História Imagine BANGTAN! - Capítulo 55


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 68
Palavras 1.044
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Esporte, Festa, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


EU GOSTEI REALMENTE DESSA FIC

Capítulo 55 - J-Hope One Shot


S/N


E lá estava eu.Indo na festa de 10 anos da minha antiga turma. Iria reencontrar minha ex-turma e meu ex-namorado denominado Jung TraíraSeok.
Quero dizer,Jung Hoseok.
Todos os anos desde que saímos do ensino médio fazemos isso.

Eu não fui nas nove primeiras vezes.Porque?Eu poderia colocar toda a culpa no TraíraSeok,mas seria mentira.
Eu nem gostava da maioria das pessoas da minha ex-turma.Mas a minha amiga me obrigou,tive que vir de New York,só pra encontrar esses "sem futuro".Não é que eu seja egocêntrica,mas,eu acho que depois do ensino médio poderiam fazer uma faculdade ou um curso,não que sejam todos assim,não,tem alguns com a vida bem ganha.Mas tem um que eu queria ver ferrado,vocês já sabem quem é.Jung Hoseok,eu queria que ele estivesse morto.Eu queria ver ele no bueiro,ver ele todo ferrado.E olha que eu não sou rancorosa.


Terminei de passar o batom,me olhei no espelho,dei uma ajeitada no cabelo e saí.


Peguei meu carro no estacionamento do hotel onde estava hospedada e segui o caminho onde era a tal festa.


-Não sabia que o país tinha tantos carros.-falei presa no engarrafamento.

Bom,pelo menos deu tempo de retocar minha maquiagem.


Cheguei no lugar e estava tocando o amado,o adorável,funk. (Pode ler com: ironia pra qm ñ gosta e amor pra qm gosta).


-Será que alguém me viu?-falei olhando em volta.-Não,dá tempo de sair.-disse.Me virei até ir de encontro a alguém.-Oh!Sorry.-falei.
Me separei da pessoa e olhei pra ver quem era.

-S/N?-falou.


#FLASHBACK ON. . .



-Vamos ver...-falei escolhendo um presente para o meu namorado.-Será que vai gostar se eu comprar um relógio?

Hoseok estava comemorando 18 anos na época.E eu como uma namorada ótima saí para comprar um presente para ele.

-Bom,se não gostar,finge.-falei e comprei o relógio.

Nos conhecemos,pois ele venho fazer intercâmbio.
Eu tinha conseguido uma bolsa em um colégio particular muito importante na época.
E ele veio da Coréia do Sul pra cá.

Comecei a caminhar pela escola indo em direção ao seu quarto.

Estava super feliz.Louca para dar o presente para aquele infeliz.

Cheguei na frente do quarto dele e bati na porta.

Ele demorou pra abrir a porta,mas abriu logo depois todo estranho.

-S/N?-ele falou assustado.
-Oi?-eu disse.

Ele estava todo desarrumado.E com...marcas...de batom.

-Quem tá aí?-perguntei tentando olhar.
-Ninguém.-ele disse.
-Ninguém?-tirei ele da frente da porta e abri.

Tinha uma garota só de peças íntimas na sua cama.

-S/N eu...-ele tentava falar.
-Respira.Foram só cinquenta reais nesse relógio.-tentei segurar as lágrimas.-Você é linda.Você emagreceu.
-S/N por favor...

Toquei a sacola nele.E a garota me olhou assustada.

-COMO VOCÊ PODE?-perguntei nervosa.
-Sinto muito.-baixou a cabeça.
-Sinto muito?Sinto muito?-falei rindo.-Que caralhos sinto" muito".É claro que senti muito,aliás,muito mesmo né seu traíra.-falei.
-Por favor...
-Olha aqui,você fez eu gastar cinquenta reais com você,isso vai ter volta.-saí do quarto.



Minha vingança não iria ser física,mas sim,psicológica.



E todos esses anos passei estudando arduamente.Passei noites em claro para provar que sou o suficiente.Pra esfregar na cara dele o quanto eu sou o suficiente.


#FLASHBACK  OFF. . .

