História (Imagine Bts) O Lado Negro De Bangtan Boys - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Jay Park
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Ação, Aventura, Drama, Horror, Romance, Sexo, Suspense
Visualizações 124
Palavras 2.760
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meu amores, to aqui novamente com mais um capítulo delícia pra vocês, tenho certeza de que irão gostar
Boa leitura ♡♡♡

https://chat.whatsapp.com/IxIyh6yOTe29LNKkWdLfG5 ====> GRUPINHO PARA OS LEITORES

https://spiritfanfics.com/historia/7-crimes-yoonseok-9345848 ===> MINHA FANFIC DE YOONSEOK(INDICADA APENAS PARA ARMYS CARDÍACAS

(LEIA AS NOTAS FINAIS)

Capítulo 26 - Visita


                        No Capítulo Anterior:

S/N: Eu ainda nem consigo acreditar que ele me beijou, e que me chamou de princesa... or! - Mordo meus lábios

S/N: Também não consigo acreditar que estou apaixonada. Como isso me aconteceu tão de repente? Foi de um segundo a outro , e eu mal o conheço! Bem, acho que.. se ele me chamou para sair, com certeza deve ser porque queira me conhecer melhor! Ar, mal posso esperar para chegar o sábado! - Sorrio empolgada, e logo bocejo por conta do grande sono

S/N: Amanhã será um grande dia, preciso de um bom descanso agora.

S/N: Boa noite Suga... - Apago a luz do meu abajur e então deito minha cabeça sobre o travesseiro, logo fechando meus olhos, e agarrando em um profundo sono

                                    XXX



                               "S/N Onn"

                                    (...)

O despertador toca, me acordando logo em seguida. Levanto da cama um pouco atordoada devido ao meu sono, que era imenso, apesar daquela noite traquila e longa, que não foi o suficiente para mim descansar direito. Sentia que meu corpo pesava muito, e algumas partes do mesmo, estavam doloridas, com certeza devo ter dormido de mal jeito, ou isso foi resultado daqela agitação toda na lavadeira aquele dia. Esfrego meus olhos enquanto bocejava e me levantava indo em direção ao banheiro lentamente. Paro em frente ao espelho e me olho sobre o mesmo, meu rosto estava com um aspecto inchado e seco, o que me deixava um pouco angustiada com aquilo. Lavo meu rosto com um sabonete próprio para a pele do rosto, e logo em seguida escovo meus dentes. Retiro minha roupa e então entro na banheira, para tomar um rápido banho, e começei a me lavar as pressas, pois tinha certeza de que estava quase atrasada para à escola.


                                   ...


Já vestida em meu unifome da escola, pego meus materiais, e os coloco em minha mochila. Arrumo meus cabelos, os prendendo em um rabo de cavalo, e então saio do quarto colocando minha mochila nas costas, e descendo as escadas indo em direção a sala.

Yan: Pra onde você vai S/N? - Sua voz se manifestou vinda da cozinha, onde eu não tinha a visto, fazendo-me virar para ela rapidamente, e a encarando cofusa por ela não estar com o uniforme da escola 

S/N: Eu vou pra escola! Você não vai? - Perguntei confusa e logo fiquei atordoada ao vê-la rindo de mim

S/N: O que foi Yan? Do que está rindo?

Yan: Hoje não tem aula S/N! - Continuou rindo 

S/N: O-oque? Como assim não tem aula hoje? É sexta não é? - Fui até o calendário tentando me certificar do que eu havia falado

Yan: Sim S/N! Hoje é sexta!

S/N: Então porque não me avisou antes? - Bufo 

Yan: Eu fiquei sabendo agora! O Haru me contou agora de manhã! 

S/N: Então porque não tem aula?

Yan: Bem, eu não sei! Mais o Haru disse que é por uma causa justa, só não me contou o que era!

S/N: Oh, isso é bom! Pelo menos eu vou poder descansar direito.

