História Imagine BTS - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 126
Palavras 1.258
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Um dia ruim?


Fanfic / Fanfiction Imagine BTS - Capítulo 16 - Um dia ruim?

Fui até minha sala e passei o resto do horário de trabalho ouvindo música e adiantando mais algumas coisas. 

--- 

 Quando deu 17 horas, arrumei minhas coisas e fui embora. Logo cheguei em casa e como de costume fui ver tv. 

 Umas 21 horas resolvi ligar pro meu tio pra ver como iam as coisas. 

 - Alô, oi tio, é a (S/N). Como estão as coisas por aí? - pergunto. 

 - Oi (S/N)! Aqui tá tudo certo e aí? 

- Ah, também. E a tia e o bebê tão bem? 

 - Sim, ela anda tendo mais algumas dores e enjôos de vez em quando, mas o médico disse que isso é comum e que a gravidez tá indo bem. - ele me explica. 

 - Entendi, manda um abraço pra ela! E tem alguma novidade? 

 - Hmm, acho que não. Ah sim, o Mateus passou por aqui perguntando por você. - ouvir o nome de meu ex me fez lembrar das mensagens. 

- Oi? Você sabe que nós terminamos, né tio? - pergunto rápido pra ele. 

 - Acho que você não lembrou de me contar, só fiquei sabendo depois que comentei com sua tia sobre a visita dele, daí ela me disse que vocês não tavam mais juntos. Mas o que aconteceu? Achei que estivessem bem. - ele se explicou. 

- O que você disse pra ele? - ignorei sua pergunta. 

 - Ah, disse sobre você ter se mudado. - disse ele confuso. 

 - Você falou que eu vim pra Coréia? - perguntei preocupada. 

- Sim...não era pra falar? Me desculpa, não sabia. 

 Fico uns segundos em silêncio pensando sobre isso...estava brava por meu tio ter contado isso ao meu ex, mas não era culpa dele, afinal ele não sabia que tínhamos terminado. Eu realmente nem tinha lembrado de falar pra ele quando aconteceu. Não podia descontar minha raiva nele... 

- (S/N)? Ta aí? - meu tio pergunta estranhando meu silêncio. 

- Sim...preciso desligar, tchau. - desligo sem esperar ele responder, me sinto meio culpada porque provavelmente deixaria ele preocupado e pelo fato de eu não ter lembrado de contar pra ele sobre o término do namoro. 

Desligo a tv e vou pra cama. Não paro de pensar nas mensagens de Mateus e no fato de agora ele saber onde eu estava... Isso não ia sair da minha cabeça tão cedo e no dia seguinte eu com certeza estaria com o humor alterado por conta disso... 

Mais uma noite de sono perdida. 

--- 

Levanto morrendo de sono por causa da noite mal dormida. Sim... as coisas que estava pensando ontem à noite continuavam na minha cabeça. E hoje era bem o dia da festa, não iria conseguir aproveitar tanto quanto eu queria, talvez nem fosse mais. 

--- 

Chego no trabalho e começo a fazer as coisas lentamente, não conseguia me concentrar. Ainda não estava entendendo o porquê de eu estar tão preocupada com isso, fala sério, não é como se meu ex fosse se trasformar num louco do nada e vir atrás de mim aqui na Coréia. 

Pelo que eu conhecia dele, isso era algo inimaginável... bom, ele ter terminado comigo do jeito que terminou também era inimaginável quando aconteceu... 

Meus pensamentos não me deixavam em paz, quanto mais pensava sobre o assunto, mais me preocupava. E pra piorar eu tinha aquela mania de ficar fazendo umas teorias doidas, de que ele realmente tava vindo pra cá e supondo quais eram suas intenções. Eu não conseguia deixar de pensar nisso, era impossível. 

--- 

As horas se arrastaram lentamente durante o dia e no horário de almoço nem fiz questão de ir comer. Deitei minha cabeça na mesa e resolvi tentar descansar um pouco para ver se relaxava. 

