História Imagine hot Jungkook - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Andry92

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Imagine Hot Jungkook, Imagine Jungkook Hot
Exibições 416
Palavras 1.806
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Aqui está a continuação 👏👏👏
Espero que gostem😉❤❤❤

Capítulo 3 - Imagine hot Jungkook - Surpresa


Fanfic / Fanfiction Imagine hot Jungkook - Capítulo 3 - Imagine hot Jungkook - Surpresa

Hoje faz sete dias, desde aquela noite na lavanderia, depois disso nunca mais tivemos algum contato. Eu estava em minha casa, estava sentada no  sofá enquanto assistia um dorama, pra ser mais específica.  Jungkook não morava comigo ainda, mas já tínhamos conversado sobre. Era 17:30 quando meu celular vibra em meu colo e havia uma mensagem de Kook.


~~Mensagem on~~


-Oi amor, talvez eu consiga ir te ver hoje. Você está em casa?


- Oiii, sim!!! Que horas você vem?


- As 20:00 horas termino meu turno.


- Ok, vou te esperar…


-Te vejo depois das 20:00, estou ansioso para tê-la em meus braços, quero muito pra te ver, Te amo.


- Não vejo a hora de te ver Kookinho, te amo.


            

   ~~Mensagem off~~


Logo após eu desligar a tela do meu celular, fiquei pensando em algo especial para Kook já que faziam sete dias que a gente não fazia nada mais do que beijos e mãos bobas durante a noite quando nós dormiamos em sua casa ou na minha. Eu já estava ficando louca, precisava senti-lo novamente, sentir sua pele quente roçando na minha, sentir seus lábios nos meus em um beijo quente e cheio de desejo... Foi quando tive uma grande ideia, então me levanto do sofá e vou tomar um banho, depois me visto com uma roupa confortável um vestido florido e uma sapatilha branca com um lacinho discreto. Após me arrumar pego as chaves do carro e saio de casa indo em direção a garagem, entro no carro e vou para o shopping.

Chegando lá estaciono o carro, e entro no shopping, vou direto a uma loja de lingeries, como eu disse tive uma grande ideia, e tinha haver em torturar Kook  (se é que vocês me entendem), entro na loja e a atendente vem em minha direção.

-Oi bem vinda, o que deseja?

- Hmmm você tem alguma coisa bem sexy.

- Temos sim, vem me siga, temos tudo o que você precisa .

Sigo a atendente até uma parte da loja cheia de prateleira repleta de lingeries lindas e bem sexys que deixariam Kook louco, havia lingeries de várias cores uma mais linda que a outra, estava muito difícil escolher apenas uma. (Kook me aguarde).

- Então...gostou de alguma?

- É tanta opção…

- Vai fazer uma surpresa ao seu namorado?

- C-como sabe?

- Meu bem eu atendo clientes com o mesmo objetivo que você.- fala a mesma sorrindo.- Então qual a cor favorita dele?

- Vermelho, preto e branco.

- Que tal essa.- ela me entrega uma lingerie vermelha com renda.

- Hmm... não gostei dessa achei, como eu vou dizer…

- Sem graça.

- Isso, quero uma que faça ele ficar louco, tem alguma fantasia sexy?.

- Que tal essa preta…é uma fantasia de policial.- Ela me entrega a lingerie completa, até com algemas, essa era perfeita, Jungkook vai pirar.

- Essa...vou levar essa. 


- Então é só passar no caixa. Tenha uma boa noite hoje.- Ela fala sorrindo, enquanto apontava em direção ao caixa. E vou em direção ao mesmo. E pago a fantasia de policial. Logo saio do shopping e pego meu carro é volto pra casa.


