História Imagine J-Hope - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Bts, Família, Hoseok, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rapmonster, Romance, Suga
Visualizações 121
Palavras 1.607
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


CHEGAMOS EM 100 FAVORITOS! Muito obrigada! Muito obrigada mesmo, em breve farei especial! Amo vocês! ❤️ Boa leitura! ✌🏻🌸😊🍩🦄🦋🎠🍦

Capítulo 34 - Hope está doente?


A ceia seguiu alegremente, por mais que Hoseok também tenha errado em não mostrar confiança em minha pessoa, eu não queria estragar o momento, apesar de eu está muito magoada. 

 

Mas por um lado eu até entendo a sua falta de confiança, por tudo que já lhe fiz. 

Meu maior erro foi ter sido fraca e caído nas tentações de Jungkook. 

 

Os meninos voltaram para a agência, e os pais de Hoseok ficaram conosco em nossa casa,eles foram para dormir e eu Hoseok fomos para o nosso quarto. 

 

O silêncio estava mais que presente, aquilo estava me incomodando,aumentando a minha vontade de perguntar a Hoseok sobre o que aconteceu mais cedo. 

 

- Hoseok? - Perguntei quebrando o silêncio presente no quarto. 
- Oi? - sorriu 
- Você...não confia em mim? 
- Por que está perguntando isso? 
- Porque hoje cedo você não deixou eu me explicar, você se precipitou com as  fotos. - Falei brava 
- Meu amor, não precisamos falar sobre isso agora. - Abraçou-me 
- Então é verdade! - Tirei seu braços de cima de mim - Eu sabia! - levantei-me da cama. 
- Onde você vai? 
- Dormir em outro lugar, qualquer lugar, só não quero ver você na minha frente! - Gritei e sai do quarto. 

 

Hoseok não teve nem mesmo a coragem de procurar me entender,não reagiu a nada. 

 

Então ele realmente não tinha confiança em mim, me perdi em meus pensamentos caindo no sono no sofá.  

 

Pov Hoseok 

 

Não consegui entender o que S/n havia me falado, mas qualquer iria se precipitar com pensamentos com relação às sua s fotos com Jungkook, quem os via podia jurar que eram um casal. 

 

Eu iria atrás dela, mas senti uma forte dor na cabeça. 

 

- Aí - gemi ao sentir a forte dor. 

 

Caí na cama, não lembro se desmaiei ou dormi, apenas adormeci.  

 

Acordei e senti meus olhos doerem, não lembrava do que havia acontecido antes de eu adormecer, depois raciocinei que meus olhos doloridos podiam serem consequências da forte dor de cabeça. 

 

Procurei S/n pela casa e a mesma já não estava mais presente.

Um desespero bateu em meu corpo, ela havia ido, como eu pude ter sido tão tolo? 

 

Fui até a cozinha e encontrei um bilhete pregado na geladeira.

 

" NÃO ME PROCURE, DEPOIS CONVERSAMOS SOBRE O BEBÊ, MAS POR FAVOR NÃO ME PROCURE, PELO MENOS NÃO AGORA "

 

Doeu ler aquelas palavras, mas afinal eu ou ela estava errada? 

 

Eu estava confuso, bravo, na verdade eu não sabia o que eu estava sentindo, era uma mistura de sentimentos,saí às pressas de casa deixando os meus pais confusos. 

 

Filho, onde você vai  nesse estado? - Minha mãe perguntou nervosa.
- Desculpa mãe. - Falei segurando as lágrimas. 

 

Saí de casa a procura de algo para me recuperar, entrei no primeiro bar que vi. 

 

- Me dê a bebida mais forte que você tiver - Disse ao garçom e o mesmo atendeu ao meu pedido trazendo uma bebida cujo eu não consegui identificar, apenas tomei o primeiro xote. 

 

Depois de mais alguns xotes comecei a me sentir zonzo, estava pronto para cair, já não estava raciocinando o que estava fazendo. 

 

Paguei a conta e saí daquele estabelecimento, estava tentando encontrar o caminho até a BigHit, mas não obtive sucesso. 

 

Eu queria achar S/n, o bebê também pertencia a mim, ela não podia simplesmente sumir levando o que também era meu. 

 

Estava andando perdidamente pelas ruas de Seul quando senti novamente a forte dor de cabeça, dessa vez ela estava duplicada, não aguentei e minhas vistas começaram a escurecerem-se, senti forte impacto do meu corpo ao chão escurecendo de vez minha visão. 

 

Pov Hoseok OFF 

Pov Jungkook 

 

Eu não sabia o que havia acontecido entre S/n e Hoseok. 

 

S/n chegou pela manhã na BigHit muito nervosa,seu olhos estavam inchados, talvez porque a mesma tenha chorado. 

 

Ela pediu férias ao senhor Bang, e o mesmo assentiu. Ela disse que não demoraria, logo estaria de volta, iria resolver uns problemas pessoais. Mas quais problemas? Hoseok? Aí meu Deus. 

 

Estava tentando entender o havia acontecido com S/n, ela tinha que controlar o seu nervosismo, aquilo fazia mal ao bebê, quando recebi uma ligação, era de um número desconhecido.

