História Imagine jimin - - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Drama, Imagine, Jimin
Exibições 7
Palavras 3.531
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Josei, Mistério, Romance e Novela, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oii gente ,bom essa é minha 1° fic .. e eu sei que não ta muito boa mas prometo ir melhorando.
a história contem : romance , tretas e comédia (nivel basico ;-;) prometo melhorar no segundo capítulo. e me desculpe se tiver alguns erros .
já aviso que no começo é chato mas logo vai "melhorando" :3 i love you

Capítulo 1 - Uma mistura de nojo e amor .


Fanfic / Fanfiction Imagine jimin - - Capítulo 1 - Uma mistura de nojo e amor .

 me chamo (s/n) tenho 17 anos ,vim para coreia para aos 15 anos , moro com minha amiga kimi ela que me trouxe pra cá pois,como não tenho pais digamos que ela me ''adotou'' estudo na escola (---) e estou no 3°ano. minha vida é uma bagunça eu ganho dinheiro trabalhando como empregada doméstica  e dia eu vou para escola. no momento estou  desempregada.

segunda -feira 

é meu primeiro dia de aula graças a Deus estou  com a kimi na sala, porém pra compensar tem uma peste que senta do meu lado. Park jimin é seu nome , esse moleque me dá nos nervos , todas as garotas ficam babando por ele só porque seu pai é delegado e dono de empresa de armas (ou seja rico mona)  menos a kimi digamos que ela tem gosto diferente pra esse tipo de assunto.

começa a aula pego minhas coisas e percebo que ao meu lado está vazio até que ... jimin entra na sala e joga sua mochila em cima da mesa derrubando meu estojo.  -babaca- resmungo enquanto abaixo para pegar

-nossa que amorzinho vc em?- ele se senta ,põe os fones de ouvido e fica me olhando. eu olho pra ele retirando um fone - a lição ta na lousa não na minha cara.

-aish como pode ser tão mal humorada? eu sei como cura  isso sabia.

- ah é? que bom! Pena que não tenho interesse em saber.

ele vira o rosto e começa a escrever , kimi estava sentada com a jennie as duas estavam muito próximas uma da outra literalmente.

~toca o sinal da escola

jimin se levanta e vai com o seu grupinho e eu vou sozinha kimi disse que ia ficar pra esdutar com a jennie sei bem o tipo de estudo delas . bom vou arrumar um emprego ,pego um panfleto de jornal e vejo um anuncio muito atrativo "precisa-se de empregada meio período". vou correndo até o endereço sitado chegando lá percebo que é uma mansão logo na entrada estava escrito "familia park". toco a campinha e quem me recebe é um dos mordomos da casa onde me direciona até um escritório,lá estava uma senhora bonita e bem elegante era a proprietária da casa.

-boa tarde senhora eu gostaria de me candidatar a vaga do anúncio.

- ah.. e você veio com o uniforme escolar ?

- desculpe eu não tive tempo de passar em casa e me trocar

- se nem  tem tempo de se trocar como vai arrumar tempo para trabalhar?.

- senhora eu vim o mais rápido que pude pois necessito muito,eu tenho minhas responsabilidades e sei onde e como tenho que me portar .

ela suspira  –ok sente-se eu vou lhe deixa uma fixa me entregue daquia a 3 minutos-. Ela sai e me deixa respondendo a fixa.. se passam os 3 minutos e ela volta , entrego a ela e espero ela ler .

- muito bem ,voce pode começar hoje

-hoje?

-quer o emprego ou não?

-claro !

-então .. seu uniforme estará com o mordomo junto com a lista de afazeres .. e me chame de Sr. hanya pelo que eu li na ficha seu nome é (s/n) ?

-é sim Sr. muito obrigada.

-certo.. agora se retire por favor .. E nada de ficar se atirando pra cima do meu filho entendido?

- sr . hanya eu não sou uma qualquer pra me atirar em cima de ninguém.

