História Imagine Jin (BTS) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin
Visualizações 300
Palavras 1.028
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Nossaa

Aki mais uuuuum.
💕💕💕💕💕

Capítulo 3 - Eu te odeio


Fanfic / Fanfiction Imagine Jin (BTS) - Capítulo 3 - Eu te odeio

S/N ainda estava desacordada, não era algo grave. Peguei suas chaves em sua mochila e abri a porta. 

Levei ela até seu quarto, que é a primeira porta da esquerda. A deitei na cama, tirei seu tênis e a cobri. 

Como sei cozinhar bem, desço as escadas indo até a cozinha. Preparo o que pra ela? Huum.... Já sei, uma sopa mesmo. Dou uma pequena risada. 

Peguei os ingredientes e começo a preparar a sopa. Será que ela vai gostar?  Aish Jin, por que está preocupado com isso?  *Todos sempre amaram sua comida.* pensei. 

Terminei, coloquei um pouco da sopa em uma tigela e voltei ao quarto. S/N estava se mechendo. Parece que ia acordar. Estava certo. Ela abre os olhos e se assusta. Senta na cama e me oha. 

S/N - Como vim parar aqui? 

- Você desmaiou na escola e a enfermeira mandou eu te trazer embora. - dei de ombros. 

S/N - Tendi. O que tem aí nessa tigela? 

- Oh, preparei uma sopa de legumes pra você. 

S/N- Huum... Tem veneno aí não, né? 

- Besta, óbvio que não. 

S/N- Ok. - fui até ela e deixei a sopa no criado mudo.- Estou tonta. 

- Eu te dou. Vem cá. - pego um pouco de sopa na colher e direciono a boca da mesma que franze o cenho. - Quer, ou não? - ela abre a boca. 

S/N-.... Não precisa. 

- Precisa sim. Agora abre a boca. - ela cora. Dou uma pequena risada. - Não precisa ficar com vergonha. 

S/N- E se tiver veneno aí? - diz com a boca cheia

- Não tem. - ri- Não confia em mim? 

S/N- Não se lembra? - nego- Você disse pra nunca confiar em você. Estou morta. - joga seu corpo pra trás deitando bruscamente na cama. 

- Para S/N, não tem nada aqui. - fingi estar nervoso 

S/N- Osh, tá nervoso? - assinto- Tira a calça e rasga. 

- Palhaça. - dou risada alta. 

S/N- Olha, você também tem dentes. Ah... A sopa tá ótima. 

- Sempre está. 

S/N- Ishi, nem um pouco convencido. 

- Quer mais? - assente. - Levanta então. 

S/N- Ai. 

- O que foi? 

S/N- Fiquei tonta. - ri

Terminei de dar a sopa a ela. Desço e lavo a louça que a mesma tinha deixado lá. Ela disse que ia tomar banho. Tomei a liberdade de ligar a televisão. 

Logo ela desce e vai pra cozinha. 

S/N- AAAAH. 

- Quié?  Sê é loka? 

S/N- Tô com fome. - faz bico

- Osh, faz um lanche aí. 

S/N- Aprendeu rápido em. - ri. - Tá... Faz pra mim, você cozinha bem. 

- Tô com preguiça. Vou pedir dois sanduíches. 

S/N- Você paga. - assinto 

Peço os sanduíches e esperamos sentados na mesa mesmo. Nós não falamos uma palavra até agora. S/N se levanta. Acho que vai tomar água. 

Ela abre o armário pra pegar o copo, mas não alcança. Eu fico apenas a olhando. Ela fica na ponta dos dedos tentando pegar o copo. Ela estava com um short jeans, e uma blusa vermelha. Linda. 

Ela desiste e bufa ainda de frente pro armário, olha pra cima, e quando ia fechar a porta do mesmo, eu a interrompi, ficando atrás da mesma que fica paralisada. Pego o copo e coloco em cima da pia e volto a me sentar. Ela toma sua água. 

A campanhia toca e eu vou atender. Era nosso pedido. Pago o moço e entro com os sandubas pra dentro. S/N quando vê abre um sorriso enorme. Eu sorri mas ela não viu. Melhor assim. 

Ela pega um refrigerante na geladeira e coloca sobre a mesa. 

- Eu pego os copos. - dou uma risada leve. A olho e ela cora. 

Comemos e lavamos os pratos que usamos e os copos. 

- Se sente melhor? 

S/N- Só a tontura que não passou ainda. E sinto um pouco de dor. Mas tô bem. 

- Bom. Eu vou embora. Qualquer coisa me liga. - ela assente. Vou até a mesma e dou-lhe um beijo na testa. A olho e ela estava corada de cabeça baixa. - Ei, olha pra mim. - disse calmo. Ela olha. Seguro o queixo da mesma e selo nossos lábios. Um selinho demorado. Me separo. - Cuidado. - disse e saí de sua casa. 

S/N on

Oi?  O que acabou de acontecer aqui?  Seokjin me beijou?  Meu coração disparou. Quanto mais tento esquecer ele e o sentimento que tenho pelo mesmo, tudi desmorona. Espero que ele esteja ciente de que eu tenho sentimentos. Aaah, ele nem sabe disso. Amanhã vai estar beijando outra. 

Vacilão. 


(............)

Melhorei muito. Estou bem melhor. 

Estou no meu lugar na sala de aula. Olhando pela janela, o enorme pátio da escola. Seokjin ainda não apareceu. 

Aigoo. 

Olho pra porta da sala e vejo alguns alunos entrarem e se ajeitar em seus lugares. 

Bufo. 

Olho novamente pro pátio e me arrependo. Seokjin beijando uma qualquer. Como eu disse:

VACILÃO. 

O professor entra na sala. Seokjin ainda não tinha entrado. 

- Professor  posso ir ao banheiro?  Serei rápida. - ele assente. Eu saio da sala indo ao pátio. Não sei por que de eu estar fazendo isso. Mas preciso. 

Vejo Seokjin terminando o beijo com selinhos. A menina entra pra escola. Vou até ele. 

Jin- S/N!  Oi, melhor?

- Sim, estou bem melhor.- disse irritada

Jin- Nossa. Que mal humor. 

- Como pôde? 

Jin- O quê? 

- Ainda se faz de desentendido. Me beija ontem e está aos amassos com outra. - o que eu tô falando?  Eu não gosto dele. - Ah, esquece Seokjin, esquece. 

Jin- Não  volta aqui. - segura meu braço e eubo olho. - Aquele beijo de ontem?  Aquilo não é beijo e você pensa que eu realmente me importei com você?  Eu só cuidei de você porque eu não queria ficar com peso na conciência. - meus olhos lacrimejaram. 

- Mas, Jin.... Eu pensei que... 

Jin- O que?  Pensou o que? 

- Que gostava de mim, nem que fosse só amizade. 

Jin- Pensou errado. - diz e sai. Começo a chorar. 

Como?  Por que?  

Jin eu passei a te admirar depois de ontem. Eu descobri que te amo. 

Mais uma vez enganada. 

Eu te odeio. 


Notas Finais


Comentem pls
사랑해요!!!!!♡♡♡♡♡♡
Xoxo~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...