 

Ligação: 

 

- Jeon Jungkook? - Uma doce voz perguntou 
- Eu mesmo. 
- Desculpa incomodar, mas foi o primeiro número que encontrei no celular do Jung Hoseok. 
- Hoseok? O que aconteceu com ele? - Perguntei nervoso. 
- Os médicos ainda estão fazendo exames para entender melhor o que aconteceu, o único resultado até agora é que ele está em coma. 
- HOSEOK ESTÁ EM COMA? - Perguntei confuso. 
- Infelizmente senhor. 
- Estou indo para o hospital
- O senhor Hoseok ainda não pode receber visitas.
- Não importa 

 

Ligação OFF 

 

Fui para o hospital o mais rápido que pude, fui impedido de entrar na sala onde Hoseok estava. 

 

- O estado dele é grave doutor? - Perguntei ao médico que saiu do quarto onde Hoseok estava.
- O seu amigo está esgotado, ele trabalhou muito? 
- Ele morreu? - Perguntei assustado
- Não - riu - Ele está em coma, mas acredito que o seu caso não seja tão grave,mas não podemos deixar de se preocupar. 
- Eu entendo. - afirmei - Mas, existe risco de morte? 
- Sim, ele pode piorar, Hoseok está em seu limite, creio que ele não tenha se alimentado muito bem e treinado bastante. Mas, não se preocupe, não vamos deixar o seu amigo morrer! - sorriu - Agora eu preciso ir, tenho outros pacientes para consultar, qualquer coisa é só me chamar. - assenti e o mesmo deixou-me sozinho. 

 

Entrei no quarto onde o mais velho estava, vendo-o naquele estado deplorável. 

 

- Fica bom logo hyung! - Falei acariciando seu rosto - Isso tudo é culpa minha, como posso ser tão idiota, você e a S/n são um casal e eu tenho que aprender a aceitar isso, isso tudo é culpa minha! - senti uma lágrima escorrer por meu rosto.
- Posso entrar? - Perguntou a mãe de Hope ao abrir a porta. 
- Claro - sorri 
- Estava chorando? - perguntou ao se aproximar de mim 
- Não, não. - Falei enxugando o meu rosto - Apenas bocejei - sorri fraco 
- Pobre Hoseok - Falou  acariciando o rosto do mesmo - Eu já sabia que isso iria acontecer, trabalha tanto que não sobra tempo para cuidar de si mesmo. 
- Hobi hyung sempre procura dar o seu melhor.
- Eu tenho orgulho do meu filho, ele pode não ser um médico,ou um advogado ou um professor,mas ele faz o que gosta, e se ele está feliz, eu estou feliz. 
- A senhora é uma ótima mãe,sabia? - sorri 
- Não é pra tanto - riu bagunçando os meus cabelos - Você é um ótimo menino - sorriu. 
- Não,não sou, por favor não diga isso, eu sou uma péssima pessoa. 
- Não, você é uma ótima pessoa, todos nós temos algo de especial que faz com que sejamos únicos - sorriu - tenho certeza que aqui dentro tem algo único que faz com que você seja único - colocou suas mãos sobre o meu coração. 
- Muito obrigada senhora Jung - abracei-a 
- Se você quiser ir embora, pode ir, eu fico aqui com Hoseok. - Falou entre o abraço. 
- Eu vou, tenho alguns problemas para resolver. - Falei ao sair do abraço - Qualquer notícia me ligue - sorri 
- Pode deixar - sorriu  

 

Pov Jungkook OFF 

Pov S/n 

 

Saí de casa cedo, o sol ainda começava a nascer. Fui até uma praça próxima a nossa casa, se é que ela também pertencia a mim. 

 

Fiquei pensando na vida e do quão a minha vida estava ruim desde o teste que fiz para a BigHit, talvez meus pais estivessem certos, eu não devia ter seguido o meu " sonho ". Talvez eu tenha me arrependido de ter feito o teste, de ter conhecido Hoseok, de ter nascido, de tudo. 

 

Após maltratar um pouco o meu psicológico, fui para agência para falar com senhor Bang. Disse ao mesmo que eu precisava de férias e o mesmo assentiu. 

 

Após isso, fui a procura de um hotel, encontrei um hotel barato, um hotel que eu podia pagar, pois o meu salário era pouco. 

 

- Hoseok não confia em mim - Falei chorando - Filho perdoa a mamãe - Falei pegando em minha barriga - A omma errou com o seu appa. 

 

- Não existe casal sem confiança, não podemos continuar assim, mesmo que doa, eu vou ter que terminar com ele, mesmo amando-o mais que tudo. - pensei 

 

Fui ao banheiro, tomei um banho quente e relaxante e vesti uma roupa de frio simples. Estava decidida ir até a BigHit para colocar um ponto final em minha relação com Hoseok. 

 

Fui andando pelas frias e congeladas ruas dê Seul. 

Suspirei fundo ao chegar em frente ao grande prédio da agência. 

Entrei no mesmo tentando controlar o meu nervosismo, minhas mãos suavam, as batidas do meu coração mostravam que eu poderiam infartar a qualquer momento. 

Fui a procura de Hoseok, até que encontrei Jungkook conversando com Taehyung.

 

- O estado do nosso hyung é um pouco grave. - Jungkook falava tentando controlar suas lágrimas que não hesitam em rolar por seu rosto. 
- E o que causou isso? - Taehyung perguntou preocupado. 
- Estresses 
- Ele vai ficar em coma por muito tempo? 
- Taehyung eu não sou médico 
- Calma Jungkook! 
- Desculpa hyung, estou muito estressado com tudo isso, tenho medo de perder Hobi hyung 
- Hope está doente? - Perguntei ao me aproximar dos meninos.

 

 

 

 

 


 


Notas Finais


Obrigada por ter lido! ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...