História Imagine Hot (Kpop) - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, EXO, Got7, K.A.R.D, Monsta X, Neo Culture Technology (NCT), Seventeen, Super Junior
Personagens Baekhyun, BamBam, Boo Seungkwan, Chanyeol, Chen, D.O, D-Lite (Daesung), G-Dragon, Hansol "Vernon" Chwe, Henry Lau, Hong Jisoo "Joshua", Hyung Won, I'M, Jackson, Jang Doyoon, JB, Jennie, Jeon Wonwoo, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jisoo, Jiwoo, Joo Heon, Junghan "Jeonghan", Jungkook, Kai, Ki Hyun, Kim Mingyu, Kris Wu, Lay, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Lisa, Lu Han, Mark, Min Hyuk, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Sehun, Seungcheol "S.Coups", Seungri, Shin Dongjin, Show Nu, Soonyoung "Hoshi", Suga, Suho, T.O.P, Taeyang, Tao, Ten, V, Wen Junhui "JUN", Won Ho, Xiumin, Xu Ming Hao "THE8", Yao MingMing, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Bangtan Boys, Bigbang, Bts, Got7, Hentai, Hoseok, Imagine, Imagine Hot, Jackson Wang, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jooheon, Jungkook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Lemon, Mark Tuan, Markson, Min Yoongi, Monsta X, Namjoon, Park Jimin, Rap Monster, Rapmon, Seventeen, Shownu, Suga, Taehyung, Wonho, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 2.509
Palavras 1.674
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom dia meus xuxus ♡
Ces tão bem?

Edit1: Pedido por @Morango97

Capítulo 19 - Insane Couple — Park Jimin (BTS)


Fanfic / Fanfiction Imagine Hot (Kpop) - Capítulo 19 - Insane Couple — Park Jimin (BTS)

 Jimin e eu namorávamos a mais ou menos dois anos. Uma relação saudável? Bom, considerando alguns fatos, não. Éramos considerados completamente loucos por nossos amigos.

Compartilhvamos a mesma sede por sexo. Jimin, um exibicionista e completamente apaixonado por aventuras sexuais sejam elas em qualquer lugar e eu, uma louca sem pudores, que adorava qualquer coisa que me desse prazer.

De certa forma, éramos um casal perfeito. Mas no último mês, Jimin e eu quase não nos tocamos, senti uma certa distância entre nós, talvez fosse a falta de criatividade. Mas confesso que sentia falta dele.

— Vamos sair hoje a noite? — ele passou as mãos nos cabelos, puxando os fios pretos para trás.

— Onde? — suspirei e rolei na cama, deitando de bruços.

Fiquei observando enquanto ele terminava de secar o tronco ainda úmido do banho recente. Logo a toalha fora colocada de lado e ele deitou na cama de barriga pra cima e na direção oposta a minha, deixando seu rosto próximo ao meu.

— Taehyung me falou sobre uma boate nova que inaugurou esse mês. Ele vai com o Jungkook, Vamos? Jin e Namjoon também vão ir.

— Hmn. Pode ser legal. Vamos sim! — sorri e tive meus lábios selados aos seus.

O convite havia sido feito no fim da tarde então logo em seguida a noite caiu e começamos a nos arrumar. Escolhi um vestido preto extremamente justo que delineava todas as curvas do meu corpo e um sapato vermelho de salto.

Quando parei na frente do espelho pude ver o reflexo de Jimin sentado na cama me olhando fixamente. Ele usava uma camisa preta e um jeans da mesma cor, apertando suas coxas relativamente grandes.

Sorri de canto e soltei meus cabelos, finalizando os últimos detalhes. Assim que acabei, virei meu corpo para Jimin, sorrindo.

— O que acha?

— Acho que eu tenho que ir preparado para arrebentar a cara de qualquer um que olhar pra essa sua bunda que está quase escapando desse vestido. — franziu a testa enquanto levantava.

Revirei meus olhos e por fim saímos. O caminho até a boate era bem curto, ou nos perdemos em nossas conversas e nem vimos o curso que o Táxi havia tomado.

Assim que chegamos no local encontramos o casal mais fofo que eu já vi em toda minha vida. Namjoon e Jin já se encontravam abraçados, e como sempre, chamando a atenção.

