História Imagine Hot - Park Jimin - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin
Tags Hentai, Imagine Hot, Jimin, Park Jimin, Sexo, Você
Exibições 619
Palavras 3.464
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oláaaa
BOM PRIMEIRAMENTE NÃO SOU NOVA NO SITE RSSSS
mas aqui está meu novo usuario e aqui postarei imagines hots do bts
ADOROOOOOO
sem mais delongas, e vamos para o imagine uhu *o*
AH SE TIVER ERROS ME PERDOEEEEM

Capítulo 1 - Vídeo Game


Fanfic / Fanfiction Imagine Hot - Park Jimin - Capítulo 1 - Vídeo Game

Park Jimin, este é o nome do homem que me deixa completamente louca por ele, cujo meu namorado. Hoje ele tirou um dia de folga e estava em minha casa, não era nenhum dia especial, mas eu estava feliz por ele estar aqui comigo. As vezes ele me decepciona quando agarra o vídeo game e não larga mais, e hoje ele estava exatamente assim.

Eu estava sentada ao seu lado, com as pernas cruzadas e o celular em uma mão enquanto minha outra mão estava em meus cabelos enquanto eu enrolava algumas mechas entre os dedos. Eu tentava chamar atenção de Jimin mas todas as tentativas eram falhas, até que tive uma ideia que resolvi arriscar.

Rapidamente me levantei do sofá e obviamente ele nem percebeu, estava tão concentrado no maldito vídeo game - um dia eu vou quebrar esse aparelho todo -, subi para o meu quarto e fechei a porta, a trancando. Andei lentamente até meu guarda roupas e abri as portas do mesmo, percorrendo o olhar em todo o canto e pensando. Pego uma saia preta cintura alta que vai até os joelhos, uma blusa social feminina de mangas cumpridas, coloquei as roupas em cima da cama e voltei novamente para o guarda roupa, abrindo a gaveta de calcinhas e sutiãs, pegando uma lingerie preta rendada, e em seguida peguei um par de meias finas da cor preta que vão até as coxas e que tem rendas na região das coxas, logo depois peguei a peça mágica, a cinta liga rendada também da cor preta, com certeza Jimin iria enlouquecer com isso.

Tirei a roupa e a lingerie que estava usando, e cuidadosamente coloquei a lingerie preta rendada e as meias, por fim coloquei a cinta liga e a “encaixei” na renda das meias, em seguida vesti a camisa social e abotoei todos os botões, coloquei a saia e ajeitei em meu corpo junto com a camisa, me virei para me olhar no espelho e dei um leve sorriso. Prendi meus cabelos e um coque ajeitado e me virei pegando do chão o meu melhor salto alto da cor preta. Me olhei pela última vez no espelho e mordi levemente o lábio inferior imaginando a reação do Jimin.

Assim que desci as escadas, passei rebolando na frente do Jimin, indo até a mesa de vidro da sala, afim de pegar minha bolsa, a peguei e rapidamente peguei um par de brincos pequenos no bolsinho. Ouvi o barulho do vídeo game cessar e desviei o olhar para Jimin, e o mesmo me olhava mordendo o lábio com uma expressão de curiosidade.

- Onde vai? – Ele pergunta, se levantando em seguida.

- Vou para o trabalho. – Disse rapidamente.

- Pensei que estava de folga hoje. – Ele deu um sorriso de canto, já se aproximando de mim.

- Eu também pensei, até a hora que você grudou nesse vídeo game e nem sequer me olhou enquanto eu estava do seu lado.

Olhei para o lado suspirando fundo e pude ouvir ele soltar um riso baixinho.

- Não, fica aqui comigo vai. – Ele disse um tanto quanto manhoso, sua voz estava rouca e suas mãos já estavam em minha cintura me puxando para ele.

- Eu preciso ir Park. – Eu disse firme – na verdade tentando ser firme.

- Precisa mesmo? – Seus lábios estavam encostados em minha orelha, sussurrando roucamente fazendo com que meu corpo se arrepiasse por inteiro.

Arfei discretamente e fechei os olhos por alguns segundos ainda tentando me manter firme.

- Sim, eu preciso Jimin, a noite estou de volta. – Mentira, eu não preciso ir para lugar nenhum, e este simples plano está funcionando.

