História Imagine Bts : Dead Leaves - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chen, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Lay, Rap Monster, Suga, Suho, V
Tags Amor, Bts, Colegial, Romance
Exibições 85
Palavras 2.275
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 24 - Sentimentos não superados


Fanfic / Fanfiction Imagine Bts : Dead Leaves - Capítulo 24 - Sentimentos não superados

P.O.V ____

Hoje era o dia de ir a escola, o dia de parar de me esconder do Jimin e enfrentar a situação por mais esquisita que fosse. Adentrei o portão da escola apreensiva olhando disfarçadamente em volta vejo os meninos em uma rodinha proxima a entrada do corredor, o Jimin estava entre eles e não me considero pronta pra fazer qualquer tipo de contato, o que diria? ''olá, tudo bem? porque apesar de ter terminado tudo, voce deveria dizer que está bem.'' ou então cumprimentarei todos e posso fingir que ele não existi. Realmente não existe forma adequada de fazer isso, portanto sigo adianta passando por todos eles, com a esperança de que eles não tenham me visto.

- Hey ___, espera - Jungkook veio correndo ofegante na minha direção.

- Por que está fugindo? v-você nem disse oi na entrada, eu fiz alguma coisa?...- ele parecia confuso, mas bastou um simples olhar triste pra que a situação se esclarecesse pra ele.

-... entendi... bom, qual sua primeira aula? . - Peguei meus horarios e observei-os novamente visto que estava distraida demais para decorar.

- Vou ter Sociologia, e você?. - guardei os livros que não usaria no armario e o fechei olhando pro Kook.

- Parece que vou te acompanhar nessa jornada. - ele me da o braço para que eu passe o envolta, caminhamos devagar pelo corredor e na direção oposta vinha Jimin ao nosso encontro, a principio ele estava de cabeça baixa e não tinha me visto, mas quando nos viu franziu a testa e fez um movimento de negação com a cabeça acelerando os passos. Eu me virei para tras checando-o e por coincidência ele fez o mesmo.

- Formarei as duplas para o trabalho com o prazo de 2 dias, esse trabalho tem uma grande importância nesse bimestre, excepcionalmente para aqueles alunos faltosos. - O professor jogou um olhar indireto sobre mim e Kook, ficou evidente que o recado era dirigido a nós.

- Yang Mi e Eun gan... Tina e Kimmyun, Sook e Jackson.... Jungkook e ____. No mesmo momento Kook nos olhamos e sorrimos um para o outro era um alivio pra ele não trabalhar com desconhecidos e um alivio pra mim fazer isso com um dos meus melhores amigos.

Quebra de tempo*

Passei o intervalo afastada dos meninos, somente eu e Sarah ficamos juntas no jardim e ela parecia realmente atormentada pela ameaça anonima feita pelo telefone a alguns dias, na proxima semana teriamos o conselho de classe portanto não haveria aula por 5 dias, alem do fim de semana, sugeri que ela poderia passar esse tempo comigo, também não me sentia confortavel ficando sozinha, ainda mais nessa situação.

- Quer que eu leve alguma coisa? 

- Não, tudo bem só acho que você deveria fazer uma mala pra uma semana do resto eu cuido. - O sinal tocou eu e Sarah nos abraçamos e fomos em direções opostas.

P.O.V Jungkook

Mais uma vez ___ não estava conosco e isso começou a criar um clima ruim na mesa do refeitório.

-É parabens Jimin. - Yoongi disse de forma rude.

- Do que está falando? - Jimin perguntou frio.

- Perdemos uma amiga graças a você... ___ nos odeia agora por sua culpa.

- Ela não nos odeia Yoongi . - Achei o argumento um completo exagero, mas confesso que pensar na possibilidade de sempre tê-la afastada me deixava triste.

- Achei que vocês tinham conversado sobre isso Jin - Tae diz confuso.

- Ela prometeu não se afastar... acho que devo falar com ela de novo. - Jin respondeu com uma expressão triste.

- Será que dá pra vocês falarem de outra coisa? - Jimin vira o rosto observando o patio enquanto suspira.

O sinal toca e voltamos as nossas salas... depois da aula eu daria um jeito de trazer ___ até nosso apartamento, não deixaria que ela se afastasse de nós assim... não só pela nossa amizade.

Quebra de tempo*

P.O.V ____

- Alô ? - Eram duas da tarde um pouco depois da escola e recebo uma ligação do Kook.

- É.. oi, quando você vai vir? 

- Não acha melhor fazermos o trabalho aqui? quer dizer... 

- Se esse é o problema ele saiu faz alguns minutos e disse que demoraria... por favor os hyungs querem muito te ver.

