História Anjos Caidos - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Anjos e Demônios, Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 3
Palavras 494
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Luta, Magia, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oie, gente linda, to aqui com a quinta página da nossa história e essa da capa é a Alice

Capítulo 6 - Piedade


Fanfic / Fanfiction Anjos Caidos - Capítulo 6 - Piedade

A estendi a mão meio receioso, minha respiração começará a se ajitar, nao fazia aquilo pela primeira vez mais sempre ficava na expectativa de saber o significado dos meus pesadelos nas quais me tirava o sono ela fechou os olhos e por um estante as luzes cairam e voltaram quase ao mesmo tempo, me pergunto se alguma feiticeira como ela seriam capazes de fazer o mesmo ritual que ela sem velas nem sangue ou sem falar em alguma língua antiga que mais parecesse um bêbado cantando. Seus olhos se abriram e eu a olhei confuso

-conseguiu bruxa?-a minha voz saiu seria e em um tom bruto, eu a olhava curioso esperando ela desmanchar aquela cara de dor que fazia e me responder

-eu vi-ela para de falar fazendo un pequeno suspense que logo eu quebro dando um grito falando "fala logo, desembuxa"-não vi nada

Olhei Jonathan que desviou a atenção a min com um olhar que quase emplorava para que eu não tocasse nela

Jonathan Finito

Eu observava a bruxa e meu irmão enquanto tomava meu wisk meio entediado ate sentir Alice me cutucar e susurrar

-pelo bem dela é melhor isso dar certo-a olhei e suspirei dando outro gole, logo vi as luzes ficarem fracas por uma fração de segundos olho elas e depois eles ouvi a bruxa falar e ficar um tanto indecisa reviro os olhos vendo no que aquilo ia levar, mais sangue pois Marcos odiava não ter o que ele queria na hora ja que ele se achava superior as vampiros e bruxos pois eles o descendiam dele. Tive a completa certeza de que o meu irmão mataria aquela bruxa e que aquele olhar significativa que eu devia tirar Alice da sala

-Alice vamos para a nosso quarto preciso te mostrar uma coisa-minha tentativa de de tirar ela dali ouço sua voz dizer que dali não saia até que a bruxa fosse embora em segurança deixei o copo sobre a mesa ao lado do sofa e a olhei um tanto zangado pegando em seu braço até ela me olhar me fuzilando com o mesmo deviou o olhar para a minha mão que logo foi ficando roxa como se eu tivesse prendendo o sangue logo veias ficaram a mostra e uma dor que mais parecia atravessar o meu osso da mão me tomou na mesma

-haaa-me queixei retirando a mão dela-você ficou louca!

Para o azar da família Alice era a bruxa mais poderosa, de todas ou não, nao sabiamos ja que ela decendia do primeiro híbrido bruxo deveria ser

-Alice, vai para o quarto-Marcos falou calmamente mais dava para ver que estava indignado com aquilo

-é melhor eu ir, eu não quero atrapalhar-falou a senhora se levantando meio desconfiada

-está cedo-um barulho vindo da porta nos assustou e quando vimos a mesma estava trancada, Marcos apenas sorriu deixando a mostra suas popilas se delatando e ficando mais negras enquanto veias negras rodeavam seus olhos e seus caninos pontiagudos aparecendo-fique mais um pouco, vamos conversar sobre seu pequeno fracasso em me ajudar 


Notas Finais


é isso espero que tenham gostado e até o próximo 👋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...