Ele lentamente desliza suas mãos para a minha bunda, apertando com uma força incrível me fazendo soltar um leve gemido que estava preso em minha garganta, seus lábios percorria por todo meu pescoço, distribuindo beijos e chupões fortes, deixando marcas roxas e vermelhas na região.

Passei meus braços envolta do pescoço de Jimin e em seguida passei meus dedos entre os cabelos da nuca do mesmo dando leves puxões fazendo ele arfar levemente.

­- Tem certeza que precisa ir? Hum? – Perguntou novamente – e roucamente –, deslizando seus lábios até os meus, dando uma leve mordida em meu lábio inferior.

 Ah Jimin, como você me deixa sem estruturas, eu já nem sei mais o que pensar e o que responder.

- Hum... – Resmunguei, enquanto eu percorria minhas mãos pelas suas costas.

- Fica vai, podemos nos divertir juntos, juro que não estou me referindo ao vídeo game e nem cozinhar. – Ele se afastou um pouco, ainda dizendo essas palavras com a voz rouca e seus lábios tinha um maravilhoso sorriso malicioso.

- O que vamos fazer então Jimin? – Me afastei e coloquei minhas mãos em minha cintura, olhando para ele mordendo o lábio inferior e esperando por resposta.

Ele não disse nada, apenas pegou em minha mão e me puxou para o sofá, ele se sentou e em seguida me puxou para que eu sentasse em seu colo, rapidamente obedeci e sentei em seu colo, de frente para ele com uma perna de cada lado do seu corpo.

Jimin levou suas mãos até o primeiro botão de minha camisa e começou a desabotoar lentamente, enquanto me olhava fixamente nos olhos ainda com um sorriso malicioso. Apoiei minhas mãos em seu abdômen ainda coberto pela camiseta. Lentamente comecei a rebolar em cima do pau do Jimin, que o mesmo estava ainda coberto por duas camadas de panos, a calça e a cueca.

Sorri maliciosa ao ver a expressão de Park, ele arfava pesado a cada rebolada forte que eu dava em cima de seu pau. Por fim ele desabotoou todos os botões de minha camisa e a tirou de meu corpo, suas mãos passeavam pelas laterais do meu corpo até minhas costas, encontrando o fecho de meu sutiã, abrindo o mesmo e o tirando rapidamente, mordo meu lábio com força sentindo minha calcinha ficar molhada pela minha excitação, e sentir o pau do Jimin ficando completamente duro contra minha intimidade, é maravilhoso.

Soltei um gemido um pouco alto quando o senti agarrar fortemente um dos meus seios o abocanhando e começando a chupar e sugar com força, enquanto massageava e apertava o outro sem piedade.

Levei minhas mãos para os cabelos de Jimin e os agarrei dando puxões fortes a cada sugada que ele dava no mamilo do meu seio, mordi meu lábio com força segurando os gemidos que ameaçavam a sair, olhei em seus olhos e dei uma risadinha safada fazendo Jimin piscar para mim.

Tirei as mãos de seus cabelos e sai cuidadosamente de cima de seu colo, passei a língua entre meus lábios e olhei para Jimin, observei atentamente ele se encostar no sofá afastando um pouco as pernas e levando uma mão entre suas pernas apertando seu pau com força ainda por cima da calça, suspirei fundo vendo ele morder os lábios lentamente e me olhar de cima a baixo.

Rapidamente desfiz o coque dos meus cabelos e os deixei soltos e em seguida os coloquei todo para trás, me virei de costas para o Park e empinei um pouco a bunda para dar uma boa visão a ele, levei minhas mãos até o cós da saia e comecei a tirá-la, e rapidamente ela deslizou pelas minhas pernas, levantei uma perna e chutei a saia com a outra, ficando apenas de calcinha, meias e cinta liga na frente de Jimin.

Pude ouvir claramente ele resmungar alguns palavrões com a voz totalmente rouca e falha. Virei meu rosto para trás e o olhei por cima do ombro, pude ver ele olhar fixamente para minha bunda mordendo o lábio inferior com força.

- Gosta da visão oppa? – Perguntei tentando fazer a minha melhor voz sensual.

- E muito. – Ele sussurrou se inclinando para frente, levando uma mão até uma de minhas coxas e me puxou para mais perto dele, sorri maliciosa ainda vendo ele apertar seu pau ereto.

