História Imagine BTS - Jin - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 252
Palavras 2.457
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Valeu pelos 70 favorites❤

Capítulo 9 - Briga?


Fanfic / Fanfiction Imagine BTS - Jin - Capítulo 9 - Briga?

Acordei meio confusa pois não sabia oque estava acontecendo nem aonde eu estava. Fico olhando as coisas ao meu redor até ver minha mãe encostada na porta virada de costas para mim.

SN- Omma, onde eu estou?

Omma- Filha você finalmente acordou, você desmaiou em um piquenique com os meninos e eles te trouxeram para o hospital. Mais não se preocupe, o médico disse que foi só uma queda de pressão.

SN- E os meninos Omma? Eles ja foram embora?

Omma- Não todos, Jin e o Taehyung ainda estam ai. Eles estavam muito preocupados com você.

SN- Será que tem como a senhora pedir para eles virem aqui?

Omma- Senhora é a sua mãe menina, eu não sou tão velha assim -diz ela rindo e saindo do quarto.

Tae- Aigoo S/N você está bem?

SN- Sim Tae eu melhorei.

J- Vem bebê o médico ja te deu alta. - ele diz e me ajuda a levantar.

SN- Só uma coisinha Oppa, eu fiquei quanto tempo aqui?

J- Umas doze horas porquê?

SN- Nada.

Fomos caminhando até a porta do hospital. Tae me da uma máscara e um óculos de sol para colocar pois o hospital estava cheio de paparazzi's.

Chegamos na minha casa e os meninos entram.

SN- Não vou demorar muito, só vou pegar minhas coisas pra ir para a escola.

Falo subindo a escada e entrando no meu quarto para me trocar e tals.

S/N OFF

JIN ON

Tae- Ela está demorando demais, Hyung vai ver se está tudo bem com ela.

J- Não saia daqui, já volto.

Subi as escada e bati na porta do quarto da S/N. Ja que ela não batia, resolvi entrar e ela estava só de calcinha e sutiã.

J- D-desculpa, eu n-não sabia que você ia estar a-assim. -Digo e saio do quarto.

SN- Tudo bem Jin. Aliás somos amigos.

**QUEBRA DE TEMPO**

Saimos da escola e fomos para casa da S/N. Passei o dia todo falando com ela sobre a vida 'íntima' dela. Ela me contou que o pai abandonou ela e a mãe quando ela ainda era pequena, e que agora sua mãe estava saindo com um cara.

Chegamos na casa da S/N e tinha um carro preto lá na frente. Estranhamos pois o carro da mãe dela era vermelho.

Entramos e nós nos deparamos com a mãe dela e outro cara jantando.

Omma- Está com fome filha?

SN- Não, comi um lanche no caminho com o Jin.

?- Prazer em conhece-lá S/N, meu nome é Marcelo, sou amigo da sua mãe -quando ele disse amigo os dois começaram a se encarar.

SN- Prazer, desculpem mais tenho trabalho para fazer, boa noite.

Subimos as escadas em silêncio,   S/N abre a porta do seu quarto e joga sua bolsa em um canto e se joga na cama.

JIN OFF

S/N ON

Cheguei em casa e minha mãe estava jantando com um cara chamado Marcelo, ele é loiro de olhos verdes, alto e parecia praticar esportes ou fazer academia. Nem dei muita atenção e subi para meu quarto acompanhada pelo Jin.

J- S/N, acho que eu nunca te perguntei isso mais.....quem é seu bais/ultimate do BTS.

SN- Meu bias é você -digo baixo para ele não escutar mais ele escuta e se assusta na mesma hora.

J- P-pera, você quer disser que eu sou seu bias?

SN- Não só bais como Ultimate. Mais porque você se assustou Oppa?

J- Nada só fiquei surpreso mesmo.

Fizemos o trabalho que o professor de artes tinha passado, o clima no meu quarto estava pesado. Dava pra sentir aquele climão de Busan.

SN- Oppa, o que acha de pedirmos uma pizza? Avisando desde já, eu irei pagar.

J- Eu escolho metade e você outra. Vou perguntar pra sua mãe e pro amigo dela se eles vão querer também - Disse descendo as escadas e voltando depois de dois minutos - Sua mãe disse que vai querer metade de queijo e metade de brigadeiro. E a nossa qual sabor vai ser?

SN- A minha metade eu quero de Catuperu (catupiry, queijo e peito de peru) e a sua?

J- Pode ser igual também.

Liguei na pizzaria e fiz o pedido, quando a pizza chegou ja tinhamos acabado o trabalho.

Pegamos a nossa pizza e subimos para meu quarto, ficamos assistindo "W".

Jin estava com sono e deitou a cabeça na minha perna, colocando minha mão em seus cabelos. Fico mexendo no seu cabelo até ele se sentar novamente e ficar me encarando com aquela carinha de sono.

J- Posso dormir aqui hoje bebê?

SN- Claro, mais desta vez avise os meninos eles deviam ter ficados preocupados com você aquele dia.

