História Imagine JB (2temporada) - Capítulo 6


Escrita por: ~, ~SaafiraA e ~EsterNeko

Postado
Categorias Got7
Tags 2temporada, Cute, Fantasia, Got7, Hentai, Imagine, Jaebum, Romance
Exibições 247
Palavras 1.521
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello, hello *-* tudo bems?? bom eu vou add uma coleguinha minha na fanfic, e sim o nome dela é Ester, e ela é a Ester da história XD espero que vocês se divirtam a partir desse cap pq vai ter umas coisa meio loca kskskskk então chega de enrolação e vamos ler ^^

Bjs. De Xuga Fí <3

Capítulo 6 - Arrumando aulas Pt.1


Fanfic / Fanfiction Imagine JB (2temporada) - Capítulo 6 - Arrumando aulas Pt.1

— IM JAEBUM! —  Gritei seu nome. 

— __________! SAI DA CASA! — Ele gritava do lado de fora.

— ENTRA LOGO! — Disse por fim. — Você tinha que vir dessa forma? Justo assim?! Do nada?! 

— Quem ta la fora mesmo? — Perguntou ela. 

— Quem seria? — Disse a olhando de forma incrédula. — Você não ouviu eu chamar ele? Não entendeu? Tem certeza quer que eu escreva? Ou melhor, que eu desenhe?

— Qual a necessidade de falar assim com a SUA mãe?! — Disse me olhando de forma indignada. — Espera! QUEM VOCÊ CHAMOU?!

— IM.JAE.BUM! — Disse a olhando daquela forma... Se é surda ou o que?! —   OPPA! ENTRA JUSEYO! — Acabei dizendo em português, nem me toquei.

 

 

Im JaeBum PVO

 

Estava com o ouvido na porta, e sinceramente, por que diabos eu não entendo uma palavra que ela fala?! Será que foi possuída?! Arregalei os olhos, eu deixei ela sozinha lá com o demônio?! 

Engoli o seco, só de pensar que tinha deixado ela lá, sozinha com..., com.... seja lá o que for aquilo.

 

— E-Espera... ___________, eu já, já entro... — Disse nervosamente. 


Corri em direção ao final do corredor, lá, havia um extintor de incêndio, seja lá o que for o espirito, eu irei afoga-lo com isso..., sorri maliciosamente para o extintor. ㅋㅋ... 


Voltei em direção a porta, e quando a abri, já com o extintor apontado para frente, a única visão que tinha, era da ___________sentada tranquilamente no sofá, ela me olhava com extrema cara tediosa, isso me deixou completamente confuso.

 

— O que ta acontecendo? ... — Perguntei a olhando. 

— A Ester... 

— Esture? O que tem ela? 

— Sim, ela ta aqui... E agora ta trancada no quarto se perguntando porque estragou meu momento de felicidade. 

— Uau, não sabia que eu era tão especial assim... — Disse sorridente.

— Tô falando do meu amado sonho... Sabe aquele doce? Então é ele... — Disse ela, me olhando tranquilamente. Tem vezes que eu odeio essa sinceridade. — E ela provavelmente ta escutando a gente falar em coreano, e não ta entendo nada. – Complementou sorridente. 

— Entendo... — Disse afirmando. — Posso tentar buscar ela? 

— Olha... acho que com esse extintor não vai dar muito certo. — Disse ela me olhando risonha. 

— _____________! EU VOU SAIR! — Disse a Ester.

— ESPERA! — Disse ela me olhando. 

— Espera? — Disse a olhando. — O que é isso?! 

— Eu só pedi para ela aguardar. — Respondeu-me sorrindo sem graça. Confesso que estou me sentindo uma batata sem entender nada... — EU vou te levar até ela... E pelo amor de deus, larga esse extintor em, sei lá, qualquer lugar. — Ela disse rindo e em seguida se levantou.

— Certo. — Disse assentindo, em seguida joguei o extintor no chão, ao lado da porta. — Pronto! 

 

Ela caminhou até mim animada, segurou minha mão e me levou até seu quarto, quando ela abriu a porta, a tal da Esture, me olhou de forma tão assustada, eu jurava que ela iria me bater, mais do contrário disso, ela acabou engolindo o seco, se aproximando de mim, ele levou suas mãos finas ao meu rosto e bateu em minhas bochechas.

 


— EITA CUZAUM É REAL! — Ela gritou de frente ao meu rosto e eu apenas sabia ficar assustado. 
— _-_________... — A chamei e ela gargalhava. 

— Ester, fale algo que você sabe em coreano. — Disse ela já parava de rir. 

— Anneyonghaseyo. — Disse ela se curvando a minha frente ainda segurando minhas bochechas, eu fui pra baixo junto a ela, e logo quando ela percebeu, ela arregalou os olhos. — Minhae! Im JaeBum-ssi.

— Tudo bem...  — Disse a olhando assustado.  — ____________, por favor, pede para ela tirar as mãos do meu rosto. 

— ESTER!  — Ela gritou.  — Se ta estragando o rosto de algodão dele. 

— Ah!  — Ela disse surpresa em seguida tirou as mãos do meu rosto e se curvou novamente.  — O que eu faço ____________?! 

— Sei lá...  — Respondeu ela rindo.  — JaeBum, o que fazer?  — Perguntou me olhando ainda com aquela cara de riso.

— Eu não sei!  — Disse a olhando com as sobrancelhas arqueadas.  — Ela ainda não sabe coreano? 

— Sim.  — Afirmou me olhando e em seguida olhou para a Ester bufou e explicou em português para ela do que estávamos conversando.  — O que acha de chamar alguém que saiba ensinar pessoas pra ajudar ela?  —  Disse aos risos. 

— O que tem em mente?  — Perguntei a olhando curioso.

