História Imagine BTS (Suga) - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Suga, V
Tags Bts, Imagine Bts, Suga
Exibições 465
Palavras 563
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oioi gente!
Desculpem a demora, estava terminando uma fanfic e criando outra.
Desculpem se estou estragando a fanfic. Eu sinto isso, sinto que a cada capítulo fica mais sem sentido, e isso me incomoda.
Se eu já pensei em excluir? Várias vezes, mas se tem 535 favoritos eu acho que não está tãoooo merda assim, certo?
Bom, desculpem pelo cap curto.
Boa leitura.

Capítulo 25 - Volta


-N-não faça isso.-vira seu rosto de leve.-Por favor...

-Por quê? Eu sei que você também estava com saudade.-coloco seu cabelo atrás da orelha.-Vai me dizer que não?-toco sua boca.

-N-não...-fecha seus olhos.

-Então...-a beijei novamente, aprofundando o beijo com a língua.

Ela apenas ficava parada, até ceder.

-Como eu estava com saudade do seu beijo...-suspiro, sorrindo.

-S-Suga...-me olha.

-O que foi, princesa?

-Jura que não fez propositalmente aquilo?-me olhou.

-Claro, eu estava bêbado. Mil desculpas, meu amor.-a abracei.

-Estava com saudade de seu abraço, de seu beijo, de tudo.-dizia me olhando.

-Quer matar a saudade?-me levanto, sorrindo.

-Quero demais.-a puxo pela mão, chegando no quarto. A joguei na cama.

-Não ficou com ninguém durante esse tempo, né?-pergunto, passando a mão em sua intimidade ainda coberta pela calça.

-É-é claro que não e você?-abriu mais as pernas, me olhando.

-Claro que não.-me aproximei dela, a beijando enquanto levantava sua blusa, mostrando seus seios. Apertava os mesmos.

-S-Suga...-geme baixinho, me olhando.-Senti muito sua falta.-sorriu.

-Eu também. Ainda bem que não continuou insistindo naquilo, estava ficando mal.-tiro sua calça junto com sua calcinha, vendo sua intimidade já molhada.-Já está assim, amor?-sorrio e me deito entre suas pernas, lambendo de leve sua intimidade, fazendo ela arquear as costas.-Gosta?

-C-claro. Vai logo, S-Suga.

-Está tão necessitada quanto eu.-sorrio e enfio um dedo ali, enquanta chupava seu clitóris.

Escutar os gemidos dela novamente eram demais, me deixavam louco. Ter ela comigo de volta foi a melhor coisa que aconteceu.

Coloquei um segundo dedo, estocando com força. Via ela apertar o próprio seio, mordendo o lábio, me olhando.

Logo senti o líquido quente em minha boca. Saudade daquele gosto...

Subi em cima dela, fazendo meu membro ainda coberto pela calça roçar em sua intimidade.

-Que tal dar uma aliviada para mim? Me ajuda?-beijo seus lábios.

-Claro, meu amor.-disse, sentando-se em meu colo e rebolando.-Que tal assim primeiro?-me deixava mais duro, sorrindo.

-Não me torture. V-vai logo.-rebolou mais um pouco e logo se ajoelhou no chão, de frente para mim.

Tirou minha calça e me deixou de cueca. Tirei minha blusa enquanto isso.

Tocou meu membro já duro, me deixando louco. Ela sabia me torturar.

-Vai logo, _____. Pare de me torturar.-falo manhoso. Ela logo tira o último pano que cobria meu membro e fez movimentos bem rápidos, me olhando.-I-isso.-levo minha cabeça para trás, gemendo baixo, fechando meus olhos com força.

Meu ápice estava chegando cada vez mais.

-A-acho que...e-eu..-antes de terminar a frase, ela colocou a boca em meu membro, me fazendo gozar na hora. Engoliu tudo, me olhando.

-Saudade de seu gosto, Suga.-limpava sua boca.

-Ainda não acabou.-a coloquei deitada na cama rapidamente, colocando meu membro em sua intimidade.-Posso?

-C-claro.-gemeu alto.

Estocava sem dó, gemendo baixo em sua orelha. Ela envolveu suas penas em minha cintura, fazendo meu membro entrar mais. Ela gemeu alto.

-M-mais rápido, Suga.-gemia, apertando seu seio. Logo levei minha boca ali, dando um chupão.

Senti que gozaria novamente então acelerei as estocadas, já suado.

-S-suga eu vou...-gozei em sua intimidade antes dela terminar a frase.

Me joguei do seu lado, com a respiração completamente descontrolada, olhando _____.

-Amor, promete nunca mais me deixar?-acaricio sua bochecha.

-Prometo sim.-me abraçou, sorrindo, ainda ofegante.- Senti muito, mas muito mesmo a sua falta.

-Eu também, meu amor. Você não sabe quanto...

Acabamos dormindo ali, juntos.

Ainda não acredito que voltamos. Bom...voltamos, né?

Como me deixava feliz ela voltar a me chamar de "amor", estar ali do meu lado novamente, e feliz. O que mais me importava era se ela estava feliz do meu lado.

Admito que esse foi o melhor dia da minha vida. Tive quem eu mais amo de volta.

Terá dia melhor que esse?


Notas Finais


Desculpem por não saber bem escrever esse tipo de coisa, foi mal.
Mesmo assim espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...