- Ok, vou me arrumar até mais Kook.

- Até ___.

Depois de comer o meu almoço, esperei alguns minutos até que pudesse tomar banho sem passar mal, me refresquei e vesti uma blusa fina e preta com mangas e uma calça jeans clara, peguei os materiais necessarios para o trabalho, deixei Kira com comida suficiente até a noite e tranquei a casa.

Mandei uma mensagem de texto avisando ao Kook que chegaria logo, alguns minutos depois ja me encontrava no elevador do apartamento me dirigindo até onde eles moravam.

Tae abriu a porta se afastando para que eu entrasse e todos menos Jimin estavam me observando do sofá.

- Oi... - eu disse falando baixo, sabia que eles mencionariam o fato de nem ter falado com ninguém na escola.

- Senti sua falta - Yoongi se levanta do sofá rapidamente e me abraça eu fiquei sem reação, não era do feitio dele fazer esse tipo de demonstração carinhosa na frente de ninguém, me afastei devagar envergonhada e todos esperavam que eu dissesse alguma coisa.

- Sinto muito por hoje... - falei sorrindo fraco, Tae veio na minha direção e se pronunciou.

- Nós entendemos que a situação seja estranha... mas você não pode se afastar assim, só pelo Jimin. 

- Mas Tae... - antes que eu pudesse continuar ele me interrompe.

- S/n você sabe o quanto é importante... Eu.. amo você.. quer dizer... todos nós amamos - ele olhou corado para todos os outros que assentiam me dando seus melhores sorrisos.

- Eu também amo vocês... sinto muito mesmo.

- Espero que não tenhamos que implorar pro seu lado emocional de novo... realmente não posso soltar minhas lagrimas desse jeito mantendo minha masculinidade ___, - J-hope riu e eles se dispersaram pelo apartamento deixando somente eu e Kook na sala preparando o trabalho. 

Começamos a desenhar um cartaz deixei que Kook cuidasse disso, ele realmente era otimo em desenho.

- Me diga senhor Jungkook tem algo em que você não seja bom? - Eu sorri e cutuquei o mesmo na barriga, o que o fez se encolher.

- Não sou bom... em chegar em garotas por exemplo. - ele abaixa a cabeça e continua o cartaz.

- Não é tão dificil assim... 

- Você diz isso por que não é timida.. toda vez eu começo a suar... ou gaguejar ou então só fico parado como uma estatua ___ você sabe muito bem disso. 

- Eu acho que sua timidez te torna fofo... - disse a verdade a primeira impressão que tive foi que Kook era o garoto mais fofo que eu ja tinha visto.

- Isso não é bem um elogio pra um homem sabia? 

- Ta, mas não precisa ficar irritado. 

- Eu não estou - ele disse de  um jeito duro, parecia zangado com alguma coisa, então eu não disse uma palavra depois disso.

- Que cara é essa ____? - ele se deitou no chão tentando ver meu rosto mais de perto.

- Não é nada... mas você parece irritado comigo.

- Não é bem com você... é comigo mesmo, por favor não fique brava. - continuei mantendo minha pose seria.

- Vai continuar assim? - ele se levantou e se sentou mais perto.

- Vou... você não quer me contar a verdade.. - Cruzei os braços e virei o rosto.

- Será que vou ter que apelar? - eu sabia exatamente do que ele estava falando, mas continuei em silencio.

- Certo então. - Ouvi ele se levantar e me virei ele ja não estava do meu lado, mas sim atras de mim.

- Ta fazendo o que ai atras? - me virei o encarando de uma maneira esquisita.

Ele segurou os meus braços com somente uma de suas mãos e me puxou para tras fazendo minhas costas se apoiarem em seu colo.

- Não estou entendendo onde vocÊ quer chegar com isso. 

- Agora você vai entender. - ele me deu um sorriso maldoso e começou a fazer cocegas em minhas axilas.

- Aaaaaaah não isso não... K-ook para isso... não tem graça.

- Então porque você está rindo ____? me diz - ele continuava rindo e eu também, comecei a me debater cada vez mais forte, mas parecia inutil sua mão ainda segurava meu pulso com facilidade.

- Vai se machucar se continuar se debatendo assim ___ se renda logo. - ele continuava com um sorriso vitorioso.

Me debati mais forte dessa vez e acabei indo parar no colo dele, continuava me mexendo e não ligava pro quanto isso parecia estranho eu só queria me livrar disso, Kook finalmente soltou suas mãos colocando-as na minha cintura me tirando de seu colo, fazendo com que eu parasse de me movimentar em cima dele, mas o seu olhar estava voltado ao canto da sala, olhei para o mesmo lugar e Namjoo estava boquiaberto nos encarando.