-acho bom! -fala num tom curto e grosso.

saio dali a procura do tal mordomo ele me entrega meu uniforme.(imagen nas notas finais). -'poxa poderia ser mais simples isso-."

pego os obejetos de limpeza e o mordomo me leva até um quarto bagunçado que ficava no segundo andar tinha que subir uma escada enorme ele pediu  para começar a limparo chão depois a cama e as gavetas, assim logo ele sai e eu começo a fazer a tarefa. enquando arrumava a cama percebia que se tratava de um quarto masculino .. havia uma cueca jogada no lençou , uma não várias. "-aaa mereço -'' pego a cueca e nesse momento alguém apareçe.

-oque voce ta fazendo?-era jimin

-aa não acretido que até no meu trabalho você me segue. falo jogando a peça intima no chão.

- essa é minha casa sabia? você veio trabalhar ou roubar minhas cuecas?

- hahaha você me mata de ri sabia?

-melhor do que te mata de prazer né? opa... talvez vc queira isso?

-voce me da nojo..- cruzo os braços- você poderia sair eu estou limpando esse chiquerio .

-uau como voce é abusada e sem educação quer perder o trabalho no primeiro dia?

- não trabalho pra vc trabalho.

-errado , vc trabalha pra mim enquanto estiver nessa casa.

fico sem reação- Deus me ajuda pf-

-quem diria (s/n) trabalhando como empregada na minha casa uau! vou adorar contar pra escola

- jimin vc não faria isso! 

- não, sei talvez depende ....-
antes dele falar algo ouvimos a voz de um homem furioso gritanto .- a esse é meu pai acho que vc já sabe mas ele é o delegando então sempre ta gritando pela casa , eu vou tomar banho , não toque no criado-mudo você não vai gostar de ver oque tem lá- se retirando ele fecha a porta me deixando ali.

 "-como se eu quissese ver oque tem ali.. oque será que tem ali?-".
         -(S/N)!! - alguém me chama desço correndo ,era o pai de jimin . 

-vc é a nova empregada certo?

-sim sou eu! 

-ok sou Sr. parker qualquer coisa me chame - ele me mede de cima a baixo e fico emcomodada com a situação.

-o -o-ok obrigada Sr. - me retiro as pressas e subo as escadas .Caminho até o quarto de jimin e abro a porta até que .. percebo que jimin estava se trocando ,ele estava apenas de box e estava aparentemente a ponto de colocar o short. - m-m-me desculpe eu deveria ter batido.- antes que eu saísse jimin me segura pelo pulso. -deveria ter batido mas agora que entrou pode ficar-
nesse momento a porta se abre , era a Sr. hanya.

- vejo que vou terque retirar da sua boca que vc não é uma qualquer- me olhando com os olhos furiosos ela fala com um tom de voz grosso.

- sr hanya. e-e-eu posso explicar eu fui..- ela me interrompe apenas apontando o dedo para porta. -saia antes que eu mande vc embora-
faço conforme a sua vontade e me retiro dali, deço as escadas novamente e fico parada pensadando oque mais podia dar errado.

-(s/n) o Sr. parker quer te ver no escritorio- o mordomo me avisa e vou até o escritorio, bato na porta e escuto uma permiçao para entrar.

-senhorita eu prevejo que oque aconteceu agora foi um acidente não foi?

-sim senhor eu não tinha batido na porta então sem querer entrei na hora errada.

-tudo bem isso acontecençe- ele se aproxima de mim e afasta um pouco a cadeira com um gesto para que eu  sentasse. assim faço e logo sinto suas mãos tocar em meus ombros , ele se abaixa e fala perto do meu ouvido -apartir de hoje você vai fazer oque eu mandar se você não quisser ser presa-.  meu coraçao acelera, não sabia oque estava acontecendo.

-sr. parker eu não fiz nada vc não tem direito nenhum de me prender.

-a não? eu posso inventar então .. posso dizer que vc quis roubar as joias da minha mulher e ainda quis matar meu filho. ou melhor colocar drogas em sua bolsa qual vc prefere?-ele ri

-vc é um monstro- falo me levantando da cadeira.

ele me da um tapa -não ouse a falar assim comigo ., tire sua roupa a gora -

-oque você tá louco? - me afasto dele -eu vou gritar se não para com isso

-grita que eu acabo com vc sua vadia.- ele me imprensa na parede com a mão no meu pescoço- eu vou te deixa escapar hoje, se vc falar algo ou sair desta casa eu mato vc e sua amiguinha também-. ele me solta abre a porta e faz um sinal com a cabeça mandando eu sai.

saio imediatamente dali quase chorando, meu pescoço estava vermelho e meu rosto marcado,-"eu com certeza vou mata-lo."-

a sr. hanya estava no telefone então não me deu bola apenas me olhou com desgosto, eu vou até a cozinha limpar o fogão e encontro um homem jovem com uma mala cheia não sei oque é mas não espero coisa boa. passo por ele e faço a minha obrigação. assim que eu termino jimin apareçe com uma menina era a solya a nossa colega de classe .

