uma surpresa pra você em cima do banco.— Ele cochicha pra mim no abraço.
     ___: Tchau Gui. Tchau Bethe. Beijão.— Falo vendo o Gui acelerar no carro dele com a Bethe dentro.
     Nam: Seu irmão é muito legal. Você tem sorte___.
     ___: Meu irmão tem o lado da luz que é qual eu posso ver, e ele também tem o lado do escuro, o lado de qual eu nada vejo.— Falo abrindo a porta do carro.
     Em cima do banco tinha dois envelopes. Abro eles e vejo um monte de dinheiro. Caralho, meu irmão ficou rico, foi?
     ___: Meninos, to indo! Querem que eu eve alguém?— Custava nada eu perguntar. Eles fizeram não com a cabeça então eu entrei no carro e fui para a minha casa.
     Abro a porta, entro, jogo a minha mochila no sofá, fecho a porta e vou para a cozinha. Almoço, e vou para o quarto da Ester. Bato na porta e ela me deixa entrar.
     ___: Então, as meninas vão para a festa?
     Ester: Elas concordaram. Mas onde vai ser?
     ___: Na casa do menino da minha sala.
     Ester: Está pensando em ir com qual roupa?
     ___: Ah, sei lá. Uma calça jeans com uma blusa?
     Ester: Não, nada disso. Nós quatro vamos de vestido, já até separei as roupas pras meninas, sei que elas iriam falar a mesma coisa que você.
     ___: Não que eu não goste de vestidos. Mas porque vestido?
     Ester: Porque de vestido tu vai ficar mais apresentável a esse tipo de festa. Vai por mim.
     Só concordo com a cabeça. Estávamos no meu quarto horas escolhendo entre três vestidos, um vestido azul marinho, aberto nas costa e que vai ate a metade da coxa, com um vestido verde claro misturado com branco, vai a também ate a metade da coxa e tinha um decote médio. E o outro vestido era um vermelho cor de sangue que também vai ate a metade da minha coxa.
     Escolhemos o verde misturado com branco. Claro. De repente a Gaby e a Rafa brotam no quarto. A Ester deu a ideia de pintarmos as pontas do cabelo. Já que estávamos atoa mesmo, fomos ao salão.
     Eu pintei de verde. Lógico. A rafa pintou de azul. A Ester de vermelho e a Gaby de roxo. Fomos a uma loja de sapatos e compramos uns três par pra cada.
     Rafa: Oxê ___! Agora que eu fui ver. Quem te deu esse carro?— Caralho, elas são mó desligada. Só agora que elas perceberam o carro.
     ___: O Gui foi hoje lá no meu colégio me dar. Lerdas.— Falo soltando um sorrisinho fraco.
     Voltamos pra casa e nos arrumamos até dar o horário.
     Gaby: ___, me ajuda com a maquiagem?
     Rafa: Também to precisando de ajuda na maquiagem, me ajuda ___?
     ___: Calma ai gente, porque eu comecei a minha agora.
     Termino e vou ajudar as meninas. Acabamos mais ou menos 18:17. Pego a minha bolsa e coloco meu celular, fones de ouvido, dinheiro e passo um batom vermelho, se não eu acabaria esquecendo.
     Vou para a sala e vejo todas lá.
     ___: O.k.! Todas estão prontas?
     —Sim!— As meninas concordam e entramos no carro.
     Gaby: Mas ___, se quisermos ir embora vamos poder ir?— Gaby não era muito de festa, não gostava de lugares muitos cheios.
     ___: Se não quiserem ficar mais na festa podem me falar que eu dou um jeito.
     Depois de uns 15 minutos andando no carro, achamos uma rua cheia de carros e uma casa bem iluminada. Procuramos vagas nos estacionamentos mas estava bem cheio. Se passado uns 10 minutos achamos uma vaga perto da casa e então estaciono.
     Já era praticamente 19:00 da noite. Chegando mais perto já avistamos um monte de pessoas no quintal, na casa e na piscina. Andamos mais um pouco e observamos tudo. Mas assim que a Ester viu comida em cima de uma mesa foi lá degustar cada sabor de cada alimento.
     Ester: Gente, eu tenho que experimentar. Beijão, se cuidem.
     Rafa: Meninas vou no meio da multidão pra ver se eu faço novos amigos. Preciso curtir um pouco. Tchau.
     Gaby: Vou pegar alguma coisa pra beber, quer algo?— Faço que não com a cabeça e ela só concorda.
     Vou andando mais um pouco e me sento na grama onde tinha pouca gente. Fico vendo o povo curtir, se embebedar, pular na piscina e zoando. Era bem da hora.
     Jimin: Vem curtir com a gente!— Ele se senta do meu lado.— Achei que você não iria vir.
     ___: Mas eu vim e trouxe mais gente!
     Jimin: Quem? As suas amigas?
     ___: Sim, devem estar ai perdidas.
     Jimin: Gostei do teu cabelo.— Disse pegando no meu cabelo onde estava pintado.
     ___: Ah, obrigada.
     Jimin: Aliás, você está linda.— Disse me fitando.— Toma, pega! Só para você não aceitar de um que tenham colocado drogas.— Disse me dando um copo com um pouco de álcool.— Vamos lá dentro, estamos jogando.
      Conrado com a cabeça e ele me guia pela mão. Entramos na casa e já vejo na sala uma rodinha dos meninos e algumas meninas, pra variar a Carolina estava lá. Puta! É isso que vem na minha cabeça quando a vejo. Puta!
     Jimin: O.k.!— Jimin diz e me leva até lá.