Ele deu um tapa forte em minha bunda, que me fez soltar um gemido de dor e de susto, ri baixinho e mordi levemente meu lábio. Suspirei sentindo os lábios de Jimin encostarem em um lado de minha bunda, e ele começou a distribuir leves mordidas e chupões fortes fazendo meu corpo se arrepiar por inteiro. Levei uma mão novamente até os cabelos dele e agarrei sua franja puxando para trás, e agora tenho a visão de seus olhos, que estavam fechados, se deliciando, dando chupões e mordidas um pouco fortes pela minha bunda.

- Aw oppa. – Gemi baixinho, ainda agarrando em seus cabelos.

Jimin me virou um pouco de lado, e deslizou sua mão para o meio das minhas pernas, começando a acariciar minha intimidade encharcada por cima da calcinha de renda. Ele afastou seu rosto de minha bunda e sorriu maliciosamente me olhando quando sentiu minha calcinha totalmente molhada.

- Amo quando você fica toda molhadinha para mim, apenas com meus toques. – Disse ele, roucamente, me fazendo estremecer toda.

Levei minha mão em cima da sua e a tirei de minha intimidade, me virei de frente para ele e me ajoelhei entre suas pernas, o olhei fixamente nos olhos e pisquei para o mesmo passando a língua entre meus lábios. Rapidamente coloquei minhas mãos no cinto de sua calça e comecei a abrir com uma certa pressa, por fim tirei e joguei no chão, logo desabotoando e abrindo o zíper da calça. Sorri animada ao ver ele tirar sua camisa e a jogar longe, logo ele se encostou no sofá afastando um pouco mais as pernas me fazendo ficar ainda mais entre elas. Abaixei sua calça junto com a cueca e suspirei em aprovação ao ver o pau de Jimin pular para fora, a olhei com malicia e mordi o lábio lentamente.

Senti a mão dele em minha nuca agarrando em meus cabelos e puxou meu rosto para perto do seu, rapidamente começamos um beijo intenso, com desejo e paixão. Agarrei o pau de Park e apertei com força o fazendo arfar entre o beijo, enquanto nos beijávamos eu passava a glande de seu pau em meu mamilo batendo várias vezes o mesmo no meu mamilo.

Cessamos o beijo aos poucos e Jimin voltou a se encostar no sofá, olhei para ele com malicia e abaixei minha cabeça colocando a língua para fora passando a mesma lentamente pela cabecinha do pau de Park, e em seguida comecei o masturbar rapidamente enquanto eu sugava e chupava com força e vontade a sua glande.

Ele gemia alto e rouco, com a cabeça tombada para atrás e com uma de suas mãos ainda em minha nuca, puxando meus cabelos com força. Apoiei minha mão livre na coxa de Jimin e arranhei com força sentindo minha intimidade contrair de tanto tesão que eu estava sentindo. Deslizei meus dedos pela base do pau de Jimin e o segurei com força enquanto eu o colocava todo em minha boca pequena. Comecei a chupar e sugar com muita vontade, eu passava a língua por todo seu pau, o deixando bem molhado. A cada gemido que Jimin soltava, minha intimidade se contraia, louca por ter o pau de Park dentro dela. Tirei todo seu pau de minha boca e deslizei minha língua molhada pelas suas bolas, dando leves sugadas e lambidas, fazendo oppa gemer roucamente entre os lábios. Levanto meu rosto para cima encontrando seu olhar em mim, dou um sorriso inocente ao ver ele se levantar e terminar de tirar a calça e a cueca de seu corpo.

Jimin pega umas duas almofadas e joga no chão as ajeitando com o pé, e em seguida ele se deita de barriga para cima no tapete, deitando a cabeça nas almofadas, meu olhar estava fixo nos olhos dele, passei novamente a língua entre meus lábios e sorrio maliciosa ao ver ele me chamar com a mão. Passei uma perna para o outro lado do corpo de Jimin e assim ele ficou entre minhas pernas, eu estava de pé na altura de sua cabeça, levei as mãos até meus seios e os apertei com força observando oppa arfar e levar as mãos para as minhas coxas e as deslizarem até minha bunda.

- Você com esses saltos, essas meias e essa cinta liga, é a coisa mais excitante que já vi, faz meu pau pulsar de uma forma inexplicável. – Ele disse totalmente rouco, e que voz, me faz estremecer toda.