-jiminzinho oque essa vaca faz aqui?- me olha decima abaixo.

-já não falei que é escotro demais me chamar de jiminzinho?- olha para ela com uma cara de mal-humorado– não ta vendo que ela trabalha aqui?.

-atá.. vem vamos não quero ficar num habitade que está contaminado.

-jimin não sabia que voce tinha uma galinha de estimção- eu olho para ela sorrindo e jimin também da uma risada ,acaba que os dois se retiram de lá e sim ela estava puta da vida comigo.

~quebra de tempo~ 

termino de arrumar os cômados e já são 23:48 ,vou me trocar e encontro com a sr. hanya que  segura meu braço - eu vou explicar só uma vez o jimin vai começar com um relacionamento muito importante e se vc atrapalhar eu acabado com oque vc chama de vida. está avisada- ela me solta e sai com seu salto alto fazendo barulho e deixando no ar a sua ignorância e o cheiro forte de seu perfume de marca. 
Eu continuo meu caminho até que escuto um barulho vindo do escritório do Sr. parker, me aproximo da porta e escuto umas vozes

-Sr. as drogas e as aramas serão exportadas pro Brasil na quarta-feira , já falei com o comantande e ele deu permissão de usar um dos aviões mas ele disse que o senhor tem que ir junto pra ninguém desconfiar

- ok.. eu vou ver oque faço , a e as cabeças vão ser trazidas para o casino quando?

- hoje a noite .. elas vão ficar no hotel onde receberam um tratamento até a sua ordem para manda-las para lá

-otimo quero as meninas em bom estado, afinal  nenhum cara compraria uma puta com defeito né?- os dois começam a ri e eu me afasto da porta tentando entender oque caralhos estava acontecendo. assim que me afastei  o homen que estava lá dentro sai sozinho e me olha ,ele já não mais continha a maleta em suas mãos. eu finalmente consigo me trocar e vou embora.

acompanhada até o portão pelo mordomo eu  ando até em casa , preferi que ninguém me levasse eu queria dar uma volta.andando pelas ruas avistei jimin encostado num poste com a boca e  os braços machucados,corro em sua  direçao .

-jimin oque houve?- ele estava com um cheiro forte de cachaça.

- posso ficar na sua casa ?- ele falacom dificuldade . -não posso deixar que  meus pais me vejam assim- colocando a mão na boca ele limpa o sangue  me olha.

-ok mas não pode dormir lá só vamos limpar esses ferimentos- seguro ele na cintura e coloco seu braço em meu ombro e assim fomos até a minha casa.

chegamos a kimi estava dormindo então seria um problema a menos, arrastei ele pro meu quarto , ele se jogou na cama e eu fui pegar uns ban-daids ,algodões e remédios no meu guarda roupa. - aqui jimin fica queito vai arder um pouco- limpo a aréa com um algodão molhado faço o mesmo em seus braços ele fazia caretas de dor mas logo se acostumou, terminando  eu colocos curativos.

-pronto ! ...oque aconteceu pra você ficar nesse estado?-me levanto e guardo as coisas

- eu levei a solya para casa, depois eu fui beber um pouco  e arrumei briga 

-uau até bêbado park jimin faz cagada como isso não me surpreende?- sento na cama  . - vc não vai durmir aqui vai?- quando acabo de falar ele finge dormir abrindo a boca e fazendo um barulho de ronco. - jimin acorda- sacudo ele mas nenhum "sinal de vida. " -te odeio - .

levanto-me e ajeito o corpo dele na minha cama vejo que sua blusa suja um pouco de sangue, ele tinha machucado a barriga também. -vc tava querendo se matar né?-falo baixinho para não acorda-lo e volto a pegar os objetos que ultilizei para cura-lo,levanto sua camisa e tento me concentra apenas no machucado mas era impossivel não notar seu abs , eu não percebi mas eu estava deslizando meus dedos sobre seus "gôminhos" e jimin teria acordado e visto aquela cena. 