~~Quebra de tempo~~


Chego em casa às 19:05 e vou direto para meu quarto, abro as gavetas em procura de uma venda, e acho uma gravata de Kook, eu me lembro de ele ter deixado ela ali da última vez que ele havia vindo aqui em casa. Pego a mesma e coloco-a dobrada sobre a cama e largo a algema sobre a gravata. Começo a me arrumar, tomo um banho primeiro e depois visto a fantasia e pego um moletom do Kook que mais parece um vestido pra mim, era comprido o suficiente para tampar a fantasia, e deixo meu cabelo solto e passo um batom vermelho, depois de ter certeza que estava tudo arrumado em meu quarto, desço para a sala é encomendo uma pizza e um refrigerante. Era 19:30 quando a pizza chega e a pago. Faltam pouco para o Kook chegar do trabalho, enquanto isso fico olhando televisão em um canal aleatório. Eu estava concentrada no programa que estava passando, quando vejo meus olhos serem cobertos por duas mãos.

-Adivinha quem…

- Hmm deixa eu pensar... é meu amante.

- Amante?

-  Brincadeira, Kook eu sei que é você.- Falo e tiro suas mãos dos meus olhos, e o abraço forte e o mesmo retribui.

- Sinti sua falta (S/n).

- Eu também Kook.- Falo e lhe dou um beijo necessitado.- Está com fome?

- Estou faminto.- Após ele dizer isso vou para a cozinha arrumar a pizza nos pratos. Quando sinto duas mãos por trás, apertando minha cintura e me puxando para próximo ao seu corpo. Era Kook.

-(S/n)...- O mesmo sussurra em meu ouvido e eu me arrepio.- Porque está usando meu moletom? Você sabe que eu fico excitado quando você usa minhas roupas.- falando em meu ouvido e depositando um beijo em meu pescoço e depois mordendo minha orelha. E solto um gemido baixo.

- Kook, eu estou cansada hoje.- Minto.-Vamos comer a pizza, e olhar um pouco de séries.

- Ahh…(S/n)...Eu preciso de você…- Fala o mesmo me virando de frente pra ele e sinto sua ereção roçar em minha intimidade.

- Hmm...Kook já disse que estou cansada...quem sabe outra hora…- Falo e o mesmo faz uma expressão triste. Queria pega-lo de surpresa então tive que mentir e ver sua reação partiu meu coração.- Ei... não fica triste.- Falo dando um beijo calmo.

- Não estou triste…

- Meu Deus Kook, você está quase chorando?- Falo rindo.

- Nãooo.- fala o mesmo soltando um sorriso.- É que faz tanto tempo que a gente não tem nenhum contato íntimo e isso está me deixando louco.

- E-eu sei...Kook...vem vamos comer.- Falo me separando do mesmo e lhe entregando um prato de pizza. E o mesmo o pega e me segue de cabeça baixa até a sala, sentamos no sofá e assistimos séries, terminamos de comer, e ele deita a cabeça sobre minha perna e começo a passar a mão por seus cabelos castanhos, Kook claramente havia ficado triste por eu ter falado que estava cansada. Já era 21:00 quando, tenho coragem de falar algo, preciso colocar minha surpresa em prática.

- Kookinho, vamos subir pro quarto.- Falo e ele levanta a cabeça e me olha nos olhos, lhe dou um beijo cheio de desejo. E vejo Kook, sorrir entre o beijo.

- Você não disse que estava, cansada?- pergunta.

- Tenho uma surpresinha pra você, amor.- Falo e ele se senta e o puxo pelo braço em direção ao meu quarto.

- Surpresa?-  Pergunta o mesmo sorrindo de orelha a orelha. Mas não o respondo. Chegamos em meu quarto e o deito na cama. E fico por cima dele o beijando,  tiro sua camiseta deixando seu abs amostra me fazendo morder o lábio.

- Fique quietinho.- Falo pegando a algema e pondo em seus pulsos e prendendo na cama.

- O que você está fazendo (S/n)? Vai me torturar?

- Mais ou menos isso.- Falo dando um sorriso malicioso. E tiro o moletom que estava usando e revelo a fantasia para Kook.

- M-meu D-deus…(S/n)...- fala o mesmo surpreso.

