História Imagine G-Dragon - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias G-Dragon
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, Personagens Originais, Seungri, T.O.P, Taeyang
Tags Imagine G-dragon
Exibições 160
Palavras 1.177
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Você está com ciúmes?


Fanfic / Fanfiction Imagine G-Dragon - Capítulo 5 - Você está com ciúmes?

- GD! Por... Por que fez isso? – Ele não me responde apenas me olha com nossos rostos a centímetros de distancia. – GD?

 

GD – Eu... Eu... – Ele se distancia de mim. – Quer assistir algo? Um filme, uma série? – Como assim ele me beija e agora finge que nada aconteceu? Eu apenas olhava pra ele sem entender nada.

 

- GD, por que me beijou? – Ele vai pra cozinha. – GD! – Eu elevo meu tom de voz fazendo com que ele me olhe.

 

GD – Vai dizer que você não estava doida pra me beijar! Estava estampado na sua cara isso.

 

- O que? Você ficou doido? Por que eu iria querer isso?

 

GD – Já disse, estava estampado na sua cara.

 

- Você é um belo de um idiota mesmo! Acha que todas caem aos seus pés e acha que pode fazer o que quiser!

 

GD – Bom, eu fiz o que eu queria com você agora. – Essa frase me deixou pasma, fiquei sem reação.

 

- Abre essa porta GD. Vou embora. E além do mais, eu não estava esperando essa atitude sua.

 

GD – Mas você retribuiu. Isso mostra como você queria me beijar. – Eu me levanto, com muita dor no tornozelo, mas como ele havia passado o remédio a dor tinha se amenizado um pouco. Vou em direção à porta, mas está trancada.

 

- Por favor, abre essa porta! – Digo em tom irônico. Ele vai até a porta com as chaves na mão e a destranca. – Nojento.

 

Entro e meu quarto com os olhos marejados. Ele é um idiota. Bato a porta com força fazendo Kimi acordar.

 

Kimi - ________? O que aconteceu? Por que está assim?

 

- Não é nada.

 

Kimi – Ninguém chora por nada. O que foi?

 

- Ah Kimi, o GD me beijou.

 

Kimi – E por que está chorando? Isso é uma coisa boa. Sinal que ele sente algo por você.

 

- Não Kimi. Ele apenas disse que fez isso porque eu estava “morrendo de vontade de beija-lo”. – Contei todo o ocorrido para Kimi que ficou boquiaberta.

 

Kimi – Que indecente! Vou lá falar com ele agora mesmo. Quem ele pensa que é pra ficar brincando assim com os outros. – Eu a seguro pelo braço.

 

- Kimi não, ele é um idiota. Me resolvo com ele depois, não quero que se envolva nisso. – Ela concordou.

 

Kimi – O que faz no pé?

 

- Torci. – Ela riu.

 

Kimi – Que desastre! Amanhã nós vamos ao médico para ver se está tudo bem.

 

Fui ao banheiro lavar o rosto. Me troco e vou para a cama.

 

__________________________________________________________________________________

Uma semana se passou, eu não olhava na cara de GD, o mesmo parecia querer atenção, mas eu fingia que nem o via. Depois do que ele fez, não queria chegar nem perto dele. Naquela semana eu e Ye-Jun ficamos bem próximos, ele estava me passando muita coisa, então eu precisava sempre de estar falando com ele. Naquele dia, depois de um tempo trabalhando, vejo Hyun chegar. Confesso que ver ela me irritou um pouco.

 

Hyun – Ei mocinha, você viu o GD por aí? – Ela foi perguntar justo pra quem. Faço cara de tédio e indico a direção onde ele está.

 

Ye-Jun - _______! Preciso que vá levar essa roupa pro GD em seu camarim. – Ah que ótimo, hoje só falaremos de GD.

 

 Pego a roupa, que está em um cabide e vou para o camarim dele. Bato levemente na porta e logo a abro. Me deparo com Hyun e GD aos beijos.

