História 「〘【Imagine BTS】〙」 - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Imagines, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Visualizações 166
Palavras 1.036
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OEEEEEEEE
OI
OI
OI
e, wow, 50 favs!!!!!!!!!!!!
MUITO OBRIGADO, MESMO
e, eu achava que não ia dar pra postar hoje mas eu fiz uns esquema e deu certo
kkkkkskkskkk
BOA LEITURAA <3

Capítulo 17 - ✕Imagine do Taehyung✕


Fanfic / Fanfiction 「〘【Imagine BTS】〙」 - Capítulo 17 - ✕Imagine do Taehyung✕

 

Talvez eu estivesse me apaixonando por Taehyung. Ou talvez eu já o amasse. Como eu cheguei a esta conclusão? Também não sei. Mas eu gostaria de contá-la a Taehyung, que vem sendo tão atencioso que é impossível resistir a seus encantos.

Estava fazendo bastante frio, e Taehyung(como todas as tardes), me convidou para passear no parque. Eu estava trajando um casaco de tecido grosso rosa. Eu o estava usando especialmente hoje, porque Tae sempre dizia que eu ficava linda nele. Eu queria estar linda pra ele. Só para ele.

Depois daquela declaração( que, no momento, eu julguei não ser real e também não acreditei que disse aquilo. Só acreditei quando ele chegou em minha casa, no dia seguinte, com flores. Heliotrópios, para ser precisa. Essa flor significa amor eterno. Na hora eu não entendi o porquê dele querer um amor eterno, mas agora eu entendo. E também quero um amor eterno.

Taehyung estava no parque no horário marcado. Trajava roupas semelhantes as minhas; um casaco, que aparentava pesar na cor azul escuro, toucas e luvas. Era incrível como ele conseguia ficar ainda mais lindo naquelas roupas de frio.

-Oi.- Eu disse em um sopro. Dei uma lufada de ar. Ele sorriu para mim.

-Oi, meu amor. Eu estava com saudades, sabia?- Ele me olhava com ternura. As vezes, eu ficava envergonhada em sua presença. Como pode alguém como eu receber tamanho amor? Era algo que eu não entendia.

Quis dizer que também senti, mas ele me calou com seus lábios gélidos. Ah, como eu amava os seus beijos. Tão únicos e inesquecíveis, era quase impossível descrevé-los.

-T-Taehyung, p-preciso te dizer a-algo.- Disse, praguejando por ter gaguejado.

-Diga, meu amor. Estarei sempre aqui para te escutar.- Ele sorriu, e eu corei até as orelhas. Eu não sabia que eu podia ficar mais vermelha do que já estava.

-Eu descobri que te amo!- Disse, rápido, quase em um sussurro, que eu julguei ser inaudível, mas pelo sorriso dele não foi.

-E-eu estou tão feliz! S/N, eu te amo como eu nunca imaginei amar alguém. Sabe, eu nunca pensei que iria amar alguém da forma que eu te amo em tão pouco tempo. O seu efeito sobre mim é tão grande, que eu acho que me encontro impossibilitado de viver sem a sua presença. Isso se tornou um costume, e agora eu não sei mais viver sem você.

Eu sabia que estava fazendo a escolha certa.

O beijei com intensidade, colocando minhas mãos em sua nuca, puxando uns fiozinhos de cabelo existentes lá, o fazendo arrepiar.

Ele retribuíu colocando-me em seu colo de um jeito carinhoso. O ar fez-se necessário, e tivemos que interromper o nosso beijo.

Olhei dentro de suas órbitas negras brilhantes, as mesmas que eu me apaixonei. Taehyung era lindo, por dentro e por fora, apesar de ter esse jeito obsessivo, eu o amava, e sei que ele me ama também.

Ficamos conversando por um tempo, até que começou uma nevasca e tivemos que ficar em um chalé próximo ao parque. Ele não era luxuoso, mas não deixava de ser confortável.