S/N: Onde está nossa mãe?

Yan: Ela saiu para trabalhar, esqueceu?

S/N: A-ah.. é mesmo! Eu tinha esquecido! - Forcei um sorriso 

Yan: O que deu em você ontem? Parecia estranha!

S/N: E-eu estranha? Mais porquê?

Yan: Ah, eu não sei! Estava agindo de uma maneira... er... esquisita, não sei dizer.

S/N: Oh Yan, não seja boba! Deve ser apenas o seu psicológico!

Yan: Então deve ser o meu e o da mamãe. Porque ela também percebeu!

Eu sabia que elas tinham percebido!

S/N: A-Acho melhor eu subir e... dormir mais um pouco. - Engoli seco enquanto mudava de assunto rapidamente, e então sai da sala, subindo em direção ao meu quarto sem ao menos esperar o que Yan iria dizer. 

S/N: Acho que preciso mesmo de um bom descanso! - Sussurrei a mim enquanto esfregava a mão em minha testa. Coloquei minha mochila sobre a cadeira e então tirei meu uniforme, e o coloquei no cesto, vesti minha camisola e então me joguei sobre a cama enquanto suspirava de alívio por não ter que ir à aula hoje

S/N: Acho que hoje poderei dornir até tarde! - Abri um sorriso bobo enquanto ficava de bruços sobre a cama, e fechava meus olhos lentamente, esperando meu sono chegar, Até que o telefone começou a tocar, me fazendo erguir minha cabeça, e assim que iria gritar para Yan atende-lo, o mesmo parou de tocar, e logo pude ouvir a voz dela conversando com alguém no telefone.

                - S/N TELEFONE PRA VOCÊ! - Gritou da sala

S/N: Pra mim? - Perguntei confusa 

S/N: QUEM É? - Gritei para Yan

               - EU NÃO SEI! É UMA GAROTA QUERENDO FALAR COM VOCÊ!

S/N: Garota? Mais que garota?  Saí da cama rapidamente e então fui em direção a sala, onde encontrei Yan para ao lado do telefone, segurando o mesmo na mão m

S/N: Quem é?

Yan: Já disse, eu não sei! Não falou o nome, mais a voz é de uma garota! - Susurrou

S/N: Não faço ideia de quem seja! - Resmungo pegando o telefone e o levando até minha orelha

S/N: Alô? - Perguntei em um tom fraco e baixo

Xxx: S/N? - Uma voz conhecida falou do outro lado da linha, fazendo-me arregalar os olhos e ficar extremamente surpresa 

S/N: Hana? É você?

Hana: Sim, sou eu! - Falou soltando uma risada

S/N: Como conseguiu o número daqui? 

Hana: Oh! Eu peguei em sua ficha na diretoria! Desculpe não ter lhe pedido, eu iria te pedir ontem, mais acabei esquecendo e então fui a diretoria e peguei lá!

S/N: Tudo bem Hana, sem problema! - Solto uma risada baixa

S/N: Então.. você queria falar comigo?

Hana: Sim! Não sei se ficou sabendo, mais hoje não teve aula!

S/N: Sim, eu fiquei! Você sabe o que aconteceu?

Hana: Não! Deve ter sido por causa de algum problema nas caixas de energia, não sei bem!

S/N: Oh! Bem.. talvez seja isso! Mais então? Tenho certeza que não me ligou por isso! - Falei empolgada

Hana: E você acertou! Bem, como não tem aula hoje, e amanhã é sábado... - Deu ênfase a "Amanhã é Sábado", me fazendo lembrar de Suga

Hana: Talvez eu poderia ficar em sua casa hoje, e dormir aí! Se você quizer, e se sua mãe deixar, é claro!

S/N: Mais é claro que pode Hana! Vai ser maravilhoso!

Hana: Sério mesmo?

S/N: Claro que sim!

Hana: Onde você mora?

S/N: Eu moro na Xxx no número Xxx!