Ele pegou o celular dele e ligou para o Yoongi avisando que não iria dormir lá, ele ficou uns dez minutos no telefone até desligar.

SN- Princesa vai tomar banho logo, para nós irmos dormir , estou morrendo de sono.

J- Aigoo S/N, você está parecendo o Yoongi. Só vou ir por que estou com sono.

Jin tomou um banho não muito demorado e foi para meu quarto.

J- S/N, eu esqueci deste pequeno detalhe, eu não troxe roupa.

SN- Eu te empresto uma camisola minha vem -disse puxando o braço dele para perto do guarda roupa - essa aqui? Não vai ficar muito curta - continuo revirando meu quarda roupa até achar um pijama de moletom - aqui.

J- Você dorme com a parte de cima bonequinha, eu não vou passar vergonha sozinho com essa pijaminha cheio de caverinhas.

SN- Não fala assim do pijama do meu primo, pelo menos é confortável.

Entrei no banheiro e tomei meu banho. Sai do banheiro e ele estava dormindo na minha cama, ja estava até coberto. Me deitei na cama ao lado dele e fiz o mesmo. Tentei dormir mais não estava conseguindo.

J- Por acaso tem formiguinhas desse lado da cama?

SN- Desculpa é que eu estou me sentindo incomodada, normalmente eu durmo desse lado da cama.

J- Só vou deixar você dormir por que é sua casa. E S/N você esta me devendo uma coisa, lembra?

Me aproximo dele e coloco minhas mãos em torno de seu pescoço e começo um beijo calmo, ficamos nos beijando até ficarmos sem folego.

SN- Satisfeito, agora eu quero  dormir -me deito na cama e Jin me abraça por trás.

Acordamos no outro dia do mesmo jeito eu virada para a janela e ele me abraçando por trás.

J- Acorda bebê, ja são dez horas.

Pulo da cama e vou correndo para o banheiro.

SN- Como assim ja são dez horas, a gente dormiu tanto assim?

J- Na verdade não, são oito horas ainda. Só estava tentando te tirar da cama. Vamos fazer café pra sua mãe e para o amigo dela -ele diz pegando na minha mão e me puxando para a porta.

SN- Calma, o Marcelo dormiu aqui?

J- Ele dormiu lá embaixo no sofá, eu desci para beber água de madrugada e vi ele lá.

Descemos as escadas em silêncio para não acordar ninguém. Começamos a fazer o café. Quando esta quase tudo preparado Omma e  Marcelo descem as escadas.

Omma- Filha sinto muito, mais eu e o Marcelo temos uma reunião pra ir agora, outro dia você faz café da manhã pra gente, ok?

SN- Sem problemas, vou chamar os meninos para virem comer, porque sinceramente acho que não iremos conseguir comer tudo isso.

Peguei meu celular e liguei para o Tae ele disse qie todos ja estavam vindo. Fiquei esperando sentada no balanço que havia no jardim da minha casa.

J- Porque você esta assim S/N?

SN- Assim como?

J- S/N desde que nós nos beijamos ontem você tem me tratado diferente. Como se eu fosse só um brinquedinho para você -ele diz abrindo o portão da minha casa e saindo.

SN- JIN ESPERA, POR FAVOR VOLTA AQUI -falo correndo atrás dele e tentando alcança-lo.

Ele era muito rápido, corria muito mais do que eu. Não consegui alcançar ele e acabei me jogando na rua chorando.

?- Ei, o que você esta fazendo ai na rua.

Alguém diz fechando a porta de um carro, aquela voz não me era estranha.

Tae- S/N vem aqui -ele diz me acolhendo em um abraço- me conta o que aconteceu.

SN- Tae o Jin m-me deixou. -disse entre soluços- ele saiu de casa, ele me deixou sozinha Tae.

Tae- Certo. PODEM IR PARA CASA DA S/N DE CARRO, JA JA NÓS CHEGAMOS LÁ.

Os meninos ligam o carro e vão para minha casa que ficava e cinco quadras de onde estavamos.

Tae- Agora me conte tudo com calma.

Contei tudo para ele enquanto nós voltávamos para minha casa.

POV S/N OFF

POV TAEHYUNG ON

S/N me contou o que havia acontecido, tentei acalmar ela ao máximo mais não dava certo. Ela ficava atravessando a rua toda hora.

Eu abracei ela tentando fazer ela se acalmar, mais ela começa a chorar mais. Chegamos na casa dela e entramos. Subi com ela até seu quarto pois ela só estava com uma blusa de moletom, e aquilo estava mostrando até coisa que não devia.

Jin entrou no quarto e S/N sorriu.

J- Não se preocupe já estou de saída.

SN- Jin -ela diz com dificuldade por conta das lágrimas e dos soluços- por favor, fica aqui comigo -ela diz e começa a chorar mais.

J- Não, eu sou só um brinquedinho para você.

SN- Por favor, será que dá pra você parar de falar isso, você ainda não percebeu que eu gosto de você. BABACA.

S/N diz gritando e se tranca no banheiro. Todos mundo fica na porta do quarto da S/N para saber o que está acontecendo.