 

- Uou, desculpa. – Jogo a roupa em cima de uma cadeira e saio às pressas. Não acredito que vi aquilo, que raiva!

 

_________________________________________________________________________________

 

 

Mais uma semana se passa e parece que GD e Hyun realmente reataram o namoro, mas eles não confirmaram isso a ninguém ainda.

Como de costume, eu e Ye-Jun, estávamos sempre juntos. No dia seguinte voltaríamos para a Coréia, já não aguentava mais ficar aqui, quero minha casa logo.

 

Ye-Jun – Então ________, já que hoje é nosso ultimo dia aqui e estamos bem tranquilos com o trabalho também, podíamos ir a algum lugar, assim eu posso te mostrar um pouco mais do Japão. O que acha?

 

- Bom, tudo bem. -  Ye-Jun era um cara bem legal, mesmo não fazendo o meu tipo eu gostava da companhia dele e eu não tinha nada a ganhar ou perder, era apenas um passeio com um colega.

 

Depois do expediente, me despeço de Ye-Jun e dos outros, vou para a sala onde guardo minhas coisas e sinto alguém me puxar pelo braço.

 

- O que é isso??

 

GD – Vai sair com ele? – Ele continua segurando meu braço com certa força.

 

- Vou! E o que você tem haver com isso?

 

GD – Não, você não vai.

 

- Era só o que me faltava. Deixa só eu te explicar, você não manda em mim, ok? E tem mais, vai lá e cuida da sua namorada e não de mim, não sou nada sua.

 

GD – Já disse que você não vai.

 

- Não será você quem vai me impedir. – Me solto e vou embora o deixando sozinho.

 

Cheguei no apartamento e tomei um banho. A atitude de GD não saia da minha cabeça, não tinha o porquê de ele fazer isso. Ele está com aquela Hyun, me beijou porque “eu estava morrendo de vontade” e agora está agindo assim? Por fim, parei de pensar nisso, queria me distrair, durante toda a viagem eu só pensei no GD, já chega! Me arrumei e fiquei aguardando Ye-Jun na porta do prédio. Logo ele chega e nós saímos. Fomos a um restaurante bem bonito e depois ele me levou em um lugar muito bonito, havia varias lojas, todas bem coloridas.

 

Ye-Jun – Experimenta essa roupa, vai ficar linda em você.

 

- Não, não. Olha o preço disso! Ficaria o ano todo pagando por ela.

 

Ye-Jun – Você não vai pagar nada. Hoje é tudo por minha conta. – Ele me deu a roupa, um vestido preto com alguns brilhos, era realmente lindo. Fui até o provador para experimenta-lo. Enquanto me troco ouço muitas vozes, que vão se alterando. Termino de me trocar rápido para ver o que está acontecendo.

 

GD – O que você quem com ela hein? Fala logo.

Ye-Jun – Ei GD, que isso cara? Você está com a Hyun, não estou fazendo nada de errado!

 

GD – Não me interessa. Não quero que chegue perto da __________.

 

Ye-Jun – GD eu gosto dela. Não vou desistir fácil e vou sair com ela sim e você não pode fazer nada.

 

GD – Vamos ver então. – GD dá um soco no rosto de Ye-Jun, que cai no chão.

 

- GD para!

 

GD – E você vem comigo. – Ele me puxa para fora da loja

 

- GD me solta, você tá maluco. Por que está fazendo isso? ME SOLTA! – Ele me segura com mais força e me joga dentro de seu carro.

 

GD – Vamos embora.

 

- Eu não te entendo. Uma hora você me trata mal e outra você faz isso. Por que faz isso GD? Por quê? Me fala! – Ele desvia seu olhar para mim, mas logo volta para a pista por ouvir um som de buzina estrondeante.


Notas Finais


Espero que gostem amoras.
Relevem qualquer erro tá.
Xoxô *3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...