Hana: Ótimo, daqui a pouco minha mãe irá me deixar aí, tudo bem?

S/N: Sim, claro! Vou estar esperando, até logo! 

Hana: Até logo S/N - Falou em um tom super contente enquanto desligava o telefone, e em seguida fiz o mesmo, voltando-me para Yan, que me encarava com uma expressão curiosa 

Yan: Era a sua amiga?

S/N: Sim, era!

Yan: O que ela disse? - Perguntou animada 

S/N: Ela disse que viria pra cá hoje!

Yan: Sério? - Perguntou entusiasmada 

S/N: Sim!

Yan: Que horas ela chega? Estou muito ansiosa para conhecê-la!

S/N: Daqui a pouco! Bem, enquanto isso, vou trocar de roupa, se caso ela chegar, abra a porta para ela! 

Yan: Claro!

Saio e vou em direção ao meu quarto novamente. Abro o guarda-roupa, e pego qualquer peça que me deixasse confortável, e então a visto.

S/N: Bem, acho que essa roupa está boa! - Sussurro enquanto me olhava no espelho, até que ouço a buzina de um carro vindo do lado de fora, e corro diretamente para a janela, abro a cortina e logo vejo um carro Prata parado em frente a minha casa.

S/N: Ela chegou! - Sussurrei animada e logo a vi descer do carro junto com uma mulher, com certeza era mãe dela, e então as suas vão diretamente para o portão de minha casa, e Yan sai em direção a elas, simplesmente animada

S/N: Agora sei o porque de Yan ter tantos amigos! - Abro um sorriso bobo enquanto as via entrarem a virem em direção a porta de Minha casa, onde já não pude mais vê-las, e então saí de perto da janela indo em direção ao espelho, para me certificar de que eu não estava parecendo uma lunática com aquela roupa

                           - S/N, DESÇA, ELAS JÁ CHEGARAM!  - Yan Gritou

S/N: ESTOU INDO! - Rapidamente arrumo meus cabelos e então saio de meu quarto e desço em direção a sala, logo me deparando com Hana e Yan, abraçadas e trocando risadas, como se fossem boas e velhas amigas, e bem ao lado das mesmas, uma mulher bonita e sorridente, ela parecia ser muito gentil

Hana: S/N! - Exclamou feliz enquanto corria em minha direção e me abraçava fortemente 

Hana: Senti sua falta! 

S/N: Eu também senti! - Sorri enquanto retribuia o abraço da mesma

Hana: Mãe, essa é a S/N, a minha amiga de quem te falei 

S/N: Muito prazer, eu sou S/N! - Fui até a mesma e então estendi minha mão enquanto ela me olhava e sorria 

Xxx: Muito prazer S/N! Me chamo Lee!

S/N: É um grande prazer conhecer a senhora!

Lee: Oh não me chame de senhora meu bem, me chame apenas de Lee! - Falou rindo

S/N: Tudo bem então senho... quer dizer Lee! - Concertei o que eu havia falado rapidamente fazendo todas rirem 

S/N: Bem, Acho que essas duas já se conhecem! - Olhei para Hana e Yan enquanto falava, o que provocou algumas risadas nas duas

Yan: Oh mais é claro que sim S/N! Hana e eu já somos melhores amigas, não é Hana? - Perguntou voltando os olhos para Hana enquanto pegava a mão da mesma e o colocava entre seus braços 

Hana: Sim, claro! Yan e eu somos melhores amigas!

Eu sabia que as duas se dariam bem!

Lee: Bem meninas, eu adoraria ficar para conversar mais um pouco, mas tenho que ir para o trabalho agora! Foi ótimo ter conhecido vocês duas, até logo! E Hana, comporte-se!

Hana: Sim mamãe, eu irei! 

Lee: Bom final de semana para vocês, até logo! - Se despediu e então saiu fechando a porta 

Hana: Não sabe o quanto eu estava ansiosa para chegar logo aqui S/N!