     Jimin se senta e eu me sento do lado dele e de um garoto desconhecido de minha pessoa.
     Carolina: Vai jogar pirralha?
     ___: Sim, por que? Problema?
     Carolina: Sim, a sua existência!
     ___: Vai por mim, a minha existência não é pior que a sua! 2Bj!
     Nam: Já deu vocês duas, credo! Vamos começar.
     ___: Calma! Que jogo é esse?
     Yoongi: O jogo da garrafa! Verdade ou desafio!
     Carolina: Que foi? Ta com medinho?
     ___: Não! Vamos começar!
     Namjoon então girou a garrafa que seu que o Yoongi perguntasse para o Namjoon que escolheu desafio. O desafio dele era beijar uma menina chamada Eduarda, conhecida como Duda. Desafio cumprido então o Yoongi gira a garrafa, que deu que o Hoseok perguntasse para uma guria que escolheu verdade. Perguntas bem desconfortáveis são feitas mas são respondidas. O tempo vai se passando e eu to que enche a cara. Fico pensando: ainda bem que até agora a garrafa não parou em mim. Mas é só pensar né?
     Carolina: Verdade ou desafio?— Porra, justo ela?
     ___: Desafio!— Digo sem pensar duas vezes.
     Carolina: Dê um beijo de língua no Jimin!
    Tento processar o que puta me fala então eu faço. Viro para o meu lado que se encontra um Jimin bêbado, logo nos beijamos e posso sentir o meu sangue mudar de frio para quente. Nossas atitudes são rápidas o que nem eu mesma consigo perceber o que eu estou fazendo. Minhas mãos se envolvem no pescoço do garoto, e as deles passeiam pelas minhas costas.
     Nam: Gente, já deu ne?— Le ignorado.
     Jungkook: Se for para se comerem, vão para um quarto, é melhor.
     Jimin: O.k ! Já paramos.
     Carolina: Tae, volta. Vamos continuar.
     Taehyung se levanta do chão e sai da casa.
     ___: Acho que já deu. Vou ficar lá fora.
     Me levanto, saio da casa e vou a mesa de bebidas lá de fora. Pego um copo cheio de algo que não sei o nome mas contém álcool e me sento em um banco que tinha por perto.
     Começo a berber e então percebo alguém se sentando ao meu lado.
     Jimin: Então, gostou do beijo?
     ___: Sim, foi gostoso.
     Jimin: Repetiria?
     ___: Talvez.— Assim que o respondo, sinto seus lábios colando junto aos meus.
     Tento me soltar dele mas parecia ser impossível, o menino era bem mais forte do que eu. Mas aos poucos me entrego ao beijo.
     ___: Olha Jimin, eu vou procurar as minhas amigas.— Me levanto do banco e procuro as meninas na festa com os olhos. Achei a Rafa se embebedando no meio povo. Achamos a Ester dentro da casa comendo o que tinha lá. E por ultimo achamos a Gaby no local onde menos pessoas tinha. Atrás da casa se embebedando também.
     ___: Gente vamos embora?
     Rafa: Vamo, to cansada. Quero dormir.
     Concordamos em ir pra casa, mas assim que vamos passando pelas pessoas. Sem querer, meu olhos encontram o Taehyung se pegando com a Carolina. As meninas continuam a andar, mas as minhas pernas travam, por alguns segundos meu coração para junto com a minha respiração. Fico lá parada que nem uma besta olhando aquela cena. Até que os dois pombinhos resolvem se separar do beijo. Taehyung me encara, então crio forças e começo a correr.
     Volto ao mesmo lugar onde eu achei a Gaby minutos antes, mas agora encontrando o Jimin sozinho de costas, que se vira ao notar a minha presença.
     Jimin: Quer mais minha pequena?
     ___: Jimin espe...— Sou interrompida pelos lábios dele, que estou começando a me acostumar.
     Mas seus lábios são tirados dos meus com brutalidade. Quando percebo Taehyung esta na porrada com o Jimin no chão. A única coisa que penso é em sair dali. Então sigo os meus pensamentos. Mas assim que estava pra pisar na rua para chegar ao meu carro onde as meninas estão, sinto uma mão segurando o meu braço.
     Tae: ___, que porra foi essa?
     ___: Eu que te pergunto Taehyung!
     Tae: Como assim? Foi eu que fiquei me esfregando com o Jimin hoje?
     ___: Foi o desafio que a tua namorada me passou!
     Tae: Ela não é a minha namorada!
     ___: Aham sei! Toda vez que eu vejo vocês dois estão se pegando!
     Tae: Ela que força o beijo!
     ___: E tu gosta né?!
     Tae: Isso não vem ao caso!
     ___: Ah, quando é com vocês é: “Isso não vem ao caso!” né?! Olha se você quiser ficar com ela, pode ficar, o problema não é meu! Mas ver você batendo no Jimin só por que trocamos uns beijos hoje, foi a gota d’água!
     Tae: Escuta aqui, eu não quero ver você mais nem perto e nem beijando o Jimin!
     ___: Da minha vida cuido eu! Você não é ninguém pra mandar em mim.
     Tae: Ta aí! Quer namorar comigo?
     ___: Pra que? Para tomar posse de mim?
     Tae: Não! Pra cuidar de você, e ser alguém para que você possa confiar e ai sim terei razão de bater em quem te beijar.
     ___: Taehyug...
     Tae: Vou te pedir de novo. Quer namorar comigo?


Notas Finais


Esqueçam dos erros
2Bj
💚💚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...