Pegamos a chave do nosso quarto e logo em seguida, entramos.

-Amor, eu vou tomar um banho quente, okay? S-se você quiser vir, tudo bem, m-mas não quero que se sinta pressionada.- Após dizer isso, saiu rapidamente em direção ao banheiro.

Eu confiava e amava Taehyung. Era simples.

E fui.

Me despi timidamente, e fui em direção a banheira. Taehyung se encontrava de olhos fechados. Seu corpo era coberto pela água da banheira. Pensei em retornar, mas voltei atrás. Porquê temer?

Ele só despertou quando eu estava dentro da banheira. Ele me olhou, daquele jeito especial que sempre me faz ficar com vergonha.

-É bom saber que confia em mim, meu amor. Eu te amo, e nunca mais quero te machucar, okay?- Ele disse.

Assenti.

Ele começou a ensaboar todo o meu corpo, respeitando os meus limites. Taehyung é muito mais do que eu poderia querer ou sonhar. Taehyung é o meu amor eterno, e agora eu sei disso. Eu também quero ser o seu amor eterno. Então, eu me entreguei a ele.

Me coloquei em seu colo, timidamente. Ele arregalou os olhos.

-Meu amor, você não p-precisa fazer isso se não quiser, ok? Eu me viro.- Ele dizia, meio que desesperado.

-M-mas eu quero, Tae. Eu quero que seja com você.

Ele me puxou para um beijo gentil e afetuoso. Sugava-me os lábios de forma amorosa, na qual eu nunca imaginei. Ele distribuia beijos delicados por meu corpo, enquanto me exaguava.

Após o banho, me enrolei com a toalha e Tae fez o mesmo.

-Eu te amo S/N. E eu nunca vou me cansar de repetir isso, mesmo que pra você se a cansativo e...- O interrompi, com um beijo.

-Eu nunca vou me cansar.

Ele me jogou sobre a cama, com uma certa força. Nós já estavamos despidos,sendo apenas cobertos pela toalha.

-Você é a melhor coisa que me aconteceu, sabia?- Taehyung proferia palavras carinhosas enquanto distribuia chupões e mordidas por todo o meu corpo. Gemi quando ele abocanhou meu seio direito, logo fazendo o mesmo com o esquerdo, dando pequenas mordidinhas. Ele estava me levando a loucura. De repente, ele parou, e desceu os beijos e mordidas para minha barriga, até chegar na minha intimidade. Corei intensamente, e ele percebeu isso.

-Não precisa ficar com vergonha, ‘tá? Você é perfeita, perfeita pra mim. Eu te amo, S/N, você é só minha. Minha e de mais ninguém.- Ele mordeu meu seio e me penetrou.

 A dor chegava a ser insuportável, uma lágrima teimosa escorreu do canto do meu olho.

-Calma, meu amor.- Ele distribuia beijos pela minha clavícula, enquanto se segurava para não se movimentar. A dor foi amenizando, mas continuava presente. Arranhei seu abdômen para indicar que ele já poderia ir.

Eu sentia que podia tocar o céu. Ele continuou com os movimentos por alguns minutos, até que senti minhas pernas falharem. Revirei os olhos com o prazer que senti e depois de mais algumas estocadas, Taehyung também chegou a seu ápice.

Meio fraca, observo ele cobrir a si e a mim também.

-Essa noite irá ficar marcada pra sempre, meu amor.- Foi a última coisa que escutei após cair na inconsciência.


Notas Finais


EU TO COM TANTA VERGONHA
TANTA
TANTA
QUE MDS
sério gente, eu to com muita vergonha mesmo. Aish, to nervosa
me desculpem se ficou meio ruim, okay?
Eu não sei com que " cara" "olho" pra vcs de novo
bem, sou inexperiente, então se ficou um cocô foi por isso
obrigado por me acompanhar <3
CRÍTICAS CONSTRUTIVAS SÃO SÃO MUITO BEM VINDAS!
amo vcs <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...