S/N: Eu também! - Sorrio empolgada 

S/N: Trouxe todas as suas coisas? Esse final de semana vai ser ótimo!

Yan: Espera! - Interrompeu chamando minha atenção e a de Hana

S/N: O que foi?

Yan: Ela vai passar o final de semana aqui na nossa casa? - Perguntou seria 

S/N: S-sim vai... - Engoli seco

Yan: Isso vai ser.... DEMAIS! AAHH - Começou a gritar extremamente animada enquanto pulava, arrancando risos s mim e Hana

Hana: Eu adoraria ter uma irmã assim! - Falou rindo 

S/N: Todos dizem isso! - Falo convencida

S/N: Bem, temos muito o que conversar não é Hana?

Hana: Sim, claro!

S/N: Iremos para o quarto Yan, qualquer coisa, é só chamar! - Pego no braço de Hana, e então saio a puxando diretamente para meu quarto. Empurro ela para dentro do mesmo e então entro logo trancando a porta

Hana: Minha nossa S/N! Não precisa disso! - Se referiu a eu ter trancado a porta 

S/N: Mais é claro que precisa! - Vou até a cama e então me jogo sobre a mesma

Hana: Onde está sua mãe? Eu não lembro de ter visto ela

S/N: Ah! Minha mãe foi trabalhar, ela só chega ao entardecer ou a noite!

Hana: Deve ser cansativo pra ela!

S/N: Sim, e muito!

Hana: Mas S/N? Do que sua mãe trabalha?

S/N: Minha mãe? Oh! Ela é juíza!

Hana: O que? Isso é sério? - Perguntou incrédula 

S/N: Sim, é! - Começo a rir da expressão de Hana

Hana: A minha mãe também é! 

S/N: Não! - Me ergo rapidamente enquanto olhava para Hana sem acreditar 

S/N: Isso é sério?

Hana: Muito sério! 

S/N: Oh céus! Isso é realmente muita coincidência, não acha?

Hana: Claro! Muita coincidência! - Se deitou de bruços sobre a cama enquanto apoiava os cotovelos no colchão, e colocava seu rosto sobre as mãos 

Hana: Mas enfim, tenho certeza de que não estamos aqui para falar sobre isso não é? - Arqueou a sobrancelha 

S/N: Claro que não! 

Hana: Então... como está se sentindo?

S/N: Bem, e você?

Hana: Or, eu não estou falando disso sua boba! Estou falando sobre Suga! - Sussurrou enquanto abria um sorriso perverso, me fazendo dar um leve pulo da cama me assustando com o que ela havia dito

S/N: A-am... bem.. Eu... estou muito nervosa! - Mordo meus lábios nervosa enquanto apertava o travesseiro

Hana: É o seu primeiro encontro não é?

S/N: S-sim..

Hana: Or, Eu sei como é... já tive o meu também!

S/N: Sério?

Hana: Sim!

S/N: E como foi?

Hana: Bem... foi um desastre!

S/N: Mais porque? - Perguntei emburrada 

Hana: Bem... - Mordeu os lábios enquanto fazia uma expressão de incômodo 

S/N: Pode me contar se quizer! Mais é só é quizer!

Hana: Isso aconteceu há uns três anos atrás, quando eu estudava em outra escola. Eu era uma garota normal, assim como todas as outras. Sempre fui um alguém de se apaixonar facilmente, e isso acabou que acontecendo! - Sorriu de forma boba enquanto encarava os lençóis, e mantinha uma expressão triste ao mesmo tempo

Hana: Acabei me apaixonando por um garoto da minha escola, bem mais velho que eu, ele era muito popular, e todas as garotas da escola, também eram apaixonadas por ele, sempre viviam na cola dele, se exibindo,  e fazendo de tudo pra ganhar a atenção dele. Eu realmente não suportava isso, não suportava presenciar essa cena, era terrível, sentia meu coração doer e se despedaçar por inteiro, já perdi a conta de quantas a vezes chorei na escola por causa disso... - Suspirou fundo enquanto mordia os lábios, sua expressão entristecia cada vez mais enquanto contava cada detalhe da história. Pensei em perguntar o que estava havendo, mais eu não queria atrapalha-la, e então deixei que ela continuasse