-ta fazendo cosquinha (s/n)-ele me olha sorrindo

-cala a boca e volta a dormir antes que eu te leve pra casa pelos cabelos

me levanto e cubro ele, quando faço sinal de que vou sair de perto ele me puxa pra cima dele nos fazendo ficar cara a cara , meu coração e minha respiração acelerava eu sentia seu rosto se aproximar ele para no meu ouvido e susurra -obrigado por cuidar de mim prometo que vou te recompensar muito por isso- . essas suas palavras arrepiou até o cabelos dos dedinhos me  fazendo ficar corada, ele percebe e ri

- que fofa te fiz corar , pena que não posso te fazer gemer ainda-

- ainda? me poupe jimin .. para com essa baboseira , ta bêbado e fica falando isso ..eu é que  vou fazer vc gemer de dor se não para.

-ta ta ta, parei -ele me puxa outra vez ,só que dessa vez ele me fez deitar na cama por completo -dorme comigo só essa noite (s/n)?- me abraçando ele fala em meu cangote... e eu não falo nada apenas fico ali .. eu  não tive um dia muito bom então apenas deixei.quando menos espero adormeço com ele ,era tão bom ouvir seu coração e se sentir segura, menos pelo fato do seu cheiro eu tava ficando bêbada também. 

terça-feira 6:00

acordei com alguém me fazendo cosquinha nos pés 

- para kimi! -tento falar enquanto dou risada de olhos fechados - se vc não para vou tacar o travesseiro em vc- senti alguém subindo em cima de mim e se aproximando da minha orelha -então taca- (vai taca taca .. desculpa lembrei da musica foi mal T.T)
       abri os olhos na hora- jimim?!- me levanto rapidamente fazendo ele cair no chão.

-desculpa eu me ass... que caralhos você ta fezendo? ai não pera hoje tem aula eu tou atrasada.. jimin te odeio!- saio dali correndo deixando ele rindo sozinho. me troco e vou para cozinha onde me deparo com kimi

-a senhora chegou que horas? e porque o jimin tava na sua cama? vcs transa..-colo minha mão na boca dela-nem pense em termina essa palavra.

-ta mais não tem como pensar em outra coisa ..- ela sorri com malicia - foi bom?

-cala a boca -olho para ela e jimin apareçe por tras de mim e me agarra pela cintura onde da um chupão no meu pesço, kimi me olha com as sombrancelhas arqueadas. -acho que não foi bom, foi maravilhoso ne´?-ela ri 

-vc quer morrer jimin? fala logo pq eu posso realizar isso-ele me ignora e apenas pega uma maça em cima do balçao -ei jimin vai me ignora agora?- ele abre a porta e vai embora - a então é assim ele me paga-
  Kimi me puxa pra fora também ja com as mochilas na mão, corremos para alcançar o jimin mas ele fala que vai passar em sua casa para trocar de roupa ,então nós duas continuamos o caminho ...

~quebra de tempo~

na sala eu estava sentada jimin não tinha chegado e já ia dar a hora do intervalo,por alguma razão eu sentia alguém me vigiar..  

~sinal toca~ . me levanto e me ajunto com jennie e kimi estavamos conversando até alguem me puxar para fora da sala

- escuta aqui sua vagabunda se vc chegar perto do jimin denovo eu te mato- era solya , ela estava acompanhada por suas amiguinhas ..

-a é? como se eu quisse chegar perto dele ou de você, agora me solta- esquivo com força meu braço fazendo soltar se da mão da solya. volto para dentro e kimi vem falar comigo

-oque ela queria?

-cagarejar como sempre - rimos e jennie sai para fora ...-eai oque vc e jennie estavão falando?

-contei de vc e jimin 

-oque tá louca? kimi eu te mato!

-calma ela não vai contar pra ninguem... 

acabou o intervalo e as aulas também  estou saindo e vou até o banheiro me trocar .. quero evitar broncas da sr. hanya . Enquanto tiro minha blusa ouço a porta junto com a fechadura fechar e uns passos se aproximam.