- Shhhhh.- Falo subindo cima do mesmo e passando minhas mãos pelo seu abs fazendo o mesmo arrepiar. Começo a beijá-lo, era um beijo necessitado e as vezes eu me afastava  só para provocá-lo, o mesmo tentava se aproximar mas não conseguia, já que estava algemado à cama. Desço os beijos em direção ao seu pescoço e vou descendo cada vez mais, e chego a borda da sua calça e vejo seu membro já duro embaixo da mesma.

- M-me solta (S/n)...P-por favor, deixa eu te tocar…- O mesmo implora.

- Não, você cometeu um crime muito grave e minha função é prende-lo e fazer pagar pelo seu crime.- Falo dando um sorriso malicioso, e tiro sua calça o deixando só de box, sento em seu membro e começo a rebolar lentamente sobre o mesmo e Kook solta longos gemidos de aprovação, muitas vezes tentava se soltar, mas as tentativas eram falhas, seus pulsos já estavam vermelhos de tanto que os forçava.

- (S/n)...me solt...- Mas antes que ele terminasse de falar eu lhe dou outro beijo, e percebo que Kook o retribui, já tomado pela luxúria. Começo a acariciar seu membro, fazendo, o mesmo arfar e soltar gemidos baixos... 

-Eu te deixo excitado Kookinho?- sussurro em seu ouvido, enquanto apertava seu membro delicadamente sobre a box.

- -S-sim.- ele responde soltando um gemido abafado, e volto a beija-lo.

Começo a tirar sua box lentamente, revelando seu membro implorando por mim. E olho para Kook com outro sorriso malicioso, e ponho seu membro em minha boca e começo a fazer movimentos de vai e vem.

- Ahhh…- Ouço Kook gemer arrastado. Mas quando percebo que ele vai gozar, paro com os movimentos e vejo ele levantar a cabeça e me olhar desapontado.

- Quero que goze em outro lugar…

- Então me solta…

- Hmm...por que?

- Me solta e você verá…- fala me olhando, seus olhos estavam cheios de luxúria e desejo. Não vou soltá-lo, ainda não, então pego as chaves da algema que estava presa em minha fantasia. E ameaço soltá-lo mas guardo as chaves de novo.

- Ah…(S/n) por favor, não se cansou de me torturar? Quero te dar atenção... não é justo não poder te tocar.

- Não vou te soltar...ainda não.- Falo sentindo seu membro roçando em minha intimidade tampada pela calcinha de renda preta, me deixando louca, então levanto e tiro o boa parte da fantasia, enquanto isso Kook me olhava com atenção todos meus movimentos.

- O-o que você V-vai fazer?- pergunta o mesmo mordendo seus lábios, pego a gravata que eu havia deixado em cima da cama antes de Kook chegar e subo em cima dele novamente levando a gravata em direção ao seu rosto e tampando seu olho, como se fosse uma venda.

- N-não faz isso... você sabe como é ficar aqui preso vendo você me dando prazer, sem eu poder te devolver todo o prazer que estou sentindo...tira a venda dos meus olhos e me solta por favor...deixa eu te tocar…

- Ainda não Kook, ainda não…- Falo pegando seu membro e o direciono em minha intimidade e o penetro lentamente fazendo-nos gemer o nome um do outro. E Começo a cavalgar em seu membro.

Depois de alguns minutos chego ao meu ápice, mas não paro continuo com os movimentos e logo Kook também chega em sei ápice e sinto seu líquido quente me preencher, e mesmo assim continuo a beija-lo com intensidade, Kook assim como eu estava ofegante e suados, término de beija-lo mordendo seus lábios, só assim pego a chave e o solto e tiro sua venda, eu pensei que ele estava cansado, mas ele me ataca me virando e ficando em cima de mim.

- Agora você vai pagar.- fala o mesmo pegando a algema e a prendendo na cama.

- Nãoooo...Kook.- Falo manhosa.

- Agora você vai passar por tudo o que você me fez passar...sem poder me tocar.- Fala o mesmo me dando um beijo quente e ele põe a venda em meus olhos…

Continua…





Notas Finais


Desculpem qualquer erro...
O que acharam?😏
Querem uma continuação?😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...