História Imagine Bangtan Boys - Stay With Me - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Mutilação, Romance
Visualizações 119
Palavras 2.651
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Terror e Horror, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii mais um capítulo da minha fanfic 💞💞

Capítulo 6 - First time. (Kim Seokjin.)


Fanfic / Fanfiction Imagine Bangtan Boys - Stay With Me - Capítulo 6 - First time. (Kim Seokjin.)

(Seu nome) P.O.V

Eu resmunguei assim que senti o sol forte bater em meu rosto, cubro minha cabeça com o cobertor e volto a dormir. Minha mãe do nada abriu a porta do meu quarto:

- S/N! Levante-se! - ela disse autoritária:

- Hum, Omma! Me deixe dormir... Só mais 15 minutinhos. - falo chorona. comecei a ouvir passos de minha mãe se aproximando de minha cama:

- Nada disso! Levante-se, eu irei contar até 3... 1 - assim que ela terminou sua frase, eu me sentei na cama e cocei meus olhos, olhei o rosto de minha mãe, ela sorriu e começou a varrer meu quarto, eu bocejei, calcei minhas pantufas e me levantei da cama:

- Jin ligou aqui para casa. - disse minha mãe, eu direcionei meu olhar a ela:

 - O que ele disse? - pergunto curiosa, minha mãe me olhou e sorriu:

- Ele disse que é pra você ir na casa dele mais tarde. - eu sorri assim que ela terminou sua frase, comecei a caminhar para fora do quarto:

- Omma, assim que eu terminar de tomar café, eu quero conversar com você, certo? - pergunto torcendo meu pescoço para trás olhando minha mãe, ela assentiu com um: "Tá certo S/N... Tá certo." eu não falei nada, comecei a caminhar em direção a cozinha, eu enxaguei um copo na pia, andei até a mesa e puxei uma cadeira para trás, me sentei peguei a garrafa e despejei um pouco de café em meu copo, fui tomando o café calmamente, fiquei fitando o "nada". Assim que terminei de tomar meu café, eu deixei o copo encima da mesa, me levantei da cadeira e fui caminhando em direção ao meu quarto, minha mãe estava passando pano no chão:

- Eu tinha feito isso ontem! - choramingo, minha mãe gargalhou:

- Não fez direito, como sempre S/N. - reviro meus olhos com a frase da minha mãe: - Pode passar. - ela disse, eu olhei para o chão, entrei dentro do quarto, peguei uma toalha encima do cabide e caminhei em direção ao banheiro, fechei a porta a trancando logo em seguida, pendurei a toalha no cabideiro e comecei a tirar minha roupa, entrei dentro do box e liguei o registro deixando a água quente cair em meu corpo, eu lavei meus cabelos e ensaboei meu corpo, fiquei um bom tempo debaixo do chuveiro, fechei o registro, abri o box, peguei a toalha pendurada no cabideiro que tinha no banheiro e comecei a secar meu corpo, me enrolei na toalha, caminhei até a porta destrancado-a, sai daquele cômodo, comecei a dar uns pulinhos no tapete secando meus pés, minha mãe não estava mais no meu quarto, ela devia estar na varanda, eu caminhei até meu guarda-roupa, peguei um shorts branco, uma mini-blusa preta e as roupas intimas, me vesti rapidamente, sequei meus pés e calcei uma sandália branca, eu caminhei para fora do meu quarto a procura de minha mãe, fui para a varanda e ela estava lá estendendo roupas:

- Omma. - disse chamando sua atenção, ela direcionou seu olhar para mim: - Precisamos conversar. No meu quarto. - falo me dando de costas e começo a caminhar em direção ao meu quarto, eu me sentei encima de minha cama, abaixei minha cabeça e comecei a brincar com meus dedos, eu ouvia passos da minha mãe se aproximando do quarto, ela se sentou na cama do meu lado:

- Quer conversar sobre o que? - ela perguntou, eu notei a preocupação em sua voz:

- Eu quero conversar... Sobre... - direciono meu olhar a ela: - Você sabe que eu e Jin estamos namorando a 1 ano e 8 meses mais ou menos, certo? - disse e ela assentiu:

- É sobre isso? - ela pergunta, eu balancei minha cabeça em negativo:

- Não, não é sobre isso... É meio difícil dizer... - falo nervosa, não sabia qual iria ser a reação da minha mãe:

- Pode falar. - disse minha mãe em um tom calmo, eu respirei fundo:

- É que... Eu acho que eu tô pronta... Sabe? Pronta pra ter minha primeira vez. - falo confiante, minha mãe respirou fundo e segurou minhas mãos:

- Você esta mesmo pronta para isso? - perguntou minha mãe me fazendo assentir, ela fechou os olhos e sorriu: - Okay, mas tome cuidado, use camisinha, você tem 16 anos, S/N. - eu sorri com a frase da minha mãe:

- Você quem me disse que se engravidou de mim aos 17 anos de idade. - minha mãe sorriu:

- É, disse sim... - seu sorriso do nada se desmanchou, eu fiquei sem entender: - Estou falando para tomar cuidado, porque quando eu disse ao seu Appa que estava grávida de você, ele não quis assumir, ele disse que o filho não era dele, ele quase me agrediu. - eu fiquei boquiaberta com oque minha mãe disse: - Ou seja, eu quem sofri as consequências... Seu pai nos abandonou... Eu me arrependo amargamente até hoje por ter ficado com ele. - minha mãe abaixou sua cabeça, ficamos um tempo em silêncio, ela respirou fundo, soltou minhas mãos, se levantou de minha cama e caminhou pra fora do quarto, eu fiquei com a boca aberta. Eu levei um susto quando meu celular começou a vibrar encima do criado-mudo, eu me deitei na cama, estendi meu braço e o peguei, era uma mensagem do Jin, eu sorri e comecei a responder sua mensagem:

S/N: Oii bebê. Tudo bem?

Jin: Melhor agora e você nenê?

S/N: Também!!

Jin: Vem aqui pra casa?

S/N: Tipo: agora?

Jin: Sim, tá muito ocupada?

S/N: Não, já chego aí!

Jin: Tá bom, beijinhos te amo! <3

S/N: Também te amo, amor<3

Eu dei um pulo da cama e fui correndo para a varanda com meu celular na mão falar com a minha mãe:

- Omma, estou indo para a casa do Jin, certo? - disse animada, ela me olhou e sorriu, eu retribui o sorriso, eu guardei meu celular no bolso do short, caminhei em direção a porta.

(...)

- S/N!! Quanto tempo, minha querida! - disse a mãe de Jin, eu soltei um grito e corri para abraça-la:

- Quanto tempo mesmo! A senhora parou de ir lá em casa. - falo animada, Yang riu meio sem graça:

- Não estou tendo tempo, ando trabalhando muito. - ela disse coçando sua nuca:

- Oh, sim, entendo. - falo e a abraço novamente, ela retribuiu o abraço:

- S/N - Jin disse, eu direcionei meu olhar para ele, ele estava no meio da escada que dava pro seu quarto, eu sorri corri até o garoto e comecei a subir as escadas, Jin abriu a porta do seu quarto, nós dois adentramos aquele cômodo, ele se jogou em sua cama de casal e deitou sua cabeça em suas próprias mãos:

- S/N, venha aqui meu amor. - ele disse chamando minha atenção, eu caminhei para perto da cama em deitei de barriga para baixo olhando o rosto de Jin, seus olhos brilhavam: - Eu quero que me perdoe. - ele falou meio chateado, eu franzi a sobrancelha:

- Como assim?. - pergunto sem entender, Jin sorriu, ele esticou sua mão e começou a acariciar meu rosto:

- Eu quero que me perdoe, eu não estou lhe dando a atenção que você quer. - eu sorri e me aproximei um pouco dele: - Eu ando trabalhando muito, sabe... - ele completou, eu segurei seu queixo e lhe dei um selinho:

- Eu te entendo, esta tudo bem. - Jin sorriu com minha frase, ele levantou sua cabeça e grudou nossos lábios em um beijo calmo, eu mordi levemente seu lábio inferior, ele sorriu entre o beijo e pediu passagem com a língua, eu cedi de imediato, nós dois paramos o beijo pela falta de ar:

- Eu te amo tanto. - Jin disse fazendo meu coração disparar, eu sorri:

- Também te amo. - ele acariciou meus cabelos: 

- Quer assistir algum dorama? - ele sugeriu, eu assenti com minha cabeça animada, Jin soltou um risinho e se levantou da cama: - Qual dorama você quer ver? - Jin perguntou caminhando até a tevê e a ligando:

- Qualquer um! - disse em um tom animado, Jin me olhou e sorriu, ele colocou um dorama que eu gosto muito! Eu me deitei na cama, Jin se aproximou e se deitou do meu lado, nós dois passamos a tarde inteira assistindo doramas:

- Jin? - nós ouvimos uma voz vindo da porta e olhamos em direção para ver quem era, era a mãe de Jin: - Eu e seu Appa iremos sair, okay? - disse a mãe dele:

- Ye Omma (Sim mãe) - Jin disse voltando seu olhar para a tevê, eu continuei olhando o rosto da minha sogra, ela sorriu para mim e saiu da porta do quarto, eu voltei meu olhar para a tevê, cocei meus olhos, eu estava ficando com sono, eu acabei cochilando.

Sonho:

Eu estava num jardim todo florido, me deitei no meio das flores e fiquei olhando o céu, olhei para o lado e vi Jin me olhando, ele sorriu sem mostrar os dentes, eu retribui o sorriso, ele pegou uma rosa e a colocou em meu cabelo:

- Você é tão perfeita S/N. - Jin sussurrou em um tom provocante:

- Você também. - disse sorrindo abertamente, Jin ficou encima de mim e começou a me beijar, eu retribui o beijo e segurei seus cabelos, ele enfiou sua língua na minha boca e mordeu meu lábio inferior com uma certa força, eu soltei um gemidinho por conta da dor, Jin pegou minhas mãos e as colocou acima da minha cabeça, ele passou seus lábios pro meu pescoço, deu chupões e mordidas em minha pele, eu gemi baixinho, o garoto soltou uma de minhas mãos e deslisou sua mão na lateral do meu corpo, eu fechei meus olhos e mordi meu lábio inferior, ele voltou a me beijar, eu abri meus olhos durante o beijo, vi um clarão...

Realidade:

Eu acordei meio assustada, Jin não estava mais na cama, cocei meus olhos, tirei meu celular do bolso e olhei as horas, eram 18:14 da tarde. Droga! Minha mãe vai me matar! Ela não gosta quando eu chego tarde em casa! Pensei comigo mesma, Jin saiu do banheiro com uma toalha na cintura, eu olhei pro seu abdômen e semi-abri minha boca:

- S/N... Pode me dar licença? - Jin perguntou meio tímido coçando sua nuca, eu assenti com minha cabeça, desci de cima da cama e comecei a caminhar pra fora do quarto, Jin fechou a porta e a trancou, eu passei a mão em meus cabelos e respirei fundo, passou um tempinho, Jin destrancou a porta do quarto e a abriu, eu me virei para poder olhar seu rosto e sorri, ele retribuiu o sorriso e deu espaço para eu entrar e assim eu fiz, eu me sentei em sua cama:

- Quer fazer o que? - Jin perguntou se aproximando, eu fitei um tempo seu rosto:

- Sei lá. - sorrio - Qualquer coisa. - Jin se sentou do meu lado na cama:

- Você fica tão linda quando está dormindo. - ele disse colocando uma mexa do meu cabelo atrás da orelha, eu sorri, ele se aproximou de mim e grudou nossos lábios em um beijo lento e calmo, eu coloquei minha mão direita envolta da sua cabeça e puxei levemente seus cabelos, ele pediu passagem com sua língua e eu sedi de imediato, eu me levantei da cama e fiquei em sua frente, Jin posicionou suas mãos em minha cintura, eu coloquei uma perna encima da cama depois a outra, me sentei em colo, eu senti que já era hora. Eu rebolei lentamente encima dele e passei meus lábios pro pescoço do garoto, ele arfou:

- A-Amor... Espera.. - Jin disse em um tom calmo, eu parei de beijar seu pescoço:

- O que foi? - pergunto sem entender, ele respirou fundo e acariciou meu rosto:

- Você tem certeza que quer isso? Eu não quero que você se arrependa depois. - ele falou meio preocupado, eu sorri e lhe dei um selinho:

- Sim, eu tenho certeza absoluta. Eu não vou me arrepender... Por favor.. - Jin respirou fundo e me beijou novamente, eu sorri entre o beijo, ele trocou nossas posições ficando encima de mim, eu coloquei minhas mãos na barra de sua blusa e a tirei, eu arranhei seu ABS fazendo o garoto arfar, solto um risinho e troco nossas posições ficando encima dele novamente, ele respirou fundo e mordeu seu lábio inferior, eu tirei minha blusa, Jin apertou meus seios com suas duas mãos, eu gemi baixinho e grudei nossos lábios novamente, o garoto foi com suas mãos pro meu shorts e começou a apalpar minha bunda, eu gemi entre o beijo e mordisquei seu lábio inferior, fui com minhas mãos pro meu shorts o desabotoei e abri o zíper do mesmo, Jin respirou fundo sem paciência, ele me jogou na cama e arrancou meu shorts, ele começou a beijar minha barriga, eu mordi meu lábio inferior:

- E-Eu quero i-ir logo... - peço sem paciência, Jin direcionou seu olhar para mim e sorriu:

- Por que a pressa baby, huh? - ele sussurrou, aquilo fez minha intimidade pulsar ainda mais, Jin voltou a beijar minha barriga me fazendo arfar, eu levantei meu quadril e ele retirou minha calcinha: - J-Jin Oppa... - gemo com dificuldade, Jin ficou na minha altura e grudou novamente nossos lábios em um beijo calmo, eu levei uma das minhas mãos para a barra da calça dele e a desabotoei, Jin ficou de joelhos encima da cama, ele desceu o zíper da sua calça, ele desceu sua calça jeans pra baixo a deixando na metade das coxas, eu me sentei na cama e desci sua box, seu membro pulou pra fora, ele me deitou calmamente na cama e ficou encima de mim:

- Você tem o anticoncepcional? - ele perguntou em um sussurro e eu balancei minha cabeça em negativo, Jin assentiu, ele saiu de perto de mim, abriu a gaveta do criado-mudo e tirou de dentro da mesma um pacote de camisinha:

- P-Posso colocar? - pergunto meio tímida, Jin me olhou e jogou o pacotinho encima da cama, eu me sentei, peguei aquele pequeno pacote preto e o rasguei, eu tirei a camisinha de dentro do suporte, Jin ficou em minha frente, eu coloquei a camisinha em seu membro, o garoto colocou suas mãos na cama me prendendo, ele começou a me beijar, eu me deitei e fechei meus olhos, Jin posicionou seu membro em minha entrada:

- Isso vai doer um pouco, okay? - ele falou em um tom calmo me fazendo assentir, ele penetrou seu membro em minha vagina, eu soltei um grito assim que senti uma dor muito desconfortável, Jin acariciou meu rosto, minha respiração estava ofegante, passou um tempinho, eu me mexi embaixo dele o alertando que ele poderia começar, ele começou a se mexer lentamente, eu segurei os lençóis da cama e gemi meio alto mordendo meu lábio inferior, Jin arfou, ele estava fazendo movimentos lentos:

- M-Mais rápido... - peço com dificuldade, Jin aumentou os movimentos de suas estocadas, ele gemeu alto, eu arranhei suas costas:

- Hum... - ele mordeu meu ombro e começou a aumentar cada vez mais a velocidade das estocas, eu rebolei embaixo dele, eu senti um jato dentro de mim, a camisinha havia estourado, eu sorri com isso, Jin continuou se movimentando até eu gozar também, ele se jogou na cama do meu lado com sua respiração ofegante:

- Isso f-foi incrível... - falo tentando controlar minha respiração:

- F-Foi mesmo - Jin disse sorrindo de lado, eu me aproximei dele e me deitei com a cabeça em seu peitoral, me deixei ser levada pelo sono.


Notas Finais


Tava escrevendo este capítulo já fazia 1 dia, FICOU MUUUITO GRANDE! Até mais!! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...