- Vou fingir que não vi nada.... - ele deu meia volta e foi embora, Kook e eu ficamos tão envergonhados que somente terminamos o trabalho, já era por volta das seis da tarde e eu insisti que poderia voltar sozinha, me despedi dos meninos e Namjoo ainda olhava de forma estranha pra mim.

Estava voltando tranquilamente pra casa faltava apenas uma rua... chegando a minha rua vejo de longe um garoto deitado na frente da minha casa, me aproximei devagar e ... era o Jimin.

- Jimin? Jimin?? - balancei ele pelos ombros e ele levantou seu olhar pra mim deixando a cabeça cair novamente, um cheiro forte de alcooh subiu entrando pelas minhas narinas.

- Você bebeu?? Que droga Jimin... por que fez isso? - Ele não respondia apenas resmungava alguma coisa.

- Você consegue andar? - Estendi as mãos o levantando com todas as minhas forças, ele era extremamente pesado pois jogado praticamente o peso todo em mim, o arrastei pro meu sofá e disquei o numero do Jin no celular, ele não atendia, voltei para olhar Jimin que estava tentando se sentar.

- ____ ME PERDOAA ____ - ele caiu de lado novamente no meu sofá. 

- Vou trazer agua pra você... - o estado dele era realmente preocupante, talvez ele nunca tivesse bebido antes, voltei pra sala e ajudei a beber agua, mas ele resistia.

- Eu não quero água ___, é tão dificil entender? - sua fala era arrastada e enrolada, mas eu entendia claramente o que ele queria dizer.

- Acho melhor você tomar um banho frio Jimin... - coloquei o copo sobre a mesa e Jimin tinha caido de lado novamente, dessa vez ele vomitou no meu sofá, me deixando mais preocupada.

Tentei ligar pro Jin ou algum dos meninos, nenhum deles atendia... eu não conseguia leva-lo ao hospital sozinha e ele não parecia capacitado a tomar banho. 

Peguei um balde, um copo d'agua e uma toalha molhada, coloquei sua cabeça em meu colo pra que ele não se engasgasse, passaram alguns minutos muito longos ate que ele parasse de vomitar.

- Jimin? você está melhor? - Ele se revirou em meu colo parecia estar dormindo, mas suava muito.

- Por favor ___ não vai embora - ele começou a soluçar ainda de olhos fechados.

- Ir embora pra onde? eu estou aqui? - Foi ai que percebi ele estava com febre e delirando com alguma coisa, eu precisava leva-lo ao medico, mas não conseguia me levantar, ele tinha apagado e era muito pesado pra que eu saisse de baixo.

Passei a toalha em seu rosto e seu cabelo varias vezes para limpar o suor, a torcia no balde quando se encharcava e fazia tudo novamente, ele ainda soluçava baixo, eu sabia que ele não me ouviria, mas queria acalma-lo.

- Eu vou ficar aqui Jimin... não vou embora eu prometo. - Sussurrei proximo ao seu rosto e encostei nossas testas. Eu nunca o vi tão fragil e desestabilizado muito menos doente, aquilo me deixava tão triste principalmente por saber que a culpa disso é toda minha... desencostei nossas testas e continuei limpando o seu rosto a noite toda...

Quebra de tempo*

Ouvi o barulho do despertador e por alguns instantes esqueci que tinha adormecido na sala com Jimin em meu colo, minhas costas doiam muito por ter dormido nessa posição, abro os olhos e vejo que Jimin esta acordando, passo mais uma vez a toalha em seu rosto.

Ele abre os olhos me olhando de forma muito confusa e depois se senta colocando rapidamente a mão sobre a testa.

- Aiii, o que ... o que aconteceu?

- Você bebeu e apareceu aqui na porta de casa ontem, eu não consegui te levar pro hospital, então passei a noite cuidando de você.

- V-você o que? quer dizer... obrigado ___, eu disse ou fiz alguma coisa com você? - eu menti ele tinha me dito muitas coisas, mas eu não queria fazer a situação ficar vergonhosa pra ele.

- Por que bebeu assim Jimin? você podia... podia ter morrido, se não tivesse chegado até aqui e ficasse na rua... 

- Eu sinto muito... acho que devo ir já te dei muito trabalho. - ele se levanta com a mão sobre a testa e caminha devagar até a porta.

- Jimin espera. - eu não fazia ideia do que dizer, mas não quero deixar as coisas como estão.

- E-eu posso conversar com você?

 

 

Continua....

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...