— Huh. Acho um absurdo eu passar horas me arrumando, pra ser apagada pelo brilho de vocês. — bufei e os dois riram, me abraçando em seguida.

— Troque o Jimin por uma garota e você terá seus holofotes. — Jin riu.

— Ela jamais me trocaria. Uma garota não seria capaz de fazer o que eu faço. — Jimin segurou minha cintura com força, apertando seus dedos ali.

— Não use seu pau como argumento. — Namjoon riu e segurou Jin pela mão, conduzindo a nós quatro para dentro do local.

As luzes neon me cegaram por um breve instante, então deixei Jimin me conduzir. Fomos os quatro para o bar e logo encontramos Taehyung e Jungkook já bem "alegres". Começamos a beber e conversar, quer dizer, bebi mais que conversei.

Após recusamos o convite de dançar, Jimin e eu sentamos em um dos sofás de couro que haviam pelos cantos. Quando fiz menção de sentar, Jimin me puxou pela cintura, me fazendo sentar em uma das suas coxas e colocar as pernas sob a outra.

Ele selou rapidamente meu maxilar e em seguida meu ombro, atacando meus lábios logo depois em um beijo lento e com gosto de bebida.

A falta de ar nos condenou e eu virei meu rosto, procurando os meninos na pista de dança. Um arrepio percorreu minha coluna quando os lábios grossos de Jimin tocaram minha orelha, prendendo meu lóbulo entre seus dentes.

— Onde foi o lugar mais louco que transamos? — Jimin sussurrou no meu ouvido.

— Foram tantos... — respondi, passando a olhar em seus olhos.

— Em uma balada, cheia de gente?

— Hmn. — tombei minha cabeça para o lado. — Ainda não...

— Porque não resolvemos isso? — sua mão deslizou pela minha coxa, adentrando a parte interna da mesma, subindo até tocar minha virilha.

Eu não sabia dizer não para ele. Não, quando estava com o tesão queimando meu corpo e minha calcinha estava encharcada. Ele rapidamente tirou os dedos de dentro de mim e olhou em volta. Ninguém parecia ligar para gente. Jungkook e Tae estavam bebados de mais, Jin e Namjoon haviam sumido, provavelmente foram transar em algum banheiro. Assim como nós, eram loucos por sexo.

Jimin bufou.

— Essa merda vai subir se você abrir as pernas. — ele apertou minha coxa. — Vem comigo... — aproximou a boca do meu ouvido. — Não vamos fazer isso aqui... Mas eu não vou desistir de te foder hoje.

Levantei um pouco frustrada com o que havia acontecido, mas segui Jimin assim que ele começou a caminhar, segurando minha mão. Descemos a pequena escada que haviámos subido e saímos do local.

— Ei, onde vamos? — Perguntei, apressando o passo e ficando ao seu lado.

— Num lugar que eu vi quando passamos de Táxi.— Ele sorriu de canto e me puxou pelo braço, me pegando no colo em seguida. — Eu estou tão duro S/n...

Seus lábios encontraram os meus num beijo desesperado. Eu sentia seu pau duro roçando nas minhas pernas enquanto ele caminhava. Com extrema facilidade Jimin me segurou pelas coxas e envolveu minhas pernas na sua cintura. E como ele havia dito, meu vestido subiu, parando na minha cintura e deixando minha calcinha toda exposta. Suas mãos desceram pra minha bunda, apertando a mesma com força.

O beijo era desesperado, nem se quer sentíamos falta de respirar. Ele chupava minha língua com intensidade, fazendo a mesma estalar. Quando me dei por conta, havíamos sidos engolidos pela escuridão de algum lugar.

Gemi quando minhas costas tocaram algo que parecia uma parede fria. Jimin pressionou seu pau contra minha intimidade, simulando uma estocada.

— Onde estamos? — abri meus olhos, estava muito escuro. Apenas alguns fios de luz iluminavam ele.

— Um estacionamento qualquer... — ele falou baixo e desceu o rosto pelo meu pescoço, beijando e chupando o mesmo com intensidade.