A mão de Jimin deslizou para a minha calcinha e rapidamente ele enfiou o dedo indicador pela lateral da minha calcinha a puxando para o lado, logo dando aquele sorriso malicioso.

- Vem, senta aqui no meu rosto. – Ele disse com tom de malicia em sua voz, e rapidamente o obedeci, me abaixei apoiando meus joelhos no chão e sentei no rosto de Jimin.

Soltei um gemido alto ao sentir a língua de Park passar lentamente pelo meu clitóris, ah porra, que sensação maravilhosa. Olhei para baixo e encontrei o olhar malicioso de Jimin sobre mim, sua língua brincava deliciosamente sobre meu clitóris, me fazendo contorcer levemente sobre ele. Levei as mãos para os cabelos dele os agarrando e puxando com força, dei leves reboladas sobre sua boca. A língua de Jimin agora estava me torturando, ora estava dentro de minha entrada e ora estava entre os lábios da minha intimidade. Ouvi ele soltar gemidos roucos e arrastados me fazendo revirar os olhos e soltar alguns gemidos agudos sentindo agora ele sugar meu clitóris com tamanha força e vontade. Lutei para manter os olhos abertos e fixos aos olhos de Jimin, mas tentativa falha, fechei os olhos com força ao sentir um tapa forte e ardente em minha bunda. Entreabri os lábios arfando pesadamente e soltei os cabelos de Jimin levando minhas mãos até seu rosto.

- Aw Oppa! Preciso de você dentro de mim. – Minha voz estava falha e manhosa. Eu precisava tanto dele dentro de mim.

Ele afastou sua língua de minha intimidade e eu respirei fundo recuperando o folego.

Delicadamente ele segurou em minhas coxas e me tirou de cima dele, rapidamente ele se virou de lado apoiando o corpo em um dos cotovelos e fez um gesto com a mão me chamando.

- Vem de ladinho Jagiya. – Ele mordeu o lábio inferior lentamente, me provocando, e senti um arrepio percorrer por todo meu corpo.

Sorri maliciosa e em seguida me deitei sobre o tapete, de lado e de costas para Jimin. Senti uma mão dele em minha coxa levantando minha perna, levei uma de minhas mãos para minha coxa e a segurei mantendo minha perna para cima, encostei a cabeça nas almofadas e em seguida levei a mão livre até minha intimidade e puxei minha calcinha para o lado e fiquei a segurando.

Arfei ao sentir Jimin passar a cabeça do seu pau em meu clitóris, roçando e esfregando com força me fazendo soltar vários gemidos que estavam presos em minha garganta. Logo ele me penetrou, lentamente seu pau foi me preenchendo. Fechei os olhos e passei a língua devagar entre meus lábios saboreando a gostosa sensação de ter Jimin dentro de mim. Voltei a abrir os olhos e olhei para ele ao sentir sua mão em meu pescoço e apertar levemente, agora ele me estocava bem devagar.

Ele metia com força e tirava devagar.

Ele estocava fundo e deixava por alguns segundos.

E agora, a melhor sensação de todas, era sentir ele metendo em mim como se não houvesse o amanhã. Suas estocadas estavam completamente violentas, fundas e prazerosas. Ele encostou nossos lábios, sem iniciar algum beijo, e estávamos gemendo, nossos gemidos eram altos, os dele roucos e os meus agudos, é uma mistura perfeita.

Sua mão que estava em meu pescoço desceu para o meu seio, e ali ele começou a brincar, apertar e massagear, com força e vontade. Soltei minha calcinha e levei os dedos até meu clitóris, começando a fazer movimentos circulares e rápidos.

As estocadas de Park começaram a ficar mais intensas e mais fundas, posso o sentir todo dentro de mim, posso sentir que ele me deseja intensamente.

 - Geme para o seu homem, geme gostoso, daquele jeito que só você sabe, minha s/n. – Sua voz novamente era rouca e sensual como nunca, sua respiração estava pesada e seu corpo estava molhado de suor.

- Aw Oppa! Assim mesmo, não para. – Revirei os olhos e disse cada palavra entre gemidos e entre a respiração ofegante e pesada.

- Não. – Ele me repreendeu com um tapa forte em meu seio e logo apertou, me fazendo soltar um gemido alto e olhar diretamente em seus olhos. – Geme meu nome.

- Porra Jimin! Não para, me fode com força vai. – Trinquei os dentes e soltei um gemido longo e agudo sentindo ele começar a dar estocadas bem mais violentas do que antes, me fazendo delirar de tanto prazer.