— Eu tava pesquisando sobre vocês um dia desses... E descobri através de algumas fãs que o Mark pode ser bom em ensinar coreano. 

— Você acha que vai dar certo? Mark ensinando coreano? 

— Ue, você é quem é o líder e ainda mais o coreano entre nós aqui...  — Disse rindo sarcasticamente.  — Ah! Desculpa, é que eu tô com sono e ainda por cima to quebrando cabeça pra traduzir tudo o que a gente ta conversando pra essa criança.  — Apontou para Ester ao seu lado. 

— Eu entendo.  — Disse abrindo um sorriso compreensivo.  — Mais, você acha que ela ta preparada para ver os outros? 

— Talvez sim, Ester é bem madura, ela só ficou surpresa porque realmente não esperava te ver. 

— Então você tenta acalmar ela, ou a treine para deixa-la mais calma... Mark pode agir estranho se ela agir assim.  — Falei a olhando e ela apenas assentia me olhando, quando virei meu rosto a direção da Esture ela nos olhava com uma cara de interrogação que eu tive uma vontade de rir. 

— Bom.... Você sabe que adoro você, mais pode por favor me explicar o que ta acontecendo aqui?!  — Perguntou ela olhando para __________.

— Eu vou falar em português bem claro para a Ester, JaeBum você pode ir para casa se quiser.  — Disse sorrindo sem graça. 

— Me acompanha?  — Perguntei a olhando sugestivamente. 

— Tudo bem.  — Ela disse sorrindo e em seguida olhou para a Ester.  — Eu vou levar ele para casa, por favor não coma as coisas antes deu chegar. 

 

Esture assentiu rindo e em seguida ela se curvou novamente, e eu também, claro, não posso ser mal-educado na frente dela, assim nos despedimos, _____________ me levou até a porta, em seguida saímos em direção ao corredor. 

 

— Acho que eles vão se dar bem. 

— Eles?  — Perguntei. 

— Sim, Ester e Mark. 

EstArk.  — Disse e em seguida ela começou a rir.  — MarEr 

— Então você também tava pensando nisso?!  — Ela perguntou me olhando curiosamente.

— Não exatamente, só veio na minha cabeça  — Disse rindo. 

— Ah... As vezes eu tenho vontade de bater em você.  — Ela disse me olhando e eu arregalei os olhos. 

Wea?!  — Perguntei a olhando.  

— Como você pode ser tão lindo?!  — Ela perguntou me olhando.  — Não estou elogiando, é que até quando você estava assustando gritando igual ao YoungJae rindo, você fica bonito! Como isso pode ser possível?! 

— Não sou tão bonito assim.  — Respondi a olhando.  — Mark, JinYoung e YoungJae também são bonitos. 

— E é por isso que eu tenho vontade de bater em você. Como você pode ser tão.... ASSIM!?  — Disse apontando para mim. 

— Sabe o que você ta parecendo?  — Perguntei a olhando.  — Uma Ahgase (IGOT7). 

— Desculpa. Eu vou parar.  — Disse rindo. 

— Amanhã, não vou poder ver você. Infelizmente... — Falei indo ao elevador.   — Minha agenda vai estar lotada. E quando chegar a noite só vou dormir. 

— Entendo... Bom... Eu vou trabalhar e cuidar da Ester.  — Falou sorrindo. 

— O seu nome é bem estranho, mais Esture é bem mais estranho.  — Disse rindo e ela sorriu em compreensão. 

— O seu também é estranho, se escreve Jae Bum, mais se fala Jei Bum. 

— Acho normal. — Falei pensativo e logo após entramos no elevador.

— Talvez.  — Disse dando de ombros. E assim que a porta do elevador, ela se encostou na parede, cruzou os braços e ficou me encarando. 

 

Suspirei nervoso e em seguida fiquei a encarando também, ficamos assim por um tempinho até que ela decidiu abrir um pequeno sorriso de lado, e eu abri um da mesma forma, acho que nenhum de nós estava entendo o que tava acontecendo. 

Acho que vai ser legal intimidar ela um pouco, devagar, caminhei em direção dela, e quando nossos rostos se aproximaram ela ficou me olhando de forma nervosa, eu adoro isso. Acabei soltando um risadinha a olhando, e lentamente me aproximei cada vez mais do seu rosto, quando nossos narizes se encostaram e eu me aproximava cada vez mais a porta do elevador se abriu, rapidamente me afastei dela e ela me olhou com uma feição franzida o que me fez rir. 

 

— Sério?! Vai me deixar broxada assim?!  — Perguntou-me nervosa.  — Ah. Sinja!  — Bufou e logo após saiu, quando ela iria passar de mim, rapidamente a puxei, e ela me olhou ainda com aquela feição.

— Não fica brava.  — Disse rindo a olhando.  — Apesar de que você fique muito fofa assim.  — Completei rindo.

— Ok, ok.  — Disse revirando os olhos e em seguida eu rapidamente selei seus lábios.   — Agora estamos bem.  — Ela afirmou abrindo um enorme sorriso e em seguida ela começou a me puxar em direção a saída do prédio. 

— Vou sentir saudades.  — Disse formando um bico nos lábios. 

— Eu também vou!  — Disse rindo.  — Mais não se preocupe, quando você terminar o que tem para fazer, eu penso em algo, tudo bem? 

— Uhun. Ah, eu vou conversar com o Mark.  — Disse a olhando e ela assentiu.  — Não esquece de falar com a Esture. 

— Certo, certo.  — Disse ela rindo. 

— Até mais.  — Disse novamente beijando-a de forma doce. 

— Até.  — Ela disse sorrindo sem graça e em seguida eu rapidamente sai. 

 

Im JaeBum PVO off.


Notas Finais


e então? :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...