-vadiazinha eu avisei que se vc encostasse no jimin eu te matava ..

-merda! - abro a porta da minha cabine e avisto solya com o seu grupinho.. estavam segurando uns tacos de beisebol.  –solya eu já disse que não quero o jimin.

-não é oque pareçe .. ele dormiu na sua casa não foi? vcs transaram não foi sua piranha?- ela fala  gritando e se aproximando de mim .

-não , eu não sou vc ! -ela me ta um tapa -vagabunda!!- parto para cima dela e as amigas dela partem para cima de mim , eu dou chutes na barriga dela e cuspo em sua cara enquando ela tenta me dar  socos , as amigas delas me pegam pelo braço me arrastando para parede e assim faz com que a solya me de chutes ,socos e me batesse com o taco de beisebol   .. ,meu nariz sangrava estava toda marcada e com dor .

-isso é só o começo- elas saiem dali me deixando naquele estado.

depois de algumas horas sentada me levanto encontro jennie no corredor ela me ajuda ir para casa do jimin ,e me deixa no portão depois faz o seu caminho para casa. 

entro e vou para o banheiro , troco de roupa faço uns curativos e vou para o quarto do sr parker , precisava tira o pó de seus móveis. assim que saio do banheiro vejo de relançe a sr. parker discutindo com o mesmo homen da noite anterior ,mas ignoro e continuo o meu caminho .entro no quarto  não havia ninguém  começo a limpar e acho umas embalagens enroladas com fitas .

-isso é droga?- Jimin entra  no quarto e eu jogo a embalagem no chão escondendo com o pé

-vc viu o meu .. Pera vc andou brigando?- 

-eu apenas cai.- falo saindo do quarto.

-caiu?  -ele coloca suas mãos em meu queixo apertando-o . -não minta para mim ,eu vou cuidar de vc, prometo que não vou machucar só se vc quiser.


–jimin não tou com tempo para brincadeiras. 

-quem disse que eu tou brincando? Quer saber traga 2 cafés no meu quarto rápido vou espera você. –  ele sai e eu deço para buscar seu pedido. Logo subo com as xícaras na bandeja indo até o quarto de jimin . Entro e ele estava sentado na cama ,eu pego uma das xícaras mas tropeço em algo me fazendo derramar café em sua blusa.

–m-me perdoe Jimin eu não queria- .. Ele tira sua camisa – tudo bem acontece .. Pena que sou um pouco vingativo - ele se levanta e pega a outra xícara, andando em minha direção ele vem  levanta a xícara e derrama o café em mim .. O líquido quente escorria pelo Meu pequeno decote fazendo caminhos até chegar no meu sutiã . jimin me olha .

–oh, me desculpe deixa que eu limpo-. Ele abre o botão do meu uniforme e começa a passar a lingua onde havia café , até que chega no "pino" que abria pela frente o sutiã .-jimin oq vc ta fazendo? - ele me ignora e abre o pino ,assim deixa a mostra meus seios onde ele começa a chupar lentamente .–j -jimin para -.Ele para pega uma de minhas pernas levanta  se encaixando   entre elas fazendo seu amiguinho roçar em minha intimidade.

-quer que eu pare mesmo? Ele começa a  a morder levemente o bico do meu peito e colocando os dedos por debaixo do uniforme e da calcinha ele  passeia por ali me fazendo ficar molhada –se vc gemer eu continuo agora se não fazer nenhum barulho eu paro-  ele termina de falar e logo penetra seu dedo em mim . -ah ! FDP .. - espremo meus olhos ,ele sorri e surrura no meu ouvido -perdeu .. Acho que Gemeu de propósito ..mas não vou continua agora .– ele abaixa minha perna e sai dali me deixando desatada. – viado é assim que cuida de um machucado de alguem ?-reviro meus olhos e me arrumo ,deço para trocar meu uniforme mas a Sr.a hanya me avisa de que posso ir para casa.

Assim faço vou para casa , chegando lá estava o sr. Parker sentado no meu sofá com uma arma na mão

– boa noite (s/n) está pronta para  me obedecer? 

~continua~

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...