História Imagine Got7 - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Exibições 189
Palavras 1.097
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Jackson


Fanfic / Fanfiction Imagine Got7 - Capítulo 6 - Jackson

Eu morava no último andar de um prédio, nesse andar eu era a única moradora.

Até que um dia um garoto da minha idade se mudou para o apartamento e frente.

Por mim estava tudo bem tirando o fato de que toda noite ele trazia uma garota pra casa e eu tinha que ficar escutando os gritos dela.

Pra que ser tão escandalosa? Por acaso ele é tão bom de cama assim?

Hoje eu me estressei, trouxe minha mãe aqui pra casa e ela ficou me xingando um tempão  por causa dos gemidos vindo do outro apartamento.

Não aguentei fui lá.

Bati na porta e ele abriu, ele estava enrolado em uma toalha deixando todo o seu abdomem amostra, e que corpo ein.

Foco.

-Olha só, será que da pra fazer essas garotas pararem de ser tao escandalosas? Nao aguento mais ficar ouvindo isso!

-Ta com ciume é?  

-Que? De jeito nenhum! So to pedindo por que minha mae veio aqui hoje e ficou escutando isso! 

-Nao posso fazer  nada se sou tao bom assim.

Que cara exibido serio! 

-E claro deve ser mesmo.

Dei uma risada sarcastica e sai de la.

Na semana que se passou nada mudou e eu tava de saco cheio e super estressada.

Coloquei um bolo no forno e fui tomar banho, levei uma meia hora no banho e quando sai meu apartamento tava cheio de fumaça. 

Sai correndo pro corredor e fui bater na porta do meu vizinho Jackson.

-Jackson me ajuda !

Ele abriu a porta meio preocupado.

-O qud aconteceu? Voce ta bem?

Olhou pra mim que tava de toalha.

-O se ta ein.

-E serio! Meu apartamento ta cheio de fumaca nao sei o que aconteceu! Acho que deixei meu bolo pegar fogo.

Ele deu uma risada.

-Me ajuda poxa!

Ele foi la e resolveu o problema e logo depois os bombeiros chegaram.

-Senhora seu apartamento esta inutilizavel, acontece que  tem um vazamento de gas....

Enfim nao tenho aonde morar que lindo!

-Que merda aonde vou ficar? E desse jeito?!

Eu tinha só  minha tolha.

-É  se quiser pode ficar no meu apartamento ate arrumar o seu...

Ate pensei em recuar mas nao to em condições. 

-Serio? Valeu! Mas eu vou pagar pela estadia viu.. 

-E vai fazer isso como? Você so tem essa toalha!

-Verdeda. Sei la depois penso em alguma coisa.

-Eu ja to pensando, vem vamos entrar, voce tem que se trocar vou emprestar uma roupa.

Ele tava estranho, todo prestativo. Ja sabia o que ele queria e nao ia rolar.

Entramos no quarto dele e ele pegou uma camiseta e jogou pra mim.

-Nao tem um calcao ou alguma coisa assim?

-Sabe que nao, vai ter que ficar de camiseta ou de toalha voce que escolhe.

Me olhou com  um olhar safado.

-Que seja, da pra mim me trocar aonde?

-Aqui mesmo.

Ele sentou na cama.

-Com você olhando?

-É . 

-Nem fodendo .

Catei um banheiro e me troquei lá, graças a deus a camiseta era grande e parecia um vestido, curto, mas  um vestido.

Fui até o quarto e me sentei do lado dele que estava sem camisa de novo, se eu ficar vendo ele assim não sei se vai dar pra aguentar.

-E então o que tem pra fazer aqui?

Ele olhou pras minhas coxas e mordeu o lábio . 

-Bom, nos podíamos...

-Não vai acontecer Jackson!

-Cozinhar, eu ia falar isso, que mente poluída você. Acho que quem quer isso é você ! 

Merda, já tava perdendo a cabeça , ele me deixava muito confusa.

Fomos pra cozinha e quem  fez tudo foi eu, ele ficou sentado me olhando.

Eu tinha eu pegar um pacote em um armário, que era muito, ao  cotrario de mim, fiquei na ponta dos pés  e minha cima subiu muito mostrando metade da minha bunda e então senti Jackson atrás de mim pegando o pacote, acontece que ele tava  muito perto e eu pude sentir o membro dele na minha bunda.

-É  Jackson você  tá . ..

-A desculpa.

Ele se afastou um pouco e quando eu virei dei de cara com ele tipo quase beijando ele, tentei me afastar mas a pia impediu.

-Eu realmente não queria estar tão próximo . 

Ele falou sarcástico e se aproximando ainda mais.

-Jackson o que...

Ele colocou um dedo em minha boca.

-Shii, sabe eu tenho uma vidinha muito gata mas ela não gosta de barulho.

Deu uma risada com isso.

-Então você sabe como rir.

-Claro que sei,  mas por que eu ia ficar rindo pra um vizinho gostoso  e barulhento?

-Quer dizer que eu sou gostoso?

-E não sabia disso?

Dessa vez fui eu quem me aproximei.

-Você tá me surpreendendo, achei que era uma careta.

-Não sabe nada de mim.

Agarrei ele, ele me colocou em cima e pai e eu passei as pernas em volta do corpo dele, estávamos apressados, ele tirou minha camisa me deixando só de calcinha.

-Sabia que com essa camisa seria muito mais fácil.

-Então já tinha planejado tudo?

-Desde o dia que te vi.

Me pegou no colo e foi andando até o quarto e me jogou na cama.

Inverti nossa posição  e tirei a calça dele junto com a cueca.

-Nem é tudo isso.

Menti.

-Vem aqui  que vou te mostrar o por que aquelas garotas eram tá o escandalosas.

Me jogou de volta na cama e tirou minha calcinha foi até a gaveta e pegou uma gravata e amarrou minhas mãos depois pegou alguma coisa que eu  não vi o que era só senti refrescante encostar em minha intimidade e ele começar a chupar e soprar o que me fazia gemer ainda mais alto.

Ele tinha colocado uma bala de menta e toda vez que  ele soprava eu me contorcia então ele colocou um dedo e começou a fazer movimentos lentos e circulares depois colocou outro dedo e os movimentos foram aumentando.

-Awww Jackson!

Solteu gemido quando senti que ia gozar.

-Não baby ainda não. 

-Então deixa eu te ajudar  um pouquinho.

Fiz ele deitar na cama e com as mão ainda amarrada peguei seu membro e comecei a chupar lentamente pra provocar  e depois fui aumentando a velocidade, quando percebi que ele estava perto de gozar tirei seu membro da minha boca e falei.

-Ainda não baby.

-Aish , agora você me paga garota.

Me jogou de volta na cama e penetrou fundo me fazendo  gritar de prazer  ele estocava rápido, dava pra ouvir a cama batendo na parede e tenho certeza que os vizinhos estavam ouvindo tudo.

Ele me virou de quatro e voltou a fazer movimentose vai e vem até que os dois desabaram na cama.

-Acho que achei um jeito de você pagar a estadia...

-E olha que coisa  boa, não tem vizinha pra reclamar do barulho.

Demos risada.

-Tenho que dizer, de todas as garotas que trouxe aqui  você foi a melhor.

-Claro que fui, tá pensando  o que ? Não sou qualquer uma! Acho que não vou mais ter problemas  com gemidos vindo desse quarto, desde que sejam meus.

-Se depender de mim você ainda vai gemer muito...





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...