História IMAGINE JIMIN (BTS) " I Love You, I Hate You" - Capítulo 15


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Billy Unger, Black Pink, TWICE
Personagens Billy Unger, Chaeyoung, Dahyun, Jennie, J-hope, Jihyo, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Jungyeon, Lisa, Mina, Momo, Nayeon, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Sana, Suga, Tzuyu, V
Tags Bangtanboys, Bts, Park Jimin, Você
Visualizações 909
Palavras 862
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


116 F A V O R I T O S 😱😱😱😱😱😱😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍

Leias as notas finais pfv 😍❤️

Capítulo 15 - Sinto Sua Falta


Fanfic / Fanfiction IMAGINE JIMIN (BTS) " I Love You, I Hate You" - Capítulo 15 - Sinto Sua Falta

Anteriormente...

"Tirei suas mãos de mim, peguei meu sapato e sai do AP do Hobi, sei que essa hora é perigoso mas, não quero ficar ali, sobre o  mesmo teto que Park Jimin. Eu o amo demais, só que eu não posso esperar para sempre."



Continuação...


(4 meses depois...)


Como quarto meses passam rápido, em todos esses quatro meses a única coisa que pensei foi Park Jimin. Depois daquela noite no apartamento do Hobi, nós não nos falamos mais. Mesmo estudando na mesma escola, eu tento evitar ele ao máximo, e parece que ele também. Eu segui com a minha vida, creio que ele também, mas é difícil sabe? Estar perto dele mas ao mesmo tempo tão longe. Por que isso? Por que ele só não disse as simples palavras "quer namorar comigo?" Por que?

Rosé me chamou para tomar sorvete, e eu resolvi ir, nesses últimos meses eu não tenho saído muito de casa. Era só cada escola, escola casa. 



...



Cheguei na sorveteria e Rosé estava sentada lendo um livro. Fui perto dela, mas a menina dos cabelos ruivos não me notou, sentei na mesa e pigarreei chamando a atenção da garota.


Rosé: Você demorou.

Sol: Foi mal.

Rosé: Então, o que está acontecendo com você?

Sol: nada ué.

Rosé: Você não me engana Sol. Pode começar a falar.

Sol: É que... Dói ver o Jimin e a Tzuyu juntos...

Rosé: Mas eles não estão juntos.

Sol: Estão sim. Ele teve coragem de pedir ela em namoro mas,eu não.

Rosé: Sol não é assim.

Sol: Claro que é Rosé. Park nunca me amou.

Rosé: Sol, o Jimin ele só... Tem um certo trauma com isso.

Sol: Trauma? Como assim?

Rosé: Eu não tenho o direito de te contar. Pergunte a ele.

Sol: Ah não Rosé. Você começou,agora termina.

Rosé: Tá... Mas eu não te disse nada.

Sol: Okay.

Rosé: Mais ou menos um ano depois que você foi embora, entrou uma garota na escola, o nome dela era Dahyun, ela era muito linda, muito simpática, e simples. Com essa carisma ela ficou popular muito rápido, o Jimin se apaixonou por ela no mesmo instante em que ela colocou os pés naquela escola. Como na época éramos amigos, ele contava tudo para mim e para o Hoseok, o Park pediu para a gente ajudar ele a se declarar para ela. E assim nós fizemos, quando nós falamos para ela que ele era afim dela, ela ficou encantada com ele. No dia seguinte eles já estavam de mãos dadas andando pela escola, em pouquíssimo tempo eles viraram o casal mais shippado da escola. Um dia nós tivemos aula vaga, o Jimin e a Dahyun não eram da mesma sala, então nós estávamos no pátio, conversando. Daqui a pouco a Dahyun passou mas ela não nos viu, decidimos seguir ela, a menina estava indo em direção ao depósito de educação física. Ela entrou lá e nós ficamos apenas observando, então fomos até o depósito, quando abrimos a porta ela estava semi-nua com outro garoto. O Jimin entrou em desespero, ele bateu tanto no carinha mas tanto, que acho que ele precisou de uma cirurgia plástica. A Dahyun foi expulsa, e o Park mudou, começou a beber, fumar... 

Aquela história me deixou muito sem reação, não sabia que o Jimin tinha sofrido, talvez seja por isso que ele disse que não estava pronto para um relacionamento. Eu devia ter sido mais paciente. Se arrependimento matasse eu já estaria morta.

Rosé e eu ficamos falando de coisas meio aleatórias, eu contei para ela que estava pensando em fazer faculdade no Brasil, Rosé ficou triste mas me apoiou, disse que eu deveria fazer o que meu coração mandar. Conversa vai conversa vem, e o tempo foi passando, antes que percebêssemos já estava escurecendo. Me despedi da Rosé e fui a caminho da minha casa, no condomínio aonde eu morava tinha uma "praça" ela ficava no centro do condomínio e normalmente as crianças iam brincar lá, tinha parquinho e tudo. Antes de ir para casa dei uma passada lá, sentei no balanço e comecei a balançar, eu fechava os olhos e sentia o ar batendo no meu rosto, aquela sensação era muito boa, fazia eu me esquecer dos meus problemas. Quando abri os olhos vi que uma pessoa me encarava. Parei de balançar e a pessoa se aproximou.


Sol: Por que estava me observando?

Jimin: Você fica linda balançando.

Sol: Park-

Jimin: Eu sinto sua falta Sol. Eu não consigo parar de pensar em você, acho até que estou ficando louco.


Sem pensar duas vezes eu levantei e abracei o rapaz a minha frente, seu perfume era tão único, seus braços fortes me apertavam contra seu corpo, queria ficar ali para sempre, nos braços do Park.



• Tzuyu on


Eu tinha marcado de encontrar o Jiminzinho no parque do condomínio aonde ele mora, nós nos aproximamos muito depois que ele parou de falar com aquela puta da Sol. Cheguei no lugar aonde tinhamos marcado mas ele não estava lá, comecei a andar um pouco e vi meu Jimin abraçando aquela ridícula, eles se separam e ele deu um beijo nela, me sangue ferveu, eu estava me segurando para não ir lá e socar a cara daquela oferecida. Mas acho muito melhor me vingar depois, pois como dizem, a vingança é um prato que se come frio.


• Tzuyu off





Notas Finais


Continua....

Então meu povo lindo, a fic já está acabando, esse é o penúltimo capítulo.








MASSSS







CALMA










VAI TER UMA SEGUNDA TEMPORADA 😂❤️😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...