Continuei massageando meu clitóris ainda em movimentos circulares, com rapidez e com muita força. Fechei os olhos com força sentindo meu orgasmo bem próximo, mas resmunguei e voltei a abrir os olhos ao sentir Jimin parar de repente com os movimentos, o olhei com expressão de reprovação e ele apenas sorriu malicioso levando uma de suas mãos em meu rosto e encostando novamente nossos lábios, e agora um beijo iniciou, um beijo rápido, intenso e cheio de luxúria. Tirei a mão de minha intimidade e a levei até seu rosto, acariciando delicadamente enquanto nos beijávamos. A mão de Park, que estava em meu seio desceu até minha intimidade, assumindo ele mesmo a mesma coisa que eu estava fazendo segundos atrás, seus dedos esfregavam meu clitóris cuidadosamente. Soltei um leve gemido entre o beijo ao sentir Jimin dar algumas leves tapinhas em meu clitóris. Continuávamos nos beijando, uma corrente intensa de prazer percorreu pelo meu corpo ao sentir Jimin enfiar dois de seus dedos dentro da minha intimidade junto com seu pau. Ele metia os dedos na mesma intensidade que estocava em mim. Parei o beijo e fechei os olhos gritando de tanto prazer, soltei minha perna e levei a mão até os cabelos de Park, os agarrando com força. Abri os olhos e o olhei surpresa ao vê-lo abocanhar meu seio e começar a sugar e chupar com intensidade imensa.

Pau e dedos dentro de mim ao mesmo tempo e sugadas em meu mamilo, isso é demais para mim.

Soltei um gemido alto, agudo e longo, assim que senti meu orgasmo me atingindo de uma forma tão intensa que me fez perder os sentidos. Jimin continuava a me estocar incontrolavelmente, seus dedos ainda estavam dentro de mim, fazendo um vai e vem incrível, me deixando totalmente fraca.

Jimin soltou um gemido contra meu seio, alto e bem mais rouco como antes, e logo senti seu liquido quente dentro de mim, sorri maliciosa e virei o rosto em sua direção. Seus cabelos estavam bagunçados e molhados de suor, eu não estava diferente dele. Mordi meu lábio com força e suspirei sentindo ele parar os movimentos aos poucos e tirar seus dedos de dentro de mim. Respirei fundo e abri a boca ao ver seus dedos próximos de meus lábios, passei a língua por todos seus dedos e com uma de minhas mãos segurei seu pulso e coloquei seus dedos em minha boca, e os chupei lentamente e com vontade, olhando em seus olhos, de uma forma provocativa. Logo ele tirou seus dedos de minha boca e respirou fundo recuperando o folego. Ele sorriu e piscou para mim, voltando a se deitar novamente de barriga para cima. Eu abaixei minha perna e ajeitei minha calcinha, me virei de frente para Jimin e apoiei um cotovelo no tapete e apoiei minha cabeça sobre minha mão, levei a mão livre até o peitoral de oppa e comecei a acariciar suavemente o olhando nos olhos. Dei um sorriso sacana e passei a língua entre os lábios lentamente.

- Sabe Oppa. Eu não precisava trabalhar, fiz tudo isso para você sair do vídeo game. Não quero ser uma namorada chata, mas cada dez dias que você vem aqui onze você fica no vídeo game. Na próxima vez que você vir aqui, você me come primeiro e depois brinca com seu maldito brinquedo ta? Te amo. – Ri baixo e selei nossos lábios, deitei minha cabeça em seu peitoral e fechei os olhos.

- E eu preciso dizer alguma coisa quando você fica o tempo todo naquele maldito notebook a noite toda? – Ele riu, passando seus braços em minha volta, me abraçando com força.

- Mas eu trabalho usando o notebook durante as noites Senhor Park. – ri ainda de olhos fechados e pude ouvi-lo dar uma leve risada.

E ele me apertou ainda mais contra ele, e é ali, em seus braços, que me sinto amada e protegida, pelo meu homem, Park Jimin, o mesmo que me deixa completamente louca por ele.


Notas Finais


ESPERO QUE TENHAM GOSTADO *u*
fiquem a vontade de pedir imagine com os bias manasssss
o mais ´´votado´´ será o proximo.
até a proxima <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...