Eu estava pouco me fodendo pro lugar. A sensação de que poderíamos ser pegos a qualquer momento apenas nos excitava ainda mais. Jimin apoiou meu corpo contra contra a parede e levou uma das suas mãos até meus seios, puxando meu vestido pra baixo e com extrema facilidade empurrou meu sutiã e abocanhou meu seio, brincando com seus dentes e língua no meu mamilo. Meu corpo todo ardia de tesão.

— Jimin... — gemi manhosa e ele apenas riu soprado. Ele sabia o quanto eu estava excitada. — M-me fode...

Jimin subiu seu rosto e aproximou o rosto do meu ouvido. Sua mão novamente apertou minha bunda e seu indicador lentamente puxou minha calcinha pro lado.

— Está tão desesperada assim amor? Hmn? Quer meu pau dentro de você? — ele sussurrou.

— Por favor Jimin… me fode…

— É tão lindo ver você implorando pra ser fodida Jagi. — ele passou lentamente o dedo médio na minha intimidade, fazendo meu corpo tremer. Logo em seguida seguiu com o mesmo lubrificado até minha outra entrada, rodeando a mesma. — quer que eu te foda até você não sentir mais as pernas Jagi? Quer voltar carregada pra casa?

— S-sim... — gemi alto quando ele penetrou seu dedo ali, fazendo um vaivém dolorosamente prazeroso. —… eu quero, oppa. Me fode...

Ele deu uma risadinha e pressionou seu corpo contra o meu, soltando a mão que me segurava. Abracei seu pescoço e apertei ainda mais minhas pernas na sua cintura.

Jimin abriu sua calça e logo estava roçando a sua glande na entrada do meu íntimo sem parar as estocadas com o dedo. Eu iria acabar gozando apenas daquela forma. Jimin estava me levando ao meu limite.

Com um movimento rápido e forte Jimin estocou seu pau dentro de mim, fazendo-o entrar por completo. Ele tirou seu dedo da minha entrada e levou as duas mãos para minhas coxas, agarrando com força e começando a estocar dentro de mim.

Meus olhos reviravam toda vez que ele colocava seu pau todo dentro de mim e tirava o mesmo por completo.

— Tão apertadinha Jagi... — ele gemeu baixo contra o meu ouvido.

Sua destra rapidamente fora espalmada contra uma das minhas nádegas me fazendo choramingar com a ardência que havia causado. Meu corpo era impulsionado pra cima toda vez que o pau dele entrava em mim. Jimin sabia exatamente como me deixar louca. Nunca havia encontrado um homem que me satisfaça da maneira que ele faz.

Com um gemido sôfrego cheguei ao meu ápice. Meu corpo todo tremeu. Eu havia sido destruída.

Jimin continuava estocando seu pau com força, porém com mais dificuldade me fazendo gemer praticamente desesperada. Ele sabia o quão sensível eu ficava e mesmo assim continuava me enlouquecendo.

Naquele vaivém frenético, acompanhado de chupões que maltratavam meu pescoço, Jimin também chegou ao seu ápice e gozou dentro de mim, gemendo arrastado.

Seus ombros se arquearam e sua cabeça tombou pra trás. Ele tirou seu pau de dentro de mim, fazendo seu líquido escorrer por minhas pernas.

Nossas respiraçao estava descompassada, nossos corações acelerados e nossos corpos trêmulos e suados. Jimin apoiou a testa no meu peito, respirando pesado contra minha pele.

Após alguns minutos ele me largou no chão para que eu me arrumasse, isso é, apenas a roupa, já que meus cabelos estavam desgrenhados e minha Maquiagem borrada devido ao suor.

Assim que ajeitei minhas roupas e enrolei meu cabelo, Jimin me colocou contra a parede novamente, me beijando, dessa vez um beijo calmo e delicado. Suas mãos percorreram meus braços e seus dedos entrelaçaram-se nos meus.

— Vamos pra casa? Preciso de um banho. — falei baixo entre o beijo.

— Só se eu puder fazer parte desse banho. — ele sorriu fraco. 


Notas Finais


Saudadinha de escrever Yaoi.
Acho que o próximo vai ser... ou não. Não sei kkk

Aah. Lembrei. Tô pensando em adicionar Yuri também. Querem?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...