História Imagine BTS - texting - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Drama, Imagine, Romance, Short Fic, Suspense
Exibições 91
Palavras 1.068
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Reslowzinhos! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Hoje temos o POV'S do XXX =)

Bem fiquem com o capítulo!

BOA LEITURA

Capítulo 4 - Professor Seokjin


Fanfic / Fanfiction Imagine BTS - texting - Capítulo 4 - Professor Seokjin

 

Hoje era o dia em que podíamos vestir qualquer roupa para ir ao colegial, eu queria poder ir de pijama, seria ótimo realmente. Acho que eu pus a primeira roupa que eu vi na minha frente, porque logo já me via pegando o ônibus, as vezes eu perdia a noção do tempo.

Hoje S/N usava azul, sua cor preferida, ela gostava de azul e parecia que o azul também gostava dela, ela ficava bonita nessa cor, na verdade ela ficava mais do que bonita. S/N sempre era descontraída mas hoje, especificamente hoje, ela parecia incomodada com algo. Eu devia me preocupar? Porque meu subconsciente está criando algumas teorias sobre o que pode estar acontecendo.

O caminho para a escola parecia estar mais lento, talvez porque eu estivesse ansioso para algo, mas para o que exatamente?

Eu observava pela janela as diversas paisagens em que passávamos durante o caminho, o centro da cidade, os bairros mais luxuosos e alguns parques floridos; eles eram bonitos, eu tinha vontade de tirar uma foto de cada um desses lugares, porém a minha câmera não estava comigo nesse momento. Quem sabe outro dia?

Quando finalmente chegamos na frente do portão todos saímos rapidamente do ônibus, logo adentrei a escola, vendo alguns conhecidos e amigos, mas não exatamente a pessoa que quero encontrar, talvez ela ainda não havia chego e esperar é uma das minhas únicas opções.

 

XXXXXXXXXXXXXXXXX

 

Eu já havia encontrado a pessoa que eu estava procurando, bem ela me ajudou um pouco, como sempre, me dando algumas dicas de “como conquistar a crusha suprema”, era assim que ela identificava a “missão” dela, para juntar eu a S/N; o problema era que eu não conversava com ela a muito tempo – tirando por mensagens onde eu pareço um anônimo psicopata – fazia anos que não conversávamos cara a cara, digamos assim.

Nos eramos crianças quando havíamos nos conhecido, estávamos na creche, por volta dos 4 anos. A mãe dela era amiga da minha e quando começaram a trabalhar juntas nos colocaram na mesma creche, para virarmos amigos também (?). Porém quando eu me mudei para Daegu elas não mantiveram o contato, então nos afastamos e ela esqueceu-se de mim (N/A caralho mano que triste). Então eu voltei para Seoul depois de muitos anos, no caso quando completei 15; fui para o primeiro ano do colegial.

Até hoje eu não tive coragem de voltar a falar com ela, alias como eu poderia começar um dialogo? “Oi, quando nós tínhamos 4 anos nos conhecemos numa creche e viramos amiguinhos, vamos voltar a ser?”; seria no mínimo estranho.

As aulas haviam começado e eu como um bom aluno, ‘tá não tão bom assim, fiz os exercícios que o professor de álgebra nos deu, mas de uma maneira bem preguiçosa. Logo depois desse período tivemos inglês, sabe eu sou uma merda em inglês, e também parece que o nosso professor, Kim Namjoon não colabora para mim. Ele não é um mau professor, mas eu não conseguia me dar bem com nenhum conteúdo da matéria, eu não sabia nada na parte teórica e nem na prática.

Logo teremos que aguentar um longo período de português com o Seokjin, pelo menos parece que as vezes ele esquece que tem que dar aula.

 

XXXXXXXXXXXXXXXXX

 

[POV’S   _______       ______]

 

Jesus, Deus, Maria, quem for me salva. Eu não fiz a lição de português e nos, vulgo – Yoora, Mye e Hoseok – estávamos indo em direção a famosinha sala do professor Seokjin. Rezem para que eu não me foda, eu vou tomar no cu já sei disso. Quem sabe eu não escrevo uma carta de desculpas por não ter feito sua lição? Eu só sei que sairia algo assim:

Querido professor Jin;

O motivo dessa carta é eu não ter feito sua lição, sim algo que eu sabia me traria certas consequências.

Quero lhe pedir que por favor não mande um recadinho para os meus pais, ou me de uma advertência. Eu posso fazer algum trabalho extra ou até mesmo ajudar alguns alunos que tem dificuldade na sua matéria.

Também peço que não mostre esse recado aos meus pais, pois digo com toda a certeza que você seria convidado ao meu enterro, assim como o seu querido e amado Namjoon e sua filha, vocês não querem que a Yang Mi presenciem essa cena não é mesmo? Seria um trauma para a garotinha.

Com amor e carinho, de sua aluna favorita, _____”

 

Aí vocês me perguntam, “Como assim o Namjoon e o Seokjin são casados e tem uma filha?”

Simples, deixe eu explicar.

1º - Eles casaram nos Estados Unidos como lá eles haviam “permitido” o casamento gay, mas depois tiveram que voltar para a Coreia, lindo esse tapa na cara da sociedade, adorei.

2º - Adoção, eles gostaram tanto da Yang Mi que logo que a conheceram começaram a encaminhar os papéis, como eu sei disso? Seokjin gosta de trocar o conteúdo da aula por conversas. Adoro ele.

Graças a alguém lá do céu o nosso professor não lembrou da tarefa e apenas passou apenas o conteúdo e eu não me fudi, na classe de português eu sentava com Yoora – obrigado Jesus – e logo que o professor falou a seguinte frase nos começamos a uma troca de olhares.

- Eu vou passar um trabalho em grupo para vocês, 5 pessoas no grupo. – todos já trocavam olhares nesse momento – Que eu vou escolher. – certo vamos cruzar os dedos, mas isso da azar né?

Nosso professor continuou a explicar o trabalho, respondendo dúvidas, explicando o conteúdo que algumas pessoas não haviam entendido direito – eu estou nesse grupo – e também dando bronca “indiretamente” para aquelas pessoas que ele tinha certeza que não iriam fazer nada no trabalho. Alias o trabalho se resumia em 2 partes.

A primeira que é a teórica e a mais fácil e a segunda que seria a apresentação de trabalhos para a turma e na amostra cientifica que ocorreria na escola. Seokjin começou a listar os nomes dos grupos, como na nossa sala havia 39 pessoa um grupo teria que ser de 4. Quando ele chamou o meu nome eu quase fiquei sem esperanças.

- Min Yoongi, Kim Taehyung, Jeon Jungkook, _____ ______ e Seoyun Myeong – ele disse, por fim. Eu teria que aguentar as birras do Taehyung e do Jungkook, o Yoongi que eu nem conheço direito, mas pelo menos eu teria a Mye.

Mas do mesmo jeito: eu tomei bem bonito no cu.

 


Notas Finais


Olá de novo (?)

Espero que tenham gostado, ficou curtinho eu sei T.T

Como eu adoro responder os comentários de vocês, vamos interagir aqui:

Vocês tem alguma teoria para o final da fanfic?
Já desconfiam quem é anônimo das mensagens?

Quero saber de tudo hein? Não poupem detalhes ;')


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...