História Imagine Got7 - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Exibições 193
Palavras 993
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Já assistiram legend of the Blue sea?
Muito bom sério

Capítulo 5 - Jinyoung


Fanfic / Fanfiction Imagine Got7 - Capítulo 5 - Jinyoung

Fiz a pior coisa que uma aluna pode fazer.

(Flashback on)

-Vamos S/N , que mal fazer ir pra balada em dia de semana? Fala sério!

Minha amiga falou.

-Olay, então vamos....

~Na balada~

Até que a balada não tava  ruim, já tinha me perdido da minha amiga mas isso não me impediu de me divertir.

Bebi umas garrafas de cerveja é já tava completamente bêbada, mas não daquelas que fica fazendo escândalo.

Vi um cara muito gato  e acho que já vi ele antes mas não me lembro da onde.

Ele me viu e  deu um sorriso que me tiro o fôlego. Fui até ele.

-Não deveria estar em casa? Amanhã tem aula!

Acho que ele era do meu colégio.

-Desculpa mas eu te conheço? Bebi um pouco e não lembro...

-Conhece sim, do colégio.

Ele deu uma risadinha.

-Ata, tem problema ficar com você aqui? Me perdi da minha amiga e..

-Ia ser um prazer .

Mais um daqueles  sorrisos, Jesus me segura.

Ele acabou bebendo mais umas garrafas e eu também e  acho que estávamos muito bêbados.

Comecei a rebolar e ele segurou minha cintura me fazendo rebolar me esfregando nele. Me virei de frente pra ele e  comecei a descer até o chão rebolando e olhando pra ele de uma maneira sensual quando me levantei ele me puxou pela cintura e me colou no seu corpo.

Puxei seu pescoço e começamos  a nos beijar sem nos importar se tinha alguém vendo, ele apertou a minha bunda e seguros mais firme na cintura e fomos indo para um canto. Puxou minhas pernas  colocando-as ao redor  e sua própria cintura. As alças do meu vestido já estavam caídas e eu estava escorada na aprende.

Os beijos tinham descido para o pescoço, clavícula e estavam próximos dos meus peitos quando escuto alguém me chamando.

-S/N! SUA LOCA! 

Nos separamos e quando  ela viu quem eu estava beijando parecia que tinha visto um fantasma, não falou nada só me arrastou pra casa.

(Flashback off)

Fui pra aula sem me lembrar de nada que tinha acontecido no outro dia.

-S/N tu tá ferrada!!

-UE, por que sua loca?

-Você não lembra de ontem?

-Eu não !  

Entramos na sala e o professor já estava lá e quando passei na frente e mesa dele ele me olhou dos pés a cabeça e mordeu os lábios, senti um calor  pelo corpo todo.

-S/N, não encara o professor! 

-Por que cara ? 

-Ontem você e ele..

-Merda ,  merda!

Flashbacks começaram a vir na minha mente, o cara gostoso de ontem era o professor gostoso. Socorro.

-Vou precisar que algum aluno fique depois da aula pra me ajudar com umas coisas na biblioteca. ... deixa eu ver... S/N , vai ser você!

-Que? Por que eu? Dispenso..

-E por que eu estou mandando e você vai ficar sim ou quer que eu conte por diretor o que . ..

-Tá bom tá bom eu fico!

Droga!

~Depois da aula~

Eu fui até a biblioteca e ela estava vazia e escura .

-S/N?

-Jinyoung? Quer dizer ... professor?

-A luz acabou. Aonde você tá?

-Perto do balcão..

Senti ele se aproximando e foi tateando o balcão até chegar em mim e colocou a mão na minha cintura, me arrepiei toda.

-Achei você.

-É , agora  pode tirar a mão da minha cintura por favor?

-Ontem você não se importou muito, é olha que peguei muito mais do que  na sua cintura.

-Desculpa não tô lembrada, bebi de mais e não lembro muita coisa...

-Acho que vou ter que te lembrar então.

Sussurrou no meu ouvido  e deu uma mordidinha o que fez meu corpo inteiro.

-Se já ficou desde jeito só com uma mordidinha imagina quando  eu terminar  o que comecei ontem.

-Não vai terminar nada Jinyoung! Você é meu professor e eu dava bêbada!

Ainda estava tentando resistir à aquele homem, mas tava difícil.

-Toda vez que você fala meu nome me dá uma vontade de beijar essa boca linda que você tem.

-Não  faz isso, para por favor.

Fechei os olhos e senti ele perto do meu rosto.

-Não e isso que você realmente  quer,  não é o que seu corpo quer.

Estava com minhas mãos no peito dele pra afasta-lo mas eu tava agarrando a camiseta dele.

-A que se dane!

Puxei ele e  coloquei ele aonde eu estava, escorado no balcão da recepcionista, me aproximei da boca dele e dei uma mordida em seu lábio inferior e depois terminei o espaço entre nos.

Nos separamos por falta de ar.

-Se alguém passar e nos ver vai dar merda ,  vem vamos pra última estante.

Me puxou até a última estante e me encurralou na parede.

-Hoje você não vai fugir de mim!

-E quem disse que eu vou fugir ? 

-Aish garota, tô esperando pra fazer isso com você desde que te vi pela primeira vez! 

Nem sabia o que falar então voltamos a nós beijar, tirei a blusa dele e  a minha.

Ele arrancou meu sutiã e não perdeu tempo começou a passar a língua e dar beijo por todos os lugares possíveis dando cupões e apertando me fazendo agarrar os seus cabelos e soltar gemidos baixinhos chamando o nome dele.

Ele se deitou no chao e eu fiquei por cima e sentei em seu colo, dei uma rebolada e ouvi ele chamar meu nome o que me deixou mais excitada e ele impaciente.

Me colocou em baixo dele.

-Chega de perder tempo.

Já estávamos os dois sem roupas, ele me deu um beijo e penetrou em mim me deixando surpresa e me arrancando um gemido.

No começo  ele ia devagar com medo de me machucar mas agora já estava estocando fundo e forte depois de que gozei coloquei ele deitado e subi em cima dele cavalgando e ele segurando  na minha cintura me ajudando rebolei, quiquei até que ele se desfez dentro de mim, mas os dois ainda queriam mais então ele me colocou de quatro e voltou a estocar só que agora me torturando saindo de vagar e entrando rápido e profundamente.

-Vai mais rápido...

-Quero ouvir você implorar!

Eu não queria implorar  mais não aguentava mais.

-Vai mais rápido por favor Jinyoung!

-Ah... sabe que amo quando chama meu nome.

-Jinyoung oppa!

Ele começou a estocar  mais rápido e não demorou muito para chegarmos no ápice de novo.

-Sabe que ninguém pode saber disso né?

-Escondido  é mais gostoso.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...