-Jung TraíraSeok?-falei assustada.
-O que?-perguntou ele.
-Nada.-falei coçando a cabeça.
-Vejo que depois de nove anos veio para o décimo.-falou sorrindo.
-É,não tenho muita coisa para fazer na minha empresa.-falei jogando meus cabelos para trás.
-Ah!Vi que sua empresa está no top10 das maiores do mundo.-falou.
-É.-falei indiferente.
-Vamos entrar?-perguntou e eu assenti.


Sabe quando você vai à uma festa,linda com um vestido da gucci e uma bolsa da channel e tem gente com chinelos e bermudas?
Eu me sentia deslocada.

-S/N?-veio uma mulher perto de mim.
-Sou eu.-falei.
-Não mudou nada,continua com a mesma cara.-falou.
-Obrigada.-joguei meus cabelos para trás
-E você...esta ótima.-falei.
-Vem,vamos comer uma coxinha.-disse ela.


...


-Isso é delicioso.-falei com a boca cheia de coxinha.

Estava na mesa comendo enquanto as pessoas estavam dançando...até o chão.

-Você pode sair do Brasil,mas o Brasil não sai de você.-disse.O que ele sabe sobre isso,nem é brasileiro. 

-O que você quer dizer com isso?-perguntei colocando a mão na cintura.
-S/N,você não precisa estar com essa pose de metida.Olha pra você,fingindo que é diferente das pessoas que estão aqui,mas eu sei que você  sente falta daquela época.-diz Hoseok.
-Quem você pensa que é,para dizer se eu sinto falta ou não?-perguntei com raiva.-E eu vim.Não está bom?
-Porque você não veio nas últimas nove vezes?-perguntou mudando de assunto.
-Estava ocupada.-falei.
-Ocupada?-riu.-Você não é mesmo ela.-disse saindo dali.
-Hey!-o chamei e ele virou.-Isso é por sua culpa.
-Então eu criei um monstro.-disse e saiu.

-Quem ele pensa que é?Ele que é o monstro.-falei.

Me despedi de todos.
Eu realmente estava com saudades.Mas isso não quer dizer que ele tenha razão.

Peguei me carro comecei à  dirigir até o hotel.

Começou a chover forte.Mas nada que atrapalhasse.

Até que vi um silhueta familiar andando na chuva.

-Não acredito que esse retardado,está andando na chuva.

Encostei meu carro perto dele a baixei a janela.

-Você está maluco?-perguntei ao Hoseok.
-Não.-respondeu e começou a andar.

Me aproximei mais um pouco.

-Entre logo.-falei.
-Obrigado,mas não.-disse ele.
-Cala a boca e entra nessa merda antes que eu passe meu carro por cima de você.-falei irritada.

Ele riu e entrou no carro.

-Você é a última pessoa que eu pensei que me daria uma carona.-disse.
-Obrigado.-falei.
-Não sei onde é sua casa então vou levar ao hotel onde estou hospedada,e não,não vamos fazer nada e sim,eu ainda te odeio.-respondi.


...


Terminei de tomar meu banho e sentei na cama secando meus cabelos.

Mandei comprar algumas roupas secas para o Hoseok.

-Você mudou.-ele disse.
-Pois eu não acho,continuo sendo nova ainda nem parece que tenho 28 anos.-falei.
-Não fisicamente,mas psicologicamente.-disse.
-E o que você esperava de uma pessoa que acreditava no amor e acabou sendo traída?-soltei.-As vezes precisamos mudar,não fisicamente,mas psicologicamente.
-Eu entendo sua dor.-falou.Voce não entende,não foi você que foi traído.-Eu fui traído também.

Naquela hora eu queria rir e dançar na sua cara.Dizendo um "bem feito" ou um "chupa seu otário".Mas não foi assim,eu realmente senti pena dele.

-Sinto muito.-baixei a cabeça.
-Tudo bem.-sentou do meu lado.-Eu mereci,mereci passar por tudo o que você passou.-disse  e eu o encarei.-Mas foi aí,que eu percebi.-disse ele.-Que o que eu precisava era você.Depois que você foi embora,fiquei muito mal.Não valeu a pena trocar uma noite por uma coisa que poderia durar a vida toda.
Mas...eu percebi tarde.




Notas Finais


PERDEU PLAYBOY

VINGANÇA COMPLETA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...