J- S/N para de graça e abre logo essa porta -ele diz gritando e dando socos na porta- Quer saber tchau, hoje eu não estou com paciência para as suas brincadeirinhas.

Tae- Por favor S/N abre a porta -digo com a voz calma e doce- sou eu Taehyung.

S/N abre a porta e aparece com cortes em seu pulso, sangue por todo o banheiro.

SN- Tae, por que ele tá agindo assim comigo, ele sempre foi um doce comigo e com todo mundo.

Tae- Eu vou te contar mais não diga pra ninguém. A última namorada dele traiu ele com o melhor amigo e ele não fala mais com nenhum dos dois. Foi isso qie aconteceu. Sei que pode parecer idiotice, mais se coloque no lugar dele. Sei que também não tem nada a ver com isso e com o beijo de vocês dois, mais sei lá, acho que você deveria saber. E eu vou te ajudar com isso.

Eu disse pegando um pano que tinha ali e fui limpando o sangue que tinha espalhado pelo banheiro todo.

S/N se trocou e fomos para a escola, S/N estava com um casaco de frio pois não queria que ninguém visse o qie ela havia feito mais cedo. 

Ela passou o dia com a cabeça  deitada na mesa... chorando. E o Jin, bom ele faltou.

*OUTRO DIA DE MANHÃ*

Jin chegou em casa bravo e subiu para seu quarto, onde ele passava ele derrubava coisas ou batia as portas. Fui para o quarto dele conversar com ele.

J- O que foi? Veio me falar da manipuladora que você chama de amiga?

Tae- Não, eu vim falar da menina que você ama, a menina que se cortou ontem quando o amor da vida dela saiu depois de brigarem, a menina que eu tive que convencer a não se suicidar. Você tem noção de como é você fazer isso? Provavelmente não por que você deixou ela trancada em um banheiro enquanto estava cortando  os pulsos porque achava que a culpa era dela. -digo gritando com ele.

Ele me olha com cara de culpado e sai de casa.

POV TAEHYUNG OFF

POV S/N ON

Era onze e meia minha mãe ja havia saído de casa. Peguei uma bolsinha cheia de remédios que ela tomava para dormir e comecei e tomar. Acho que bebi uns dez remédios.

Me deitei no chão da sala vendo minha dor passar, minha vida acabar, tudo desaparecendo aos poucos quando alguém abre a porta da minha casa e me pega no colo. Essa é a última coisa que eu me lembrei antes de acordar em uma cama. Não era nem minha cama nem a cama de um hospital.

Tae- Acordou pequena?

SN- T-tae quem me pegou na minha casa? E o Jin onde ele está? E onde eu estou?

Tae- Eu cheguei na sua casa pra te levar na escola, mais sabe, alguém tentou se suicidar com remédios. O Jin não saiu do quarto dele desde que ficou sabendo da história do suicídio. E você ta no meu quarto.

SN- Ele não saiu do quarto pra nada, nem pra comer?

Tae- S/N você quase morreu e ta preocupa com uma pessoa que não come a dois dias.

SN- Espera dois dias? Eu fiquei dois dias aqui?

Tae- Sua mãe ja sabe de tudo, bom, o Jin contou pra ela. Ele pediu desculpas para ela pois ele se sentia culpado. Ela disse que tudo bem se você ficar aqui. Ela tem uns compromissos com um tal de Marcelo.

Alguém abre a porta com força e bate na parede.

Y- Meu Deus amiga, nunca mais faça isso. Você sabe como eu fiquei preocupada com você eu me senti extremamente culpada pois tinha saído com o Yoongi no dia. Você de deixou preocupada. Me promete que você nunca mais vai fazer isso?

SN- Então quer dizer que você saiu com o Yoongi?

Y- S/N sério mesmo que essa foi a única parte que você escutou? Você não mudou nada.

SG- Menina suicida, tem uma pessoa querendo te ver.

Todos saíram do quarto e logo em seguida Jin entrou com olheiras nos olhos, ele também estava mais magro que o normal.

SN- Você está bem? Por quê ficou sem comer?

J- Você quase morreu me responda você como você está?

SN- Sério mesmo que vai ser assim, você troca mais de personalidade do que de cueca. No outro dia você estava me trantando mal dizendo que EU te trato igual um brinquedinho. E agora você vem todo carinhoso, sentiu remorso é?

J- S/N eu não vou discutir com você, e respondendo sua pergunta. Não comi porque eu estava preocupado de verdade. Embora você ache que é só remorso. Não sai do meu quarto pois sabia qie todos iriam me perguntar por que fiz aquilo e sinceramente, nem eu sei. Não estou pedindo para você me perduar, mais se um dia você quiser me perdoar, estarei no neu quarto.

SN- Jin espera. Eu te perdoou com uma condição.

J- Qual?

SN- Come, por favor, eu estive esses cinco dias preocupada com você. E chama o Tae pra mim.


Notas Finais


Capítulo meio bostinha mais tá né.
Mano realmente me desculpem por todos meus capítulos serem lixos (ta ninguém vai ler isso mais ta)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...