Acordo alguns minutos depois, com alguém batendo na porta.

---

(hoje mais cedo) (Jungkook P.O.V. On)

Jin hyung estava preparando o café da manhã pra gente, sempre que conseguíamos, dávamos preferência pra comida dele e não a do refeitório.

- Jungkook, vai chamar os outros, já ta tudo pronto e já já vamos pro treino. - diz Jin, terminando de preparar a comida.

Me levanto da mesa e vou até sala, onde eles estavam vendo tv.

- Vamos lá comer, gente, já ta quase na hora do treino. 

- Finalmente! Tava morrendo de fome. - diz V.

- Acho que o Suga ainda não levantou. - diz Rap Monster.

- Eu que não vou acordar ele, já vim chamar vocês. - digo já indo pra cozinha.

Ouço eles discutindo na sala sobre quem iria lá chamar ele. Todos vem pra cozinha, menos Jimin, acho que ele foi o azarado. Nos sentamos e começamos a comer. V e J Hope, como sempre começam a elogiar a comida que Jin tinha feito e ele agradece.

Uns minutos depois Jimin e Suga aparecem, Suga com aquela cara meio emburrada que ele sempre tinha ao ser acordado. Eles também se sentam e J Hope comenta:

- A (S/N) não passou aqui hoje né? Será que ela ficou brava por eu ter duvidado dela saber jogar ontem? 

- Acho que não, ela com certeza não tava brava quando saiu. - diz Jin.

- No almoço ela aparece. -diz Namjoon.

---

Terminamos a comida e saímos pro treino. Passou bem rápido e logo chegou a hora do almoço, chegamos mais cedo no refeitório e nos sentamos na mesa de sempre.

Passaram alguns minutos e nada da (S/N) aparecer, isso era estranho, ela sempre aparecia. Ouço os outros comentando sobre isso também.

- Vou procurar ela. - digo me levantando - Não precisa vir mais ninguém junto, vou só procurar e ver se tá tudo ok. - digo antes que todos quisessem vir junto.

Inicialmente passo no nosso apartamento, ela podia ter ido lá nos procurando. Ela não estava lá, então vou pra sua sala, ao chegar lá bato na porta.

- (S/N)? Você ta aí?

(Jungkook P.O.V. Off)

- (S/N)? Você ta aí?

Parecia ser o Jungkook. Fiquei quieta e abaixei a cabeça na mesa de novo, não estava muito a fim de conversar, talvez ele fosse embora.

- (S/N)? Vou entrar. - ele diz. Droga...não queria acabar tratando ele mal por conta de meu humor terrível.

Ouço ele abrindo a porta e entrando.

- Uhn... você tá dormindo? - ele pergunta baixinho. 

Dou um leve sorriso ao ouvir ele perguntar isso, ainda com a cabeça abaixada. Era engraçado ouvir ele falar isso. Começo a pensar porque estava evitando eles se eles sempre davam um jeito de me deixar melhor.

- Não... tô só descansando. - digo levantando a cabeça e olhando pra ele, que estava parado em frente a mesa com um rosto perdido.

- Ah, você tá bem? Não apareceu pro almoço...a gente tava preocupado. - ele diz meio tímido.

- Pra ser sincera não tô bem não, e foi exatamente por isso que não fui lá com vocês. Mas obrigada pela preocupação. - digo olhando pras minhas mãos sobre a mesa - Aliás, sobre a festa de hoje, não sei se vou...

- Como assim? Você tem que ir! Vai ser legal, vai te animar! - diz Jungkook se aproximando mais. 

- Vou pensar... - falo e forço um sorriso pra ele.

Ele me olha com preocupação.

- Vai ficar por aqui mesmo? - me pergunta.

Faço que sim com a cabeça. 

- Ok então...vou voltar pro refeitório. Te pegamos na sua casa às 21 horas, pode ser? - diz me mandando um sorriso maravilhoso. (foto de capa)

- Tá bom... - falo e dou um sorriso, dessa vez de verdade.

Ele sai pela porta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...