História Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 195
Palavras 697
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 1 - Capítulo 1

 Tudo ainda estar tudo arquivado em minha memória, toda gritaria. Tudo ainda vem a tona como se estivesse sido ontem.

Flashback On.

Eu estava mais animado do que o normal, hoje finalmente iria pedir em namoro a garota que mais amava na vida. Coloquei minha roupa favorita, nas quais são minha calça jeans preta junto com um blusa cinza e outra blusa de frio preta com capuz, suspirei tenso colocando a caixinha de alianças no bolso Junto com as chaves saindo de casa.

No caminho fiquei pensando nas palavras certas para dizer, até chegar na praça atravessando as duas ruas rapidamente, chegando perto de alguns banquinhos e nos mesmos sentando esperando ela.

Depois de um longo tempo esperando ela, a mesma chega, e já era noite.

- Olá Kook - sorriu, eu amava aquele sorriso, ela não era coreana era Francesa.

- Olá -retribuir o sorriso.

- Desculpa o atraso, mais o que queria falar comigo?

- Ah, aish eu não sou bom em palavras mais eu só quero que você seja minha pra sempre, eu te amo muito eu amo você mais do que qualquer garota, amo que fico noites em claro pensando em ti - me ajoelhei - Que namorar comigo ? - ela não tinha reação, ela suspirou e disse.

- Kook, levanta - me levantei me sentando no lado dela, só com os olhos marejados.

- Eu não vou namorar com você, se você não percebeu eu não gosto de você, da maneira que você gosta de mim, e outra eu cansei de ser falsa contigo, eu te odeio! eu só me aproximei de você por causa de nota, se não fosse por isso nunca teria olhado em seu rosto, agora me dá licença que eu tenho que... - Não deixei ela termina e corri para rua, eu já estava chorando rios de lágrimas, meu coração doía, e a única coisa que eu queria era o abraço de minha mãe, e o leite quente de minha dinda. Passei a primeira rua correndo, ela não estava muito movimentada. Ainda correndo passei a segunda... Na qual não tinha percebido que estava muito mais movimentada que a outra... Em um movimento... Uma simples passada de pernas... Um grito agudo ecoou em meus ouvidos me fazendo virar minha cabeça para trás, sentindo o impacto do carro ao meu corpo.

- Kook, Kook, fala comigo - Alexandra falava, a mesma que me humilhou a segundos atrás- Me ouve - essas palavras foram as últimas depois de apagar.

Dia seguinte.

Eu não sentia minhas pernas... Lágrimas escorriam pelo meu rosto, mãos seguravam minha mão.

- Filho, finalmente acordou! - disse minha mãe me abraçando.

- Omma - deixei uma lágrima cair - Eu não sinto minha pernas só do quadril pra cima.

- Filho sei que vai se difícil, mais você não poderá andar mais.

- Nunca mais ?

- O medico não nos disse, mais ele disse que isso também leva o psicológico.

- Que dia vou poder sai daqui?

- Hoje mesmo.

Horas mais tarde.

- Kook - Alexandra veio me abraça mais a empurrei.

- Sai daqui, não quero ver essa sua cara de puta não, some da minha frente.

- Mais, mais...

- Mais nada, some - disse grosso revirando os olhos...

Flashback Off.

Depois daquele dia, virei um homem frio, porém tenho um pouco de sentimentos, que gasto chorando, e não me apaixonei por ninguém mais depois do ocorrido, e o ocorrido aconteceu a 4 anos. Hoje aos 20 sou formado em letras, sei falar inglês, coreano, chinês japonês entre outras línguas, sim entre esses quartos anos minha vida foi estudar, eu fui rejeitado por amigos e família, fui esquecido, únicas que se importam comigo é minha Omma e dinda.

- Bom dia filho.

- Só dia mesmo.

- Bom a fisioterapeuta nova irá vim mês que vêm.

- Não sei pra quê! EU JA DESISTIR DE TENTAR ANDAR, DESISTIR EU JÁ TENHO TUDO QUE QUERO, NÃO QUERO MAIS. - Gritei apertando o botão da cadeira de rodas para ir a frente.

- Você desistiu... Eu não - disse de longe. Suspirei indo para o jardim e logo voltando ao sentir o sol em meu rosto, voltei para dentro indo para o quarto e me deitando na cama, posso ser frio mais minhas lágrimas não.

- Eu me odeio.


Notas Finais


Desculpa o capítulo pequeno.
Até mais.
Favoritem *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...