História Imagine G-Dragon -I hate loving my boss - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, Personagens Originais, Seungri, T.O.P, Taeyang
Tags Big Bang, Daesung, G. Dragon, Seungri, Taeyang, Top
Visualizações 232
Palavras 873
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, meus amores ❤ *u* e desculpem a demora ❤❤

Capítulo 13 - XIII


"Ninguém ama da noite para o dia. Você sente atração e desejo. Mas isso não é amor. Amar é outra coisa.

-Autor desconhecido"



♡♡♡♡♡



-Jiyong... eu... 

-Você?

Não sabia o que dizer, meu corpo ficou imóvel, não conseguia mexer meu corpo, apenas pensava em tais palavras ditas por Kwon Jiyong, vulgo G-Dragon.

"Eu sei que você também me quer"

-E-eu... -Respirei fundo e tentei me controlar o máximo possível, pois sabia que me arrependeria mais tarde. -Eu.. gosto de você -Suspirei derrotada.

-O quê? -Disse surpreso


Espera... O quê? Não era isso que ele queria saber? AISH, O QUE EU FIZ???

-N-NADA... e-esquece.. TCHAU -Saí correndo, porém caí no chão, já que Jiyong segurou meu braço e com o impacto acabei caindo de bunda no chão.

-Aii -Disse após cair no chão e olhei para ele com um olhar de reprovação.

-O quê? Não venha me culpar, você que saiu correndo -Cruzou os braços e virou o rosto para outro canto da sala.

-Aish.. -Disse enquanto levantava do chão.

Nem para ser cavalheiro essa pessoa serve!!

-Hey -Jiyong disse.

O mesmo parecia sério e bastante pensativo.

-Sim?

-Você gosta mesmo de mim? -Perguntou

-S-sim, por quê? -Perguntei 

-Tem certeza?

-Sim, absoluta. -Respondi confusa.

-É bom saber -Sorrio bobo

-Uau ele sabe sorrir -Disse em um tom baixo para que somente eu escutasse aquilo

 -O que você disse? -Perguntou 

-Eu? -Apontei para mim mesma e ele assentiu -Nada, senhor -Sorri sem mostrar os dentes. -Uaau olha que horas são -Olhei para o meu relógio de pulso fingindo estar surpresa -Realmente está muito tarde e eu tenho que acordar cedo, então se não se importa tenho que ir.

-Não, não -Sorriu -Você não vai a nenhum lugar está noite -Sorriu de lado -Ficará aqui.. -aproximou seus lábios ao meu ouvido -Co... mi... go.. -Completou a frase pausadamente.

Espera.. O QUÊ?

-N-não.. -Saí de perto do maior as pressas.

-Não pense que irá escapar dessa vez, ou se nã.. -O interrompi 

-Se não o quê? Irá me estuprar? -Digo seria 

-Claro que não. Pensa que eu sou louco? -Revira os olhos.

-Eu?? Claro que nãoo.

-Sei -Me encara com os olhos semi serrados -Eu sei que você me quer -Sorrio de lado -E eu também te quero, então não se faça de difícil -Sussurrou.

-Eu não quero.. -Menti na maior cara de pau meesmo.

-Ah é? -Pôs a mão na minha coxa direita, alisando-a -Não é o que parecia minutos atrás -Sorrio e eu paralisei ao lembrar.

"Eu gosto de você".

AISHH, Já estou arrependida de ter dito aquilo para ele.

-Aigoo -Tento retirar a mão dele da minha coxa, porém ele tem mais força do que eu, o que é bem óbvio.

Devo admitir que para um homem magro Jiyong tem muita força

-Se está pensando em tentar fugir, não conseguirá. -Disse sério 

-Como sabia? -Pergunto surpresa

-Pensava que você era mais inteligente, mas pelo que vi eu estava enganado -Riu

-Yaa, o que quer dizer com isso? -Fiz bico 

-Ora, qualquer um na tua situação pensaria o mesmo -Revirou os olhos.

-Aish, me deixa -Viro o rosto e encaro um ponto fixo da sala, a janela.

-Garota difícil -Riu 

-Não sou fácil -Sorri. 

Por um minuto esqueci em que situação estava, porém ao lembrar, comecei a rir de nervosa.

-Do que tanto você está rindo? -Perguntou Jiyong

-Nada -Continuei a rir.

Sabem aquela frase "Rir para não chorar"? Então, meus caros, estou passando por isso.

Vocês talvez estão pensando: "Ah mas você deveria aproveitar, aliás o Jiyong não é um homem de se jogar fora." 

Assumo que ele é lindo, e cá entre nós, é um pedaço de mal caminho, mas eu tenho sou uma moça direita e que não sai pegando qualquer um. Não que ele seja, até porque então pouco tempo já o conheço o bastante, tempo este que me faz ter certeza que se eu ficar com ele hoje, amanhã ele irá fingir que nada acontecer.

-No que tanto pensa? -Perguntou

-N-nada  -Dei um pulo de susto ao ouvir a voz de Jiyong tão próxima a mim.

-Pensando em mim? -Sorriu convencido e me abraçou por trás, então senti sua respiração quente entrar em contato com o meu pescoço, logo sinto selares sendo depositados no mesmo e arfo. -Não fuja de mim, nós dois queremos isso -Disse ainda com o rosto na curvatura do meu pescoço.

-E-eu n-não quero isso..

-Você tem certeza? -Perguntou e começou a descer uma das mãos até um dos meus seios ainda cobertos pela roupa e o apertou.

Suspirei fundo ao sentir Jiyong tocar-me.

-Admita -Jiyong disse.

-N-nãão tenho.. o que a-admitir -Disse com um pouco de dificuldade.

-A.d.m.i.t.a -Disse pausadamente e começou a descer ainda mais a mão, só que agora indo em direção a minha calça.

Jiyong desabotuou a mesma e desceu o zíper, logo depois enfiando a mão dentro da minha calcinha, já molhada, indo em direção ao meu clitóris, fazendo movimentos circulares naquele local, o que me fez arfar e fechar os olhos.

-Admita -Sussurrou com a voz rouca

Meu corpo ficou totalmente travado, não conseguia dar um passo se quer. 

Fui traída pelo meu próprio corpo, pois aquilo era algo que eu tentei evitar, mas estava sentindo algo bom naquilo tudo e simplesmente não conseguia fugir.

-Eu quero você- Sussurrei

-O que disse? Não consegui escutar.

-N-nada, esquece -Tentei sair, mas ele me segurou

-Repete -Inseriu dois dedos na minha vagina, dando estocadas lentas.

-Eu quero você -Disse um tom mais alto.

-É assim que gosto -Me virou com rapidez -Preparada para brincar com o seu querido chefe? -Sorriu com malícia 


Notas Finais


🌚 BOOOM
Joguei e saí correndo 😂😂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...