História Imagine Jimin - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin
Tags Park Jimin
Exibições 193
Palavras 1.176
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi Amores ^_^
Voltei com o Imagine do Jimin, só que fiz umas modificações a mais.
Então, eu espero que gostem ^_^

Capítulo 1 - Ciúmes.


Fanfic / Fanfiction Imagine Jimin - Capítulo 1 - Ciúmes.

Você estava no cinema com seu namorado Jimin, assistindo a um filme de terror. O filme se chamava “Invocação do mal 2”, o nome do filme te causava arrepios, agora que estava assistindo o filme, só faltada infartar. Assim como todo o filme, mais uma vez você leva um susto e se esconde nos braços de Jimin, que sorriu.

— Amor e só um filme. — Disse Jimin ainda sorrindo.

— Eu sei, só que eu tenho medo — Se afasta um pouco para olha-lo.

— Eu vou te proteger. — Diz e te abraça.

E assim vocês ficaram o resto do filme.

Após o término do filme, vocês saem da sala e caminham até o carro

— Gostou do dia, amor?

— Amei.

E assim vocês continuaram conversando, até que uma pessoa veio correndo em direção contrária a de vocês e cai em cima de Jimin.

— Oh, e desculpe… Jimin?! — Diz a garota ainda em cima dele.

— Sarah? — Pergunta Jimin desacreditado.

— Quanto tempo! — O abraça ainda deitado.

— E-eh eu também, mas por favor já pode sair de cima de mim. — Diz Jimin gaguejando vermelho.

— Desculpe, eu estou tão feliz! — Se levanta e fala.

— S-sim…

— Como você mudou! Nem parece aquele Jimin que eu namorei.

— Espera, o que?! — Você fala desacreditada.

— E-eeh, amor essa é a Sarah, minha e-ex… — Disse Jimin gaguejando, parecia nervoso.

— Ah, esta é sua nova namorada? - Por que não me apresentou ela, Jimin? - Prazer sou Sarah, ex do Jimin. — Estendeu a mão para comprimento, porém você a ignorou, fazendo a questionar.

— Não vai apertar minha mão?

— Não. — Você disse curta e grossa.

— Ok… Bom, eu queria muito ficar, mas eu tenho que me encontrar com uma pessoa. Tchau Jimin. — O abraça e o beija na bochecha.

— Tchau. — Responde jimin ruborizado.

Claro que com todo esse showzinho, você fica vermelha de raiva e ciúme, Jimin vendo isso pergunta.

— Amor, não é nada disso que você está pensando. — Envolveu os braços em seus ombros e você fica séria.

— Eu não estou pensando em nada Park Jimin. — O mesmo sabia muito bem que quando você o chamava pelo nome completo, era porque estava com raiva ou magoada.

— Por que não me falou sobre ela? — Você perguntou séria.

— Amor, é só uma ex, eu já a esqueci...

— Por que você permitiu o carinho dela?! — Você diz já sentindo os olhos lacrimejarem

— Eu n... — Você o corta.

— Não fale nada, vamos nós resolver em casa. — Você diz é sai andando na frente, sem nem mesmo esperar pelo namorado.

— Ei, espere s/n. — Você não dá ouvidos e vai caminhando até o carro.

***

Chegando em casa, ambos não trocam uma palavra sequer entre si, apenas indiretas, mal haviam conversado e já estavam brigados. Depois de ter tomado seu banho e se acalmado um pouco mais, você sai do seu quarto e desce as escadas, avistando Jimin com os braços apoiados na mesa e com as mãos na cabeça.

Quando ele te vê levanta e vai em sua direção.

— Agora posso ter a minha chance? — Você assenti.

— Ok, conheci a Sarah a 2 anos atrás, eu já te conhecia só que você não, eu e a Sarah sempre fomos amigos, mas a amizade foi se tornando algo a mais e eu a pedi em namoro… — Ele parou para respirar, e você fez sinal para que ele continuasse, séria. — Só que depois desses anos, eu descobri que ela me traia com meus amigos, aí terminamos. — Explicou tudo de uma vez.

— Por que não me contou dela?

— Por que eu achei que seria desconfortável para você saber que eu tinha ex-namoradas.

— Você não confia em mim, Jimin?

— E claro que eu confio, meu amor. — Tentou se aproximar, mas você se afastou.

— Então por que deixou que ela beijasse sua bochecha?

— S/n, pare de ser difícil é me esculte. Eu não sinto mais nada por ela.

— Difícil Jimin? Você acha que é assim? Simplismente acontecer é esquecer? Onde já se viu isso?!

— Já falei é repito, eu não sinto mais nada por ela.

— Você é meu namorado e não deveria permitir uma coisa dessas!

— PORRA S/N TODA VEZ E ASSIM! PARA QUE TANTO CIÚMES? ELA É APENAS O PASSADO, MEU PRESENTE AGORA E VOCÊ! SERÁ QUE É TÃO DIFÍCIL DE ENTENDER? — Jimin grita enfurecido, você nunca virá Jimin com raiva, e agora que presencia estava realmente assustada.

— Eu… aí… — Jimin bagunça os cabelos nervoso — S/n, acho que… Eu quero dar um tempo…

— O q-que? — Você pergunta com a voz trêmula.

— Foi o que você ouviu. — Responde Jimin frio, se vira e sobe as escadas até você ouvir a porta do quarto bater brutalmente. As palavras ainda rondavam por sua mente, fazendo seu coração se despedaçar em pedaços.

Você se vira e sai de casa, com um mar de lágrimas prontas para cair a qualquer momento, você sai sem rumo, precisava pensar um pouco, e provavelmente chorar por ter dito tais coisas ao namorado. Precisava rever seus conceitos, refletir o por que de ser tão ciumenta.

***

Chegando em casa, você vê Jimin sentado numa poltrona encarando a porta, que agora o olhar foi até você, fecha a porta atrás de você com medo é vai até o meio da sala a alguns metros de distância de ambos, entrelaça as mãos a frente do corpo e fita o chão desencorajada.

— Vem aqui. — Diz Jimin com uma voz mais grossa que o habitual.

Você o obedece e vai pra mais um pouco perto dele.

— Mais perto. — Agora você tinha certeza de que ele não estava pedindo é sim mandando.

E você mais uma vez o obedece e chega mais perto, ficando entre as dele.

— Senta aqui. — Ele dá tapinhas na própria perna e você senta ali.

Ele passa o braço por sua cintura e começa até encarar, como se quisesse dizer algo.

— Desculpe... — Foi tudo o que ele falou — Desculpe, por ter te gritado e te tratado daquela maneira, eu realmente me sinto mal por ter feito e dito tal coisa… Não iremos dar um tempo, falei aquilo por um momento de puro nervosismo, então espero que você aceitei as minhas sinceras desculpas, não vamos mais brigar por besteira, Okay? — Você assenti e sorri.

— Eu também te devo desculpas por não saber me controlar, controlar meu ciúme, por ter sido grossa com você entre outras. — Você diz sentindo um grande alívio por não estar mais brigada com o namorado.

— O oppa aqui, vai cuidar de você. — Distribui selinhos pelo pescoço, subindo pelo queixo até chegar a boca.

— Eu te amo Jimin. — Você sussurra.

— Também te amo S/n. — Jimin sussurra.


Notas Finais


Até o próximo pessoal!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...