História Imagine J-Hope - Sorriso que me fascina - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hobi, Hoseok, J-hope
Visualizações 27
Palavras 1.057
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Vamos


Fanfic / Fanfiction Imagine J-Hope - Sorriso que me fascina - Capítulo 10 - Vamos

Vim para a empresa na esperança do Hobi aparecer aqui a qualquer momento, mas enquanto ele não aparece para iluminar meu dia tenho de focar nesses papéis que meu pai me trouxe. Com a permissão de meu pai eu pude mudar a decoração da sala, e por incrível que pareceu eles fizeram isso rapidamente enquanto eu estava na reunião pela manhã. Não troquei muitas coisas, o lustre da sala era extremamente grande e extravagante optei por algo menos chamativo, em compensação coloquei um tapete felpudo no meio da sala na cor marrom.

Dani: Tem alguém querendo te ver - estava me arrumando para sair almoçar quando Dani surgiu. - já deve saber quem é.

A olhei confusa afinal pode ser inúmeras pessoas, sou líder de uma empresa então várias pessoas podem vir me procurar em qualquer horário e circunstância. Porém vi uma silhueta muito familiar passar pela porta, me virei de frente para a tal pessoa, quem eu esperei a manhã toda está aqui.

S/N: Hobi! - nos cumprimentamos em um aceno - veio me trazer minha tiara? 

Hoseok: Sim, e vim lhe convidar para almoçar comigo - ele esboça um sorriso totalmente perfeito, que me derrete por inteira. - senão for muito incomodo para você, é claro.

S/N: Huh? Claro que não, por mim tudo bem. Não esperava que você viesse esse horário. - Ele sorri.

Hoseok: Eu estava pensando em você, e então pensei "por que não?" Então aqui estou, vamos? - ele esticou o braço para mim, na intenção que eu enroscasse o meu, e foi o que fiz.

 [...]

Chegamos em um restaurante localizado perto da empresa, quando entramos logo percebemos o enorme lustre na cor dourada, era tudo branco e dourado extremamente extravagante e luxuoso, só em pensar no valor de um prato eu já sentia o meu estômago reclamar. Geralmente esses restaurantes caros servem uma miséria de comida por valores que dariam para comer durante um ano um prato de feijão com a arroz, mas aqueles pratos de pedreiro mesmo. Hoseok e eu fomos até uma mesa e nos sentamos, logo que fizemos nossos pedidos, encaramos um ao outro.

S/N: Sinceramente? - ele fez que sim com a cabeça. - mesmo que eu tenha dinheiro, o valor de um prato que vem com uma miséria daria pra comer tanta coisa pela rua.

Hoseok: Concordo, mas quis causar boa impressão, geralmente as mulheres gostam de coisas extravagantes - ele ri. - após eu comer em um restaurante desses eu faço outro lanche na rua, porque isso só me dá mais fome.

S/N: Poderíamos ter ido direto comer na rua, mas podemos deixar isso para outro dia - ele concorda comigo em um aceno. - em um dia que eu possa tomar um soju.

Hoseok: Você bebê? - concordo com ele. - não sou lá uma das pessoas mais fortes, nesse caso quem te acompanharia seria o Suga, ele é o mais forte entre nós. Eu sou um dos primeiros a me entregar ao álcool.

S/N: Eu também não sou lá muito forte em questão de bebida alcoólica, mas é tão bom que eu não consigo negar - Hobi sorri para mim, a cada sorriso sinto um tiro. 

Hoseok: Ok, então no nosso próximo passeio vamos ir tomar um soju e comer um ramen - sorri em resposta. - isso significa um sim?

S/N: Ramen mata a fome e como... e soju me deixa tão feliz, principalmente após um dia exaustivo de trabalho.

  [...]

Cheguei em casa me sentindo extremamente exausta, após tomar um banho quente e colocar um pijama bem confortável, eu ouvi a Dani chegar, ela começou a subir as escadas resmungando baixo pelo o caminho.

S/N: Tá resmungando por que? O que houve? - a mesma acaba levando um susto ao me ver. - tô tão feia assim? - digo em um tom de ironia.

Dani: Como posso reclamar sobre a empresa com a dona dela? Eu amo meu trabalho e não quero ser demitida - sinto uma irritação em seu tom. - vou tomar um banho.

S/N: Se você está estressada com o trabalho não desconte em mim, mesmo sendo eu que lhe dou ordens - antes de voltar toda a minha atenção para os lençóis de minha cama, me viro para ela novamente. - meu pai pediu para avisar que seu quarto está pronto, então já pode ir dormir no mesmo.

Dani: Oh pelo menos uma notícia boa hoje - um sorriso nasce em seus lábios. - dormirei lá hoje, posso pegar minhas coisas amanhã em seu quarto. Finalmente uma cama só para mim.

S/N: Está dizendo que eu ocupo muito espaço? - Dani nega. - o que então? 

Dani: Eu ocupo, gosto de dormir no meio da cama, e você sempre dorme encolhida porque eu fico lhe empurrando. Por isso anda sentindo dores no corpo.

S/N: Então é por isso? Ainda bem que seu quarto está pronto mesmo. Pegue suas coisas amanhã de manhã. Não, não, pegue a noite pois eu durmo mais que você. - a mesma me mostra a língua em resposta. - fazer o que né, eu acordo faltando vinte minutos.

Dani: Ok, estou indo para o meu quarto tenha uma boa noite, sonhe com o seu Hoseok. - agora quem mostra a língua sou eu. - até amanhã na empresa, não esqueça de me comprar um café, chefinha.

Dani sai do quarto com um sorriso bobo estampado no rosto, sei que ela está animada com seu quarto. Então agora finalmente vou dormir como eu quero, abro as cortinas do meu quarto que dão em direção ao jardim e apago as luzes. Pego meu celular que acaba se tornando a única iluminação no quarto todo. Vejo que tenho algumas mensagens então decido responder.

  MENSAGENS ON

Hoseok: Então quando você está livre para irmos tomar um soju? 

Hoseok: Pode ser essa sexta-feira? Vamos em algum restaurante.

S/N: Eu saio mais cedo nas sextas, então por mim está ótimo. Adorarei ter você como meu companheiro. Creio que Dani já tem planos então iremos só eu e você.

Hoseok: Sim, Taehyung e ela irão sair para um lugar reservado. Para ser sincero acho que um motel. Mas vou ver se o Suga não quer sair, afinal ele está muito tempo em casa.

S/N: Por mim tudo bem, agora preciso dormir, boa noite Hobi!

Hoseok: Boa noite S/A! 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...