Hana: Mas realmente, não teria como um alguém não se apaixonar por a beleza daquele garoto, era tão lindo! Bem, um dia enquanto eu estava andando por a escola, por eu ser muito distraída, acabei tropeçando e deixei todos meu livros caírem no chão, como qualquer pessoa normal, eu iria apanhar os livros é claro, mas o momento em que eu estava me abaixando, ele apareceu e disse: " Eu pego para você!", e então ele pegou meus livros e ficou os segurando enquanto me encarava sorrindo, me deixando totalmente sem jeito. Ficamos conversando por alguns minutos, ele era muito legal e simpático, realmente, não esperava que ele fosse ser assim! Ele perguntou qual era o meu nome é eu o disse é claro, e logo então ele se apresentou para mim, me falando seu nome. Continuamos conversando até que do nada, ele me perguntou: "Você quer sair comigo algum dia?" Até hoje, eu não consigo acreditar no que ele falou. Bem, como eu era loucamente apaixonada por ele, aceitei na hora, sem ao menos pensar duas vezes, e então marcarmos o dia e a hora. No dia do encontro, ele foi me buscar em casa, em uma moto muito bonita. Quando ele me viu, não conseguiu tirar os olhos de mim, e não parou de me elogiar em um momento. Ele me levou para um parque de diversões não muito distante daqui, e lá a gente começou a conversar e se soltar mais, nos divertimos bastante, realmente tudo estava perfeito, até que... uma garota que também estudava na mesma escola que eu, apareceu por lá, era uma das garotas que também viva se jogando pra cima dele, e também, uma das garotas na qual eu mais odiava. Nós nunca nos demos bem, e sempre que a gente se encontrava, ela sempre, sempre fazia algo pra me humilhar, e naquele dia, não foi diferente. Quando a vi, agarrei no braço dele e saí o puxando até a parte de fora do parque, pra que ela não nos visse, mais não sei como, ou o que ela fez,  ela acabou nos vendo, e então foi até onde nós estávamos. Ela ficou olhando pra mim com cara de nojo, e depois perguntou a ele: "O que você está fazendo aqui com ela?". "Estou apenas me divertindo." "Se divertindo? Com ela? Você esqueceu que tinha um encontro comigo hoje?. "Não, não esqueci!". "Então? O que está esperando?" "Até logo Hana, a gente se vê" . Ela pegou no braço dele e saiu o puxando pra longe. Eu, sem entender nada, gritei por ele, e perguntei o que estava acontecendo e depois os dois se viraram pra mim "Ele não te contou querida? Então, não vai contar a ela?" "Foi apenas uma aposta Hana, apenas uma aposta!" "Entendeu Hana? Foi apenas uma aposta!" Ela segurou no rosto dele, e então... o beijou na minha frente... e depois pegou o copo com suco que estava na mão dela... e jogou em mim, e depois, foi com ele em direção a moto, e então os dois saíram, me deixando sozinha ali.... - Abaixou a cabeça rapidamente enquanto cobria seu rosto, eentão começou a chorar silenciosamente.





                                      ...


Notas Finais


Bem, eu tenho certeza de que vocês não entenderam nada não é?
Pera! Muita calma nessa hora, no próximo capítulo, eu irei revelar tudinho pra vocês, e tenho certeza de que vocês irão entender tudo!
Espero muito que tenham gostado do capítulo de hoje fiz com muito amor e usei bastante a minha criatividade kk
Se caso algum de vocês tiver entendido a história, comente abaixo "Entendi" e ai quando eu for ler os comentários irei saber se alguém entendeu mesmo.
Um grande beijo♡
Até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...